Daae inicia força-tarefa para tapar buracos na cidade

Trabalho é intensificado para fechar buracos provenientes de manutenção na rede de água.

Depois do plantão permanente implantado pela prefeitura, também o Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae) de Rio Claro intensificou o fechamento de buracos em vias públicas. Na manhã de quinta-feira (7), a autarquia iniciou força-tarefa para o reparo asfáltico nos buracos provenientes de reparos na rede de água.

“O prefeito tem nos cobrado muito para providências nesse setor e, agora, com a empresa contratada, esse trabalho será feito continuadamente, desde que a condição climática seja favorável”, explica o superintendente do Daae, Paulo Roberto Bortolotti.

A empresa vencedora da concorrência pública foi a FPF Construções e Serviços Ltda – EPP. O contrato tem duração de 12 meses, no valor de R$ 1.608.999,999.

Até então, os reparos eram feitos com massa asfáltica fria, que tem menor durabilidade. Agora, é utilizado o concreto betuminoso, usinado a quente (CBUQ), popularmente conhecida como “massa quente”, um dos tipos de revestimentos asfálticos mais utilizados nas vias urbanas e rodovias brasileiras. “O uso da massa quente proporciona uma vedação por completo, com maior duração do reparo e mesmo que chova no dia seguinte, o risco do serviço ser desfeito é praticamente nulo”, finaliza o superintendente do Daae.

Ao finalizar os serviços na rede de abastecimento, a equipe de manutenção do Daae faz a compactação e preparação do solo para que, posteriormente, a empresa especializada faça o reparo asfáltico com a massa quente. Neste primeiro dia de ação, buracos de grande extensão foram fechados em bairros como Jardim Kennedy, Jardim Guanabara e Cidade Jardim.

“Sabemos que os buracos causam transtornos a motoristas e pedestres e estamos trabalhando de forma intensa para atender os pedidos da comunidade”, afirma Paulo Roberto Lima, secretário municipal de Obras, que durante o carnaval acompanhou as equipes da prefeitura no plantão permanente de tapa-buracos.

Com abono de R$ 200,00, prefeito encaminha reajuste de 3,79% aos servidores municipais

Proposta será avaliada em assembleia dos servidores na quarta-feira e pela Câmara de Vereadores.

Reajuste de 3,79% nos salários, aumento de 10,2% no vale-alimentação e abono de Natal de R$ 200,00. Estes são os números da proposta apresentada pela prefeitura de Rio Claro aos servidores públicos municipais após uma série de reuniões com representantes do sindicato da categoria.

“Estamos oferecendo ao funcionalismo aquilo que as condições financeiras do município permitem e o sindicato, que tem dialogado de forma transparente, entendeu nosso posicionamento”, afirma o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

Além do reajuste de 3,79% nos salários, a proposta prevê um aumento de 10,2% no vale-alimentação que subirá de R$ 390,00 para R$ 430,00 e R$ 200,00 de abono de Natal. Este abono chegou a ser anunciado em R$ 100,00, mas dobrou de valor após as negociações com o sindicato. Está previsto ainda aumento no valor do vale-refeição dos vigias patrimoniais para R$ 21,00. Este vale chegou a ficar nove anos com valor em R$ 11,00, só tendo alteração na atual gestão municipal.

“Tudo isto será avaliado na assembléia que faremos na próxima quarta-feira, às 17h30, no NAM”, afirma Tu Reginatto, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, acrescentando que as cláusulas sociais do acordo ainda estão em discussão jurídica.

O prefeito Juninho está encaminhando projeto para análise e votação dos vereadores. “A Câmara Municipal estará sempre apoiando as decisões que beneficiam e valorizam os servidores municipais”, afirmou o vereador André Godoy, presidente da Câmara de Vereadores.

Se aprovados, os novos valores serão aplicados a partir de 1º de fevereiro para os servidores ativos e inativos da prefeitura e autarquias, e pensionistas. O índice de reajuste para os servidores do Legislativo será o mesmo da prefeitura.

Os termos da proposta aos servidores foram anunciados em reunião na tarde de quinta-feira (7), da qual também participaram o secretário de Finanças, Gilmar Dietrich, e os diretores sindicais Edson Varussa e Fábio Dal Prá.

Desconto na parcela única do IPTU termina na 2ª-feira

Dia 11 também vence primeira parcela com desconto.

Em Rio Claro o pagamento da parcela única e da primeira parcela do IPTU 2019 pode ser feito com descontos até a segunda-feira, dia 11. A parcela única paga no prazo rende 10% de abatimento no valor total do carnê e cada parcela paga em dia tem 3% de desconto. “Ainda é possível economizar, pagar o IPTU em dia é vantajoso para o contribuinte e para o município, pois esse tributo representa importantes recursos para investimentos em obras e serviços”, destaca o secretário municipal de Economia e Finanças, Gilmar Dietrich, frisando que o prazo para o pagamento da segunda parcela vence no dia 20 deste mês.

Quem preferir pode imprimir a guia de pagamento da parcela única e das parcelas a partir do site da prefeitura, no endereço eletrônico www.rioclaro.sp.gov.br. O link “IPTU 2019” fica no alto da página. Como o prazo da parcela única e da primeira parcela venceriam em 20 de fevereiro, data que está no carnê, e foram prorrogadas para 11 de março, a prefeitura oferece a opção de retirar a guia com datas atualizadas no Atende Fácil (Avenida 2 entre ruas 2 e 3, Centro, de segunda a sexta-feira das 8 às 16 horas). Basta levar um carnê do IPTU.

“Além disso, emitimos circular abrindo a possibilidade de que todas as agências bancárias recebam o IPTU 2019 no novo prazo”, explica o diretor do Atende Fácil, Jéferson Araújo.

O tributo vem sendo pago na Caixa Federal e casas lotéricas e, para correntistas, nos caixas eletrônicos ou internet banking do Bradesco, Santander, Itaú, Banco do Brasil e na cooperativa de crédito Sicoob.

O município lançou 97 mil carnês do IPTU 2019. Desde o início de janeiro as guias de pagamento estão disponíveis no site da prefeitura (www.rioclaro.sp.gov.br). Não há aumento real no valor do IPTU em relação ao ano passado, apenas atualização monetária, de 4,53%, relativa à inflação aferida entre outubro de 2017 e setembro de 2018 pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do IBGE.

Isenção

O prazo para pedido de isenção do IPTU também termina na segunda-feira, dia 11. Têm direito à isenção do IPTU os aposentados e pensionistas que ganham até dois salários mínimos e possuem apenas um imóvel, onde residem. As solicitações podem ser feitas pelo site da prefeitura ou no Atende Fácil.

Mais de 7.000 visitas em mutirões contra a dengue

Desde o início do ano foram removidas 6,8 toneladas de criadouros do mosquito Aedes aegypti

Desde o início deste ano, a prefeitura de Rio Claro, por meio da Fundação Municipal de Saúde, já realizou cinco mutirões de combate ao mosquito Aedes aegypti. As ações envolveram o trabalho de agentes de combate às endemias, do Centro de Controle de Zoonoses na orientação e eliminação de criadouros do Aedes, e equipe da Secretaria do Meio Ambiente com o caminhão Cata Bagulho, no recolhimento dos criadouros e lixo descartado de forma irregular em terrenos.
As ações resultaram neste ano num total de 7.114 imóveis vistoriados pelos agentes e 6.780 quilos de entulhos, pneus velhos, restos de construção, móveis e outros itens que servem de criadouros ao mosquito. Os dados foram apresentados na manhã desta quinta-feira (07) durante reunião da Sala de Situação de Arboviroses, que envolve várias secretarias municipais.
Os dados apresentados referem-se aos mutirões realizados nos dias 19 e 26 de janeiro e nos dias 2, 9 e 23 de fevereiro em onze bairros: Bonsucesso, Novo Wenzel, Bom Retiro, Jardim Progresso I, Jardim Progresso II, Ipanema, Parque São Jorge, Jardim São João, Jardim Azul, São Miguel e Oreste Giovanni.
O investimento no combate ao Aedes se reflete no número considerado baixo de casos de dengue registrados no município desde o final do ano passado, apenas oito. Na gestão do prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, a Fundação Municipal de Saúde contratou mais 30 agentes de endemias, passando de 19 para 49 profissionais, a partir de concurso público.
Os alertas das autoridades de saúde são constantes para que a população faça o descarte correto de materiais. O município conta com ecopontos, serviço de cata bagulho, coleta seletiva e coleta de lixo domiciliar. Mais informações sobre o trabalho dos agentes do Centro de Controle de Zoonoses podem ser obtidas pelo telefone 3523-8663, inclusive aos sábados das 8 às 13 horas.

Em nova análise, Ares-PCJ reafirma boa qualidade da água distribuída pelo Daae em Rio Claro

Monitoramento é feito mensalmente em pontos aleatórios da cidade e novamente não foi encontrada nenhuma anormalidade no sistema de distribuição de água.

Um dos principais propósitos do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae) de Rio Claro é levar água com qualidade às torneiras de todo o município, sempre com responsabilidade com a saúde pública.
Esse compromisso foi novamente confirmado pela Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (Ares-PCJ) em novo monitoramento feito na rede de abastecimento da cidade.
O documento, assinado por Carlos Roberto Belani Gravina, diretor técnico-operacional da Ares-PCJ, atesta que a mais recente análise feita na água de Rio Claro indica novamente “nenhum parâmetro em desconformidade com a legislação vigente”.
“Estamos mantendo a qualidade dentro dos parâmetros exigidos pelo Ministério da Saúde, sempre preocupados com o bem-estar de toda a população”, afirma o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que recebeu o ofício em seu gabinete.
A Ares-PCJ realiza mensalmente, monitoramentos da qualidade de água distribuída, com coleta e análise de amostras retiradas da rede de distribuição, feitas por um laboratório contratado pela própria Agência Reguladora, de forma sigilosa e em pontos aleatórios da rede de distribuição de água do município.
Na amostra são analisadas a cor aparente, turbidez, quantidade de ferro, manganês, alumínio e fluoreto, além das cloraminas totais, cloro residual livre e o PH da água. Também foram asseguradas a ausência de coliformes fecais e a Escherichia coli, bactéria que causa doenças como diarreia e infecção urinária.
“Temos recebido avaliações positivas todos os meses, o que reforça à nossa maneira de trabalhar, sempre seguindo nosso objetivo, que é fornecer água de qualidade à população”, comenta o superintendente do Daae, Paulo Roberto Bortolotti, que também recebeu cópia do documento.
Para assegurar a qualidade da água, há anos, o Daae faz um rígido trabalho na análise da água, com a coleta diária de 10 amostras, realizando cerca de 150 análises todos os dias. Equipes rotativas trabalham 24 horas por dia, seguindo um rígido controle de dosagem de produtos químicos e acompanhamento dos padrões de qualidade, conforme as determinações do Ministério da Saúde. Além disso, análises de controle de qualidade da água são feitas a cada hora antes da saída da água tratada para toda a cidade.
Esses cuidados abrangem todo o sistema de distribuição das duas Estações de Tratamento de Água (ETA 1 e ETA 2), que funcionam diuturnamente, com análises de controle de qualidade feitas a cada hora antes da saída da água tratada para toda a cidade.
A autarquia ressalta ainda que quando acontece eventuais casos de turbidez (cor mais escura) da água em alguns bairros, o Daae reafirma a qualidade em sua composição e orienta a população a relatar esses casos ou solicitar descarga de cavalete e teste da qualidade da água em seu imóvel por meio de agendamento, que deve ser feito pelo telefone 0800-505-5200 ou presencialmente em sua sede, na Avenida 8-A, 360, bairro Cidade Nova, de segunda à sexta-feira, das 9 às 15 horas.
“A equipe do Daae tem responsabilidade com a saúde pública. A água que chega às torneiras dos imóveis em todo o município é de qualidade e própria para consumo”, finaliza Bortolotti.

Prefeitura manteve serviços de tapa buracos durante o carnaval

Serviços foram realizadas de sábado a terça-feira com duas equipes.

Com as chuvas, o número de buracos nas ruas e avenidas aumenta e gera transtornos a motoristas e pedestres. Preocupada com a situação, a prefeitura de Rio Claro adotou estratégias emergenciais, entre elas, o sistema de plantão permanente das equipes de tapa buracos para que entrem em ação todas as vezes que as condições climáticas forem favoráveis. “Com chuva, não adianta fazer o serviço porque é tempo de trabalho e material perdidos”, afirma o secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima. “O ideal seria só trabalharmos com massa quente, mas temos uma usina fria, que herdamos, e nos dois primeiros anos o orçamento não permitiu investimentos maiores”, afirma.
Durante o carnaval, duas equipes de tapa-buracos trabalharam em plantão permanente. Nesta quarta-feira os serviços foram feitos na Rua 30 do Jardim Paulista 1 e, à tarde, no acesso ao Jardim Maria Cristina.
De acordo com o secretário de Obras, a situação do asfalto em Rio Claro é ruim em grande parte pelo fato de a malha viária ter pavimentação muito antiga. Rio Claro tem aproximadamente 700 quilômetros de vias públicas e as pavimentadas, em sua grande maioria, já estão com a vida útil comprometida.
Além dos buracos abertos pelas chuvas ou má condição do asfalto, o município também vai intensificar nos próximos dias o fechamento de buracos abertos para manutenção do sistema de distribuição de água. O serviço estava sendo realizado em ritmo mais lento também pelo fato do Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae) estar realizando concorrência pública para a contratação da empresa que retomará o serviço. “Finalizamos o processo e queremos que o serviço seja iniciado o mais rápido possível, no mais tardar nesta semana, se as chuvas não atrapalharem”, explica o superintendente do Daae, Paulo Bortolotti.
A empresa contratada, a FPF Construções e Serviços, assinou contrato de 12 meses com o Daae, em investimento de R$ 1,6 milhão. “Queremos que nos próximos dois meses todos os buracos abertos para obras na rede de água sejam fechados e, para isso, montaremos uma força-tarefa envolvendo a empresa e equipe de manutenção do Daae para agilizar esse trabalho”, conclui Bortolotti.