Imprensa Rio Claro SP Novo boletim aponta 16 casos de dengue em Rio Claro | Imprensa da Prefeitura de Rio Claro – SP

Últimas Notícias de Rio Claro
terça-feira, 23 de outubro de 2018.

Arquivo Mensal

Novo boletim aponta 16 casos de dengue em Rio Claro

O município de Rio Claro registrou até agora 16 casos de dengue neste ano de 2010. É o que aponta boletim divulgado na manhã desta segunda-feira, 15, pelo setor de Vigilância Epidemiológia da Fundação Municipal de Saúde. O boletim anterior foi divulgado no final de fevereiro e apontava sete casos. “Ainda que estejamos numa situação muito melhor do que outros municípios paulistas que enfrentam epidemia de dengue, o número é preocupante, pois representa mais que o dobro do que tivemos em todo o ano de 2009”, observa Catarina Burigo Almeida, coordenadora do setor. Em 2009, foram sete casos.
Os casos de 2010 são oito casos importados e oito autóctones, ou seja, contraídos no município. “Estamos convencidos de que estes números não são maiores graças ao empenho de nossas equipes e a colaboração da comunidade”, afirma Ivete Costa Cipolla, presidente da Fundação, acrescentando que “já estamos tomando providências para reforçar o trabalho de combate à dengue em Rio Claro”.
Nesta semana, 40 candidatos aprovados em processo seletivo estão sendo chamados para a entrega de documento, visando à contratação de seus serviços como agentes de combate às endemias. “Todos passarão por um curso introdutório de formação inicial e continuada para que, desde o início, estejam qualificados para os trabalhos”, destaca Edison Rodrigues Filho, diretor geral de administração.
Além das vistorias diárias em imóveis residenciais, comerciais e industriais, as equipes de combate à dengue fazem visitas quinzenais nos chamados pontos estratégicos, como borracharias, cemitérios e depósito de materiais recicláveis, nos quais a possibilidade de criadouros do mosquito Aedes aegypti é maior.
Nos bairros que apresentaram casos de dengue, foram realizadas operações nas proximidades da residência do morador que contraiu a doença para se eliminar eventuais focos do mosquito. Nos finais de semana, equipes do Centro de Controle de Zoonoses visitam as casas que estavam fechadas durante a semana. Sábado, o mutirão de retorno foi realizado no Jardim Inocoop.
As autoridades de saúde insistem para que a população colabore com os agentes de combate à dengue e adotem medidas preventivas, como eliminar recipientes que possam acumular água, fechar caixas d´água, limpar as calhas nos telhados e dar atenção máxima aos vasos de flores e folhagens. “A falta de cuidados com os vasos é o principal complicador na proliferação do mosquito”, afirma Kátia Curado Nolasco, coordenadora do programa municipal de combate à dengue.



astropay bozum
Imprensa Rio Claro SP