Baile de Aniversário é atração na quarta-feira em Rio Claro

Em comemoração ao aniversário de Rio Claro, que completa neste mês 191 anos, o Fundo Social de Solidariedade realiza baile na quarta-feira (20) a partir das 14 horas no Grupo Ginástico. O Baile de Aniversário reúne centenas de pessoas, especialmente os idosos. A entrada é gratuita.

“Além dos participantes de grupos da terceira idade, toda a comunidade está convidada a comemorar conosco mais um aniversário de Rio Claro”, destaca Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social.

Quem gosta de dançar terá como trilha sonora sucessos interpretados por Amauri e banda, que devem alegrar a festa. Tradicionalmente este é um dos eventos mais animados do calendário de aniversário e neste ano não deve ser diferente.

Chegada do inverno aumenta riscos de gripe H1N1

O inverno começa oficialmente às 7h07 dessa quinta-feira, dia 21 de junho. E com ele aumentam consideravelmente os riscos de contaminação pelo vírus influenza e suas variantes. O meio mais eficaz de se prevenir contra a doença é tomando a vacina, que está disponível nas unidades de saúde do município.

A campanha nacional de vacinação contra a gripe, que terminaria em 15 de junho, foi prorrogada novamente pelo Ministério da Saúde. A orientação é que os municípios continuem vacinando as pessoas que pertencem aos grupos prioritários.  A partir do dia 25 de junho também poderão ser vacinadas crianças entre 5 e 9 anos e adultos entre 50 e 59 anos.

O setor de infectologia da Fundação Municipal de Saúde explica que o vírus da gripe, inclusive o H1N1, circula no ar, sobretudo em dias mais secos e frios, daí a importância de as pessoas que pertencem aos grupos prioritários se vacinarem.

Desde o início da campanha até quinta-feira (14), 31.100 pessoas tinham sido vacinadas contra a gripe em Rio Claro. O município teria que vacinar pelo menos 42 mil pessoas pertencentes aos grupos prioritários para receberem a vacina, conforme determinação do Ministério da Saúde. No entanto, a baixa procura pela vacina por parte de gestantes e crianças de seis meses a quatro anos preocupa as autoridades de saúde. Das 10.140 crianças nessa faixa etária que devem ser vacinadas em Rio Claro, apenas 4.309 receberam a vacina, o que representa pouco mais de 42% do total. Entre as gestantes, das 1.801 que deveriam ser vacinadas, 833 procuraram os postos de vacinação no município.

Entre os trabalhadores da saúde, ao todo foram vacinadas 5.525 pessoas. Grande adesão também foi entre as puérperas. Para estas, a Vigilância Epidemiológica de Rio Claro conseguiu atingir 100% da meta. Entre idosos e professores, cerca de 75% foram vacinados.

Os grupos prioritários são formados por crianças de seis meses a cinco anos, pessoas com 60 anos ou mais, gestantes, mães com até 45 dias após o parto, profissionais da saúde, professores das redes pública e particular de ensino, população indígena, portadores de comorbidades, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade, como adolescentes internados em instituições socioeducativas.

Os horários de vacinação são de segunda a quinta-feira das 7h30 às 15h30 e de sexta-feira das 7h30 às 13h30 (USF) e de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 15h30 (UBS). A lista com endereços e telefones das unidades de saúde pode ser consultada no site www.saude-rioclaro.org.br.

Fórum reúne trabalhadores sociais para discutir violência

Rio Claro sediou na sexta-feira (15) o décimo terceiro Fórum Regional da Proteção Social Especial, que teve como tema “A violência instalada e as estratégias de intervenções”. Profissionais das áreas de Serviço Social, Pedagogia, Psicologia e Educação Social de várias cidades estiveram no auditório do Núcleo Administrativo Municipal para participar das atividades.

“O Fórum promoveu a troca de experiências e resultados entre profissionais de vários municípios, além de capacitar funcionários para o desenvolvimento de melhorias nos serviços oferecidos”, observa Erica Belomi, secretária do Desenvolvimento Social.

Apresentação do coral Encanto Jovem da Guarda Mirim de Rio Claro abriu as atividades, para que, em seguida, o público acompanhasse palestra com Jacqueline Sinhoretto, professora doutora do Departamento de Sociologia da UFSCAR. A professora falou sobre políticas públicas municipais em relação à violência, traçando paralelos entre os índices de violência e racismo no Brasil.

Ricardo Brainer Zampieri, 8º Promotor de Justiça de Bragança Paulista, apresentou ao público avanços no trabalho e ações para combater e minimizar o número de adolescentes envolvidos no narcotráfico.

Também participaram da atividade o deputado estadual Aldo Demarchi, os vereadores Adriano La Torre e Geraldo Voluntário, que representou André Godoy, presidente da Câmara Municipal, e Marco Aurélio Campos, presidente do Conselho Municipal da Assistência Social.

Prefeitura promove ciclo de palestras com temas ambientais

As ações do projeto Junho Verde Azul continuam ao longo do mês no município. A prefeitura de Rio Claro, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, promove na terça e quinta-feira desta semana, um ciclo de palestras com temas ambientais. As atividades serão realizadas em parceria com o Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE) da Unesp Rio Claro, com apoio da Federação Brasileira de Geólogos (Febrageo) e da Associação Brasileira de Geologia de Engenharia e Ambiental (ABGE).

As palestras serão realizadas no anfiteatro do IGCE, no campus da Unesp no bairro Bela Vista, com entrada gratuita e aberta à comunidade. A atividade nesta terça-feira (19) terá início às 18 horas quando será debatido o tema “Geoconservação e Áreas preservadas: exemplo de Ilha Bela”, que será apresentado pelo engenheiro ambiental, Flavio Henrique Rodrigues, doutor em Geociências e Meio Ambiente. E logo em seguida, às 18h40, o geólogo e mestrando em Geociências e Meio Ambiente, André de Andrade Kolya,  ministrará o tema “Geopark: uma estratégia de desenvolvimento sustentável”.

O ciclo de palestras continua na quinta-feira (21), a partir das 18 horas, quando o geógrafo Vitor Baganha Carita, mestrando em Geociências e Meio Ambiente, falará sobre “Desafios da Gestão Municipal de Resíduos da Construção Civil: realidades e perspectivas para o município de Rio Claro”. E encerrando as palestras, às 18h40, a engenheira ambiental Cintia Minori Takeda abordará o tema “Proposta de Cobrança pelos Serviços de Coleta e Disposição Final de Resíduos Domiciliares: Estudo de caso do município de Rio Claro”.

O projeto Junho Verde Azul consiste em 15 atividades que são realizadas ao longo do mês em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado no dia 5 de junho. O evento é realizado pela prefeitura com apoio da BRK Ambiental, do Grupo Komedi, Unesp, Shopping Rio Claro, Grupo Palhaços Espaguetes e Covabra Supermercados.

A realização do Junho Verde Azul é mais uma ação que faz parte das diretivas do “Programa Município Verde Azul”, iniciativa do governo estadual que pontua investimentos ambientais feitos pelos municípios. As cidades que atingem a pontuação necessária obtêm o certificado e garantem prioridade na captação de recursos do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição (Fecop).

Salão de Artes Plásticas tem obras expostas no Casarão da Cultura

As mais de 30 obras expostas na 36ª edição do Salão de Artes Plásticas de Rio Claro podem ser vistas até dia 31 de julho no Casarão da Cultura. Público expressivo acompanhou a abertura e premiação aos vencedores do Salão, realizadas no sábado (16), com apresentação musical de Trio de Jazz.

“Salões de arte como este ajudam a criar nas pessoas o gosto pela arte, despertam nelas sentimentos e reflexões, abrem novos horizontes e promovem a difusão e o encontro das linguagens inovadoras e tradicionais”, ressalta Daniela Ferraz, secretária da Cultura. O Salão de Artes Plásticas de Rio Claro é um dos mais tradicionais eventos em comemoração ao aniversário da cidade, que completa 191 anos no dia 24 de junho.

A visitação ao Salão é gratuita e pode ser feita de terça a sexta-feira das 8 às 16h30, e aos sábados e domingos das 9 às 13 horas, no Casarão da Cultura, na Avenida 3 com a Rua 7. O Salão de Artes deste ano teve 321 obras inscritas, de 127 artistas, divididas entre as categorias Acadêmica, Contemporânea e Novos Olhares, incorporada neste ano ao Salão. A classificação das obras inscritas foi realizada a partir de avaliação da comissão julgadora formada por Laura Gorski, Flávia Mielnik e Renata Solci Madeira Cruz.