Rio Claro investiu R$ 204,4 milhões no setor de saúde no ano passado

Números foram divulgados nesta sexta-feira (24) pelo prefeito Juninho da Padaria.

O prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, e o novo secretário municipal de Saúde, Maurício Monteiro, reuniram-se nesta sexta-feira (24) com vereadores para discutir assuntos relativos à área da saúde. “Executivo e Legislativo têm responsabilidade com a saúde e tem que haver troca de informações, um canal de diálogo aberto para que possamos trabalhar juntos em prol da melhoria dos serviços públicos de saúde”, disse Juninho.

A questão financeira foi um dos pontos discutidos na reunião. O prefeito Juninho da Padaria informou que o município tem investido quase 30% do orçamento na área da saúde, quase o dobro do percentual obrigatório exigido por lei. Esse montante é oriundo de recursos próprios somados às verbas repassadas pelos governos estadual e federal. Em 2018 foram investidos R$ 200,7 milhões no setor e no ano passado foram R$ 204,4 milhões de investimentos. Somente em obras, mobiliário e equipamentos diversos a prefeitura investiu R$ 3,7 milhões em 2018 e R$ 2,7 milhões em 2019. Em serviços e materiais, que incluem insumos e material hospitalar, foram investidos R$ 54,4 milhões em 2018 e R$ 56,5 milhões em 2019.

“Os números mostram como a administração tem priorizado os serviços de saúde. Procuramos otimizar recursos e estabelecer prioridades, pois cada centavo do dinheiro público é precioso e deve ser utilizado com responsabilidade”, observa Juninho.

Maurício Monteiro falou sobre a importância do planejamento, principalmente nos setores de compras e financeiro, para não correr risco da falta de produtos que competem ao município, e destacou a colaboração dos vereadores. “Precisaremos do apoio da Câmara Municipal em várias situações, inclusive no apontamento de necessidades da comunidade”, assinalou.

O vereador Júlio Lopes desejou sucesso ao novo secretário. “É um funcionário de carreira que já conhece a máquina pública e acredito que fará uma boa gestão para que possamos dar uma resposta rápida às demandas da população”, observou.

Também participaram da reunião os vereadores José Pereira dos Santos, Hernani Leonhardt, Adriano La Torre e Geraldo Voluntário, e assessores de vereadores.

Vila Alemã e Vila Nova recebem mutirão contra dengue no sábado

Rio Claro tem 18 casos confirmados de dengue. Colaboração dos moradores é essencial na guerra contra o mosquito.

Rio Claro realiza nesse sábado (25) na Vila Alemã e Vila Nova mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti. Os agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Secretaria Municipal de Saúde, percorrerão os bairros das 8 às 13 horas, vistoriando residências e recolhendo objetos que podem ser utilizados como criadouros do mosquito transmissor da dengue. Boletim divulgado nesta semana pela Vigilância Epidemiológica do município aponta 18 casos registrados da doença neste ano.

 “É preciso estar atento contra o Aedes o ano todo e, neste período chuvoso, os cuidados devem ser redobrados”, observa o gerente do CCZ, Diego Reis. Muitos criadouros têm sido encontrados nas residências. “Medidas preventivas devem ser adotadas pela população, especialmente o descarte correto de materiais”, prossegue, lembrando que o mosquito da dengue também transmite chikungunya, zika vírus e febre amarela.

De acordo com o mais recente levantamento de densidade larvária do município, Rio Claro está em estado de alerta com relação ao Aedes aegypti, com índice de 1.9. Mais de 2.400 residências foram vistoriadas de 6 a 15 de janeiro. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, mais de 80% dos criadouros do mosquito estão dentro de imóveis habitados.

Prefeito escolhe servidor de carreira para dirigir a pasta de Saúde

Maurício Monteiro é novo secretário de Saúde de Rio Claro.

O prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, anunciou na manhã desta quinta-feira (23) o nome do novo secretário municipal de Saúde. Maurício Monteiro assume a pasta deixada por Maria Clélia Bauer, que pediu exoneração na quarta-feira (22). Monteiro trabalha há seis anos no serviço público na área de Vigilância Sanitária e aceitou emprestar sua experiência no setor administrativo para gerir a Secretaria de Saúde.

“É um novo desafio administrar a pasta da saúde, uma das mais difíceis e complexas, não somente em Rio Claro, mas em todo o país”, comenta o prefeito Juninho da Padaria. “Maurício já tem conhecimento interno da casa e do sistema, e vai contar com nosso auxílio para que possamos manter e melhorar o bom trabalho realizado que resultou em várias conquistas para a saúde”, acrescenta.

O prefeito lembra que a área da saúde passou por momentos difíceis e de moralização, com grandes avanços como a realização de mais de 32 mil procedimentos no Espaço Mais Saúde, entrega de seis unidades de saúde, compra de novos raios-x e equipamentos, cumprimento do teto salarial, entre outros. “Todas as conquistas que tivemos serão mantidas porque são resultado de um trabalho do governo”, frisa Juninho que solicita a colaboração dos servidores da saúde.

Maurício Monteiro já trabalhou como fiscal da Vigilância Sanitária (Visa), gerente no Cerest e desde o ano passado era gerente da Vigilância Sanitária. Recebeu o convite para assumir a Secretaria Municipal de Saúde e aceitou o desafio. Em sua função na Visa teve oportunidade de conhecer as unidades de saúde e as equipes, e acredita que esse conhecimento irá ajudar em seu trabalho como secretário. “Vamos trazer esse relacionamento e experiência para a gestão, principalmente com relação às equipes, já que o fator humano é preponderante no sucesso do trabalho”, destaca. “Queremos que o funcionário tenha tranqüilidade e condições para executar da melhor maneira o seu trabalho, para que possamos oferecer à população um serviço de saúde ainda mais eficaz e de qualidade”, conclui.

Maria Clélia Bauer não é mais secretária da Saúde de Rio Claro

Administração está trabalhando para definir novo titular da pasta.

Maria Clélia Bauer solicitou ao prefeito de Rio Claro João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, o seu desligamento das funções de secretária municipal de Saúde. O pedido da ex-titular da pasta foi confirmado nessa quarta-feira, 22. Ela ocupava o cargo desde 29 de março do ano passado.

“Enquanto esteve à frente da Secretaria Municipal de Saúde, Maria Clélia deixou marca de muita seriedade e dedicação, colocando toda a sua experiência à disposição de nosso governo”, destaca Juninho. “Teve papel importante em grandes avanços que tivemos e muitas outras conquistas que serão informadas em breve”, acrescenta.

De acordo com o prefeito, a administração municipal está trabalhando para definir o novo ocupante do cargo. “A Saúde é prioridade em nossa gestão e vamos manter os esforços contínuos para oferecer acolhimento e o melhor atendimento possível à população”, finaliza.

Rio Claro amplia frota da saúde com mais um veículo para a Atenção Básica

Carro zero quilômetro vai reforçar a frota e dinamizar o atendimento.

O município de Rio Claro está ampliando a frota do setor de saúde com mais um veículo. O carro zero quilômetro, modelo Renault Kwid, será destinado para a Atenção Básica para melhor atender a logística de trabalho voltado para o atendimento à comunidade. “O veículo vem reforçar a frota e dinamizar o atendimento prestado à população”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

O automóvel foi adquirido pela Secretaria Municipal de Saúde com recursos de emenda parlamentar de R$ 50 mil destinada ao município pelo deputado federal Lobbe Neto, atendendo solicitação do presidente da Câmara Municipal, André Godoy. “Agradeço o deputado Lobbe Neto e outros parlamentares que destinaram recursos a Rio Claro que muito nos ajudam a realizar serviços em benefícios da população”, destaca Juninho, lembrando que desde o início da administração em 2017 a frota da saúde foi ampliada em 21 veículos.

Para a secretária municipal de saúde, Maria Clélia Bauer, a aquisição deste veículo é de suma importância para o transporte seguro das equipes e pacientes. “Estamos trabalhando para dar boas condições aos nossos profissionais e, consequentemente, de atendimento aos usuários. Esse veículo irá somar à compra de equipamentos e outros investimentos que temos feito para melhorar os serviços públicos de saúde”, observa.

André Godoy ressalta a importância do trabalho dos vereadores para a conquista de emendas ao município. “Gostaria de agradecer imensamente todos os vereadores porque através das emendas conquistadas por eles a prefeitura consegue impulsionar melhorias e serviços em benefício da população em todas as áreas do governo”, frisa.

Além da área da saúde, a prefeitura também renovou a frota de veículos do setor de segurança, com 21 novos carros para a Guarda Civil Municipal (GCM).

Rio Claro volta a ficar em situação de alerta para a dengue

Levantamento larvário realizado pela Secretaria Municipal de Saúde aponta índice 1,9.

A Secretaria de Saúde de Rio Claro concluiu o primeiro levantamento deste ano de Análise de Densidade Larvária (ADL) do município. O resultado registrado de 1,9 coloca o município em estado de alerta para o Aedes aegypti, segundo classificação da Organização Mundial de Saúde (OMS).

“Os números confirmam que todos devem estar atentos em relação aos cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito e, consequentemente, casos de dengue e outras doenças transmitidas pelo mosquito”, frisa Maria Clélia Bauer, secretária de Saúde.

Para o levantamento, mais de 2.400 residências foram vistoriadas de 6 a 15 de janeiro. Agentes de endemias realizaram as vistorias, mapeando os locais com água parada. As larvas encontradas foram recolhidas e enviadas para o laboratório do Centro de Controle de Zoonoses para análise e contagem, resultando no índice. De acordo com a OMS, os índices inferiores a 1 são considerados satisfatórios; 1 a 3,9 indicam situação de alerta; e índices superiores a 4, risco de surto.

Ao longo do ano são realizados quatro levantamentos. “Estes números são importantes para auxiliar nas ações e estratégias desenvolvidas para combater o Aedes aegypti”, destaca Diego Reis, gerente do CCZ.

No verão há dois agravantes que podem favorecer a reprodução do Aedes. Com as chuvas a quantidade de água parada aumenta e o calor pode acelerar o ciclo do mosquito, fazendo com que as larvas desenvolvam-se mais rapidamente. A principal medida para evitar a dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela é acabar com os possíveis criadouros. Sem o mosquito não há transmissão destas doenças.

A estimativa é de que 80% dos criadouros estejam nos imóveis habitados, como residências, locais de trabalho e comércios. “Qualquer local ou quantidade de água parada serve para procriação dos mosquitos e a colaboração diária de toda população na eliminação de criadouros e descarte correto de materiais é a forma mais eficaz para mosquitos e epidemias”, finaliza Diego.

Cead ganha novo aparelho de ultrassom

Equipamento realizará exames de diferentes especialidades.

Mais precisão nos diagnósticos e agilidade nos atendimentos. Essa é a perspectiva para a realização de exames de ultrassonografia no Centro de Especialidade e Apoio Diagnóstico, em Rio Claro. A unidade ganhou novo aparelho de ultrassom, mais moderno e eficiente. O equipamento irá substituir aparelho alugado, gerando também economia aos cofres municipais.

“Temos hoje uma demanda reprimida que, com essa aquisição, deve ser totalmente atendida até o mês de abril”, ressalta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

Atualmente são realizados na unidade cerca de 800 ultrassons por mês. Com o novo aparelho esse número deve aumentar. “Trata-se de um equipamento de alta tecnologia, adquirido para melhor atender os pacientes e possibilitar diagnóstico mais rápido e preciso”, destaca Maria Clélia Bauer, secretária de Saúde.

O equipamento pode ser utilizado na realização de ultrassom morfológico, ecocardiograma e biópsias de próstata e mama, por exemplo. “O aparelho adquirido atende, inclusive, às especificações apontadas por médicos da unidade como sendo importantes para o melhor diagnóstico”, comenta Daiane Campanela, chefe de núcleo do Cead.

A expectativa é de até o fim do mês o aparelho esteja instalado. Isso deve ser feito por técnico especialista, que já foi solicitado e deve realizar a instalação o mais rápido possível.

O aparelho de ultrassom faz parte do lote de equipamentos adquirido pelo município com recursos de emendas parlamentares no total de R$ 1.070.000,00. Os recursos para aquisição foram destinados pelo deputado estadual Cauê Macris, e os deputados federais Renata Abreu, Luiz Lauro, Lobbe Neto, Tiririca, Guilherme Mussi e Celso Russomanno. Os parlamentares atenderam solicitação do presidente da Câmara Municipal, André Godoy, e dos vereadores Júlio Lopes, Paulo Guedes, Irander Augusto e Ruggero Seron. 

Samu da região sul atende mais de 2 mil ocorrências em seis meses

Número corresponde a quase 40% do total de atendimentos realizados pelo Samu de Rio Claro.

Em seis meses de funcionamento, a base descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), na região sul de Rio Claro, foi acionada para 2.050 atendimentos. O número equivale a quase 40% do total de atendimentos realizados pelo Samu Rio Claro de junho a dezembro de 2019.

“São pessoas que estão recebendo o atendimento com mais agilidade do que antes porque agora contam com base do Samu mais próxima do local da ocorrência”, destaca o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

Inaugurada em junho do ano passado, a base instalada na região sul da cidade reduz para menos da metade o tempo de deslocamento da ambulância até o local da ocorrência naquela região. A primeira base funciona no lado oposto da cidade, na Vila Martins, entre as regiões norte e nordeste do município.

“Estamos trabalhando para otimizar recursos e ampliar ao acesso da comunidade aos serviços de saúde”, comenta a secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer. “As necessidades são muitas e os recursos escassos e temos que estabelecer prioridades. Nesse caso, uma segunda base do Samu agiliza os atendimentos e salva vidas”, reforça o prefeito Juninho da Padaria.

Atendimentos clínicos, incluindo paradas cardíacas e crises de hipoglicemia, por exemplo, correspondem ao tipo de chamado mais registrado. “Menor tempo de deslocamento significa socorro mais rápido, o que faz muita diferença para o atendimento de urgência”, observa Silveli Pazetto, coordenadora do Samu. A comunidade pode acionar o Samu pelo telefone 192. O serviço funciona 24 horas.

A segunda base do Samu está instalada na Avenida Presidente Kennedy, 900, próximo ao aeroclube. O prédio que abriga o Samu na área sul foi reformado pela prefeitura e cumpre as exigências sanitárias preconizadas pelo Ministério da Saúde. A prefeitura investiu R$ 250 mil na reforma do prédio, recursos oriundos do montante de mais de R$ 1,5 milhão devolvido pela Câmara Municipal com recomendação para que o dinheiro fosse aplicado no setor de saúde. No mês passado o município foi contemplado pelo Ministério da Saúde com mais uma ambulância do Samu, reforçando o atendimento realizado em Rio Claro.  

Equipes se reúnem na Sala da Dengue para discutir metas e plano de trabalho

Prefeito Juninho da Padaria participou da primeira reunião do ano que fez balanço de 2019 e discutiu ações para 2020.

O município de Rio Claro realizou na manhã desta quinta-feira (16) a primeira reunião do ano da Sala de Coordenação e Controle da Dengue. Representantes das secretarias municipais se reuniram para discutir planos e metas de trabalho para este ano com relação ao combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, Zika vírus e febre amarela. Na oportunidade também foi feito balanço das atividades realizadas no ano passado.

A primeira reunião da Sala da Dengue de 2020 contou com participação do prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, e da secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer. As reuniões são periódicas com o objetivo de realizar um trabalho integrado no combate e prevenção ao mosquito. “Esse é um trabalho que exige o envolvimento de todas as secretarias e também da sociedade. Cada um tem que fazer a sua parte para eliminar os criadouros do mosquito e controlar a dengue que é um problema de todos”, observa Juninho.

A prefeitura tem feito a sua parte realizando ações educativas, mutirões de limpeza e vistorias em residências e imóveis. Porém, como 80% dos criadouros estão dentro das residências, a ajuda da população é fundamental no controle da doença. “Precisamos unir esforços no combate à dengue que é uma pandemia do mundo”, alerta Clélia. “Temos que dar continuidade ao trabalho de prevenção”, acrescenta.

Diego Reis, gerente do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), observa que é preciso que a população fique em alerta porque tivemos um final de ano chuvoso e janeiro também tem registrado alto índice pluviométrico, o que eleva o risco de proliferação das larvas do mosquito. “O controle mais eficaz é eliminar os criadouros, ou seja, qualquer recipiente que possa acumular água parada”, explica.

As ações contra a dengue continuam. A prefeitura realiza nesta semana a coleta para nova avaliação de densidade larvária no município, e segue fazendo trabalho de rotina com visitas casa a casa e bloqueios contra criadouros. Os mutirões de 2020 devem ser iniciados neste mês.

Prefeitura implanta laboratório de realidade virtual para reabilitação de pacientes no CHI

Rio Claro é a segunda cidade do país a adquirir o Nirvana, equipamento virtual para reabilitação neuromotora.

A prefeitura de Rio Claro está implantando laboratório de realidade virtual no Centro de Habilitação Infantil “Princesa Victória” (CHI). Esse espaço inovador terá o auxílio da tecnologia para reabilitação neuromotora de pacientes. O município adquiriu o Nirvana, equipamento de realidade virtual imersiva onde os pacientes fazem reabilitação motora e cognitiva interagindo com as imagens. Por meio do Nirvana crianças e adultos serão estimulados a fazer suas atividades de rotina e ampliarem seus movimentos.

“É uma grande satisfação poder oferecer à comunidade esse equipamento que permitirá às crianças, adultos e idosos se reabilitarem de forma lúdica”, destaca o prefeito João Teixeira Júnior, o Juninho da Padaria. “Esse é um dos investimentos que estamos fazendo no CHI que está recebendo várias melhorias e novos projetos serão anunciados em breve”, acrescenta.

A prefeitura investiu cerca de R$ 80 mil na compra do dispositivo, com recursos oriundos de emenda parlamentar do deputado estadual Reinaldo Alguz, a partir de solicitação do vereador Thiago Yamamoto. “A prefeitura está contratando equipe e fazendo as adequações no prédio para implantação do laboratório de realidade virtual imersiva. A estimativa é que o atendimento aos pacientes comece a partir de março”, informa a secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer.

Esse é o único equipamento no mundo que funciona sem o auxílio de outros dispositivos como óculos e joystick. “As pessoas podem imergir na realidade virtual e interagir diretamente com as imagens”, explica Ana Francisca Kleiner, gerente do CHI Princesa Victória.

De acordo com ela, o uso do dispositivo tecnológico acelera o processo de reabilitação ao auxiliar terapeutas na escolha da atividade de recuperação mais adequada para cada função motora debilitada de seus pacientes.  “O Nirvana é um sistema completamente não invasivo, funcionando em um ambiente realista. Ele utiliza estimulação neurossensorial e adapta o nível de dificuldade de cada exercício, em tempo real, às habilidades recém adquiridas do paciente”, frisa Ana Francisca.

A tecnologia foi desenvolvida na Itália e no Brasil existem apenas dois Nirvanas. O primeiro funciona no Instituto de Reabilitação Lucy Montoro, em São Paulo, e o segundo está sendo implantado agora em Rio Claro. “É um grande ganho para o município que amplia os recursos disponíveis para reabilitação de pacientes que têm algum tipo de deficiência ou lesão”, comenta o vereador Júlio Lopes, integrante da Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Câmara Municipal.