Prefeito e vereadores se reúnem com comando da Polícia Militar

Reunião abordou temas relacionados à corporação e segurança pública.

O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, e vereadores se reuniram nesta terça-feira (18) com o comandante do 37º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I), tenente-coronel Luís Roberto Moreira Filho, que falou sobre a situação da corporação no município. O comandante explicou como é feita a distribuição de homens e viaturas e os critérios utilizados pelo comando da Polícia Militar para fazer essa divisão.

O 37º BPM/I é composto por oito municípios, sendo que o maior é Rio Claro que também apresenta a maior demanda de serviços. “O efetivo é determinado de acordo com o número de habitantes, levando em consideração também indicadores criminais e peculiaridades do local”, explicou o comandante.

Já o número de viaturas é definido com base no efetivo policial. “Precisamos trabalhar para ampliar esses números. Com mais homens e viaturas nas ruas aumenta a sensação de segurança da população”, avalia o prefeito Juninho da Padaria.

Atualmente a corporação faz estudo para atualizar o QPO (Quadro Particular de Organização) que define o efetivo das unidades. O QPO de Rio Claro estaria defasado em relação à população. Outro assunto discutido foi a Atividade Delegada que está sendo implantada no município. Com isso, a prefeitura poderá utilizar policiais militares, em dias de folga, no policiamento ostensivo e no apoio às atividades municipais de fiscalização.

O vereador Rogério Guedes destacou a importância da população registrar as ocorrências para colaborar com ampliação do efetivo. “A polícia trabalha em cima de números. Se os crimes não são registrados dificulta o aumento de homens e viaturas”, disse Guedes, lembrando que o registro de ocorrências pode ser feito pessoalmente na delegacia e também pela internet no endereço http://www.ssp.sp.gov.br/nbo/.

O vereador Geraldo Voluntário questionou a possibilidade de implantar o botão do pânico. “Esse dispositivo é usado no combate a violência, onde aciona o equipamento acionando a policia em caso de risco”, explicou.

Além desses assuntos, também foram discutidos a queda nos indicadores criminais em Rio Claro e o trabalho integrado realizado pelas forças de segurança no município. A vereadora Carol Gomes foi representada pelos assessores Fernanda Mutiak e Murylo Muller.

Rio Claro ganha segunda base do Samu

Localizada na região sul, nova base possibilitará redução de 50% em tempo resposta de atendimento.

A prefeitura de Rio Claro inaugura no sábado (15) às 9 horas a segunda base do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) do município. A partir da ampliação do serviço, o socorro vai chegar mais rápido à região sul da cidade, onde foi instalada a segunda base do Samu, na Avenida Presidente Kennedy, 900, próximo ao aeroclube. A unidade terá viatura e equipe para atender a comunidade.

“Essa era uma demanda da população que vínhamos trabalhando para atender”, observa o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, acrescentando que o tempo da chegada da ambulância até o local da ocorrência deve ser reduzido pela metade nos atendimentos na região sul. “É importante que a comunidade da região sul possa contar com esse atendimento mais ágil e para isso a instalação da segunda base era fundamental, já que a primeira base funciona no lado oposto da cidade”, destaca Juninho.

Hoje, para atender uma pessoa que está na região sul de Rio Claro o Samu precisa de até 10 minutos. Com a instalação da nova base, essa espera cairá para menos de cinco minutos. “Nos atendimentos de urgência cada minuto é fundamental para salvar uma vida”, comenta Maria Clélia Bauer, secretária de Saúde.

A inauguração da segunda base se dá oito anos após a implantação do serviço no município, sediado na Avenida Brasil, na Vila Martins, entre as regiões norte e nordeste do município. Os mesmos serviços realizados na Vila Martins estarão disponíveis na segunda base.

Para receber a segunda base do Samu, o prédio foi reformado pela prefeitura e cumpre as exigências sanitárias preconizadas pelo Ministério da Saúde. A prefeitura investiu R$ 250 mil na reforma do prédio, recursos oriundos do montante de mais de R$ 1,5 milhão devolvido pela Câmara Municipal com recomendação para que o dinheiro fosse aplicado no setor de saúde. “Estamos felizes em verificar que os recursos devolvidos foram utilizados para um serviço de grande importância para a comunidade”, afirma o vereador André Godoy, presidente da Câmara Municipal.

O imóvel conta com recepção, cozinha, banheiros, quartos de repouso, expurgo, almoxarifado, lavanderia e estacionamento. O atendimento na segunda base terá início na segunda-feira (17). A população pode acionar o Samu pelo telefone 192. A segunda base do Samu é denominada “Vereador José Carlos Leonhardt”, a partir de projeto de lei dos vereadores André Godoy e Val Demarchi.

Assuntos da segurança pública de Rio Claro são discutidos na capital

Comitiva de Rio Claro se reuniu com secretário estadual da Segurança.

A questão da segurança pública em Rio Claro foi tema de reunião nesta quarta-feira (12) em São Paulo. Comitiva do município solicitou ao governo paulista liberação de recursos para investir em melhorias no setor. A solicitação foi feita por meio de ofício entregue ao secretário estadual da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos.

Um dos assuntos em pauta foi a construção da nova sede do 37º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I). A prefeitura está doando área para edificação do prédio e o projeto tramita na Câmara Municipal para aprovação dos vereadores. Além da sede do batalhão, também foram apresentadas outras reivindicações de Rio Claro como ampliação do efetivo da Polícia Civil, sistema Detecta e o funcionamento 24 horas da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

“São questões importantes que o município vem trabalhando para resolver. Vamos doar uma área bem localizada para o batalhão da PM que vai facilitar o deslocamento dos policiais e o acesso da comunidade”, destaca o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, informando que o objetivo é buscar apoio do governador João Dória e do vice-governador Rodrigo Garcia para obtenção de recursos para a nova sede do batalhão da PM.

Da reunião em São Paulo também participaram o coronel Érico Hammerschmidt Júnior, comandante do CPI-9 (Comando de Policiamento do Interior); tenente-coronel Luís Roberto Moreira Filho, comandante do 37º BPM/I; e os vereadores Ruggero Seron, Irander Augusto, Geraldo Voluntário, Júlio Lopes e Adriano La Torre.

Para o coronel Érico, a reunião foi muito produtiva porque foi possível expor os anseios de Rio Claro que foram bem recebidos pelo secretário estadual, que observou que algumas reivindicações não apresentam dificuldade e outras merecem estudo mais aprofundado. “Esse contato pessoal e a oportunidade de expor as necessidades de Rio Claro são muito positivos”, destaca o coronel.

O prefeito Juninho da Padaria lembra que a nova sede do batalhão da PM, DDM 24 horas e mais policiais militares para Rio Claro foram reivindicações apresentadas em ofício entregue em abril ao coronel Álvaro Camilo, secretário-executivo da Policia Militar da Segurança Pública. Dessa reunião participaram o vice-prefeito e secretário de Segurança, Marco Antonio Bellagamba; o secretário dos Negócios Jurídicos, Rodrigo Ragghiante; e a vereadora Carol Gomes.

Rio Claro implanta sistema que identifica veículos roubados

Leitores Automáticos de Placas em 48 pontos dificultam ação de marginais.

Mais agilidade para as forças de segurança que atuam no município e maior tranquilidade para a população. Com esse objetivo, entrou em operação no município o sistema Detecta, a partir de convênio do município com o governo estadual, e que permite que veículos roubados ou furtados sejam identificados instantaneamente ao passarem pelos 48 pontos de monitoramento espalhados pelo município. “Providenciar essa estrutura e trazer essa tecnologia fazem parte de nossos esforços para deixar a cidade mais segura”, resume o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

O sistema está estruturado em 48 pontos. Os Leitores Automáticos de Placas (LAP), dispositivos que identificam veículos roubados, foram colocados em 38 equipamentos de fiscalização de trânsito, semáforos e lombadas eletrônicas. Outros dez foram instalados separadamente, sobretudo na entrada da cidade. “É uma ‘muralha eletrônica’ que já no período de testes mostrou sua importância como apoio no combate à criminalidade”, destaca o vice-prefeito e secretário municipal de Segurança, Defesa Civil e Mobilidade Urbana, Marco Antônio Bellagamba.

Com os LAP, assim que um veículo furtado passa pelo leitor, o sistema recebe a informação, que chega para Polícia Militar e Guarda Civil. A viatura mais próxima é acionada, o que dá mais rapidez na procura e localização do veículo.

Qualquer situação criminal que envolva veículos pode ter sua resolução auxiliada por meio do sistema Detecta, como assaltos ou sequestros. Uma vez que a placa do veículo usado no crime seja inserida no sistema, quando passar por um equipamento de LAP, a Polícia e a Guarda Civil recebem a informação em poucos segundos.

Detecta

O sistema Detecta é uma ferramenta do governo estadual que integra informações dos bancos de dados das polícias civil e militar, do Registro Digital de Ocorrências (RDO), Instituto de Identificação (IIRGD), Sistema Operacional da Polícia Militar (SIOPM-190), Sistema de Fotos Criminais (Fotocrim), entre outros.

Fiscalização eletrônica começa a funcionar nesta quarta-feira em RC

Equipamentos vão identificar veículos roubados ou furtados.

A prefeitura de Rio Claro coloca em funcionamento nesta quarta-feira (5) os equipamentos de fiscalização eletrônica. Os dispositivos incluem aparelhos fixos de avanço semafórico, parada sobre faixa de pedestre e lombadas eletrônicas instaladas nas imediações de escolas. A novidade é o LAP (Leitor Automático de Placas), que vai identificar e apontar veículos roubados ou furtados através da leitura automática das placas.

“O objetivo é coibir esse tipo de crime”, explica Marco Antonio Bellagamba, vice-prefeito e secretário da Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário. De acordo com ele, assim que identificado o veículo com queixa de roubo ou furto a polícia será rapidamente acionada.

O município colocará em funcionamento 26 pontos fixos de fiscalização e seis lombadas eletrônicas. Tem ainda três equipamentos móveis que já estão funcionando desde março. Os pontos de fiscalização foram escolhidos com base no número de acidentes e outros critérios como geografia do local, demanda de veículos, escolas, hospitais e indústrias, entre outros fatores que podem gerar conflitos e consequentemente acidentes.

“A fiscalização visa coibir infrações, diminuir acidentes e aumentar a segurança no trânsito”, destaca Bellagamba, ressaltando que as leis de trânsito devem ser obedecidas tendo ou não fiscalização.

Os locais com os pontos de fiscalização podem ser conferidos no Diário Oficial do Município do dia 31 de maio, disponível no site www.rioclaro.sp.gov.br.

Rio Claro instala neste mês anexo de violência contra a mulher

O prefeito Juninho confirmou que a prefeitura cederá funcionários para o novo serviço.

A partir do dia 27 de junho, Rio Claro terá um Anexo de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher. O serviço será instalado pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) em parceria com a prefeitura. Para viabilizar o anexo, a prefeitura cederá funcionários, assim como faz para outros serviços estaduais e federais.

O anexo de Rio Claro vai funcionar no prédio da Rua 7, anexo ao Fórum local. A criação do anexo dará maior celeridade à tramitação dos processos de violência doméstica abertos pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). Pelo anexo, tramitarão todos os casos de violência doméstica contra a mulher da comarca.

“Esse é mais um serviço que integra a rede de proteção à mulher disponível na cidade. Queríamos não precisar desses dispositivos, mas infelizmente eles são necessários para acolher e proteger as vítimas”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, lembrando que em 2017 o município conseguiu reabrir a DDM e no ano passado criou a Patrulha Maria da Penha, que veio a somar com outros equipamentos de proteção e acolhimento às mulheres.

O diretor do Fórum, juiz Cláudio Pavão, lembrou que a conquista do anexo é o resultado de uma batalha de longo tempo e ressaltou o apoio da prefeitura, Câmara Municipal e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para viabilizar o serviço. “Com essa conjugação de esforços finalmente conseguimos o anexo que esperamos possa servir como ferramenta para combater os crimes de violência contra a mulher”, disse Pavão, ressaltando o trabalho do ex-deputado Aldo Demarchi abrindo portas para viabilizar o anexo.

Para o presidente da Câmara Municipal, André Godoy, o anexo de Rio Claro é fruto da união de esforços. “É um trabalho de várias mãos que comprova que os resultados positivos em prol da comunidade ocorrem através da junção de esforços”, declarou.

O vereador Val Demarchi lembrou que o trabalho para instalação do anexo começou com pleito apresentado ao Tribunal de Justiça em 2017 por comitiva de Rio Claro, da qual ele e o ex-deputado Aldo faziam parte. As vereadoras Carol Gomes e Maria do Carmo ressaltaram que a luta pela instalação do anexo foi iniciada pelos movimentos sociais. A advogada Ionita de Oliveira Krugner observou que o anexo vem “para oferecer melhor acolhimento às vítimas de violência doméstica na cidade, dando-lhes apoio e proteção”.

Também participaram do evento Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social de Solidariedade; os vereadores Júlio Lopes, Geraldo Voluntário, Irander Augusto, Paulo Guedes e Adriano La Torre; a ex-vereadora Raquel Picelli; a capitã PM Karina Pavan, comandante da 1ª Cia. da Polícia Militar; o delegado seccional, Paulo Henrique Nabuco de Araújo; o vice-presidente da OAB, Marcelo Pajola; as guardas municipais Luciana e Patrícia; secretários municipais e representantes de entidades.


Fiscalização eletrônica começa na quarta-feira no trânsito de RC

Os equipamentos também irão identificar veículos roubados ou furtados.

Os motoristas que trafegam em Rio Claro devem ficar atentos. A partir de quarta-feira (5) entram em funcionamento os equipamentos de fiscalização e segurança no trânsito, que incluem aparelhos fixos de avanço semafórico, parada sobre faixa de pedestre e lombadas eletrônicas que foram instaladas próximas a escolas, além de aparelhos que irão apontar veículos roubados ou furtados.

“Queríamos não precisar desses equipamentos, mas eles são importantes para disciplinar o trânsito e diminuir o número de acidentes que é alto no município, bem como inibir os furtos e roubos de veículos”, explica o vice-prefeito e secretário da Segurança, Marco Antonio Bellagamba. “Nosso objetivo é preservar a vida, e para isso contamos com o apoio de motoristas e pedestres respeitando os limites de velocidade e a lei”, acrescenta.

O município terá 26 pontos fixos de fiscalização eletrônica e mais seis lombadas eletrônicas. Os três equipamentos móveis já estão funcionando desde março. “A escolha dos pontos de instalação dos equipamentos não é feita somente com números de acidentes, mas também considerando outros critérios”, informa o diretor de Mobilidade Urbana, Adilson Marques. Esses critérios incluem a geografia do local, demanda de veículos, escolas, hospitais e indústrias, dentre outros fatores que podem gerar conflitos e consequentemente acidentes.

Todos os dispositivos fixos serão equipados com Leitores Automáticos de Placas (LAP), equipamentos que identificam os veículos com queixa de roubo e furto. “O objetivo é combater esse tipo de delito”, afirma Bellagamba, salientando que a identificação dos veículos é feita automaticamente pelos aparelhos, sem interferência humana.

Os locais com os pontos de fiscalização podem ser conferidos na edição desta sexta-feira (31) do Diário Oficial do Município, que pode ser acessado pelo sitewww.rioclaro.sp.gov.br.

Guardas municipais de Rio Claro fazem treinamento com a Rota

Curso será realizado no batalhão da Rota em São Paulo.

Dezesseis guardas municipais de Rio Claro participam nesta quarta-feira (29) de treinamento na sede da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) em São Paulo. “É mais um investimento que estamos fazendo em segurança pública para aumentar a sensação de segurança da população”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, acrescentando que recentemente a prefeitura providenciou novas viaturas, munição e fardamento para a Guarda Municipal.

No curso, os guardas municipais vão receber treinamentos táticos sobre atuação em manifestações, abordagens, incursões, entre outras orientações. “A iniciativa está dentro da nossa proposta de integrar as forças de segurança. Treinamentos como esse melhoram a qualidade dos serviços e reforçam nosso compromisso de aumentar a sensação de segurança da comunidade”, destaca o coronel Marco Antonio Bellagamba, vice-prefeito e secretário da Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário.

Na semana passada houve ação similar com guardas municipais participando de treinamento com a Rocam (Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas). “Com o treinamento adequado se amplia o preparo dos guardas para o trabalho sabendo como agir em diferentes tipos de ocorrências”, observa o comandante da Guarda Municipal, Luís Fernando Godoy.

O treinamento da GCM com a Rota é fruto de parceria entre a prefeitura e a Rota, obtida a partir de articulação do vereador Rugerro Seron, que encaminhou ofício ao comando do corporação solicitando a capacitação. “Um treinamento como este, onde nossos guardas municipais terão acesso direto a todo conhecimento e técnicas de uma corporação tão qualificada quanto a Rota, certamente trará um reforço importante para a segurança no município”, avalia Seron.

Além do treinamento com Rocam e Rota, neste mês a GCM sediou o “Training day GAP – Rio Claro”, um intercâmbio de técnicas operacionais que teve participação de cerca de 100 guardas municipais de 16 municípios. No mês passado, os GCMs receberam treinamento para aprimorarem as habilidades em direção defensiva.

Prefeito encaminha projeto que institui atividade delegada

Objetivo da proposta é ampliar os serviços de segurança no município.

O município de Rio Claro deu mais um passo importante para implantar a atividade delegada, projeto que permite à prefeitura utilizar policiais militares, em dias de folga, no policiamento ostensivo e no apoio às atividades municipais de fiscalização. O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, assinou nesta sexta-feira (24) projeto de lei que autoriza o município a celebrar convênio com o governo estadual e cria a gratificação por desempenho de atividade delegada.

A proposta será encaminhada em breve à Câmara Municipal para análise e votação dos vereadores. “Esse projeto é fruto de uma somatória de esforços e vai permitir que o município amplie o policiamento nas ruas aumentando a sensação de segurança para a população”, afirmou o prefeito Juninho da Padaria.

Os recursos para financiar o projeto são oriundos de emenda parlamentar do deputado estadual Rubens Cláudio Siqueira Neri, o Sargento Neri, que destinou R$ 350 mil para o serviço atendendo solicitação do vereador Ruggero Seron. “É importante dar condições de trabalho e suprir as necessidades dos policiais. Minha luta como deputado é melhorar a infraestrutura e os recursos humanos da PM”, disse o parlamentar.

Para o vereador Seron, a atividade delegada é um projeto em benefício da cidade. “Sabemos das dificuldades financeiras do município, por isso pedimos o apoio do deputado, e quem ganha com esse trabalho conjunto é a população que terá mais policiamento nas ruas”, pontuou.

O vice-prefeito e secretário da Segurança, Marco Antonio Bellagamba, ressaltou que a atividade delegada é uma conquista de longa espera. “O benefício é um pleito antigo da categoria, um projeto que traz benefícios para os policiais e a população porque reforça o policiamento na cidade”, observou.

O tenente-coronel Luís Roberto Moreira Filho, comandante do 37º BPMI, salientou “que a atividade delegada é um trabalho atribuído por convênio que os policiais podem exercer em prol da comunidade”.

Também participaram do evento os secretários municipais Rodrigo Ragghiante (Negócios Jurídicos) e Ricardo Gobbi (Meio Ambiente); o vereador José Pereira dos Santos; Aparecido Chagas do Nascimento, presidente da Apas (Associação Policial de Assistência à Saúde) de Rio Claro; e policiais militares.

Comemoração dos 23 anos destaca conquistas da Guarda Municipal

Corporação celebrou o 23º aniversário nesta quinta-feira (23).

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Rio Claro comemorou 23 anos nesta quinta-feira (23). As conquistas e melhorias conseguidas pela corporação em pouco mais de dois anos foram ressaltadas durante a solenidade realizada no espaço livre da Avenida Visconde do Rio Claro. A GCM ganhou novas viaturas, fardamento, equipamentos e munição, além de novos serviços como as patrulhas Maria da Penha e do Idoso.

Os resultados positivos do trabalho também foram destacados na cerimônia. “Conseguimos reduzir os indicadores criminais na cidade graças ao trabalho da nossa guarda integrada com as polícias civil e militar. Nosso efetivo não é grande, mas é imenso o trabalho realizado por nossos guerreiros e guerreiras em benefício da população”, destacou o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, ao cumprimentar os guardas municipais pela eficiência, eficácia e credibilidade do trabalho.

“A integração das forças de segurança no combate ao crime é de fundamental importância para o sucesso do trabalho e os resultados positivos alcançados”, reforçou o coronel Marco Antonio Bellagamba, vice-prefeito e secretário da Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário, ressaltando que a Guarda Municipal é uma referência para a comunidade e para corporações de outros municípios.

A madrinha da Guarda Municipal, Candinha Nevoeiro Demarchi, lembrou da criação da instituição e do convite para o cargo. “Fiquei muito emocionada, assim como estou agora 23 anos depois ao constatar que a guarda é motivo de orgulho para a comunidade”, disse.

Para o vereador Val Demarchi, a GCM é de suma importância para a cidade e cumprimentou a administração municipal por investir em melhorias para a corporação. “É importante ter uma guarda equipada para continuar desenvolvendo um trabalho ostensivo de excelência com cada vez mais resultados positivos”, pontuou.

Também participaram do evento o comandante da GCM, Luís Fernando de Godoy; os secretários municipais Gilmar Dietrich (Economia e Finanças), Rodrigo Ragghiante (Negócios Jurídicos), Jean Scudeller (Administração) e Érica Belomi (Desenvolvimento Social); tenente-coronel Luís Roberto Moreira Filho, comandante do 37º BPMI; delegado seccional Paulo Henrique Nabuco de Araújo; Adriano Marchi e Cláudio dos Santos Silva, da OAB; os vereadores Geraldo Voluntário, Hernani Leonhardt, Júlio Lopes e Carol Gomes; representantes da Polícia Rodoviária, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil; e alunos da Escola Municipal “Darci Reginatto”.