Imprensa Rio Claro SP Fora das áreas de risco, Rio Claro não terá campanha contra febre amarela | Imprensa da Prefeitura de Rio Claro – SP

Últimas Notícias de Rio Claro
quinta-feira, 26 de abril de 2018.

Arquivo Mensal

Fora das áreas de risco, Rio Claro não terá campanha contra febre amarela

O Departamento Regional de Saúde informou nesta terça-feira (23) que em Rio Claro não terá vacinação em massa contra a febre amarela, uma vez que o município não está na lista de áreas de risco. A orientação para a população rio-clarense é que só tome a vacina quem for viajar para alguma área considerada de risco, conforme determina o Ministério da Saúde.

A vacina é recomendada para moradores ou pessoas que se deslocam para áreas com circulação do vírus no Brasil, moradores de áreas rurais e aos viajantes para os países com risco de transmissão de febre amarela.

Na rede pública municipal de saúde de Rio Claro a vacina contra a febre amarela é aplicada no horário das 9 às 14h30, às segundas-feiras na Unidade Básica de Saúde (UBS) da Avenida 29 e Unidades de Saúde da Família (USFs) de Ajapi e Jardim Panorama; às terças-feiras na UBS do Wenzel e USFs do Benjamin de Castro e Jardim Novo 1; às quartas-feiras na UBS do Cervezão e USFs do Bonsucesso, Palmeiras e Assistência; às quintas-feiras nas USFs do Boa Vista, Jardim das Flores e Mãe Preta; e às sextas-feiras na UBS da Vila Cristina e USFs do Guanabara e Jardim Progresso.

No mês de dezembro do ano passado foram vacinadas 270 pessoas no município. Entre 1 e 20 de janeiro deste ano, já foram vacinadas 2.800 pessoas em Rio Claro, segundo dados contabilizados pela Vigilância Epidemiológica da Fundação de Saúde e Rio Claro.

No Estado de São Paulo, 54 municípios participarão da campanha, com previsão de vacinar 8,3 milhões de pessoas, sendo 6,3 milhões com a dose fracionada e 2 milhões com a padrão.

A lista de municípios com recomendação para a vacina está no link do Ministério da Saúde na internet: http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/listavacinacaofa.pdf , e lá é possível ver Rio Claro como cidade fora da área de risco.

A Fundação Municipal de Saúde de Rio Claro alerta que a vacina pode ter efeitos colaterais graves, ainda que raros. A vacina é contraindicada para crianças menores de 6 meses, pessoas imunossuprimidas e com reação alérgica a ovo. Pessoas acima dos 60 anos, gestantes, pessoas portadoras do vírus HIV ou com doenças hematológicas devem consultar um médico antes de se vacinar.

A febre amarela é transmitida pelo mosquito Haemagogus em área silvestre e pelo Aedes aegypti no perímetro urbano. O Haemagogus se reproduz em ambientes naturais, buracos ou copas de árvore e casca de frutas e sua reprodução se dá na época mais chuvosa. Os sintomas da febre amarela são febre alta, dores de cabeça e musculares, calafrios, náuseas, vômitos e fraqueza. Quem tem esses sintomas deve procurar ajuda médica. Quando a doença evolui para formas mais graves há comprometimento do fígado e dos rins.



astropay bozum
Imprensa Rio Claro SP