Rio Claro vai inaugurar novos postos de saúde

Médicos e outros profissionais classificados em concurso estão sendo chamados.


Prédio no Jardim São Miguel onde funcionará uma dos novos postos de saúde.

Em breve, o município de Rio Claro passará a contar com três novas unidades de saúde da família (USF). Para isto, a Secretaria Municipal de Saúde está convocando os candidatos classificados no concurso público realizado em fevereiro.

“Já realizamos o cadastramento das famílias que serão atendidas nas unidades do Jardim Brasília, Bela Vista e São Miguel e, agora, estamos finalizando a montagem das equipes que farão os atendimentos”, informa a secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer.

Estão sendo convocados os candidatos classificados a cargos de médico, cirurgião dentista, agente de serviços gerais, auxiliar de saúde bucal, enfermeiro e técnico de enfermagem. No total, 50 candidatos estão sendo chamados para apresentarem os documentos.

A lista com os nomes, dias e horários da entregas da documentação está na edição da sexta-feira (5) do Diário Oficial do Município, no endereço eletrônico www.rioclaro.sp.gov.br.

O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, destaca que a entrega de mais estas três unidades confirma o compromisso do governo municipal com o setor de saúde. “Quando assumimos em 2017, encontramos seis prédios abandonados. Todos foram concluídos, os do Mãe Preta, Progresso e Santa Elisa já estão atendendo as famílias e logo os outros três também estarão de portas abertas”, afirma Juninho, acrescentando que “são postos de saúde mais próximos da família”.

A prefeitura de Rio Claro também está providenciando a reforma dos prédios das unidades de saúde do Jardim das Palmeiras e do bairro Wenzel.

Cine Biblioteca tem Gênio Indomável na terça-feira

Exibição será na biblioteca do Centro Cultural

O filme Gênio Indomável será exibido nesta terça-feira (9) às 19h30 na biblioteca do Centro Cultural “Roberto Palmari”, em Rio Claro. A entrada é gratuita e a classificação indicativa é 14 anos.

A exibição está inserida na programação do Cine Biblioteca, promovido pela Secretaria Municipal da Cultura. “O objetivo do projeto é ampliar as atividades realizadas no espaço da biblioteca e promover o conhecimento por meio da cultura”, observa Daniela Ferraz, secretária da Cultura.

Estrelado por Matt Damon e Robin Williams, Gênio Indomável narra a história de um jovem que já teve algumas passagens pela polícia e, servente de uma universidade, revela-se um gênio em matemática. Por determinação legal ele precisa fazer terapia, mas nada funciona, pois ele debocha de todos os analistas, até se identificar com um deles.

O Centro Cultural fica na Rua 2, 2880, Vila Operária.

Livro escrito por crianças de projetos sociais é lançado nesta terça em RC

Livro traz experiências e relatos vivenciados pelas crianças.

A prefeitura de Rio Claro, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social, lança nesta terça-feira (9) o livro “Diferentes Porém Iguais”, escrito e ilustrado por crianças atendidas em projetos sociais desenvolvidos pelo setor público e entidades parceiras. O lançamento será realizado às 19 horas no Centro Cultural Roberto Palmari que fica na Rua 2, 2.880, na Vila Operária.

O livro é uma compilação de relatos das histórias de vida e experiências vivenciadas pelas crianças dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e organizações da sociedade civil. “São relatos emocionantes que nos tocam profundamente”, comenta a secretária municipal do Desenvolvimento Social, Érica Belomi. “Nosso objetivo com o livro é dar voz a essas crianças que passaram por experiências marcantes já no início de suas vidas”, acrescenta.

Com foco no respeito, a obra literária mostra um pouco das vivências e repertório dos jovens que, por meio do SCFV, são fortalecidos em seus vínculos familiares, buscando o protagonismo das famílias que são acompanhadas pelo Centro de Referência da Assistência Social (Cras). O livro é uma realização da secretaria em parceria com as entidades.

O livro “Diferentes Porém Iguais” foi registrado na Biblioteca Nacional, garantindo os direitos autorais dos pequenos escritores. Érica conta que a ideia do livro surgiu após as crianças participarem do projeto “Como nasce um livro”, da Editora Adonis, no ano passado.

Prefeitura paga R$ 508 mil à Santa Casa e fica em dia com os repasses ao hospital

Município quitou dívida herdada e regularizou a subvenção mensal.

A prefeitura de Rio Claro está em dia com o pagamento das subvenções à Santa Casa de Misericórdia. Na quinta-feira (4) foi repassado R$ 508 mil ao hospital referente ao repasse do mês de março deste ano. São R$ 380 mil de subvenção e R$ 128 mil para o pagamento das bolsas dos médicos. Os recursos municipais foram destinados à instituição para o atendimento dos pacientes via SUS (Sistema Único de Saúde).

“Fizemos um esforço financeiro para regularizar os pagamentos à Santa Casa que presta um serviço essencial para a população. Esperamos que o hospital cumpra também o acordado no final do ano passado, com a abertura de mais dez novos leitos de internação”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. Em dezembro do ano passado a Santa Casa anunciou a abertura de mais dez leitos de urgência e emergência para atendimento pelo SUS com início de funcionamento para fevereiro deste ano. “Temos urgência na abertura desses dez leitos para ampliar o atendimento à população, visto que a demanda é crescente”, afirma a secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer.

Com o pagamento de R$ 508 mil, a prefeitura soma R$ 11.966.312,17 pagos à Santa Casa desde o início da administração municipal em 2017. Parte desse montante, R$ 4 milhões, era referente a uma dívida deixada pelo governo anterior. A quitação foi concluída no final de fevereiro e início do mês passado quando a prefeitura pagou R$ 3.408.000,00 ao hospital, encerrando a dívida com a entidade. Os R$ 7,9 milhões restantes referem-se à nova pactuação que o município fez com a Santa Casa, com o estabelecimento de metas de atendimento. “Era uma pendência com valor significativo que felizmente conseguimos regularizar”, destaca o secretário municipal de Economia e Finanças, Gilmar Dietrich.

Além dos recursos municipais, a Santa Casa também recebe verba dos governos estadual e federal. Nos últimos dois anos esse repasse foi de aproximadamente R$ 54 milhões. A Santa Casa é o hospital de referência credenciado pelo Ministério da Saúde para atender Rio Claro e municípios da microrregião.

O prefeito Juninho destaca que a Santa Casa é parceira importante no atendimento à população e lembra que a entidade está em nova parceria com a prefeitura para a reforma do telhado do prédio onde funciona o Pronto-Socorro Municipal Integrado (PSMI).

Quarta-feira começa a vacinação contra gripe

Na primeira fase, campanha atenderá crianças até cinco anos e gestantes.

Com meta de vacinar, no mínimo, 42.000 pessoas, o município de Rio Claro inicia nesta quarta-feira (10) o trabalho de vacinação contra a gripe, conforme orientações do Ministério da Saúde em sua campanha nacional.

“Nosso setor de vigilância epidemiológica e a rede de atenção básica estão organizados de maneira a facilitar o acesso de todos que fazem parte dos grupos prioritários para a vacina”, afirma a secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer, acrescentando que “nesta primeira etapa, é importante que os pais levem seus filhos para receber a vacina”.

Além de crianças até cinco anos, na primeira fase da campanha – que vai de 10 a 17 de abril – também deverão tomar a vacina as gestantes e as puérperas, mulheres que deram à luz há pouco tempo.

Para receber a dose da vacina, as pessoas incluídas nos grupos prioritários determinados pelo Ministério da Saúde devem procurar uma unidade básica de saúde (UBS) ou unidade de saúde família (USF), de segunda a sexta-feira. A lista com endereços e telefones das unidades de saúde de Rio Claro está no site www.saude-rioclaro.org.br.

Neste ano em Rio Claro, segundo o Ministério da Saúde, a meta é vacinar no mínimo 90% das pessoas que integram os grupos prioritários, o que representa um total de 42.113 doses da vacinas. Ao comparecerem para tomar a vacina, as pessoas também poderão fazer a atualização da caderneta de vacinação recebendo as demais vacinas do Calendário Nacional de Vacinação. “Para isto, é importante que não se esqueçam de levar a caderneta de vacinação”, lembra Dinorá Silmara dos Santos, enfermeira responsável pela Vigilância Epidemiológica de Rio Claro.

A partir de 22 de abril, além das gestantes em qualquer idade gestacional, puérperas e crianças de até cinco anos, a vacina contra a gripe será dada em pessoas pertencentes aos demais grupos prioritários, que são os trabalhadores da saúde (pública e privada), indígenas, professores, idosos com 60 anos ou mais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estão sob medidas sócio-educativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente da idade.

Quarta-feira começa a vacinação contra gripe

Na primeira fase, campanha atenderá crianças até cinco anos e gestantes.

Com meta de vacinar, no mínimo, 42.000 pessoas, o município de Rio Claro inicia nesta quarta-feira (10) o trabalho de vacinação contra a gripe, conforme orientações do Ministério da Saúde em sua campanha nacional.

“Nosso setor de vigilância epidemiológica e a rede de atenção básica estão organizados de maneira a facilitar o acesso de todos que fazem parte dos grupos prioritários para a vacina”, afirma a secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer, acrescentando que “nesta primeira etapa, é importante que os pais levem seus filhos para receber a vacina”.

Além de crianças até cinco anos, na primeira fase da campanha – que vai de 10 a 17 de abril – também deverão tomar a vacina as gestantes e as puérperas, mulheres que deram à luz há pouco tempo.

Para receber a dose da vacina, as pessoas incluídas nos grupos prioritários determinados pelo Ministério da Saúde devem procurar uma unidade básica de saúde (UBS) ou unidade de saúde família (USF), de segunda a sexta-feira. A lista com endereços e telefones das unidades de saúde de Rio Claro está no site www.saude-rioclaro.org.br.

Neste ano em Rio Claro, segundo o Ministério da Saúde, a meta é vacinar no mínimo 90% das pessoas que integram os grupos prioritários, o que representa um total de 42.113 doses da vacinas. Ao comparecerem para tomar a vacina, as pessoas também poderão fazer a atualização da caderneta de vacinação recebendo as demais vacinas do Calendário Nacional de Vacinação. “Para isto, é importante que não se esqueçam de levar a caderneta de vacinação”, lembra Dinorá Silmara dos Santos, enfermeira responsável pela Vigilância Epidemiológica de Rio Claro.

A partir de 22 de abril, além das gestantes em qualquer idade gestacional, puérperas e crianças de até cinco anos, a vacina contra a gripe será dada em pessoas pertencentes aos demais grupos prioritários, que são os trabalhadores da saúde (pública e privada), indígenas, professores, idosos com 60 anos ou mais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estão sob medidas sócio-educativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente da idade.

Moradores continuam acumulando criadouros de dengue em casa

Em três meses, volume de material em mutirões já ultrapassa 14 toneladas.

Entre suas ações no esforço constante para combater o mosquito da dengue, a prefeitura de Rio Claro realiza semanalmente, aos sábados, mutirões em bairros para orientar os moradores e eliminar criadouros do mosquito Aedes aegypti.

No sábado (6) quase uma tonelada de materiais que poderiam ser utilizados como criadouros pelo mosquito foram recolhidos em ação realizada no Novo Wenzel. Agentes do Centro de Controle de Zoonoses, da Secretaria de Saúde de Rio Claro, percorreram o bairro e realizaram vistorias nas residências.

Com o material recolhido no sábado, o município já soma mais de 14 mil quilos de materiais retirados dos imóveis nos mutirões de combate ao Aedes, que além da dengue também transmite zika vírus, chikungunya e febre amarela.

“Uma simples tampinha de refrigerante pode ser usada pelo mosquito da dengue para se reproduzir, daí a importância de descartarmos adequadamente todo tipo de material”, destaca Paula Kannebley, diretora de Vigilância em Saúde. “Para que o trabalho tenha o objetivo alcançado é preciso que a comunidade também esteja empenhada em fazer a sua parte e a quantidade de material que vem sendo recolhida nos mutirões nos mostra que uma parcela da comunidade continua sendo negligente em relação ao assunto”, acrescenta Paula.

Durante a semana, o trabalho de vistoria nos imóveis também é realizado pelos agentes. Apesar de todo o trabalho preventivo que vem sendo feito, o município permanece em estado de alerta contra o Aedes aegypti. A mais recente Análise de Densidade Larvária realizada em janeiro pelo Centro de Controle de Zoonoses teve índice de 1,6, o que significa dizer que a vigilância com relação à reprodução do mosquito precisa ser mantida e intensificada. Na análise anterior, feita em outubro do ano passado esse índice estava em 1,2.

De acordo com o boletim de arboviroses divulgado na quinta-feira (4) pela Vigilância Epidemiológica do município, desde o início de janeiro foram registrados 55 casos de dengue em Rio Claro e nenhum caso de chikungunya, zika vírus e febre amarela.

Conferência Municipal de Saúde será realizada sábado com foco no SUS

Atividades serão desenvolvidas no Claretiano Faculdade das 8 às 17 horas.


Rio Claro realiza no sábado (13) a 14ª Conferência  Municipal de Saúde. O evento, no Claretiano Faculdade, vai reunir gestores do setor e todos os interessados em debater propostas para melhorar a área. A programação será realizada das 8 às 17 horas.

O diretor nacional de projetos e pesquisas do Departamento Intersindical de Estudos e Pesquisas de Saúde e dos Ambientes de Trabalho (Diesat), Arnaldo Marcolino Silva Filho, fará palestra durante a conferência, que tem como tema central “A consolidação do SUS para manutenção do Direito à Saúde”.

Os debates serão feitos em grupos formados de acordo com definições das pré-conferências realizadas ao longo de março. No total são quatro eixos temáticos: “O papel do Estado como disciplinador e fomentador do direito à saúde”, “A função reguladora do Estado na estruturação do SUS”, “A resistência do SUS frente às formas restritivas do financiamento”, e “Participação social – cidadania, ética, direitos e deveres, para emancipação do coletivo”. 
Propostas e reivindicações votadas durante a conferência municipal podem ser incorporadas ao SUS em todo o País. A participação de todos os cidadãos nas decisões relativas ao Sistema Único de Saúde é garantida pela Lei  Federal 8142/90.

O Claretiano Faculdade fica na Avenida Santo Antônio Maria Claret, 1724, no  Jardim Claret. A realização da Conferência Municipal de Saúde é do Conselho Municipal de Saúde e prefeitura de Rio Claro por meio da Secretaria Municipal de Saúde.