Feira Corujão tem edição normal nessa 6ª-feira

Feira é realizada na Central do Agronegócio, antigo Espaço Livre da Vila Martins.

A Feira Corujão de Rio Claro terá edição normal nessa sexta-feira (12), a partir das 17h30. Também conhecida como Feira do Produtor Rural, a atividade retornou no final do mês passado com a retomada gradual da economia, após ter ficado suspensa por cerca de dois meses e meio devido à pandemia do coronavírus. A Feira Corujão é referência para consumidores que procuram produtos de qualidade, agroecológicos, com preços acessíveis.

A feira é realizada na Central do Agronegócio de Rio Claro, antigo Espaço Livre da Vila Martins, na Rua 3-A com Avenida 46-A, também às terças-feiras, sempre das 17h30 às 20h30. Frutas, verduras, legumes e ovos são alguns dos produtos comercializados, além mel puro, cachaças, licores artesanais e vários outros itens.

RC tem feiras livres aos sábados, domingos, terças e sextas-feiras

Retorno das feiras livres faz parte da retomada gradual da economia, com retorno de atividades que estavam suspensas devido ao coronavírus.

Como parte da retomada gradual da economia, as feiras livres de Rio Claro que estavam suspensas desde 17 de março voltam a ter atividade em bairros a partir deste sábado (30) com a tradicional feira do bairro São Benedito, na Avenida 13 entre ruas 9 e 10, das 6 horas ao meio dia. “Estabelecemos regras para que as feiras livres sejam realizadas de maneira segura aos clientes e feirantes em relação à pandemia”, explica o prefeito João Teixeira Junior, destacando que, mesmo com o retorno de algumas atividades comerciais, a orientação é para que as pessoas continuem tomando todos os cuidados possíveis para combater a propagação do coronavírus.

No domingo (31) outra feira livre muito movimentada de Rio Claro retorna às atividades. É a feira do Cervezão, na Avenida M-25 com Rua M-17, que funciona também das 6 horas ao meio dia. E também está de volta, às terças e sextas feiras, a Feira do Produtor Rural, conhecida popularmente como “Feira Corujão”, realizada das 17h30 às 20h30 no antigo Espaço Livre da Vila Martins (Rua 3-A, 1115).

O secretário municipal de Agricultura, Emílio Cerri, informa que, entre as normas estabelecidas pela prefeitura para a retomada das feiras livres, estão o uso de máscaras pelos feirantes e clientes, distanciamento entre as barracas e as pessoas e disponibilização de álcool em gel pelos feirantes. Não será permitido o consumo de alimentos no ambiente da feira. “Com essas medidas, o risco de contágio é reduzido”, explica Cerri. O município também está recomendando que pessoas com mais de 60 anos não trabalhem nas feiras.

As feiras livres são atividades importantes para grande quantidade de produtores e comerciantes do município. A feira de São Benedito reúne 42 barracas, a do Cervezão, 27, e a Feira Corujão, 98.

Rio Claro volta a realizar feiras livres já neste sábado

Em reunião com feirantes e vereadores, prefeito Juninho confirmou reabertura das feiras livre.

Com normas para reduzir a possibilidade de transmissão do coronavírus, as feiras livres serão reabertas neste final de semana em Rio Claro. A informação foi confirmado pelo prefeito João Teixeira Junior durante reunião com feirantes e vereadores, na tarde desta quinta-feira (28).

“Sabemos da importância destas feiras para produtores e público, mas temos que seguir normas sanitárias para evitar o agravamento da pandemia”, afirma o prefeito Juninho.

Além do uso de máscaras pelos feirantes e clientes, as pessoas deverão respeitar distanciamento de entre elas, não será permitido o consumo de alimentos no ambiente da feira e pessoas com mais de 60 anos não poderão trabalhar na feira.

Nesta sexta-feira (29) haverá uma reunião com feirantes para orientação sobre as normas de funcionamento das feiras livres, que estão sendo retomadas no município a partir de pedidos dos feirantes e dos vereadores André Godoy, Ney Paiva, Seron, Val Demarchi, Julinho Lopes e Hernani Leonhard.

“Vamos fazer um retorno responsável”, destacou o presidente André Godoy. O vereador Julinho Lopes agradeceu o empenho das secretarias de Agricultura, Governo e Saúde e lembrou que outras atividades semelhantes já funcionam na pandemia. O vereador Val Demarchi ressaltou que a contribuição dos feirantes será fundamental para que as feiras sejam mantidas em funcionamento numa referência às normas que terão de ser cumpridas.

O secretário de Agricultura, Emílio Cerri, disse que a volta das feiras livres é uma atitude acertada e também destacou a importância de feirantes e público seguirem as determinações das autoridades sanitárias. O secretário de Governo, Ricardo Gobbi e Silva, também participou da reunião

Estradas rurais recebem serviços de manutenção

Equipes da prefeitura trabalham nesta semana na estrada de Itapé e Avenida 11.

Os serviços de limpeza e manutenção nas estradas rurais em Rio Claro seguem sendo realizados e contemplam vários pontos. Na quinta-feira (30) equipes da prefeitura trabalharam na Avenida 11, sentido Campo do Cocho, onde foram feitas roçagem e retirada de entulhos, além de serviços de manutenção para dar à estrada melhores condições de tráfego.

“Este trabalho é contínuo e contempla toda a área rural, o que é importante para os produtores rurais e para todos que utilizam as vias”, observa Emílio Cerri, secretário de Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção. Mais de cem toneladas de material foram retiradas da estrada, incluindo muito lixo e entulho em trabalho que também inclui a roçagem do mato que margeia a estrada. “O descarte correto dos materiais é fundamental para que o trabalho realizado tenha o resultado esperado”, acrescenta Emílio.

Além da Avenida 11, trabalhos de manutenção também estão sendo feitos na estrada de Itapé. Recentemente as estradas do Farol e Sitinho receberam os serviços. Ao todo o município dá manutenção em 800 quilômetros de estradas rurais, incluindo as municipais e as de servidão, que são àquelas que dão acesso a várias propriedades rurais.

O trabalho realizado pela prefeitura na área rural contempla ainda outros setores. A Secretaria de Obras providenciou reforma de várias pontes da área rural, dando melhores condições de tráfego à comunidade. Entre as pontes que receberam melhorias estão a ponte do Alonso, em Ajapi, a ponte na Estrada dos Lopes e a ponte de Batovi, no sentido SP-191. A estrada velha de Brotas, na área rural de Rio Claro, também está ganhando nova ponte sobre o córrego Batalha.

No setor de segurança, a Patrulha Rural foi reativada em 2017 e de lá para cá o trabalho vem dando resultado para inibir a criminalidade. As estradas rurais também receberam placas de identificação, facilitando o tráfego e aumentando a segurança.

Prefeitura inicia reforma no barracão da Feira do Produtor

Município vai investir R$ 300 mil em melhorias no prédio.

A prefeitura de Rio Claro iniciou nesta terça-feira (28) grande reforma no barracão onde é realizada a Feira do Produtor Rural, no espaço livre da Vila Martins. O galpão ganhará uma série de benfeitorias para melhor atender os produtores rurais e os frequentadores do espaço. “A reforma proporcionará um ambiente mais adequado e confortável para os produtores e a comunidade, atraindo maior número de consumidores”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, que acompanhou o início dos trabalhos nesta terça-feira.

O prédio será totalmente revitalizado com instalação de pisos e revestimentos, individualização dos boxes, manutenção das redes hidráulica e elétrica, reforma dos banheiros e da guarita do guarda, nova pintura, entre outros serviços. “Por coincidência a obra começou nesse momento em que a feira está fechada por causa da pandemia de coronavírus. Vamos agilizar o serviço que tem previsão de término de três meses”, informa Emilio Cerri, secretário municipal de Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção.

A obra será realizada por empresa contratada pela prefeitura com investimentos da ordem de R$ 300 mil. Os recursos são parte do prêmio de R$ 500 mil conquistado pelo município no ano passado, ao ficar em primeiro lugar no Estado de São Paulo na realização de ações sustentáveis no setor de agronegócios. O prêmio foi concedido pelo governo estadual através do programa Cidadania no Campo – Município Agro. “Estamos investindo o dinheiro em benefício do homem do campo, uma forma de valorizar esses trabalhadores que produzem os alimentos que abastecem nossas mesas”, destaca o prefeito Juninho.

Devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), as feiras livres (São Benedito, Cervezão e Corujão) estão suspensas em Rio Claro. Enquanto isso, os produtores se organizaram para vender pela internet com entrega das mercadorias na casa dos consumidores. A lista com contato dos produtores e produtos oferecidos está disponível na página do facebook da Secretaria da Agricultura (https://www.facebook.com/agriculturarioclaro).

Produtos das feiras livres agora são entregues nas casas dos consumidores

Iniciativa auxilia no escoamento das produções e manutenção das vendas.  

As feiras livres de Rio Claro permanecem com atividades suspensas, mas isso não quer dizer que os consumidores não estão sendo atendidos. Os feirantes se organizaram e agora fazem vendas pelo whatsapp. Os consumidores recebem as compras em casa. E o melhor é que os preços são os mesmos dos praticados na feira, apenas com adicional da entrega.

“Essa é uma maneira dos feirantes continuarem com seu ganha pão e também de não deixar os consumidores sem os produtos com os quais já estavam acostumados”, destaca Fernanda Vertini, representante da Feira Corujão, na Vila Martins.

Para auxiliar os consumidores, listas com contatos dos produtores e produtos oferecidos foram feitas e estão disponíveis na página do facebook da Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção (https://www.facebook.com/agriculturarioclaro). São itens como frutas e hortaliças, queijos, ovos, geleias, salgados, pães, lanches, artesanato e costura.

“A novidade tem tido boa repercussão e é importante para que os produtores rurais consigam fazer o escoamento da produção”, destaca Emílio Cerri, secretário de Agricultura.

Inclusive novos clientes têm sido conquistados a partir da iniciativa. “Muitas pessoas estão tendo a oportunidade de conhecer os produtos a partir das vendas com entrega em domicílio”, comenta Fátima Moreira, da Feira de São Benedito.

Outra medida que tem sido adotada é a montagem de cestas com vários itens vindos diretamente do produtor rural e também com entregas na casa do consumidor. “A cada semana montamos as cestas com mercadorias variadas, disponíveis de acordo com a sazonalidade”, explica Fábio Alves, da Cooperativa dos Agricultores Familiares de Rio Claro e região.  Os pedidos devem ser feitos de sexta a domingo para as cestas serem entregues na terça-feira, ou de domingo a segunda por quem quiser receber os produtos na quinta-feira. O contato para pedidos é o (19) 99992-5471.

A suspensão das feiras presenciais tem o apoio dos feirantes, que se reuniram na sexta-feira (27) com o prefeito João Teixeira Junior e decidiram pela manutenção do fechamento, priorizando a saúde de quem compra e de quem vende nas feiras. 

Produtores decidem manter fechamento de feiras livres em RC

A saúde da população e dos próprios feirantes está sendo colocada em primeiro lugar.

As feiras livres de Rio Claro permanecem suspensas, conforme decisão tomada na sexta-feira (27) em reunião do prefeito João Teixeira Junior com representantes dos produtores rurais do município.

“Diante da atual situação, entendemos que esta é a melhor decisão para preservar a saúde dos feirantes e da população”, observa Fátima Moreira, da feira de São Benedito.

Também estiveram representadas as feiras Corujão (Vila Martins), por Fernanda Aparecida Vertini, e do Cervezão, por Fábio Alves. Todos concordaram com a permanência do fechamento das feiras. “Vamos manter a quarentena e no momento oportuno, gradativamente, discutiremos a reabertura das barracas”, informa Fernanda.

“Agradeço a sensibilidade destas pessoas que entendem que o mais importante é preservar a saúde, salvar vidas, e que juntos vamos superar este momento”, destaca o prefeito Juninho.

Para auxiliar na decisão, o secretário de saúde Maurício Monteiro informou sobre o coronavírus e sua transmissão.

A Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção apoia a decisão tomada. “Os produtores têm o nosso apoio e continuamos à disposição para auxiliá-los no que for possível”, afirma Emílio Cerri, secretário da pasta. Quem também esteve presente foi o vereador Julinho Lopes, que está sempre acompanhando as questões relacionadas aos produtores rurais no município.

Enquanto as feiras livres permanecem fechadas os produtores se organizaram para continuar atendendo os consumidores, e passaram a fazer vendas via internet. As mercadorias são entregues na casa dos compradores.

Rio Claro suspende feiras livres a partir de quarta-feira

Medida vale para feiras do São Benedito, da Vila Martins e do Cervezão.

Para evitar aglomerações e respeitando as orientações de contenção ao novo coronavírus (Covid-19), as feiras livres de Rio Claro estão suspensas. A medida faz parte de uma série de restrições anunciadas na terça-feira (17) pela prefeitura de Rio Claro.

A partir de quarta-feira (18) não serão realizadas as feiras Corujão (na Vila Martins), do São Benedito e do Cervezão.

“Seguir as recomendações dos órgãos de saúde é fundamental para que consigamos conter o vírus e, neste momento, evitar o contato social e aglomerações é necessário”, observa Emílio Cerri, secretário de Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção.

A suspensão é por tempo indeterminado e as atividades serão retomadas tão logo for possível.

Lago Azul recebe serviços para novas melhorias

Objetivo das obras é ampliar as opções de lazer para comunidade, com mais conforto e segurança.

O Lago Azul de Rio Claro, um dos principais cartões postais da cidade, está passando por uma série serviços que visam a implantação de novas melhorias no local e mais segurança para seus frequentadores.

A prefeitura iniciou o trabalho de poda de árvores para ampliar a luminosidade e remover galhos que representam perigo para transeuntes. O serviço está sendo feito pela Secretaria de Agricultura, a partir de laudo expedido pela Secretaria de Meio Ambiente.

O Lago Azul irá ganhar novos espaços de esporte e lazer, como o campo de futebol society, que já está em construção, e as obras de melhorias nas quadras poliesportivas, que serão iniciadas em breve.

Milhares de pessoas freqüentam o Parque Lago Azul, que tem pista de skate, quadra de basquete, quadra de futsal, campo de vôlei de areia, campo de futebol, palco, pista para caminhada, campo de bocha, ampla área verde e um lago que dá origem ao nome do parque.Área de anexos

Empresas recebem orientação sobre regras de inspeção do Sisbi

Selo permite às empresas locais venderem seus produtos em todo o país.

Representantes das seis empresas que aderiram ao Sisbi-POA (Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal) em Rio Claro receberam da prefeitura na noite de quinta-feira (12) orientações sobre o selo. O Ministério da Agricultura fez mudanças na forma de inspeção e o novo modelo foi apresentado aos representantes das empresas Grangema, Indústria de Frios Nalin, Frigorífico Xavier, A Leiteria, Vip Pescados e Granja Ipê. 

A atividade foi realizada no paço municipal e, na oportunidade, foi entregue o certificado de adesão à empresa Grangema Entreposto de Ovos Ltda., que recentemente se instalou em Rio Claro atraída pelo Sisbi. As empresas que possuem o selo Sisbi podem vender seus produtos em todo o território nacional.

“O Sisbi é um atrativo a mais que Rio Claro passou a oferecer para fomentar novos negócios na cidade”, destacou o prefeito João Teixeira Junior, lembrando que Rio Claro está entre as cinco cidades paulistas credenciadas no Sisbi. “O selo incentiva a atividade econômica local gerando emprego e renda na cidade”, acrescenta Juninho.

Rio Claro já possui o Sistema de Inspeção Municipal (SIM), certificação equivalente ao Sisbi no âmbito municipal. “As normas de inspeção federal mudaram e estamos implantando no SIM/Sisbi e atualizando as empresas”, informou Emilio Cerri, secretário municipal de Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção. “Tudo isso é feito para que o consumidor tenha um produto de qualidade na sua mesa”, reforça o veterinário Felipe Tauk, diretor do SIM.

Para o presidente da Câmara Municipal, André Godoy, a amplitude de alcance do Sisbi traz uma série de benefícios para o produtor, que terá seu mercado expandido, e também para o consumidor, que terá produtos com mais segurança e qualidade. “Não é apenas um serviço de certificação, o selo envolve toda uma cadeia produtiva que movimenta a economia e contribui para o desenvolvimento da cidade”, observou.

Também participaram do evento a veterinária Lilian Alves do SIM e os representantes das empresas: Cristiano da Silva Rafael e João Gabriel,  da Grangema; Cláudio Xavier, do Frigorífico Xavier; Eduardo Nalin, da Indústria de Frios Nalin; Diego Martini, da A Leiteria; Maciel Mossato e Rodrigo, da Granja Ipê; e Ricardo, da Vip Pescados. As empresas interessadas em obter o SIM e o Sisbi devem procurar a Secretaria da Agricultura na Avenida 58-A, 600, no Jardim América. Informações pelos telefones são 3534-9243 e 3532-4088