Juninho entrega à Câmara projeto de lei para reajuste dos servidores

Proposta também prevê aumento de 14% no valor do vale alimentação, de R$ 430,00 para R$ 490,00.

O prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, entregou na quinta-feira (20) ao presidente da Câmara Municipal, André Godoy, o projeto de lei que reajusta o salário dos servidores públicos municipais para 2020 e aumenta o valor do vale alimentação, que terá acréscimo de quase 14% e passará, se o projeto for aprovado, de R$ 430,00 para R$ 490,00. A proposta prevê reajuste de 4,19% nos valores salariais, referente ao Índice de Consumidor Amplo (IPCA) dos últimos 12 meses. Desde o início de 2017, a prefeitura tem mantido o IPCA ou concedido reajustes acima da inflação.

“Com muita dedicação estamos mantendo nosso compromisso de valorizar os servidores municipais”, destaca Juninho. “Quando assumimos a prefeitura não havia dinheiro em caixa para o pagamento do funcionalismo, mas contornamos essa situação e desde então os servidores recebem em dia”, lembra, destacando a importância dos funcionários públicos para o desenvolvimento do município. “Os servidores são o principal patrimônio do serviço público municipal”, completa.

O presidente do Legislativo, André Godoy, informou que o objetivo agora é dar celeridade aos procedimentos de análise e votação da proposta na Câmara Municipal. “Vamos trabalhar pela agilidade da tramitação na Casa, para que o projeto seja levado o mais rápido possível ao plenário”, afirma.

Segundo o prefeito Juninho, o apoio da Câmara tem sido essencial para que o município alcance as conquistas dos últimos anos, entre elas a valorização dos servidores municipais. “O trabalho em sintonia entre prefeitura e vereadores tem permitido avanços para o bem de vários segmentos da comunidade”.

Vale alimentação

O projeto entregue à Câmara pela prefeitura estabelece alta de 13,95% no vale alimentação que, passando de R$ 430,00 para R$ 490,00, manterá a linha ascendente iniciada em 2017. Nos últimos três anos o aumento acumulado é de 74,99%.

Em 2016 o vale era de R$ 280,00 e subiu para R$ 310,00 (10,71%) em 2017, primeiro ano de governo da atual gestão municipal. Em 2018 o benefício aumentou para R$ 390,00, alta de 25,81%, e em 2019 para R$ 430,00, reajuste de 11,63%. Agora passará para R$ 490,00 com elevação de 13,95%.

“O rígido controle de gastos e o zelo com o dinheiro público têm sido as bases para que possamos manter o compromisso da atual gestão com os servidores”, reforça o secretário municipal de Economia e Finanças, Gilmar Dietrich.

Juninho participa de homenagem aos clubes rotarianos de Rio Claro

Prefeito destaca a importância das ações de auxílio àqueles que mais precisam.

O prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, participou na sexta-feira (14)  de solenidade de agradecimento aos clubes rotarianos do município pelos trabalhos desenvolvidos na cidade. A homenagem foi organizada pelo Clube dos 21 Irmãos Amigos e realizada no buffet Pinhatt.

“A contribuição dos clubes rotarianos para a sociedade rio-clarense é inestimável”, comenta Juninho. “A disposição de seus integrantes em ajudar aqueles que mais precisam é exemplo e inspiração para todos nós”, completa, agradecendo ao presidente do Clube dos 21 Irmãos Amigos, Pedro Zonta, pelo convite para participar do evento. O ex-deputado estadual, Aldo Demarchi, também participou da solenidade.

Foram homenageados na solenidade o Rotary Clube Rio Claro, Rotary Clube Cidade Azul, Rotary Clube Alvorada e Rotary Clube Rio Claro Sul.

O prefeito Juninho lembra que a colaboração da sociedade tem sido essencial para que o município avance em vários setores. “O poder público, sozinho, não tem como atender rapidamente todas as demandas de uma cidade do porte de Rio Claro”, pondera. “Por isso, seja nas parcerias diretas com a prefeitura, ou nas iniciativas independentes, as ações visando o bem comum e o desenvolvimento da cidade têm todo o nosso apoio e agradecimento”, finaliza.

Movimento Pró-Hospital inicia preparativos para elaboração de projeto do hospital regional

Prefeito Juninho assinou decreto reservando área ao hospital.

O Movimento Pró-Hospital Público Regional de Rio Claro iniciou os preparativos para elaboração do projeto arquitetônico do hospital. O assunto foi pauta de reunião realizada na noite de quarta-feira (12) com integrantes do movimento, representantes de entidades e pessoas da comunidade. O prefeito João Teixeira Junior e o vereador Geraldo Voluntário também participaram da reunião realizada no salão da Igreja Bom Jesus.

“Vamos levantar dados do SUS sobre o número de atendimentos em Rio Claro e região e, com base nessas informações, elaborar o projeto arquitetônico do hospital junto com a Associação dos Engenheiros de Rio Claro e estudantes de engenharia”, explica César Borgi, presidente da Associação Movimento Pró-Hospital Público Regional de Rio Claro. De acordo com ele, esses dados serão coletados com apoio da Fundação Municipal de Saúde e secretarias de saúde da região.

Borgi explica que tendo em mãos os números, projeto arquitetônico e levantamento de custos, terá início a busca por recursos. “O movimento, junto com prefeitos e secretários de saúde de Rio Claro e microrregião, vai buscar apoio nas esferas federal e estadual e na iniciativa privada para viabilizar o projeto”, informa o presidente, ressaltando que o projeto do hospital seguirá as diretrizes do Ministério da Saúde e não afetará outros recursos públicos destinados ao setor de saúde do município. “Cada verba tem uma destinação específica e não pode ter sua finalidade desviada. Ou seja, recursos de outros serviços não podem ser utilizados no hospital e vice-versa”, frisa.

O Movimento Pró-Hospital conta com apoio da prefeitura que reservou área para a construção do prédio, conforme decreto assinado pelo prefeito Juninho que reforça a necessidade da união de esforços para conseguir novos avanços. “Esse projeto precisa do apoio de todos, da sociedade civil, iniciativa privada, municípios da região e, sobretudo, dos governos estadual e federal, para que seja viabilizado”, conclui.

Prefeitura destina R$ 1 milhão para projeto de cultura, saúde e na área social

Investimentos são feitos a partir de captação de recursos oriundos de tributos municipais.

A prefeitura de Rio Claro autorizou na sexta-feira (31) captação de recursos de aproximadamente R$ 1 milhão a partir de tributos municipais para investimentos em projetos nas áreas de cultura, saúde e desenvolvimento social. Os recursos são oriundos do IPTU, ISSQN e ITB. “É uma alternativa para estimular ações em benefício direto da comunidade”, destacou o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, durante o evento de assinatura das autorizações no paço municipal.

Juninho destacou a seriedade e o excelente trabalho das instituições beneficiadas. “Nossa iniciativa também tem o objetivo de colaborar para que essas entidades cresçam, o que é bom para o município”, frisou. Também agradeceu o apoio da Câmara de Vereadores e da iniciativa privada. “Esse é mais um exemplo de união, de todos trabalhando com foco para cuidar de nossa cidade, apesar das dificuldades”.

Foram autorizadas a buscar recursos nove iniciativas das quais os responsáveis captarão o dinheiro em empresas ou de pessoas físicas que, por sua vez, poderão destinar até 50% de tributos aos projetos autorizados pelo município. Ou seja, os beneficiantes pagarão até 50% dos impostos devido à prefeitura diretamente às entidades beneficiadas.

“Acredito nas parcerias com o setor privado, principalmente no trabalho social, para que sejam preenchidas lacunas que o poder público muitas vezes não tem condições de preencher”, comenta o vereador Val Demarchi, que representou o Legislativo junto com os vereadores Geraldo Voluntário, Adriano La Torre, Júlio Lopes e Hernani Leonhardt.

Além disso, estiverem presentes representantes das entidades beneficiadas. Foram contemplados os projetos “Inclusão social para crianças carentes – ONG Vida à Vila”, da Associação dos Guardas Civis Municipais de Rio Claro, que poderá captar até R$ 117 mil; “Música in natura”, da Associação Lumiar-te (R$ 120 mil); “Projeto Criança Feliz – Casa das Crianças”, da Sociedade Beneficente São João da Escócia (R$ 110 mil); “Violão na escola”, da Associação Lumiar-te (R$ 120 mil); projeto do Instituto de Ecoterapia de Rio Claro (R$ 120 mil); “Preservando nossa cultura”, de Agnaldo Lima da Silva (R$ 22 mil); projeto de reforma de quartos – Clínica São Lucas, da Irmandade Santa Casa de Rio Claro (R$ 91.500,00); “Educando campeões”, da Estação do Bem (R$ 79.900,00); e “Festival de cinema Janela Caipira”, do Grupo de Pesquisa e Prática Cinematográfica KinoOlho.

De acordo com a Secretária da Cultura, Daniela Ferraz, a prefeitura autoriza as captações de recursos com base em critérios técnicos. “Estamos atentos, dando acesso a instituições que antes não tinham acesso a esses recursos”, observa. Já o secretário municipal de Esportes e Turismo, Ronald Penteado, agradeceu às entidades pela qualidade dos projetos apresentados. “Isso nos estimula a continuar trabalhando em prol da comunidade”, resumiu.

Representantes das entidades beneficiadas também estiverem presentes ao evento no paço municipal e reiteraram o agradecimento tanto ao poder público, pela cessão de parte dos tributos municipais, quanto às empresas e pessoas físicas que abraçam essa iniciativa.Há duas semanas o prefeito Juninho já havia anunciado o investimento de aproximadamente R$ 1,2 milhão em projetos específico para o setor de esportes, também a partir de tributos municipais. São projetos desenvolvidos por entidades com apoio da prefeitura que oferecem várias modalidades esportivas como basquete, taekwondo, ciclismo, jiu-jitsu, vôlei, handebol, tênis etc.

Fevereiro é o primeiro mês sem taxa de iluminação para os rio-clarenses

Com o fim da taxa, rio-clarenses pagarão menos pela conta de luz.

Janeiro foi o último mês de cobrança da taxa de iluminação em Rio Claro. O valor cobrado nas contas de energia de janeiro referia-se aos custos de dezembro. A partir deste mês de fevereiro os rio-clarenses não pagarão mais a CIP (Contribuição de Iluminação Pública), que foi extinta conforme lei aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

“A conta de energia ficará mais barata para a população porque conseguimos acabar com a taxa de iluminação criada em 2014 pela administração anterior e eu, quando era vereador, votei contra”, destaca o prefeito Juninho da Padaria, ressaltando que a prefeitura trabalhou intensamente para adoção de medidas que permitiram a extinção da cobrança. “Queríamos que esse fosse o nosso primeiro ato de governo, mas infelizmente não foi possível. Herdamos quase R$ 400 milhões em dívidas e tivemos que colocar a casa ordem antes de acabar com a taxa”, acrescenta.

De acordo com o prefeito, com o fim da taxa o consumidor terá mais uma folga no orçamento. “Os recursos gastos com a taxa fazem falta na mesa do trabalhador”, frisa Juninho, observando que em caso de pessoa jurídica a taxa era paga duas vezes, na residência e no estabelecimento comercial. Uma pessoa que pagava R$ 14,00 de taxa, por exemplo, terá economia anual R$ 168,00. No caso do pequeno comerciante, cuja tarifa média girava em torno de R$ 50,00, a economia anual é de R$ 600,00. O cálculo era feito com base no consumo de energia elétrica dos consumidores.

“Mesmo não pagando mais a taxa, a população continuará sendo beneficiada com ampliação e manutenção dos serviços de iluminação como estamos fazendo desde o início de 2017”, ressalta Juninho, que agradece o apoio dos vereadores na extinção da CIP.

O projeto de lei sobre a extinção da taxa foi aprovado por unanimidade pelos vereadores. A proposta foi apresentada pelo presidente da Câmara Municipal, André Godoy, e pelos vereadores Adriano La Torre, Carol Gomes, Geraldo Voluntário, Hernani Leonhardt, Irander Augusto, José Pereira, Júlio Lopes, Ney Paiva, Paulo Guedes, Ruggero Seron e Val Demarchi. “Buscamos um mecanismo legal para revogar a CIP e desonerar a população que já paga uma alta carga tributária”, declara André Godoy.

Desde janeiro de 2017, a prefeitura fez várias melhorias na iluminação pública resolvendo problemas antigos da cidade. Locais escuros foram iluminados como o trevo da rodovia Rio Claro-Piracicaba, no Jardim Novo; trecho da Avenida Tancredo Neves da Rodovia Fausto Santomauro até a Chácara Lusa, no Jardim Inocoop; e trecho da Avenida 54 no Jardim Paulista II. A obra mais recente foi a nova iluminação do Jardim Público, serviço realizado pela prefeitura em parceria com a empresa Rio Claro Empreendimentos Imobiliários.

Governo estadual certifica Rio Claro no programa Parcerias Municipais

Prefeitura e governo do estado firmaram compromisso de pactuação de resultados nas áreas de educação, saúde e segurança.

A prefeitura de Rio Claro recebeu na tarde de quinta-feira (30) certificado do governo estadual pela participação do município no programa Parcerias Municipais. Assinado pelo governador João Dória, o reconhecimento foi entregue em mãos ao prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, por representantes da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional.

“Faço questão de destacar a sensibilidade do governador Dória em buscar sempre maior proximidade com os municípios, o que nos faz sentir acolhidos e nos deixa a certeza de poder contar com o braço forte do governo do estado”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, destacando a atuação do secretário estadual do Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, “que tem sido muito importante para nossa região e para o interior do estado como um todo”.

O certificado foi entregue em reunião no paço municipal com a presença do diretor do escritório regional de Campinas da Secretaria do Desenvolvimento Regional, Thiago Guimarães, e pelo executivo público Roberto Seabra Dutra. O secretário municipal de Governo, Desenvolvimento Econômico e Planejamento, Ricardo Gobbi, também participou, e reafirma a importância do gesto do governo estadual ao conceder o certificado a Rio Claro. “Vamos intensificar o trabalho conjunto entre a prefeitura e a administração do estado para melhorar índices do município em setores fundamentais para a população”, explica Gobbi.

No programa Parcerias Municipais, Rio Claro firmou compromisso de pactuação de resultados com o objetivo de superar desafios nas áreas de educação, saúde e segurança pública, que são os três pilares da administração municipal desde 2017 e que já vêm alcançando várias melhorias. “Nossos esforços são para ir além e trazer mais benefícios à comunidade nessas áreas”, informa o prefeito Juninho.

Na atual gestão, a prefeitura de Rio Claro tem feito das parcerias uma das principais vias para trazer ou agilizar benefícios e ações de impacto para o desenvolvimento do município em todas as áreas. Além do governo estadual, o trabalho conjunto tem sido ampliado também com governo federal e com a iniciativa privada. “As dificuldades se multiplicam quando a prefeitura trabalha sozinha, mas, com o apoio e a união de esforços estamos conseguindo driblar as adversidades e trazer muitos avanços para Rio Claro”, finaliza o prefeito de Rio Claro.

Prefeito Juninho anuncia concurso com 50 vagas para Guarda Municipal

Edital deverá ser publicado em fevereiro, com regras e data de inscrição.

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Rio Claro terá novo concurso público para ampliar o efetivo da corporação. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (30) pelo prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. O edital com as regras do certame deverá ser publicado no mês que vem. A previsão é de que sejam abertas 50 vagas o que vai elevar o efetivo da GCM de 132 para 182 guardas municipais.

“Fizemos todo um planejamento para que pudéssemos ampliar o efetivo da nossa Guarda Municipal. A corporação ganhou novas viaturas e equipamentos e agora terá mais homens para que possamos ampliar o atendimento à comunidade”, explica Juninho.

De acordo com o prefeito, a segurança no município vem apresentando resultados positivos e colocar mais guardas na rua dará continuidade a esse trabalho da GCM de apoio às polícias Civil e Militar. “Nossa vontade era ampliar ainda mais o efetivo, mas temos que observar o teto prudencial para gastos com funcionários”, ressalta.

O anúncio sobre a abertura do concurso foi recebido pela corporação. “O último concurso foi realizado há 12 anos e nesse período a população cresceu aumentando nossa demanda de trabalho”, observa o comandante da GCM, Luís Fernando Godoy. 

A ampliação do efetivo será mais uma melhoria providenciada pela prefeitura para a Guarda Municipal. Além de munição, fardamento e novos equipamentos, a prefeitura renovou a frota de veículos da corporação e investiu na capacitação dos guardas municipais oferecendo cursos e treinamentos. “A guarda realiza um trabalho essencial na cidade e com esses investimentos a corporação tem melhores condições de trabalho”, destaca Marco Antonio Bellagamba, vice-prefeito e secretário municipal de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário.

Além da ampliação do número de guardas municipais, a prefeitura está contratando dez agentes de mobilidade urbana que vão atuar na organização do trânsito, desafogando a Guarda Municipal.  

Hospital público ganha endereço e precisa de apoio estadual e federal para ser viabilizado

Meta agora é buscar apoio dos governos estadual e federal para viabilizar o projeto.

O Hospital Público Regional de Rio Claro já tem um endereço. Terreno do município, localizado na Avenida 1 com Rua 1 no bairro Mãe Preta, foi reservado para o hospital por meio de decreto municipal. O documento foi assinado no sábado (25) pelo prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “Estamos dando uma resposta positiva ao movimento que luta desde 2013 por essa conquista e as pessoas que apoiam essa causa tão importante para Rio Claro e região”, destacou Juninho. “Estamos levantando uma bandeira que é de todos nós, mas principalmente para aqueles que precisam de atendimento médico”, completou.

O prefeito observou que a conquista do endereço é um passo importante, mas para o projeto continuar avançando é necessário o apoio de todos. “Precisamos unir forças em torno desse objetivo que, para ser alcançado, precisará do apoio dos governos estadual e federal, dos municípios da região e também da sociedade. Demos o primeiro passo e com união de esforços vamos avançar ainda mais”, frisou o prefeito Juninho da Padaria.

Para César Borgi, presidente da Associação Movimento Pró-Hospital Público Regional de Rio Claro, a construção do hospital não é luta de uma só pessoa, mas um esforço conjunto da comunidade. “É difícil mensurar o quão importante é esta data para o movimento que ganhou um não no passado e agora tem apoio. Conquistamos o terreno e vamos continuar trabalhando para transformar esse sonho em realidade”, disse.

O secretário municipal de Saúde, Maurício Monteiro, parabenizou as pessoas que trabalharam por essa conquista e o prefeito Juninho da Padaria, que tem priorizado a saúde em seu governo, e ao dar um endereço ao hospital público torna o projeto mais factível. “Que seja feita um integração regional para ampliar os serviços de qualidade na saúde”, assinalou.

A construção do hospital público tem obtido apoio entre as prefeituras da região. “Vim aqui trazer o apoio de Santa Gertrudes ao projeto, que é de longo prazo, e vai beneficiar muita gente”, pontuou Miguel Ribeirão, chefe de gabinete da Prefeitura de Santa Gertrudes. “O projeto sendo vitorioso vai beneficiar todas as cidades do entorno de Rio Claro, que é referência na saúde”, comentou o prefeito de Corumbataí, Leandro Martinez. “Vamos plantar coisa boa para colher coisa boa. Somos dependentes de Rio Claro e Ipeúna está junto nesse movimento”, reforçou o prefeito de Ipeúna, José Antonio de Campos, o Zé Banana.

A Câmara Municipal também apoia a causa. “Hoje nós temos a área do hospital e, com a união de todos, é um sonho que vai se tornar realidade”, salientou o vereador Geraldo Voluntário.

Também participaram do evento o vice-prefeito e secretário de Segurança, Marco Antonio Bellagamba; Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social de Solidariedade; os vereadores Adriano La Torre e Júlio Lopes; Mozart Gramiscelli Ferreira, presidente da OAB de Rio Claro; Glalson Chamon, vice-prefeito de Santa Gertrudes; entre outras autoridades.

Prefeitura vai investir R$ 806,5 mil em obras e melhorias no Lago Azul

Obras já foram licitadas e a prefeitura finaliza os procedimentos para início dos serviços.

A prefeitura de Rio Claro iniciará em breve as obras que vão promover uma série de melhorias no Lago Azul. A administração municipal vai reformar duas quadras poliesportivas, construir uma nova quadra para futebol society e revitalizar a orla do lago. Os serviços terão investimentos de R$ 806.581,84, sendo R$ 668.571,42 de emendas parlamentares e R$ 138.010,42 de contrapartida do município. “São investimentos importantes que estamos fazendo no Lago Azul que passará a oferecer mais opções de lazer e esporte à população”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

São três projetos em andamento. Na reforma e melhorias das quadras esportivas do Lago Azul serão investidos R$ 231.387,85, sendo R$ 222.857,14 de emenda parlamentar e contrapartida de R$ 8.530,71. Os recursos foram destinados ao município pelo deputado federal Fausto Pinato atendendo solicitação do vereador Adriano La Torre.

A prefeitura também fará revitalização da orla do lago com investimento de R$ 276.851,74, oriundo de emenda parlamentar do deputado federal Nelson Marquezelli, por intermédio do vereador Hernani Leonhardt. Desse montante, R$ 222.857,14 são de repasse federal e R$ 53.994,60 de contrapartida da prefeitura.

O Lago Azul também ganhará uma quadra de futebol society. Para realizar a obra a prefeitura vai investir R$ 298.342,25, dos quais R$ 222.857,14 são de emenda e R$ 75.485,11 de contrapartida. A emenda é de autoria do deputado federal Arnaldo Faria de Sá a pedido do vereador Ruggero Seron. “As obras já foram licitadas e a prefeitura finaliza os procedimentos legais para início dos trabalhos”, informa Ricardo Gobbi e Silva, secretário municipal de Governo, Desenvolvimento Econômico e Planejamento.

Vale lembrar que essas melhorias somente estão sendo possíveis porque a prefeitura conseguiu regularizar o terreno do Lago Azul, obtendo a escritura da área por meio de ação judicial de usucapião. Depois de décadas em condição irregular, o Centro Cultural “Roberto Palmari” e toda a área do Lago Azul agora pertence legalmente ao município.

Juninho assina decreto do hospital público neste sábado

Documento reserva área do município para construção do Hospital Público Regional.

O prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, assina neste sábado (25) decreto que reservará área do município para construção do Hospital Público Regional. O documento será assinado às 9 horas no terreno reservado, que fica na Avenida 1 com Rua 1 no bairro Mãe Preta. Toda a comunidade está convidada a participar do evento. “Gostaríamos de contar com a participação da população para formalizar esse importante passo que estamos dando para concretizar esse sonho de ter um hospital público local”, convida Juninho.

A reserva da área será feita em nome da Associação Movimento Pró-Hospital Público Regional de Rio Claro, nascida do movimento iniciado em 2013 com o objetivo de ampliar o número de leitos hospitalares na cidade. “Nesses seis anos de caminhada ouvimos muitos ‘nãos’, agora conseguimos diálogo com a administração municipal e conquistamos a reserva dessa área, um passo importante na realização desse sonho de toda a sociedade”, destaca o presidente da entidade, César Borgi.

Com a reserva da área, a próxima etapa é viabilizar os projetos do hospital e conseguir os recursos necessários para realização da obra. “Precisamos unir forças em torno desse objetivo que, para ser alcançado, precisará do apoio dos governos estadual e federal, dos municípios da região e também da sociedade”, frisa o prefeito Juninho da Padaria.

César Borgi espera que a reserva da área possa ampliar o apoio ao movimento. “Esperamos o envolvimento de toda a população não só de Rio Claro, mas de toda a região, para lutarmos em todas as esferas em busca de recursos para que o hospital se torne realidade”, finaliza.