Prefeito e secretário pedem que pessoas se vacinem contra gripe

O município de Rio Claro está seguindo as determinações do Ministério da Saúde na realização da vacinação contra a gripe. A mais recente orientação foi para vacinar também as pessoas de 50 a 59 anos e as de 5 a 9 anos. “Temos 18 postos de vacinação, mas infelizmente nem todas as pessoas que poderiam tomar a vacina estão tomando”, lamentou o secretário municipal de Saúde, Djair Francisco, durante reunião com o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “Montamos toda a estrutura para atender a população, mas infelizmente muita gente dos grupos prioritários não está procurando os postos de vacinação”, comentou Djair.

O secretário e o prefeito fazem um apelo para que as pessoas que estão nos grupos liberados para a vacina pelo Ministério da Saúde compareçam aos locais de vacinação. “Quando a campanha iria ser iniciada fomos à Brasília e pedimos que fossem garantidas doses em quantia suficiente para atender Rio Claro. Fomos atendidos, a Secretaria de Saúde tem vacina para todos dos grupos prioritários. Não há motivo, portanto, para as pessoas não se vacinarem, é um cuidado importante com a saúde”, ressaltou o prefeito Juninho.

Neste ano, a vacina distribuída pelo governo federal protege contra os vírus H1N1, Influenza B e H3N2. Para receber a dose da vacina, as pessoas incluídas nos grupos prioritários determinados pelo Ministério da Saúde devem procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou Unidade de Saúde Família (USF). Os horários de vacinação nas USFs são de segunda a quinta-feira, das 7h30 às 15h30 e de sexta-feira, das 7h30 às 13h30 (USF). Nas UBSs a vacina é aplicada de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 15h30.

Além das crianças com idade entre cinco e nove anos e adultos entre 50 e 59 anos, devem ser vacinadas crianças de seis meses a cinco anos, pessoas com 60 anos ou mais, gestantes, mães com até 45 dias após o parto, profissionais da saúde, professores das redes pública e particular de ensino, população indígena, portadores de comorbidades, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade, como adolescentes internados em instituições socioeducativas.

Seleção feminina de handebol de Cuba participa de torneio em Rio Claro

A partir desta quinta-feira (28) a seleção cubana feminina de handebol estará em Rio Claro para participar de jogos pelo Torneio Internacional 10 anos da Liga de Handebol do Estado de São Paulo (LHES). A delegação é composta por 16 atletas e quatro integrantes da comissão técnica. Além das atletas de Cuba, a competição contará com equipes das cidades de Bauru, Tietê e Sorocaba. Os jogos acontecem até a próxima terça-feira, 3 de julho.

A vinda da delegação de Cuba à Rio Claro foi viabilizada através de parceria com a Liga de Handebol do Estado de São Paulo (LHESP) e do Instituto Crescer no Esporte, cuja equipe de handebol tem se destacado em competições locais e estaduais. E os atletas contam com apoio da prefeitura municipal por meio da Secretaria dos Esportes e Turismo (Setur).

O coordenador do Instituto Crescer no Esporte, Alexandre Conttato Colagrai, explica que freqüentemente a liga proporciona cursos com importantes personalidades do handebol. Em 2017 quem esteve em Rio Claro para ministrar o curso foi o técnico da seleção cubana masculina, que conheceu o projeto Crescer no Esporte. E foi por meio deste que, neste ano, Rio Claro recebe a equipe cubana feminina para o torneio.

“O projeto social Crescer no Esporte existe há 13 anos e temos uma trajetória muito marcante. Desde o ano passado contamos com o importante apoio do secretário Ronald Penteado, o que possibilitou voltarmos a participar de competições estaduais e obtivemos ótimos resultados nos Jogos Regionais e Abertos de 2017. Foi algo que deixou o handebol de Rio Claro em destaque. E agora esse contato com uma seleção internacional será enriquecedor para nossos alunos”, destaca Colagrai.

O titular da Setur, Ronald Penteado, avalia que receber a seleção cubana feminina é fruto de um trabalho desenvolvido com seriedade. “É um trabalho que atinge muitas famílias e que reflete de forma positiva. Agora a vinda de uma seleção internacional é mais uma oportunidade de conhecimento e crescimento para todos os envolvidos”, observa.

A programação da Seleção de Handebol Feminino de Cuba começa com treino nesta quinta-feira (28), a partir das 14h30, no Ginásio da Lagoa Seca do Cervezão. Na sexta-feira (29) pela manhã acontece visita social no Panorama e a partir das 14 horas ocorre treino no Ginásio do Sesi.

As competições pelo torneio têm início às 18h15 de sexta-feira (29), no Ginásio do Sesi, com jogo entre Sorocaba e Bauru. Às 20h15 será a vez de Cuba e Tietê. Na manhã de sábado (30) a equipe treina na academia do Sesi. Às 14 horas acontece jogo entre Bauru e Tietê e, às 16 horas, Cuba enfrenta a equipe de Sorocaba. Às 10 horas de domingo (1º) tem novo jogo entre Tietê e Sorocaba e, às 12 horas, Cuba e Bauru.

Além do torneio a seleção cubana feminina realiza alguns jogos amistosos no Ginásio da Lagoa Seca do Cervezão. Na segunda-feira (2) o amistoso será às 19 horas entre Cuba e Franca. Na terça (3), às 19 horas, a equipe enfrenta Indaiatuba. Antes, porém, a partir das 10 horas, as atletas cubanas estarão treinando na academia da Setur. Os amistosos fazem parte da preparação da equipe cubana para os Jogos Americanos e Caribe, que acontecem no final de julho, na Colômbia.

Enfermeiros municipais pleiteiam redução de jornada

Aproximadamente 300 profissionais da área de enfermagem estão reivindicando carga horária de 30 horas semanais na rede pública municipal de saúde. O assunto foi levado ao prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, na manhã desta quarta-feira (27), por um grupo de funcionários em reunião da qual também participaram o secretário de Saúde, Djair Francisco, e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Rio Claro (Sindmuni), Tu Reginatto.

“Vamos avaliar o impacto financeiro e a questão legal de uma eventual mudança”, afirmou o prefeito Juninho, lembrando que outras categorias também aspiram alguma mudança. “Temos que agir com responsabilidade, pensando sempre que o objetivo é honrar a folha de pagamento dos servidores”, destacou Juninho.

De acordo com Rorinei dos Santos Leal, do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren), Rio Claro criou um grupo de trabalho em 2016 para estudos técnicos sobre a viabilidade das 30 horas, situação que já é aplicada em 210 municípios paulistas e também pelo governo estadual.

O secretário Djair ressaltou que “dentro das possibilidades legais e financeiras, a administração municipal sempre apoia o que traz melhores condições de trabalho aos servidores e de atendimento à população”.  Tu Reginatto salientou a importância da mudança para os servidores e a comunidade, e observou que a presença de um profissional de enfermagem – Cesar Roberto  Camargo – no quadro de diretores do Sindmuni certamente será um facilitador para o sindicato acompanhar mais de perto o assunto.