Imprensa Rio Claro SP Carne estragada e molho vencido em carrinho de lanches no Jd. Público | Imprensa da Prefeitura de Rio Claro – SP

Últimas Notícias de Rio Claro
quinta-feira, 19 de julho de 2018.

Arquivo Mensal

Carne estragada e molho vencido em carrinho de lanches no Jd. Público

O carrinho de lanches removido nesta segunda-feira (22) pela prefeitura de Rio Claro no Jardim Público apresentava uma série de irregularidades sanitárias que colocavam em risco a saúde pública. De acordo com o setor de Vigilância Sanitária do município, foram encontrados carnes e salgadinhos estragados, canudos de refrigerantes reaproveitados após terem sido usados, suco de frutas em galões diluídos possivelmente em água não potável. Os molhos fornecidos aos clientes estavam com prazo de validade vencido.

A prefeitura removeu o carrinho de lanches que estava instalado irregularmente sobre a calçada do Jardim Público, principal praça da cidade. O responsável pelo carrinho assinou um termo de acordo com a prefeitura em 29 de novembro passado, pelo qual se comprometia a retirar o carrinho até 20 de janeiro. Como o prazo não foi seguido, a prefeitura cumpriu o acordo e fez a remoção. O interessado também não se manifestou sobre a possibilidade que a prefeitura lhe ofereceu para indicar um novo local para o funcionamento de seu carrinho.

Além de ocupar a praça irregularmente, o dono tinha adquirido o ponto de venda de um terceiro, o que não é permitido por lei. Durante a remoção também foi constatada ligação clandestina de energia elétrica.

No final da manhã, o responsável pelo carrinho de lanches foi detido pela Guarda Civil Municipal ao tentar entrar no Paço Municipal com botijão de gás ameaçando colocar fogo no prédio. Horas antes, ele esteve nos corredores do Paço com um pedaço de corda. A Guarda Civil também identificou que ele estava com uma quantia de gasolina no carrinho de lanches. No boletim de ocorrência registrado pela prefeitura consta ainda ameaças a funcionários públicos.

De acordo com o setor de fiscalização da prefeitura, o proprietário já havia sido notificado sobre irregularidades no ponto de venda no final do mês de outubro.

No ano passado, o mesmo cidadão foi flagrado em posse de imóvel público – na Rua 1 entre as avenidas 1 e 2 – sem autorização legal, inclusive alugando o imóvel para terceiros. Na época a prefeitura realizou a reintegração de posse do prédio, que durante algum tempo foi utilizado pela União das Escolas de Samba de Rio Claro (Uesca).

 



astropay bozum
Imprensa Rio Claro SP