Prefeito e diretor do Fórum visitam obras do novo prédio

O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, e o diretor do Fórum de Rio Claro, juiz Cláudio Pavão, visitaram nesta terça-feira (22) o canteiro de obras onde está sendo construído o novo prédio do Judiciário atrás da Unesp (Universidade Estadual Paulista) no bairro Vila Nova. Eles conferiram de perto o andamento das obras que foram retomadas no ano passado depois de quatro anos de paralisação.

“Havia alguns obstáculos técnicos que conseguimos vencer e nossa expectativa é de que as obras avancem com mais celeridade a partir de agora”, comenta o prefeito Juninho da Padaria, salientando a importância de acompanhar os trabalhos de perto. “Nossa intenção é fazer visitas periódicas e agilizar a conclusão dessa obra que é um sonho de muitas pessoas”, afirma.

Devido ao longo tempo de paralisação foi necessário fazer alguns ajustes nos projetos e aditamentos nas planilhas orçamentárias. “Com ajustes feitos e planilhas liberadas o ritmo de trabalho será mais acelerado”, informa Vinícius Spaleta, engenheiro da empresa Imprej Engenharia Ltda., responsável pela construção. “Constatamos que as obras estão caminhando. Os ajustes que precisavam ser feitos com relação às planilhas foram realizados e nossa expectativa é de que a obra deslanche para ser concluída ainda neste ano”, reforça o juiz Cláudio Pavão, acompanhado do administrador do Fórum, Edison Closel de Oliveira.

A higienização dos dutos de ar-condicionado já foi realizada, bem como a instalação de gradil na área externa. No momento estão sendo refeitas a fiação elétrica no interior do prédio e construção da estrutura externa para instalação do sistema de proteção contra raios. A expectativa é de que no final do próximo mês seja iniciada a instalação dos forros.

As obras do novo Fórum estão sendo acompanhadas pela prefeitura, através do engenheiro Roberto Cartolano, pelo governo estadual, Judiciário e órgãos fiscalizadores. “Nada é feito sem o crivo do Judiciário e fazemos audiências frequentes com a promotoria para discutir o assunto”, informa o secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima, observando que para finalizar o prédio a prefeitura trabalha em conjunto com a Secretaria Estadual da Justiça e Defesa da Cidadania.