Mais de 2.850 cães e gatos são vacinados na área rural em RC

Campanha de vacinação prossegue na área rural.

A campanha de vacinação antirrábica prossegue na área rural de Rio Claro. Balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde aponta que até terça-feira (28) foram vacinados 2.855 animais, sendo 2.292 cães e 563 gatos. O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) estima vacinar 3.500 cães e gatos na área rural do município.

A campanha continua. Equipes do CCZ percorrem as propriedades rurais para vacinar gratuitamente os animais. “Cães e gatos com mais de três meses de idade devem ser vacinados”, explica o gerente do CCZ, Diego Reis. De acordo com ele, os animais de grande porte como equinos e bovinos devem ter a vacina providenciada pelos proprietários.

No momento, as equipes de vacinação estão no Campo do Cocho e depois vão para o bairro Fazendinha e, em seguida, para o distrito de Assistência e rodovia Fausto Santomauro. “É importante vacinar cães e gatos porque a raiva é uma doença que pode ser transmitida aos seres humanos pela saliva de animais infectados”, alerta Reis.

A vacinação dos animais na área urbana já está sendo organizada e deve acontecer em agosto. O cronograma está sendo elaborado e o município deve contar com vários pontos de vacinação.

Paralelamente a este trabalho, o Centro de Controle de Zoonoses realiza vacinação o ano todo em sua sede, na Rua Alfa, 287, Distrito Industrial. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira das 7 às 16 horas. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 3535-4441 e 3533-7155.

Região do São Miguel ganha unidade de saúde da família

Posto de saúde é o sexto inaugurado pela prefeitura em dois anos.

A região do bairro São Miguel em Rio Claro está ganhando uma unidade de saúde da Família (USF). A prefeitura inaugura no sábado, dia 1º de junho, a USF São Miguel “Jorcelindo Quintino da Silva”. A unidade fica na Avenida 62-A, 1750, com Rua 18-A, no bairro Oreste Armando Giovanni, e terá o evento de entrega oficial do prédio às 9 horas. “Estou muito feliz em entregar à comunidade a sexta unidade de saúde da família, ampliando os serviços oferecidos à população”, destaca o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

Além dessa USF, nos últimos dois anos, a prefeitura também concluiu a construção e colocou em funcionamento as unidades dos bairros Santa Elisa, Jardim Progresso, Mãe Preta, Jardim Brasília e Bela Vista. Com isso, o número de unidades subiu de 16 para 22, ampliando em 30% a capacidade de atendimento na atenção básica. “Todas essas unidades estavam com obras abandonadas no início de 2017, foram retomadas e concluídas por nossa administração”, lembra o prefeito Juninho da Padaria.

A secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer, ressalta a importância de ampliar o atendimento na atenção básica, porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS). “Os postos de saúde estão mais perto da população, o que facilita o acesso aos serviços públicos de saúde”, observa Maria Clélia, salientando que a ampliação de atendimento na atenção básica ajuda a desafogar o fluxo de pacientes nas unidades de urgência e emergência.

A USF São Miguel conta com sala de vacina, consultórios, locais para exames, entre outras dependências. O atendimento terá início na segunda-feira (4), com funcionamento de segunda a sexta-feira das 7 às 16 horas. A unidade conta com equipe formada por seis agentes comunitários, uma enfermeira, um médico, um dentista, um auxiliar de dentista e um profissional de higienização. O telefone é (19) 3535-4140.

Entre os serviços a serem oferecidos na USF estão consultas médicas, pré-natal, puericultura, exame de papanicolau, aplicação de vacinas e entrega de medicamentos. No momento a unidade tem 980 famílias cadastradas (aproximadamente 4.000 pessoas), com expectativa de aumentar esse número após entrar em funcionamento.

A USF São Miguel foi denominada “Jorcelindo Quintino da Silva” a partir de indicação do vereador Paulo Guedes. O homenageado era conhecido comerciante no bairro, dono do Bar do Xerife, que prestou relevantes serviços à comunidade.

Rio Claro registra 456 casos de dengue neste ano

São 442 casos contraídos no município e 14 importados.

Na contramão das ações preventivas que vêm sendo realizadas pela prefeitura de Rio Claro, noventa novos casos de dengue foram confirmados nesta semana no município. Os números foram divulgados na quinta-feira (31) em boletim emitido pela Vigilância Epidemiológica de Rio Claro. São 456 casos confirmados da doença desde o início do ano.

“O trabalho continua sendo feito, inclusive com ações nos bairros e orientações à comunidade e, novamente chamamos a atenção da população sobre a importância de serem adotadas medidas preventivas, impedindo a proliferação do mosquito transmissor”, observa Maria Clélia Bauer, secretária de Saúde.

No caso de sintomas de dengue, a orientação é para que se busque atendimento nas unidades de saúde da família ou nas unidades básicas de saúde, que são a porta de entrada para atendimento na rede pública municipal. No local o paciente encontrará equipe preparada para realizar os procedimentos necessários em cada caso, como coleta de exames e hidratação.

Evitar o acúmulo de água parada é a principal medida para evitar a proliferação do Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela. O trabalho de rotina realizado pela Secretaria de Saúde inclui vistorias realizadas durante a semana pelos agentes do Centro de Controle de Zoonoses. Aos sábados são realizados mutirões nos bairros, com serviços que incluem o recolhimento de possíveis criadouros. Imóveis especiais, como escolas, e pontos estratégicos, como borracharias, também são vistoriados.

Região do São Miguel ganha unidade de saúde da família

Posto de saúde é o sexto inaugurado pela prefeitura em dois anos.

A região do bairro São Miguel em Rio Claro está ganhando uma unidade de saúde da Família (USF). A prefeitura inaugura no sábado, dia 1º de junho, a USF São Miguel “Jorcelindo Quintino da Silva”. A unidade fica na Avenida 62-A, 1750, com Rua 18-A, no bairro Oreste Armando Giovanni, e terá o evento de entrega oficial do prédio às 9 horas. “Estou muito feliz em entregar à comunidade a sexta unidade de saúde da família, ampliando os serviços oferecidos à população”, destaca o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

Além dessa USF, nos últimos dois anos, a prefeitura também concluiu a construção e colocou em funcionamento as unidades dos bairros Santa Elisa, Jardim Progresso, Mãe Preta, Jardim Brasília e Bela Vista. Com isso, o número de unidades subiu de 16 para 22, ampliando em 30% a capacidade de atendimento na atenção básica. “Todas essas unidades estavam com obras abandonadas no início de 2017, foram retomadas e concluídas por nossa administração”, lembra o prefeito Juninho da Padaria.

A secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer, ressalta a importância de ampliar o atendimento na atenção básica, porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS). “Os postos de saúde estão mais perto da população, o que facilita o acesso aos serviços públicos de saúde”, observa Maria Clélia, salientando que a ampliação de atendimento na atenção básica ajuda a desafogar o fluxo de pacientes nas unidades de urgência e emergência.

A USF São Miguel conta com sala de vacina, consultórios, locais para exames, entre outras dependências. O atendimento terá início na segunda-feira (4), com funcionamento de segunda a sexta-feira das 7 às 16 horas. A unidade conta com equipe formada por seis agentes comunitários, uma enfermeira, um médico, um dentista, um auxiliar de dentista e um profissional de higienização. O telefone é (19) 3535-4140.

Entre os serviços a serem oferecidos na USF estão consultas médicas, pré-natal, puericultura, exame de papanicolau, aplicação de vacinas e entrega de medicamentos. No momento a unidade tem 980 famílias cadastradas (aproximadamente 4.000 pessoas), com expectativa de aumentar esse número após entrar em funcionamento.

A USF São Miguel foi denominada “Jorcelindo Quintino da Silva” a partir de indicação do vereador Paulo Guedes. O homenageado era conhecido comerciante no bairro, dono do Bar do Xerife, que prestou relevantes serviços à comunidade.

Sexta-feira é o último dia da vacinação contra a gripe

Vacinação é aplicada nas unidades de saúde; grupo de crianças é o com menor procura pela vacina.

Vacina contra a gripe pode ser tomada até sexta-feira nas unidades de saúde

Sexta-feira, dia 31 de maio, é o último dia da vacinação contra a gripe. As pessoas que fazem parte dos grupos prioritários e que ainda não tomaram a vacina têm apenas três dias para se imunizarem contra a doença. Em Rio Claro, a vacina está disponível em todas as unidades de saúde da família e unidades básicas de saúde.

“É preciso que as pessoas indicadas para tomar a vacina se conscientizem sobre a importância da vacinação e procurem os postos para se protegerem contra a gripe, reduzindo hospitalizações e as complicações da doença”, destaca a secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer, ressaltando que a vacina é eficaz e segura.

De acordo com números divulgados pela Vigilância Epidemiológica, até esta segunda-feira (27) o município de Rio Claro imunizou 36.531 pessoas, o que corresponde a 60,08% da população pertencente aos grupos prioritários. A meta do Ministério da Saúde é vacinar 90% desse público.

Até o momento, o único grupo a atingir a meta de vacinação é o das puérperas, com 92% de cobertura vacinal e 276 doses aplicadas. Os demais grupos ainda estão com baixa procura. Depois das puérperas, o grupo com maior índice de vacinação é o de idosos com 68,58% ou 17.357 pessoas vacinadas, seguido pelos trabalhadores da saúde (58,57% – 3.480), gestantes (57,77% – 1.056), portadores de doenças crônicas (55,74% – 7.258) e professores (51,04% – 1.026).

O grupo com menor índice de vacinação é o das crianças, entre seis meses e cinco anos, no qual a cobertura é de apenas 45,29% com 5.614 pessoas imunizadas. “Estamos nos aproximando do inverno, época de maior circulação do vírus e precisamos que a população procure um posto de saúde para se vacinar e diminuir as chances de transmissão da gripe”, alerta Dinorá Silmara dos Santos, enfermeira responsável pela Vigilância Epidemiológica de Rio Claro.

Além de se imunizar contra a gripe, quem estiver com alguma vacina em atraso poderá colocar a carteira de vacinação em dia.  Para isso basta apresentá-la na unidade de saúde. A lista com endereços e telefones das unidades de saúde de Rio Claro está no site http://www.saude-rioclaro.org.br/enderecos.htm.

Mutirão recolhe mais de uma tonelada de materiais no Mãe Preta

Ação preventiva contra a dengue vem sendo realizada todos os sábados em Rio Claro.

Para que o mosquito da dengue não encontre condições favoráveis para se reproduzir, Rio Claro tem se mobilizado em ações preventivas. No mutirão realizado no sábado (25) no bairro Mãe Preta cerca de 1,4 tonelada de materiais foi recolhida.

As secretarias de Saúde, Meio Ambiente e Obras estiveram envolvidas na ação. “Os agentes percorreram o bairro e recolheram materiais que poderiam ser utilizados como criadouros do Aedes aegypti”, informa Diego Reis, gerente do Centro de Controle de Zoonoses. Orientações à comunidade também fazem parte do trabalho.

“É fundamental que poder público e população atuem juntos nesta causa para que o trabalho realizado alcance o resultado esperado”, frisa Paula Kannebley, diretora de Vigilância em Saúde.

Com o apoio do caminhão cata bagulho, foram recolhidos materiais inservíveis. Também foi realizada limpeza em área de preservação ambiental. “Equipes da Secretaria de Obras realizaram o trabalho, com uso de máquinas”, observa Maria Júlia Guarnieri Baptista, chefe de núcleo de endemias do CCZ, lembrando que o descarte irregular de resíduos é um dos complicadores no combate à dengue.  

Faculdade Anhanguera terá clínica de psicologia para atendimento gratuito

Início do serviço está previsto para agosto deste ano.

A população de Rio Claro terá em breve mais um serviço gratuito para atendimento na área de psicologia. A Faculdade Anhanguera está abrindo clínica que irá atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) encaminhados pela rede pública municipal de saúde. O anúncio foi feito ao prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, nesta segunda-feira (27), pelo professor Renato Cividini Matthiesen, diretor da instituição.

“A clínica de psicologia será aberta no segundo semestre e o início dos atendimentos está previsto para agosto”, informa o diretor, que participou da reunião junto com as consultoras comerciais da Faculdade Anhanguera, Milene Martinez e Grazieli Coelho.

O novo serviço irá funcionar nos moldes da clínica de fisioterapia da faculdade, que desde 2010 presta atendimento gratuito à população, sob a supervisão de profissionais especializados. “Parcerias como essa são importantes porque ampliam o atendimento à população”, destaca o prefeito Juninho da Padaria. “Serviços como esse, para atender pacientes do SUS, têm grande valor para o município e a comunidade”, reforçou a secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer.

Além da nova clínica, Matthiesen também anunciou a abertura de novos cursos: Direito, Educação Física e Engenharia de Produção. A faculdade tem parceria com o município e oferece bolsas com 40% de desconto nas mensalidades de cursos para os servidores municipais. As inscrições para o vestibular estão abertas e os interessados podem obter informações pelo site www.vestibulares.com.br/anhanguera/.

Comerciantes de Rio Claro fazem curso de manipulação de alimentos

Objetivo do setor de saúde é garantir qualidade aos alimentos consumidos pela população.

A Secretaria Municipal de Saúde de Rio Claro iniciou nesta segunda-feira (27) um curso de manipulação de alimentos com 70 alunos. “O objetivo é dar a oportunidade para quem trabalha no preparo e venda de alimentos de ampliar o conhecimento e, desta forma, garantir alimentos de qualidade aos consumidores”, afirma a secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer.

O curso será realizado das 13 às 17 horas, até quarta-feira (29), reunindo alunos previamente inscritos. “São pessoas do comércio varejista do gênero alimentício, incluindo padarias, supermercados, lanchonetes e ambulantes”, explica Aguinaldo Pedro da Silva, coordenador da Vigilância Sanitária do município, acrescentando que “não abrimos mão da fiscalização do comércio, mas estamos sempre oferecendo espaço para que os comerciantes estejam preparados para bem atender o público”.

Durante o curso, os participantes recebem orientações sobre boas práticas na manipulação de alimentos, com abordagem que inclui prevenção à contaminação alimentar e armazenamento e temperatura apropriados para os vários tipos de alimentos.  

“A orientação é também um dos papéis da Vigilância Sanitária, que preventivamente presta serviço fundamental à saúde pública”, observa Paula Kannebley, diretora de Vigilância em Saúde. Ao final do curso, ministrado por técnicos da Visa, os participantes receberão certificado de conclusão.

As chamadas “boas práticas” na alimentação estão definidas em resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa,  que estabelece regulamento técnico englobando procedimentos que devem ser adotados por serviços de alimentação a fim de garantir a qualidade higiênico-sanitária e a adequação de alimentos comercializados  à legislação sanitária.

Rio Claro vacina contra a gripe neste sábado

Vacina poderá ser tomada nas unidades da Av. 29, Wenzel, Cervezão e Vila Cristina.

Quem ainda não tomou a vacina contra a gripe terá mais uma oportunidade de ser imunizado contra a doença. Neste sábado (25) em Rio Claro haverá vacinação nas quatro unidades básicas de saúde do município. As unidades da Avenida 29, Wenzel, Cervezão e Vila Cristina irão abrir das 8 às 17 horas para atender as pessoas que pertencem aos grupos prioritários.

Conforme números divulgados pela Vigilância Epidemiológica, no município 34.809 pessoas foram imunizadas, o que representa 57,25% da população pertencente aos grupos de risco. A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é vacinar 90% desta população.

“Muitas pessoas ainda não receberam a dose da vacina e a orientação é para que quem não tomou a vacina tire se organize para neste sábado ir até a unidade básica e ser vacinado contra a gripe”, destaca Maria Clélia Bauer, secretária de Saúde, lembrando que os postos vão funcionar neste sábado somente para aplicar a vacina contra a gripe e não irão realizar outros serviços.

Devem ser vacinadas crianças de seis meses a cinco anos de idade, gestantes, puérperas, idosos, profissionais de saúde, professores, portadores de doenças crônicas, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, policiais e bombeiros que estão na ativa.

A campanha vai até o dia 31 de maio e de segunda a sexta-feira a vacinação é realizada também nas unidades de saúde da família. A lista com endereços e telefones das unidades de saúde de Rio Claro está no site http://www.saude-rioclaro.org.br/enderecos.htm.

Santa Filomena manifesta interesse em novas parcerias com o município

Projeto para ampliar atendimento de pacientes SUS também tem apoio da Unimed.

O projeto de lei que o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, está encaminhando à Câmara Municipal para novas parcerias com hospitais privados ganhou apoio também do Hospital Santa Filomena. “É uma iniciativa muito boa do prefeito, pois amplia o leque de possibilidades de serviços. Temos a intenção de estabelecer nova parceria, para realizarmos mais atendimentos à população que precisa dos serviços de saúde”, afirmou Lafayette Parreira Duarte, diretor geral do hospital, após participar de reunião com o prefeito e a secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer, no início da tarde desta sexta-feira (24).

“Quanto mais parceiros, com certeza maior o número de pessoas atendidas. E é isto que queremos: atendimento rápido e de qualidade”, afirmou o prefeito Juninho acrescentando que “temos que tratar bem as pessoas que precisam de atendimento médico e, com estas parcerias, podemos fazer mais pela comunidade”.

De acordo com o projeto de lei, a Secretaria Municipal de Economia e Finanças fica autorizada a receber a prestação de procedimentos e aquisição de produtos na área da saúde, como forma de pagamento de depósitos inscritos em Dívida Ativa e tributos a vencer.

“Já temos lei sobre o assunto, que inclusive nos permitiu fazer parceria com o Hospital Santa Filomena, mas pretendemos uma mudança na lei com o objetivo de aprimorar e ampliar o alcance dos serviços e a realização de novas parcerias”, afirma o prefeito Juninho. “Quem está na fila da saúde não pode esperar”, ressalta.

O contrato com o Santa Filomena foi assinado em outubro de 2017 e renovado em novembro passado para a realização de cirurgias eletivas, como remoção de vesícula biliar, cirurgias de hérnia, remoções de úteros e miomas, entre outras.

O Hospital da Unimed, que também se mostrou interessado em estabelecer parceria com a prefeitura, na segunda-feira (20) fez reunião com o prefeito Juninho, com o presidente da Câmara Municipal, vereador André Godoy, e com a secretária Maria Clélia, para tratar do assunto.

Conforme explica o prefeito Juninho em sua mensagem de encaminhamento do projeto à Câmara, a eficácia da atual legislação, na prática, se mostrou limitada, pois os hospitais parceiros são responsáveis apenas pela cessão da sala cirúrgica, cabendo ao município o fornecimento dos profissionais e insumos. Além disso, a atual lei limitou os tipos de procedimentos a serem realizados. “A possibilidade de ampliar os tipos de procedimentos também será um avanço muito grande”, observa Maria Clélia.

O presidente André Godoy é enfático ao manifestar seu apoio ao projeto de mudança da lei. “Acredito que só as parcerias podem auxiliar a prefeitura a resolver grandes demandas da população e no setor de saúde isto se faz urgente. Como gestores públicos temos que buscar e incentivar estas alternativas”, afirmou.

Da reunião desta sexta-feira (24) também participaram Adenir Batista Gomes, diretora operacional do Santa Filomena; Eleny Freitas de Almeida, diretora de Gestão do SUS; a chefe de gabinete da Secretaria de Saúde, Amanda Servidoni da Silva; e Kátia de Souza, diretora administrativa e financeira da Secretaria da Saúde.