Grupo Olinda comemora os 90 anos de dona Philomena Liscia

Integrantes se reuniram para confraternizarem e cantarem parabéns para integrante mais idosa do grupo.

Atividades não faltam para os idosos que participam dos grupos de terceira idade. Em Rio Claro são 80 grupos especialmente dedicados a proporcionar diversão e informação a este público. No bairro Bela Vista, os integrantes do grupo Olinda se reúnem semanalmente para confraternizarem e realizarem exercícios, mantendo ativos corpo e mente. O encontro dessa terça-feira (10) foi ainda mais especial. Dona Philomena Liscia comemorou com os amigos de grupo o aniversário de 90 anos.

“Estar com os idosos é celebrar a vida, a alegria de acordar e saber que há mais um dia a ser vivido e isso é muito especial. Essa é a maior lição que eles nos dão sempre, nos inspirando a sermos cada vez melhores”, destacou Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social de Solidariedade, que participou da comemoração.

“Considero cada amigo de grupo um membro da minha família e estou muito feliz em poder comemorar com eles meus 90 anos”, disse dona Philomena.

Com apenas um mês de atividades, o grupo Olinda já conta com mais de trinta idosos em suas reuniões semanais no Grêmio da Bela Vista.

“A participação dos idosos superou nossas expectativas”, disse Néia Magalhães, assessora de políticas públicas para os idosos, acrescentando que o grupo foi criado para que os idosos da região tenham um espaço para convívio social e também diversão, além de poderem praticar atividades físicas.

A coordenação é da pedagoga Bia Souza Moura. “Está sendo um grande desafio, mas muito prazeroso e sempre com a contribuição dos integrantes”, comentou Bia. A cada semana os idosos participam de diferentes atividades. Na semana passada os idosos participaram de roda de conversa, em que dona Olinda relatou a satisfação de participar do grupo. “Depois dos filhos crescidos, desfruto mais do convívio com os amigos e está sendo muito satisfatório participar do grupo”, disse Olinda.

No sábado (14) será realizado o primeiro baile da terceira idade organizado pelo grupo. A entrada é um litro de leite ou quilo de alimento não perecível, com arrecadação destinada ao trabalho social do município. O evento será das 16 às 19 horas, aberto ao público, com música ao vivo de André Heller.

Time de futebol UPU doa leite ao Fundo Social

Entrega de 216 litros foi realizada na segunda-feira (9).

O Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro recebeu na segunda-feira (9) a doação de 216 litros de leite, entregues pelo Unidos do Parque Universitário Futebol Clube (UPU).

“Mais uma vez a comunidade se mostra solidária, doando alimentos que são muito bem-vindos nos lares de famílias carentes”, agradeceu Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social.

Os litros de leite foram arrecadados em evento realizado pelo time no domingo (8) no ginásio de esportes do Jardim Panorama. “Com música e espaço kids, a festa teve como bilheteria doação de leite”, observa Luiz Cláudio, o Buba.

Os alimentos serão encaminhados para o atendimento de famílias carentes, em trabalho realizado pelo Fundo Social. “A participação da comunidade é fundamental para que consigamos atender essas pessoas, que dependem dessa ajuda para terem alimento na mesa”, observa Paula.

A escolha pelo encaminhamento das doações conseguidas no domingo ao Fundo Social se deu pela credibilidade da entidade. “Todos contribuem com a certeza de que o alimento chegará até quem precisa”, diz Lafaiete Naidig.

O UPU, equipe de futebol amador, completou neste ano 31 anos de atividades. “Além do futebol, neste ano as atividades estão sendo ampliadas, contemplando também a área social”, explica Buba.  Também participaram da entrega dos litros de leite, Francisco Mexicano e Ademilson Macedo. 

Parlamento do idoso é empossado

Cerimônia foi realizada na segunda-feira (9) na Câmara Municipal.

Os integrantes do parlamento do idoso para a gestão 2019 foram empossados na segunda-feira (9). O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, participou da cerimônia na Câmara Municipal.

“Vocês representam o empenho e vontade de ajudar, deixando suas casas, num gesto de abdicação, para trabalharem na construção de uma cidade melhor”, disse o prefeito Juninho aos membros do parlamento, lembrando serviços implantados pela atual administração para atender a população idosa. “Núcleo do Idoso, Patrulha do Idoso e Centro Dia do Idoso na região sul foram criados para que os idosos fossem mais bem acolhidos e atendidos em suas necessidades”, acrescentou o prefeito.

O vereador André Godoy, presidente da Câmara Municipal, conduziu a sessão que deu posse aos membros do parlamento do idoso. “Esta casa de leis é a casa do povo e está de portas abertas para que vocês desempenhem suas funções, usando a sabedoria e experiência que vocês têm”, frisou Godoy, colocando a Câmara à disposição dos parlamentares empossados.

“Certamente a terceira idade e a população de Rio Claro estão bem representadas por estas pessoas que não medem esforços ao buscarem uma cidade melhor para todos”, observou Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social de Solidariedade.

Os contrapontos da vida foi tema da fala de Marco Antonio Bellagamba, vice-prefeito e secretário de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário. “Em um momento participamos de atividade sobre suicídio e depois nos encontramos com idosos que esbanjam vida”, refletiu Bellagamba. “Vocês são incentivo e inspiração para nós”, resumiu o vice-prefeito.

A lei que instituiu o parlamento do idoso tem autoria da vereadora Maria do Carmo Guilherme e da ex-vereadora Raquel Picelli.  “Este espaço será de vocês para que sejam levantadas discussões sobre o que pode ser feito no município em prol da população idosa, para que possamos fazer cada vez mais para que os idosos tenham seus direitos respeitados”, disse a vereadora Maria do Carmo.

“Agradeço o voto de confiança para mais uma vez trabalhar pelos idosos”, destacou Maria José Cerri, presidente do Parlamento. A mesa diretora do parlamento do idoso tem como vice-presidente Célia Guilherme Marcondes. O primeiro secretário é Genésio Silvério da Silva e, segundo secretário, Aleardo José Martins.

O vereador Ney Paiva lembrou a responsabilidade de cada um e desejou sucesso ao parlamento. Já o vereador Adriano La Torre se disse orgulhoso de participar da solenidade. Também participaram da cerimônia de posse os vereadores Geraldo Voluntário, Irander Augusto e Paulo Guedes. Ocuparam a tribuna de honra: Lenir Lima e Rita Mac Knight Manço, do Fundo Social; Rita Godoy, da Secretaria do Desenvolvimento Social; e Néia Magalhães, assessora de políticas públicas para os idosos.

Os demais integrantes do parlamento do idoso são: Antonio Laercio Candido, Beatriz de Oliveira Cordeiro, Beatriz Ferreira de Souza Moura, Ednéia Marlene de Paula Gregorio, Fátima Maria Silvério, Maria da Luz Fonseca de Souza, Maria de Lourdes Rafael Diuri, Maria de Oliveira Gomes, Maria Joaquina Peixoto, Maria José dos Santos Mina, Maria Luiza Camoti, Marli Clude Nogueira Pinto, Maura Magalhães, Philomena Liscia e Ronald de Lima. Os suplentes: Angela Regina Calderelli de Lima, Angela Maria de Camargo, Francisca Batista da Cruz, José Placido Oliveira, Leonirce Aparecida Amorim Custódio, Maria da Silva Oliveira, Maria Dolores Gutierre de Moraes, Maria Magdalena de Souza, Miuza Aparecida Hebling, Nanci Romão Correa, Nelson Edson de Toledo Moura, Nilza Boquetti, Orestes Batista Minigildo Filho, Santina Ramos Donato, Sebastiana Juracy Dutra, Setuko Nakano Sentinela, Valderez Aparecida Correa e Valderez Simões Guilherme Marques.


Fundo Social de Rio Claro sedia reunião com outros municípios

Encontro foi realizado na quinta-feira (5) com representantes de 13 municípios.

Anualmente cerca de 700 pessoas são atendidas em cursos de qualificação profissional realizados pelo Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro. O trabalho visa dar oportunidades para aqueles que buscam uma vaga no mercado de trabalho. “A qualificação faz a diferença para quem busca uma colocação”, destacou Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social, em reunião realizada na quinta-feira (5) com representantes de fundos sociais de 13 municípios da região.

Os projetos do Fundo Social do Estado de São Paulo foram apresentados pela técnica regional Roberta Linardi. Novos cursos e ampliação de grade foram alguns dos tópicos abordados. “O foco do trabalho é oferecer ferramentas às pessoas para que sejam capazes de gerar sua renda, dando a elas condições de sair do assistencialismo”, observou Roberta.

Paula falou sobre o trabalho realizado em Rio Claro. “O trabalho é abrangente e o oferecimento de cursos gratuitos é uma das principais realizações, com retorno bastante positivo, pois proporciona às pessoas oportunidade para buscarem uma vida melhor”, comentou Paula, lembrando que, para a realização dos cursos, as parcerias também são importantes. “O Fundo Social estadual tem sido um importante parceiro, com o qual queremos continuar contando”, finaliza Paula.  

Fundo Social entrega kits de bebês no bairro Mãe Preta

Entrega foi realizada em atividade de incentivo à amamentação que reuniu mães na unidade de saúde do bairro.  

Fortalecer vínculos e promover a saúde de mãe e filho são benefícios proporcionados pela amamentação. “Mais do que alimentar, por meio da amamentação estreitamos nossos laços de afeto com nossos filhos”, relatou Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social de Solidariedade, falando de sua experiência como mãe a mulheres que participaram na sexta-feira (30) de atividade na unidade de saúde da família do bairro Mãe Preta, em Rio Claro.

Inserida na programação Agosto Dourado, que incentiva a amamentação, a atividade reuniu cerca de 30 gestantes e mulheres que deram luz recentemente. “Somos abençoadas por podermos gerar a vida e ainda alimentá-la”, acrescentou Paula, que entregou às participantes kits com itens para bebês.

As peças vão compor o enxoval de Igor, que nasceu há 15 dias. “Toda ajuda é bem-vinda”, agradeceu Mércia Aparecida Teixeira. Cada kit contém babador, fralda de boca, body, mijão, fraldas descartáveis e cobertor.

Na casa de Adriana Azevedo os preparativos estão no final para receber Gabriel. “Os kits vão compor o enxoval, que está quase finalizado”, observou Adriana, aos oito meses de gravidez. Também na reta final da gestação, Jéssica Cardoso Antônio está na expectativa pelo nascimento de Pietro Emanuel e ouvia atenta as orientações da nutricionista Naiana Fernandes, da Faculdade Asser. “As informações são importantes para ajudar a superar o medo que surge neste momento”, disse Jéssica.

Informações que já foram recebidas por Andreina Righi e hoje estão sendo colocadas em prática na amamentação do pequeno Arthur, de um mês. “As dicas da equipe de profissionais foram fundamental para o sucesso da amamentação”, destaca a mãe.

Encontros mensais são realizados com as gestantes que fazem acompanhamento na unidade de saúde. “Além do aleitamento, vários temas são abordados falando do período gestacional e tipos de parto, entre outros assuntos”, frisa Ana Kesia Costa Santos, enfermeira do programa saúde da família do Mãe Preta, onde também atua a enfermeira Ana Cristina Jácomo.

A doação dos kits de bebê é feita pelo Fundo Social desde o início da atual administração municipal como uma forma de apoiar as mães no início da maternidade.

Rio Claro pleiteia ônibus para transporte de idosos

Pedido foi feito pelo prefeito Juninho da Padaria ao secretário nacional Antônio Costa.

A prefeitura de Rio Claro está pleiteando ao governo federal um ônibus para o transporte de idosos, além de outros equipamentos públicos. O pedido foi apresentado nesta terça-feira (27) pelo prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, ao secretário nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Antônio Fernandes Toninho Costa, que tem sua pasta vinculada ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. O prefeito Juninho participou da reunião acompanhado de Ricardo Gobbi e Silva, secretário municipal de Governo, Desenvolvimento Econômico e Planejamento.

“Solicitamos mais um veículo para atender nossos grupos de terceira idade em suas atividades”, explica Juninho, lembrando que hoje o Fundo Social de Solidariedade disponibiliza ônibus para viagens de lazer dos idosos mediante agendamento prévio. O prefeito lembra que o ônibus atualmente em uso foi conseguido há anos com emenda do ex-deputado estadual Aldo Demarchi.

A presidente do Fundo Social, Paula Silveira Costa, reforça a importância do município poder disponibilizar transporte aos grupos de terceira idade. “As viagens e atividades que desenvolvem contribuem para a qualidade de vida dessas pessoas”, destaca Paula.

Para a assessora municipal de Políticas Públicas para os Idosos, Néia Magalhães, “as ações voltadas aos grupos de terceira idade é um reconhecimento do município a tudo que estas pessoas já fizeram pela comunidade”.

Na reunião desta terça-feira (27), o prefeito Juninho da Padaria apresentou ao secretário Antonio Costa alguns dos projetos desenvolvidos pelo município voltados para os idosos, como ao Núcleo de Orientação ao Idoso implantado em 2018, a Patrulha do Idoso criada neste ano, o Centro Dia do Idoso, entre outros serviços. Além disso, o município se destaca por ter 80 grupos de terceira idade e uma grande população idosa.

“Fiquei muito feliz em ver que Rio Claro é referência em serviços voltados para o público idoso. O secretário nos cumprimentou pelo trabalho realizado e manifestou o desejo de visitar Rio Claro para conhecer nossas ações e projetos”, comenta Juninho, informando que os pleitos feitos ao secretário também foram apresentados ao deputado federal Miguel Lombardi que vai acompanhar o assunto.

Ótica Tradicional doa óculos ao Fundo Social

Mais de 100 peças foram doadas para atender quem precisa.

Vista embaçada e dificuldade para ler são alguns dos sintomas de que algo pode estar errado com a visão. No ganho da qualidade de vida, muitas vezes a solução recomendada pelo oftalmologista é o uso de óculos. Parece simples. Mas a situação fica um pouco mais complicada quando se esbarra na barreira financeira.  Para ajudar essas pessoas o Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro conta com o apoio da comunidade.

Na terça-feira (27) mais de cem peças foram doadas ao Fundo Social pela Ótica Tradicional. “Acreditamos que com solidariedade, cada um contribuindo um pouco, é possível fazer a diferença”, observa Elisangela Beltramin, gerente da Ótica Tradicional, de propriedade de José Carlos Beltramin.

Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social, lembra que muitas pessoas dependem dessa ajuda. “Nada pode ser mais gratificante do que o sorriso de gratidão de quem recebeu a ajuda necessária”, observa Paula.

Por conta do uso constante, os óculos passam a compor o visual de quem os utiliza por isso daí a importância de que a pessoa se identifique com a peça. “Especialmente as crianças, muitas vezes têm dificuldade de aceitação no uso dos óculos e por isso é importante que se sintam bem com o modelo e quando isso acontece ver a felicidade delas não tem preço”, descreve Paula.

As peças recebidas da Ótica Tradicional incluem armações, para adultos e crianças, e também óculos de sol, muitas vezes necessários em pós-operatórios. “Tentamos selecionar peças para atender todos os públicos e na arrecadação pudemos contar também com armações doadas pelos clientes”, explica Elisangela.

Quem quiser contribuir com a doação de armações é só levar a peça até o Fundo Social. “Às vezes as pessoas trocam os óculos e não sabem que o modelo antigo pode ser muito útil para alguém que precisa”, finaliza Paula. O Fundo Social fica no segundo piso do paço municipal, na Rua 3 entre avenidas 3 e 5. Mais informações pelo telefone 3526-7171.


Fundo Social compra 6600 cestas básicas por ano para famílias cadastradas nos Cras

Entre os vários serviços realizados pelo Fundo Social está a compra de cestas básicas.

Com as campanhas de alimentos e agasalhos que realiza com o apoio da comunidade, o Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro atende milhares de pessoas e é referência em trabalho social no município. As doações de alimentos feitas pela população, no entanto, são insuficientes para atender a grande demanda de famílias que precisam de ajuda. Para que o município consiga atender a todos, o Fundo Social complementa o que falta fazendo a aquisição de mais alimentos que vão compor as cestas  básicas a serem distribuídas.

“Todo mês, são compradas 550 cestas básicas para atender famílias que precisam”, informa Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social. A aquisição totaliza 6.600 cestas por ano. As cestas são adquiridas com recursos próprios do Fundo Social e anualmente mais de 320 mil reais são investidos na compra destes alimentos.

“O ideal seria que ninguém precisasse recorrer ao atendimento social para ter alimento na mesa, mas enquanto isso não é possível o Fundo Social trabalha para que todos possam ter o que comer”, acrescenta Paula.

Os itens adquiridos são entregues a famílias a partir de avaliação social nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). “Critérios sociais são observados pela equipe técnica e levados em consideração”, comenta Erica Belomi, secretária do Desenvolvimento Social.

A ajuda da comunidade também é importante. Alimentos que são doados ao Fundo Social integram essa força de trabalho para ajudar quem precisa. “O que é arrecadado nas campanhas de alimentos é distribuído para entidades que atuam no atendimento a famílias”, explica Paula. Em maio foram quase seis toneladas de alimentos arrecadados.

Além da compra de alimentos, o Fundo Social mantém ações de apoio à comunidade em outras áreas. O Barracão da Solidariedade funciona o ano todo, onde são distribuídos agasalhos e roupas. No Centro de Qualificação Profissional são oferecidos cursos gratuitos em várias áreas. Com a arrecadação de eventos solidários, o Fundo Social, entre outras coisas, investe na compra de camas hospitalares e cadeiras de rodas, que são emprestadas à comunidade. 

Além dos alimentos doados pela comunidade, as famílias recebem cestas básicas adquiridas pelo Fundo Social. 

Crianças da Escola Adventista entregam alimentos a famílias

Ação foi realizada na terça-feira (20) em evento organizado pelo Fundo Social.

Depois de arrecadarem três mil quilos de alimentos em gincana interna, alunos da Escola Adventista conheceram de perto o trabalho social realizado no município e entregaram alimentos diretamente para famílias atendidas pelo Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro.

“É importante que os alunos saibam e vejam que os alimentos que doaram vão ajudar muita gente”, enfatizou Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social, resumindo que a semente da solidariedade foi plantada.  “A partir de atitudes como esta, as crianças ganham dimensão de que a solidariedade é capaz de promover grandes ações e fazer a diferença na vida de quem precisa”, frisou Paula.

Trinta e cinco alunos do terceiro, quarto, quinto e oitavo anos participaram da entrega de alimentos a famílias. “Participar desta atividade nos deu mais clareza sobre o destino que é dado aos alimentos que arrecadamos na gincana”, observou Maria Fernanda Jardim, aluna do oitavo ano, mostrando-se orgulhosa em saber que está contribuindo para que uma família consiga superar a dificuldade. O colega Matheus Ferrari de Oliveira lembra que é importante que cada um faça a sua parte. “Nos empenhamos para poder ajudar e fazer algo por quem precisa, e presenciar isso nos deixa satisfeitos com a ação que realizamos”, reforçou Matheus, do oitavo ano.

Mesmo os alunos mais novos, como André Rossini, do terceiro ano, já entendem a importância da solidariedade. “Eu fiquei feliz por ajudar”.

“Se queremos um futuro melhor para todos temos que transmitir para as nossas crianças a importância de se praticar o bem e de olhar para o próximo com carinho para que tenhamos todos uma sociedade melhor”, observou o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

As crianças também conheceram dependências do paço municipal e acompanharam apresentação com as realizações do Fundo Social.

“O sentimento é de gratidão pela oportunidade de aprendermos sobre as boas coisas que são realizadas no município, o que nos incentiva a nos mantermos firmes no propósito de ajudar quem precisa”, destacou José Pinheiro da Silva, diretor da Escola Adventista.

O vereador Seron também acompanhou a atividade e falou sobre a importância de ações que visam o bem, especialmente quando envolvem crianças.

Todos os alunos, desde o maternal até o nono ano, participaram da arrecadação de alimentos na gincana organizada pela Escola Adventista.

Tattoo Fest arrecada meia tonelada de alimentos

Doações foram encaminhadas ao Fundo Social de Solidariedade.

Meia tonelada de alimentos foi recebida na sexta-feira (16) pelo Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro. Os mantimentos foram entregues pela organização do evento Tattoo Fest, que chegou a sua nona edição.

“A solidariedade da população é o que move o trabalho social e possibilita que tantas famílias sejam atendidas”, ressalta Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social, agradecendo os organizadores do evento pela iniciativa. “Muitas famílias dependem desta ajuda e, sem as parcerias, o nosso trabalho não teria o mesmo alcance”, acrescenta.

Os alimentos foram doados pelo público do evento que fez a opção pelo pagamento da entrada social. “Também é nosso papel possibilitar à comunidade ferramentas para que contribua com aqueles que mais precisam”, observa Marcelo Raposo, organizador do Tattoo Fest. “O Fundo Social conhece as necessidades da população e certamente fará com que os mantimentos tenham o melhor destino possível”, justifica Marcelo.

O vereador Geraldo Voluntário acompanhou a entrega dos alimentos e aprovou a iniciativa.

O Tattoo Fest foi realizado nos dias 9, 10 e 11 de agosto no Centro Cultural. Com a participação dos melhores tatuadores e body piercings da região, o festival independente promove cultura, lazer e entretenimento.