Fundo Social de Rio Claro inicia nesta segunda-feira Campanha de Alimentos 2010

    O Fundo Social de Solidariedade (FSS) de Rio Claro inicia nesta segunda-feira, 5, a Campanha de Alimentos 2010, que já está nas ruas em busca da tradicional solidariedade e generosidade da população. A ação, que vai prosseguir até o dia 30 de abril, estará sendo desenvolvida em parceria com o Tiro de Guerra local, que tem participado da campanha ano após ano, demonstrando um vínculo muito forte com as demandas da comunidade, principalmente da população mais carente, que é a beneficiária direta dessas ações. Também as entidades voltadas às ações de promoção social no município estarão compondo esta verdadeira “brigada” municipal contra a fome. 
    A presidente do Fundo Social de Solidariedade e Primeira Dama, Rosana Pinhatti Altimari espera muito da campanha deste ano. “Sabemos que a população participa e, por isso, acreditamos que chegaremos ao final do mês estabelecendo um recorde na arrecadação de alimentos, beneficiando centenas de famílias que realmente precisam dessa ajuda”, afirmou. Em 2009, já na atual administração, a Campanha de Alimentos arrecadou 7.000 kg de gêneros diversos. Toda a arrecadação, como sempre, é repassada às entidades assistenciais e às famílias carentes cadastradas.  
    As equipes que percorrerão os bairros da cidade para recolher as doações de alimentos serão integradas por atiradores do Tiro de Guerra e voluntários da prefeitura. Isto acontecerá até o dia 30, último dia da campanha. Neste período, contudo, já estão programadas duas ações que serão centralizadas nos principais supermercados rio-clarenses. Isso ocorrerá nos sábados, dias 10 e 17. Até a semana passada, antes do feriado prolongado da Semana Santa, já tinham confirmado participação os supermercados Frolini, Enxuto, Dia e Campeão, mas já se previa a adesão de outras redes.
    Nos dois sábados citados, os clientes dessas lojas serão informados sobre a campanha logo na entrada dos estabelecimentos, bem como sobre os objetivos da arrecadação e, depois, serão gentilmente convidados a fazer uma doação. Importante notar que por questões de estocagem, só serão aceitos alimentos não perecíveis, entre os quais arroz, feijão, óleo, açúcar, pó-de-café, macarrão, biscoito, farinha de trigo, leite em pó ou em caixinha etc. “Qualquer quantidade doada já terá um sentido humanitário muito grande, além disso, o importante é participar e ser solidário, mas cada um doa o que estiver ao seu alcance”, lembra dona Rosana.