Prefeitura retira 7 caminhões de sujeira em terreno ao lado de ecoponto

Sete caminhões de entulho e materiais inservíveis foram retirados pela prefeitura de Rio Claro durante nova ação de limpeza em terreno no bairro São Miguel, na terça-feira (24). Além do grande acúmulo de sujeira em local indevido, o fato chama a atenção pelo lote ficar em frente a um dos seis ecopontos mantidos pelo município, justamente como opção gratuita à comunidade para o descarte correto de materiais.

“Jogar lixo em locais inadequados é uma prática irresponsável de poucos que prejudica a coletividade, representa mais gastos nos serviços de manutenção, gera riscos à saúde pública e deixa a cidade feia”, enumera o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que vistoriou parte do trabalho de remoção do lixo junto com o secretário municipal de Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção, Emílio Cerri, e o gerente de Operações da Secretaria de Meio Ambiente, Willian de Oliveira.

Por determinação do prefeito Juninho, o trabalho no bairro São Miguel prossegue nesta quarta-feira. “Vamos fazer uma ação de limpeza em outros pontos do bairro e voltamos a solicitar que a população colabore na conservação desse trabalho”, diz Emílio Cerri.

Os ecopontos de Rio Claro abrem de segunda a sábado das 8 às 20 horas, e nos feriados, das 8 às 17 horas. Eles ficam nos bairros São Miguel (anel viário, perto da Avenida 62A), Inocoop/Guanabara (Avenida Tancredo Neves com a rodovia Fausto Santomauro), Jardim Figueira (Avenida 54 em frente à Rua 27), Jardim das Palmeiras (Avenida 3JP, ao lado da Estação de Tratamento de Esgoto), no Cervezão (Rua 6A, Avenida M21) e Jardim São Paulo (Rua 1A).

Para o vice-prefeito e secretário municipal de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário, Marco Antonio Bellagamba, o uso correto dos equipamentos públicos é uma questão de cidadania e de exercitar a noção de pertencimento. “A cidade é sua, é minha, é nossa; todos temos que colaborar e fazer nossa parte, colocando o lixo nos dias certos e locais certos, não danificando as luzes dos postes etc”, exemplifica. “Certamente esses pequenos gestos colaboram para deixar nossa cidade mais limpa e segura”, orienta.

Além dos ecopontos, o bairro São Miguel conta com todos os outros serviços oferecidos pela prefeitura para o descarte correto de materiais. A coleta de lixo domiciliar é feita três vezes por semana, o bairro é atendido com o serviço mensal de cata bagulho, no qual caminhão da prefeitura recolhe porta a porta itens inservíveis, como móveis velhos, e é atendido também pela coleta seletiva.