Prefeitura aproveita poucas chuvas para ampliar tapa-buracos

Além de tapa-buracos, município realiza outras ações para melhorar condições das vias públicas.

A prefeitura de Rio Claro está redobrando esforços nas ações de tapa-buracos e na melhoria das condições das vias, inclusive com substituição de asfalto em trechos mais críticos. É o caso do bairro Regina Picelli, onde uma das equipes da Secretaria de Obras está trocando 150 metros de asfalto danificado na Rua 2 e na via perpendicular. “Estamos arrancando o material antigo, refazendo a base e colocando nova capa asfáltica”, explica o secretário de Obras, Paulo Roberto de Lima, acrescentando que o trabalho está sendo feito com massa quente.

“Serviço semelhante também está sendo realizado em 40 metros da Avenida Santo Antônio, no Jardim Claret, com equipe da prefeitura”, informa Lima, acrescentando que, no Bosques de Rio Claro, outra equipe da prefeitura faz um grande trabalho de recuperação de via, praticamente um recapeamento, que inclui drenagem de uma mina de água na Rua 9, canalizada para uma boca de lobo usando  tubulação de 84 metros de extensão.

A intensificação dos serviços de recuperação de vias, principalmente para aproveitar  o período de escassez das chuvas, é uma determinação do prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. Ele lembra que empresa contratada pela prefeitura para reforçar as ações de tapa-buracos iniciou os trabalhos no mês passado. “Estamos fazendo todo o possível para melhorar as condições do asfalto, que há tempos é um problema em Rio Claro”, comenta o prefeito, reforçando que grande parte da pavimentação do município é muito velha e de difícil manutenção.

A empresa Rodomix Engenharia, que iniciou as atividades na cidade com reparo asfáltico na Chácara Rupiara, agora trabalha no Jardim Santa Elisa e, de lá, segue para o bairro Paineiras. “Nossa atenção com as condições das vias públicas abrange toda a cidade, inclusive os bairros mais afastados do Centro”, comenta o diretor da Fábrica de Artefatos de Cimento e Usina de Asfalto da prefeitura, Eduardo Manfrinatti.

Outras equipes próprias da prefeitura também trabalham na manutenção de vias, sendo duas delas realizando o tapa-buracos. Uma delas está na Avenida 70, entre Rua 14 e Avenida 66, no bairro Recanto Paraíso. Outra realiza reparos no Jardim Azul, nas ruas 4, 5 e 6. Já a equipe de sarjetas, canaleta e guias faz adequações em sarjetas na Avenida 2-A entre as ruas 10-B e Avenida Ulysses Guimarães.

Para solucionar o problema do piso asfáltico antigo, a prefeitura prepara pedido para autorização da Câmara de Vereadores para financiar R$ 20 milhões necessários ao recapeamento, sem cobrança dos moradores, de ruas e avenidas.

Empresa recupera asfalto no Jardim Nova Rio Claro após notificação da prefeitura

Asfalto será recuperado em toda a extensão da Avenida 1.

A prefeitura iniciou nesta quarta-feira (3) a recuperação do asfalto na Avenida 1 no Jardim Nova Rio Claro,  obra realizada pela administração municipal anterior. Após ser notificada pela prefeitura, a empresa que fez a pavimentação começou os reparos no pavimento, que apresentou problemas com menos de dois anos de uso causando acidentes e transtornos à comunidade.

“Esse asfalto não foi feito por nossa administração, mas acionamos judicialmente a empresa para que recupere o pavimento pelo qual tem responsabilidade pela qualidade”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que acompanhou o início dos trabalhos nesta quarta-feira (3). “Vamos acompanhar o serviço para que seja bem realizado. Nosso objetivo é que a via tenha menos acidentes e mais segurança no trânsito”, acrescenta.

Os trabalhos começaram com limpeza e compactação do solo para posterior aplicação da massa asfáltica. A recuperação do asfalto será feita em toda a extensão da Avenida 1, desde a ponte que liga o bairro ao Jardim das Palmeiras até o Centro de Ressocialização Masculino (CRM).

“A estimativa é que o serviço seja concluído até a próxima semana”, informa o secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima. As obras de pavimentação foram feitas com recursos do governo estadual obtidos através de trabalho do então deputado Aldo Demarchi.

Essa é uma das notificações judiciais que estão sendo feitas pela prefeitura, que também acionou a empresa responsável pela pavimentação no bairro Bom Retiro, cujos trabalhos de recuperação devem começar nesta quinta-feira (4). Por conta disso, a prefeitura não pôde intervir antes para resolver os problemas. “Como acionamos as empresas tivemos que aguardar posicionamento judicial para não perdermos a garantia do serviço”, explica Juninho.

A Avenida 1 é a única via pública asfaltada no Jardim Nova Rio Claro, que tem mais de 40 anos. “O bairro tem apenas uma rua pavimentada e estamos trabalhando para que possamos asfaltar as demais ruas tirando os moradores da poeira e da lama”, afirma Juninho. A prefeitura busca aprovação dos vereadores para projeto de financiamento de R$ 60 milhões, dos quais R$ 30 milhões serão destinados para pavimentação asfáltica em 18 bairros, inclusive no Jardim Nova Rio Claro.

Prefeitura faz recapeamento em trecho do Jardim Paulista 2

Serviço faz parte de série de melhorias na Avenida 54 .

Aproximadamente 4 mil metros quadrados de recapeamento estão sendo finalizados  no Jardim Paulista 2. O trecho da Avenida 54 entre as ruas 21 a 26 está recebendo a melhoria como parte de uma série de serviços viários realizados pela prefeitura naquela região. “São ações para deixar o fluxo de veículos mais seguro, uma das prioridades de nossa administração”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que acompanhou parte da obra na quarta-feira (26), junto com o secretário de Obras, Paulo Roberto de Lima.

A reorganização do trânsito na Avenida 54 incluiu modificação mo canteiro central da Rua 23 até a Rua 30. Naquele trecho, a Avenida 54 é duplicada, porém o canteiro central não estava alinhado às esquinas e invadia os cruzamentos. Estudos da Secretária Municipal de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário apontaram a necessidade das adequações, que também vinham sendo solicitadas pela comunidade.  As obras viárias estão sendo feitas pela empresa Rino Imóveis, como contrapartida ao município.

Aquele trecho da Avenida 54 também está recebendo ampliação do sistema de iluminação pública. Com serviços contratados da empresa Rizel, a prefeitura colocou postes para, em breve, deixar os lados da via pública iluminados. Atualmente apenas quem vai no sentido da Rua 30 para a Rua 23 tem iluminação.

Prefeitura contrata empresa para ampliar serviços de tapa-buracos

Empresa utiliza massa quente, que dá maior durabilidade ao reparo asfáltico.

A prefeitura de Rio Claro está redobrando esforços para diminuir os problemas causados pelos buracos na vias públicas. Enquanto tenta autorização da Câmara de Vereadores para financiar R$ 20 milhões necessários ao recapeamento, sem cobrança dos moradores, de ruas e avenidas, o município segue intensificando o serviço de tapa-buracos. Nesta semana nova frente de ação foi aberta com o início dos trabalhos de empresa contratada pelo município. “É mais um importante reforço em nosso compromisso de melhorar as condições do asfalto que, há anos, tem inúmeros trechos velhos e deteriorados”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “Sabemos que a melhor solução é o recapeamento, e para isso estamos tentando fazer o financiamento, mas enquanto isso não vamos cruzar os braços e manteremos nosso empenho para reduzir os buracos nas ruas”, acrescenta. A prefeitura também tem equipes próprias nos serviços de tapa-buracos, inclusive uma com massa quente.

A empresa Rodomix Engenharia está trabalhando no município também com massa quente, que dá maior durabilidade ao serviço. Na terça-feira (25) a empresa iniciou as atividades na cidade pela região da Chácara Rupiara, em uma travessa da Avenida dos Estudantes, que dá acesso ao bairro Águas Claras.

“Esse acréscimo na estrutura chega em boa hora também porque estamos no período mais seco do ano, em que aproveitamos para dar maior agilidade ao tapa-buracos”, explica o secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima. Ele informa que as demais equipes de tapa-buracos da prefeitura continuam trabalhando a todo o vapor. Nesta semana estão sendo atendidos os bairros Jardim Centenário, Jardim Condutta, Jardim Santa Maria e Vila Nova.

A Rodomix Engenharia tem contrato de um ano com a prefeitura, em um investimento de até R$ 2,6 milhões. Depois da Chácara Rupiara, a empresa deve se deslocar para o bairro Santa Elisa.

Vinte milhões só para recapeamento sem cobrar da população

Financiamento para realizar as obras será pago pela prefeitura.

O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, deverá encaminhar nesta semana à Câmara Municipal projeto de lei solicitando autorização dos vereadores para financiar R$ 20 milhões. Se aprovado o crédito pelos parlamentares, os recursos serão utilizados exclusivamente em obras de recapeamento, sem cobrança aos moradores.

O crédito seria obtido junto ao Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento) da Caixa Econômica Federal. “Tenho andado pelas ruas da cidade e sei da necessidade de fazer recapeamento para recuperar ruas onde o asfalto está muito deteriorado”, comenta prefeito Juninho, acrescentando que o problema também tem sido apontado por vereadores que recebem reclamações da comunidade. “Hoje, uma das principais queixas dos moradores são os buracos nas ruas, que já causaram acidentes de trânsito, inclusive com vítimas”, destaca o prefeito.

De acordo com ele, o dinheiro não é suficiente para recuperar todas as vias públicas do município, mas irá minimizar bastante o problema, especialmente na periferia que tem o asfalto em situação muito ruim. “A prefeitura tem feito tapa-buracos com recursos próprios e serviços de recapeamento com dinheiro de emendas parlamentares, porém é preciso ampliar os trabalhos de recape e isso somente será possível com o financiamento”, explica Juninho, lembrando que bairros que recentemente receberam recapeamento de algumas ruas com recursos de emendas, como o Cervezão, ainda têm muitas vias públicas esburacadas, assim como outros bairros da cidade.

“Temos vontade de fazer o recapeamento, mas no momento falta dinheiro”, esclarece o prefeito observando que a administração tem menos de 1% do orçamento disponível para investimentos. A maior parte da receita municipal está comprometida com folha de pagamento (54%), educação (25%) e saúde (15%), totalizando 94%, restando muito pouco para a manutenção das demais secretarias e investimentos. “Sem o financiamento não temos condições de fazer o recapeamento”, frisa Juninho, salientando que o financiamento está sendo solicitado somente agora porque antes a prefeitura não tinha as certidões negativa de débito (CND) e de regularidade previdenciária (CRP) e não podia obter crédito.

Além dos recursos para recapeamento, a prefeitura pretende conseguir um financiamento da ordem de R$ 30 milhões para pavimento novo, assunto que teve a aprovação dos moradores dos 18 bairros que estão total ou parcialmente sem asfalto. Ao contrário do recapeamento, os serviços de pavimentação serão pagos pelos moradores beneficiados com a melhoria.

“As ruas esburacadas têm sido uma das principais queixas da população e o financiamento é a solução para solucionar o problema em curto prazo”, afirma o prefeito Juninho, observando que diante da crise financeira outros municípios têm também recorrido ao financiamento para realizar investimentos em infraestrutura, sendo que Rio Claro já utilizou deste expediente para realizar obras, como a drenagem para contenção de enchentes no Jardim Inocoop.

Moradores do Wenzel e Jardim Bela Vista também querem asfalto

Projeto de financiamento será enviado em breve para análise dos vereadores.

A prefeitura de Rio Claro encerrou na quinta-feira (13) as reuniões para discutir pavimentação asfáltica com os moradores. O assunto foi debatido com moradores de 18 bairros sem pavimento. O ciclo de debates foi concluído no Wenzel e Jardim Bela Vista onde os moradores aceitam pagar contribuição de melhorias para ter os bairros pavimentados.

“Precisamos muito do asfalto e para mim é uma questão de saúde”, declarou Ana Maria Oliveira, que sofre de rinite alérgica e enfrenta dificuldades com a poeira. “Durmo com bacia de água no quarto para dar uma aliviada”, disse Ana, que pensa em se mudar do bairro caso o pavimento não seja feito.

Da mesma forma, Adenir Rodrigues Gomes também espera pelo asfalto. “Só quem sente na pele os transtornos causados pela poeira e pelo bairro pode entender o que passamos”, pontuou.

A pavimentação do Wenzel e do Jardim Bela Vista, e de mais 16 bairros de Rio Claro, depende de financiamento de R$ 60 milhões que está sendo pleiteado pela prefeitura. Desse montante, R$ 30 milhões são destinados a pavimentação, R$ 20 milhões para recapeamento, R$ 5 milhões para o setor de saúde e R$ 5 milhões para o Daae. Para obter o crédito, o governo municipal precisa da aprovação dos vereadores que vão votar projeto que será encaminhado em breve à Câmara Municipal.

“Essa foi a solução que encontramos para asfaltar os bairros em curto prazo e resolver problemas antigos da cidade. Sem o financiamento, infelizmente não teremos condições de realizar as obras”, informou aos moradores o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, lembrando que metade do valor, R$ 30 milhões, será pago pelos moradores diretamente beneficiados pelo asfalto novo. O recapeamento não será cobrado da população.

O prefeito explicou ainda que o financiamento somente está sendo pleiteado agora porque antes o município não tinha certidões de negativa de débito (CND) e de regularidade previdenciária (CRP), o que impossibilitava a obtenção de crédito no mercado. “Pagamos dívidas e conseguimos as certidões limpando o nome da cidade, o que nos permite fazer o financiamento”, esclareceu Juninho, lembrando que o financiamento já foi utilizado por outras administrações para realizar obras importantes, como a drenagem para contenção de enchentes no Jardim Inocoop.

Também participaram da reunião os secretários municipais Paulo Roberto de Lima (Obras), Gilmar Dietrich (Economia e Finanças) e Rodrigo Ragghiante (Negócios Jurídicos); e os vereadores Júlio Lopes e Geraldo Voluntário.

Prefeitura faz recapeamento em trecho da Rua M-21

Motoristas devem redobrar a atenção ao transitarem pelas imediações.

A prefeitura de Rio Claro realiza neste sábado (15) obra de recapeamento em trecho movimentado na região do Grande Cervezão, área norte do município. Por isso os motoristas devem ficar atentos para interdição que será feita pela manhã na Rua M-21 entre as avenidas M-27 e M-19, que terá a pavimentação renovada. “Rio Claro precisa de grande investimento para deixar todas as vias da cidade em ordem, mas enquanto tentamos obter autorização da Câmara para financiar essa obra, vamos continuar trabalhando para reduzir o máximo possível problemas decorrentes do asfalto velho ou da falta de asfalto”, explica o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. Para recapear a cidade, a prefeitura quer financiar R$ 20 milhões. “Se for autorizado pela Câmara, o financiamento para o recapeamento não terá cobranças adicionais para a população”, explica Juninho.

O prefeito percorreu o trecho que será recapeado na sexta-feira (14), junto com o vereador Adriano La Torre, que fez requerimento solicitando a ação da prefeitura. “Os moradores das imediações e quem transita nessa região vinham fazendo várias reclamações sobre as más condições do asfalto, mas, com esse trabalho, vamos finalmente resolver esse grande incômodo”, destaca o vereador La Torre, lembrando que está percorrendo junto com o prefeito vários bairros do município para verificarem de perto a situação do asfalto e outras demandas da comunidade. “Na medida do possível, estamos sendo atendidos pela prefeitura”, frisa.

Morador do condomínio Ilha de Creta, na Rua M-21, Silas de Carvalho reitera a importância do serviço que a prefeitura fará no trecho. “É muito positivo que isso esteja acontecendo, as más condições da via era causa de acidentes, com pedestres, carros e bicicletas”, explica.

O trânsito no trecho será liberado tão logo o trabalho seja finalizado. A previsão é de que a obra seja realizada até as 14 horas, se não houver contratempos. “Serão recapeados aproximadamente 200 metros da via”, informa o secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima.

Como esse trecho da Rua M-21, que fica nas imediações do Jardim São Catano, está em condições muito ruins, será preciso tapar os buracos com pedra brita antes de fazer o recapeamento. “Usaremos massa asfáltica ‘a quente’ para fazer o serviço, o que dará maior durabilidade à obra”, explica Eduardo Manfrinatti, diretor da Fábrica de Artefatos de Cimento e Usina de Asfalto (Facua) da prefeitura.

Wenzel e Jardim Bela Vista têm reunião do asfalto nesta quinta-feira

Essa será a última de uma série de reuniões realizadas pela prefeitura em bairros sem asfalto.

Moradores do Wenzel e do Jardim Bela Vista, em Rio Claro, estão convidados a participarem de discussão sobre pavimentação asfáltica, em reunião que será realizada nesta quinta-feira (13), às 19 horas, na Avenida 40, número 2035, Jardim Bela Vista. A comunidade poderá discutir asfalto e outros temas de interesse da população com o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, secretários municipais e vereadores. “Estamos percorrendo os bairros para ouvir os moradores que enfrentam todo dia os transtornos causados pela poeira e pela lama, e devem opinar sobre o assunto”, comenta Juninho da Padaria.

Essa será a última de uma série de reuniões realizadas pela prefeitura em bairros sem asfalto, para conversar com os moradores sobre o projeto de financiamento de R$ 60 milhões pleiteado pela administração municipal para investir em pavimentação asfáltica (R$ 30 milhões), recapeamento (R$ 20 milhões), saúde (R$ 5 milhões) e Daae (R$ 5 milhões). A obtenção do crédito depende de aprovação dos vereadores. Em breve o projeto de lei será enviado à Câmara Municipal.

“Precisamos de dez votos para aprovar o projeto. Com os recursos do financiamento teremos condições de resolver problemas antigos do município, como a falta de asfalto em 18 bairros”, explica o prefeito Juninho da Padaria, acrescentando que sem esse dinheiro a prefeitura não terá condições financeiras de pavimentar esses bairros. “Com a folha de pagamento, os investimentos obrigatórios em saúde e educação e demais secretarias, sobra muito pouco para outros investimentos”, informa.

Reuniões sobre asfalto nos bairros estão sendo realizadas desde o mês passado e o tema já foi discutido diretamente com moradores do Nova Rio Claro, Nova Veneza, Paulista 1, Maria Cristina, Assistência, Ajapi, Ferraz, Vila da Paz, Chácara Lusa, Novo Wenzel, Recanto Paraíso e Parque dos Eucaliptos.

Prefeitura inaugura Espaço Família no Inocoop

Local é destinado à recreação infantil e confraternização das famílias.

Sábado de alegria no Jardim Inocoop, em Rio Claro. Os moradores daquela região ganham mais um aparelho público de diversão e lazer. A prefeitura entrega a partir das 9h30 O Espaço Família na praça Aderval Gonçalves, na Avenida Tancredo Neves, com ruas 4 e 5. “Agora as famílias do Inocoop e bairros próximos têm mais um motivo para levarem seus filhos àquele espaço público”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

O local tem playground com tanque de areia e brinquedos, como gira-gira e escorregador, além de uma casa de bonecas. “Esse projeto já atendeu outras praças e faz parte de nossos esforços para deixar importantes e movimentadas praças da cidade ainda mais atrativas para a população”, explica o secretário municipal de Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção, Emílio Cerrri.

Aquelas imediações também ganharam outras melhorias, inlcusive viárias. O trecho da Avenida Tancredo Neves entre as ruas 4 e 5 recebeu recapeamento, e as vias próximas ganharam reforço na pintura de solo.

Além do Inocoop, o governo municipal também providenciou novo playground no Lago Azul e Praça Dalva de Oliveira. Mais um Espaço Família será inaugurado em breve no distrito de Assistência.

A área de recreação na praça Aderval Gonçalves foi cercada com madeira para proteger as crianças e impedir o acesso à rua. A colocação dos novos brinquedos foi feita com recursos de contrapartida da empresa Furlan & Furlan Empreendimento e Participações Ltda. Além disso, a prefeitura fez melhorias na iluminação da praça, que também ganhou torneira.

O vereador Adriano La Torre fez solicitações à prefeitura para a implantação das melhorias na praça e destaca a importância dos investimentos nas áreas públicas de lazer. “Isso valoriza os bairros e estimula a convivência saudável entre as pessoas”, frisa.

Localizada em área bastante movimentada do bairro Inocoop, a praça é denominada Aderval Gonçalves a partir de projeto da vereadora Maria do Carmo Guilherme.

Terça-feira tem reunião do asfalto com moradores do Wenzel e Bela Vista

Prefeitura pleiteia financiamento para pavimentar 18 bairros de Rio Claro.

As reuniões para discutir pavimentação asfáltica em Rio Claro entram na reta final. Na terça-feira (11) será a vez dos moradores do Wenzel e Jardim Bela Vista discutirem o tema com o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, secretários municipais e vereadores.

O assunto já foi discutido em outros 16 bairros do município com aceitação dos moradores em pagar contribuição de melhoria pelo asfalto. Na quinta-feira (6) foi realizada no Parque dos Eucaliptos na quinta-feira (6). O prefeito Juninho da Padaria explicou aos moradores os objetivos do financiamento de R$ 60 milhões que está sendo pleiteado pela prefeitura para investimentos em pavimentação asfáltica (R$ 30 milhões), recapeamento (R$ 20 milhões), saúde (R$ 5 milhões) e Daae (R$ 5 milhões). A obtenção dos recursos depende de autorização dos vereadores.

“Nosso objetivo é conseguir dinheiro para resolver problemas antigos da cidade, já que a prefeitura não tem condições financeiras de fazer asfalto nos 18 bairros sem pavimentação”, explicou Juninho aos moradores. Alguns trechos têm sido asfaltados ou recapeados com verba de emendas parlamentares, mas esses recursos são insuficientes para atender todas as demandas.

O prefeito reiterou que o financiamento já foi utilizado por administrações anteriores para realizar obras importantes como a contenção de enchentes no Jardim Inocoop, projeto que ele votou favorável quando era vereador. “Nesse momento, eu não vejo condições de pavimentar os bairros sem financiamento”, afirma Juninho, ressaltando que o dinheiro do financiamento será carimbado, ou seja, com destinação exclusiva para asfalto, recapeamento, saúde e Daae.

“Vocês são os principais interessados no assunto, por isso é importante essa discussão para que vocês possam debater, questionar, opinar e esclarecer dúvidas”, disse o vereador Ney Paiva, que participou da reunião com os parlamentares Júlio Lopes e Paulo Guedes.