Savegnago doa 500 cestas básicas ao Fundo Social

SAlimentos serão destinados a famílias afetadas financeiramente pela pandemia de coronavírus.

O Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro recebeu na quarta-feira (8) 500 cestas básicas doadas pelo supermercado Savegnago. Os alimentos serão destinados ao atendimento de famílias que estão em dificuldade financeira por conta da pandemia de coronavírus.
“Muitos trabalhadores autônomos estão impedidos de trabalhar por conta da quarentena e estão sem sua fonte de renda, e as doações que estamos conseguindo serão destinadas ao atendimento dessas pessoas”, observa Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social, agradecendo o supermercado pela importante doação.
“Este apoio do Savegnago está sendo fundamental para que o município consiga auxiliar o maior número de pessoas possível, fazendo a diferença na mesa de quem precisa”, destaca o prefeito João Teixeira Junior.
O gerente do Savegnago, Marcos Antonio Teodolino, informa que a empresa está realizando doações em vários municípios onde possui lojas. “É uma contribuição para auxiliar as pessoas que neste momento enfrentam dificuldades”, comenta.
O Savegnago tem sido parceiro do município em outras ações. Recentemente realizou em parceria com a prefeitura projeto de revitalização da fachada do prédio do Centro de Habilitação Princesa Victória, que ganhou novo paisagismo. A empresa investiu R$ 8,9 mil no projeto.
Além da doação do Savegnago, a prefeitura tem contado com a solidariedade da população que tem colaborado com donativos. O município realiza até domingo (12) campanha para arrecadar alimentos para atender famílias financeiramente afetadas pela crise. As doações estão sendo recebidas pelo Fundo Social e serão encaminhadas ao Banco de Alimentos, gerenciado pela União de Amigos (Udam), que fará a distribuição aos necessitados.
A comunidade pode levar sua doação em um dos seguintes pontos de arrecadação: supermercado Furquim, supermercado Irmãos Casagrande, supermercado Examine, varejão Horti Mais, Mercadão das Frutas, supermercado Tropical (Jardim das Palmeiras), Spani Atacadista, Covabra (Santana e Cervezão) e Assaí Atacadista.

Fundo Social recebe toneladas de alimentos doados por funcionários municipais

Iniciativa do município é para atender famílias em dificuldade financeira por conta da pandemia.

Neste momento em que famílias enfrentam dificuldades financeiras por conta da pandemia do coronavírus, o município de Rio Claro organizou campanha para arrecadar alimentos e ajudar quem precisa. Toneladas de doações foram entregues na quarta-feira (8) por funcionários e comissionados da prefeitura que atenderam o chamado dos organizadores.

“Com amor, esperança, fé e solidariedade iremos superar este momento de grande dificuldade para todos nós”, destaca Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social, agradecendo a todos que contribuíram. “A doação de cada um é muito importante e nos permitirá ajudar quem perdeu sua fonte de renda, como trabalhadores autônomos”, acrescenta Paula.

Arroz, feijão, macarrão, óleo, leite e outros itens doados serão entregues pelo Fundo Social ao Banco de Alimentos, gerenciado pela Udam, e depois repassados a famílias.

“Nossos colaboradores entenderam que a situação pede união de todos e as doações farão a diferença na vida de quem precisa”, ressalta o prefeito João Teixeira Junior. “Essa é uma luta de todos nós contra o coronavírus”, diz o prefeito Juninho.A campanha emergencial para arrecadar alimentos prossegue até domingo (12). A comunidade pode levar sua doação em um dos seguintes pontos de arrecadação: supermercado Furquim, supermercado Irmãos Casagrande, supermercado Examine, varejão Horti Mais, Mercadão das Frutas, supermercado Tropical (Jardim das Palmeiras), Spani Atacadista, Covabra (Santana e Cervezão) e Assaí Atacadista.


População pode doar alimentos para ajudar famílias vulneráveis durante pandemia

Doações podem ser feitas no paço municipal e outros pontos de coleta.

A prefeitura está mobilizando a população de Rio Claro para ajudar quem precisa durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O município está realizando campanha emergencial para arrecadação de alimentos que serão destinados às famílias afetadas financeiramente pela crise.

“Muitos pais e mães de família sobrevivem do trabalho informal e, por conta da pandemia do coronavírus e as medidas necessárias de isolamento social, perderam sua fonte de renda e nosso objetivo é ajudar essas famílias”, comenta Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social de Solidariedade.  “Peço o apoio da comunidade para que possamos ajudar quem mais precisa de nosso auxílio nesse momento difícil que estamos vivendo”, reforça o prefeito João Teixeira Junior.

A comunidade pode doar alimentos não perecíveis: arroz, feijão, óleo, açúcar, leite, trigo e macarrão etc. As doações podem ser feitas até o próximo dia 12 nos pontos de coleta: Paço Municipal (Rua 3), Núcleo Administrativo Municipal (NAM – Rua 6), CEU Mãe Preta, subprefeitura do Cervezão, Udam +, supermercado Furquim, supermercado Irmãos Casagrande, supermercado Examine, varejão Horti Mais, Mercadão das Frutas, supermercado Tropical (Jardim das Palmeiras), Spani Atacadista, Covabra (Santana e Cervezão) e Assaí Atacadista.

Em caso de doação acima de dez quilos, o doador pode entrar em contato com o Fundo Social pelo telefone 3526-7171 para a retirada no local. O atendimento telefônico é feito de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. As doações serão recebidas pelo Fundo Social e encaminhadas ao Banco de Alimentos, gerenciado pela União de Amigos (Udam), que fará a distribuição aos necessitados.

Fundo Social suspende aulas dos cursos de capacitação

Também foram suspensas viagens de idosos e reuniões de grupos de terceira idade.

O Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro anunciou nesta terça-feira (17) a suspensão das aulas dos cursos de capacitação profissional por tempo indeterminado. A decisão faz parte das medidas tomadas pela prefeitura para o enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19).

A medida já está valendo. “Mantivemos apenas as aulas do curso de confecção de ovos de Páscoa que terminam na sexta-feira. Todos os demais cursos estão com aulas suspensas”, informa Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social.

Também foram suspensas as viagens dos grupos de terceira idade organizadas pelo Fundo Social, bem como as reuniões de idosos realizadas em espaços públicos. A orientação é para que os grupos que se reúnem em espaços privados também sigam a recomendação.

“É hora de agirmos com bom senso e responsabilidade, pensando no bem comum. Se cada pessoa fizer a sua parte vamos vencer esse problema”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, salientando que a situação do coronavírus vem sendo monitorada de forma permanente. “Esperamos que Rio Claro não tenha caso positivo da doença, mas estamos nos preparando para agir rapidamente em caso de introdução do vírus no município”, conclui Juninho.

Fundo Social apresenta programação de atividades aos grupos de terceira idade

Rio Claro tem 81 grupos de terceira idade em diversas regiões da cidade.

O Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro realizou nesta terça-feira (18) reunião com os coordenadores dos grupos de terceira idade do município. O encontro teve como objetivo discutir a agenda de atividades organizadas pelo Fundo Social para os idosos, como baile, piquenique, Jogos Regionais do Idoso, festival de dança, viagens etc.

“Estamos preparando com muito carinho a programação com atividades diversificadas que possam proporcionar diversão e entretenimento aos nossos idosos”, comentou Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social durante a reunião com os coordenadores. “A participação nesses eventos estimula a interação social o que traz grandes benefícios aos idosos”, acrescenta.

Rita Helena Mac Knight Manço, gerente do Fundo Social, destacou a importância de discutir a agenda para que a programação agrade aos idosos. “Queremos promover uma agenda que atraia os idosos a participar de nossos eventos”, disse.

Rio Claro tem atualmente 81 grupos de terceira idade e mais um deve ser criado em breve. A meta do Fundo Social é que os grupos sejam ampliados e atendam diferentes regiões do município para que os idosos tenham mais chance de participar. “Temos uma grande população idosa na cidade e precisamos ampliar a participação desse público”, ressaltou Néia Magalhães, assessora municipal de Políticas Públicas para os Idosos.

Também na reunião foram discutidas as atividades para a terceira idade incluídas na Semana da Mulher. Vale lembrar que o Fundo Social disponibiliza ônibus para passeios e atividades de lazer da terceira idade. O uso é feito mediante agendamento prévio pelo telefone (19) 3526-7171.

Também participaram da reunião Wellington de Oliveira e Lenir Lima, diretores do Fundo Social.

Fundo Social abre inscrições para cursos profissionalizantes em Ajapi

São oito cursos com vagas abertas, sendo quatro novos. Cursos são gratuitos.

O Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro está com inscrições abertas para oito cursos de capacitação profissional, cujas aulas serão ministradas no Centro de Qualificação Profissional de Ajapi. Há vagas para bordado e crochê, corte e costura molde pronto, corte e costura sob medida e pintura em tela, que já eram oferecidos pela unidade.

As novidades são os cursos de corte e cabelo feminino, design de sobrancelha, manicure e pedicure e artesanato (almofada patchwork, capa de caderno de receitas etc), que pela primeira vez serão oferecidos no distrito. “Esses cursos têm custo zero para a população e nosso objetivo é ampliar as opções e vagas para atender um número cada vez maior de pessoas”, informa Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social.

Os interessados devem fazer a inscrição no Centro de Qualificação que fica na Avenida 1 (José Lucas Rosa), 304, Ajapi. É necessário apresentar cópia do RG, CPF e comprovante de residência. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8 às 15 horas. A idade mínima para inscrição é de 16 e 18 anos, dependendo do curso. “Queremos oferecer às pessoas uma oportunidade de aprender uma atividade profissional e, assim, ter uma opção a mais de renda”, destaca Paula, observando que a qualificação também melhora as chances de inserção ou reinserção no mercado de trabalho.

Os cursos serão ministrados durante todo o ano e o número de vagas será definido de acordo com a demanda. “Assim que fecharmos uma turma, outra será aberta”, explica o diretor Wellington de Oliveira informando ainda que “as aulas terão início assim que as turmas forem formadas”.

Os alunos terão aulas uma ou duas vezes na semana, com opções de manhã, à tarde ou à noite. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (19) 3524-4897.

Associação Wheeling faz doação de leite ao Fundo Social

Doações foram arrecadadas entre os associados da entidade.

O Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro recebeu nesta terça-feira (28) 480 litros de leite doados pela Associação de Wheeling Rio Claro, que reúne pilotos de motocicletas que praticam manobras radicais. O leite foi arrecadado pelo grupo entre os associados da entidade, que mais uma vez destinou as doações ao Fundo Social a exemplo do que foi feito no ano passado. “As doações da comunidade são muito bem-vindas porque nos ajudam a realizar nosso trabalho de atender as famílias que mais precisam”, comenta Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social.

Os pilotos de wheeling realizam seus treinos em espaço cedido pela Secretaria Municipal de Agricultura no espaço livre da Vila Martins. “Todo ano nós fazemos arrecadação de leite e destinamos ao Fundo Social que, com certeza, fará com que o alimento chegue a quem precisa”, explica Daniel Machado Simões da Silva. “É uma forma de retribuir o apoio da prefeitura ao nosso esporte e ajudar as famílias carentes”, acrescenta.

“A utilização do espaço não interfere na realização das atividades da secretaria, além de ser um estímulo à solidariedade”, destaca Emílio Cerri, secretário municipal de Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção.

Também participaram da doação os pilotos David Lindo e Rodrigo Mackey, e Alexandre Marques, diretor da Ouvidoria Municipal.

Assaí Atacadista arrecada quase uma tonelada de alimentos ao Fundo Social

Alimentos serão destinados ao atendimento a famílias.

O Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro recebeu 900 quilos de alimentos não perecíveis entregues no dia 17 pela rede de atacado de autosserviço Assaí Atacadista, pertencente ao GPA. Os mantimentos foram doados pela comunidade em mobilização realizada pelo grupo no dia 7 de dezembro.

“A demanda por alimentos é contínua e são muitas as pessoas que dependem de doações para ter comida na mesa”, frisa Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social, agradecendo a todos que contribuíram. “Para muitas famílias estes alimentos serão fundamentais para um fim de ano mais feliz”, acrescenta Paula.

O gerente do Assaí de Rio Claro, João Carlos Apache, observa que os números ficaram dentro das expectativas, superando a quantidade arrecadada no ano passado. “O aumento foi de 15%”, informa.

Os alimentos foram arrecadados no Dia da Solidariedade, evento realizado anualmente pelas marca do GPA, por meio do Instituto GPA, em todo o Brasil. A ação tem o apoio de voluntários das mais de 100 instituições parceiras que fazem a abordagem e divulgação da campanha ao público. 

Doações do Fundo Social melhoram a rotina de centenas de pessoas

Somente neste ano foram atendidas mais de 200 pessoas com doações e empréstimos de equipamentos.

Com o apoio da população, o Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro tem ajudado a melhorar a vida de muita gente. São pessoas que precisam de próteses, cadeiras de rodas, sondas, aparelhos auditivos, camas hospitalares e outros equipamentos que facilitam o desempenho de suas atividades de rotina. Sem condições de comprar esses aparelhos, muitos recorrem ao Fundo Social, que atende pedidos de quem mais precisa por meio de doações e empréstimos de equipamentos, com base em critérios sociais.

Somente neste ano foram atendidas mais de 200 pessoas. Foram doados oito órteses, uma prótese de antebraço, duas cadeiras de rodas adaptadas, duas sondas para gastrostomia e 200 unidades de aparelhos auditivos para pessoas cadastradas no Fundo Social e pacientes atendidos no Centro de Habilitação Princesa Victoria. Além das doações, o Fundo Social também empresta aparelhos a pessoas que se enquadram nos critérios sociais. Em 2019, foram adquiridos e emprestados cinco camas hospitalares, 35 andadores, 10 bengalas de quatro pontas, 25 cadeiras de rodas, 25 cadeiras de banho e 20 muletas.

“É um sentimento de gratidão poder ajudar essas famílias que muitas vezes já têm outros gastos com alimentação especial e medicamentos e fico muito de feliz de, com a ajuda da comunidade, contribuir para melhoria da qualidade de vida dessas pessoas”, destaca Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social de Solidariedade.

A pequena Emanuelly Sofia Brandão Pereira, de quatro anos, foi uma das pessoas atendidas pelo Fundo Social. Ela ganhou uma cadeira de rodas projetada especialmente para ela. Sorridente e brincalhona, a menina não conseguia esconder a alegria ao sentar pela primeira vez na cadeira de rodas. Sua emoção só não era maior que a da mãe, Evellim Brandão, que teve seu pedido atendido. “Estou muito feliz,  valeu a pena esperar”, disse ao receber o equipamento. Emanuelly não consegue caminhar e está muito grande para os carrinhos de bebê, por isso tinha que ser levada no colo para as atividades de rotina. “Agora ficará muito mais fácil levá-la para a creche”, comemora a mãe.

A cadeira de rodas foi construída especialmente para Emanuelly, com medidas de seu tamanho, peso e altura, para que ela ficasse confortável. O equipamento tem sistemas de ajuste e regulagem e poderá ser utilizado pela menina até os dez anos. A cadeira foi adquirida por R$ 3,4 mil com recursos oriundos dos eventos realizados pelo Fundo Social.  “É gratificante poder atender essa necessidade da família e isso somente foi possível com o apoio da comunidade, que sempre tem colaborado e participado de nossos eventos”, comenta Paula. “Graças a essa corrente solidária mais uma vez pudemos realizar nosso trabalho, que é ajudar quem mais precisa”, acrescenta.

Para o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, a prefeitura, através do Fundo Social e da Secretaria do Desenvolvimento Social, tem atuado para fazer a diferença na vida de centenas de famílias. “Dentro das nossas possibilidades financeiras conseguimos ajudar muita gente que agora consegue ouvir melhor, se locomover e ter mais conforto em seu tratamento de saúde”, observa Juninho, também agradecendo o apoio das entidades e empresas parcerias e o auxílio da população.

Crianças de projetos sociais têm dia de diversão no shopping

Passeio teve visita ao Papai Noel e brincadeiras.

Cinquenta crianças atendidas pelo Aldeias Infantis e Estação do Bem tiveram uma manhã especial na sexta-feira (20). Em visita ao Shopping Rio Claro os pequenos foram recepcionados pelo Papai Noel e receberam presente de Natal.

“Agradecemos ao shopping por proporcionar esta alegria às crianças”, observa Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social, acrescentando que o verdadeiro espírito de Natal está em fazer o bem ao próximo. “Momentos como este marcam para sempre a vida das crianças e também a nossa, que presenciamos a alegria no olhar de cada uma delas”, destaca Paula.

Além de tirar fotos com o Bom Velhinho, as crianças participaram de café da manhã e puderam brincar em espaço de brinquedos do shopping. Lanche também foi servido em rede de fast food.

“O lúdico também é importante para o desenvolvimento das crianças e esta experiência permite a elas viver a magia do Natal”, comenta Erica Belomi, secretária de Desenvolvimento Social. Também participaram da atividade Everton Rondini, gerente geral do Shopping, e Daniel Buchdid, diretor dos programas complementares da secretaria de Desenvolvimento Social.

Para a realização da atividade contribuíram: Rihappy, World Games, Chocolates Brasil Cacau, Casa Sustentável e McDonald’s.