Unidade de saúde do Santa Elisa inicia atendimento na segunda-feira

Após grande tempo abandonado, o prédio da unidade de saúde do bairro Santa Elisa foi reiniciado no ano passado pela prefeitura e passará a funcionar na próxima segunda-feira (26).

Denominada Unidade de Saúde da Família “Dr. Acácio Jorge”, foi concluída no início deste ano e inaugurada na manhã deste sábado (24) pelo prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “Sei que vocês esperaram há muito tempo por essa unidade de saúde, e agora ela é realidade e vai garantir a todos um atendimento digno”, disse Juninho.

Localizada na Rua 25, entre as avenidas 42 e 48, a unidade de saúde vai atender de segunda a quinta-feira das 7 às 16 horas, e às sextas-feiras das 7 às 14 horas. Mais de 4.800 pessoas do Jardim Santa Elisa e bairros vizinhos estão cadastradas. Na USF do Santa Elisa as famílias serão atendidas em demanda espontânea e, assim como nas demais USFs do município, os pacientes que precisarem terão atendimento em domicílio.

“Aqui está mais um fruto dos esforços e seriedade da nossa gestão com a saúde da população”, ressaltou Juninho, lembrando que ainda neste ano mais cinco unidade de saúde serão entregues. Todas construídas em parceria com o governo federal.

“Rio Claro vive um momento histórico. Os investimentos em unidades de saúde, por exemplo, vão ampliar em mais de 30% o atendimento à população”, comenta o secretário de Saúde, Djair Francisco.

“Rio Claro está demonstrando seu compromisso com a população ao ampliar o acesso a um atendimento em saúde de qualidade”, disse o vereador e presidente da Câmara Municipal, André Godoy, autor do projeto que dá nome à unidade em conjunto com a vereadora Maria do Carmo Guilherme.

“Rio Claro vive uma nova fase na saúde pública, com o governo do Juninho. Por isso, como deputado estou e estarei sempre pronto a colaborar com seu governo, para a melhoria da nossa cidade”, afirmou o deputado Aldo Demarchi na solenidade, que também teve as presenças dos vereadores Júlio Lopes, Irander Augusto, Geraldo Voluntário e Adriano La Torre, e do vice-prefeito Marco Antonio Bellagamba.

Um dos filhos do doutor Acácio Jorge, o também médico Marcelo Amissi Jorge, falou sobre o pai e agradeceu pela homenagem. “Foram 80 anos de uma vida dedicada às pessoas. Que a equipe que irá atender nessa unidade que leva o seu nome inspire-se todos os dias no exemplo de meu pai. Só temos a agradecer pela homenagem”, afirmou Marcelo.

Câmara aprova reajuste de 5% para os servidores municipais

Proposta do prefeito Juninho da Padaria para novos salários já está em vigor.

O funcionalismo público municipal de Rio Claro terá ganho real nos salários e no vale-alimentação num reajuste antecipado em dois meses antes da data base, que era 1º de abril. Isso porque a Câmara Municipal aprovou nesta semana o reajuste de 5% conforme projeto do prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, aos servidores municipais.

Para que a proposta fosse aprovada em tempo hábil para ser incluída na folha de fevereiro, a Câmara agilizou a tramitação e votação do projeto. “Votamos a proposta em regime de urgência para beneficiar os servidores que já vão receber o reajuste no início de março”, explica André Godoy, presidente da Câmara de Vereadores.

Com a proposta feita pelo prefeito e aprovada pelos vereadores, a categoria terá reajuste acima da inflação. A estimativa é de que o índice da inflação fique em 3%, o que dará um ganho real de 2% para o funcionalismo. “Essa antecipação de reajuste com ganho real reafirma o nosso compromisso de valorizar o funcionalismo”, afirma Juninho da Padaria, destacando o esforço conjunto da administração para conceder os 5%.

“No ano passado, com escassez de recursos e orçamento aprovado pelo governo anterior, conseguimos apenas repor a inflação. Neste ano, com planejamento e economia, pudemos conceder reajuste com ganho real nos salários”, acrescenta.

Além do reajuste de 5%, o vale-alimentação será reajustado em 26%, passando de R$ 310,00 para R$ 390,00. Esses valores serão aplicados a partir de 1º de fevereiro para os servidores ativos e inativos da prefeitura e autarquias, e pensionistas. O índice de reajuste para os servidores do Legislativo será o mesmo da prefeitura.