Rio Claro já emitiu mais de 1.200 carteiras internacionais de vacinação

Serviço passou a ser oferecido pela Fundação de Saúde em junho de 2018.

Em pouco mais de seis meses da implantação do serviço, a Vigilância Epidemiológica de Rio Claro já emitiu mais de 1.200 Certificados Internacionais de Vacinação e Profilaxia (CIVP). Em junho de 2018, o município de Rio Claro foi autorizado pelo Ministério da Saúde a emitir o CIVP. O documento é obrigatório para pessoas que vão viajar a países que exigem comprovação de vacinação contra doenças como a febre amarela.

“Foi uma conquista importantes para Rio Claro. Antes a pessoa que precisasse do certificado Internacional precisava se deslocar até São Paulo. Passamos a emitir e o acerto dessa conquista se prova no número de pessoas que já procuraram a Vigilância no município”, disse o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

O CIVP começou a ser emitido pela Vigilância Epidemiológica de Rio Claro no dia 4 de junho de 2018, prioritariamente para as pessoas que comprovarem que viajarão ou realizarão conexão em algum dos países que exigem o documento. A lista com os países que exigem o certificado está disponível na internet no site da Organização Mundial de Saúde (OMS), no endereçohttp//www.who.int/ith/2017-ith-annex1.pdf.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Djair Francisco, o pedido para que Rio Claro fosse autorizado a emitir o CIVP tramitava desde o ano passado no Ministério da Saúde e foi reforçado pessoalmente ao então ministro da Saúde, Gilberto Occhi, em sua visita ao município durante o 32º Congresso de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo em 2018. “A emissão desse certificado é um direito garantido aos cidadãos que precisam viajar e Rio Claro não contava com esse serviço. Tão logo assumimos a gestão da Fundação Municipal de Saúde demos início ao processo no Ministério da Saúde”, explicou Djair.

Para a emissão do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia – CIVP não será válida a dose fracionada da vacina contra febre amarela. Para que o cidadão possa obter o certificado é necessário seguir os seguintes passos:

1 – Tomar a vacina exigida. O interessado pode obter a vacina gratuitamente em um posto de saúde do SUS ou deve procurar os serviços de vacinação privados credenciados. A vacina contra febre amarela deve ser tomada com antecedência de, no mínimo, dez dias antes da viagem.

2º Passo – Realizar o pré-cadastro no Sispafra. Para agilizar a emissão do certificado, o interessado deve realizar um pré-cadastro no endereço http://www.anvisa.gov.br/viajante, clicar na opção “cadastrar novo” ou no link “cadastro”.

3º Passo – Comparecer à sede da Vigilância Epidemiológica. Em Rio Claro a VE fica na Avenida 24, 1.120, entre as ruas 9 e 10, Santana. O atendimento é feito das 8h30 às 11h30. Para a emissão do CIVP, é imprescindível a presença física do interessado, uma vez que a emissão está condicionada à assinatura do viajante.

4ª Passo – Apresentar na VE a documentação necessária para emissão do CIVP. O interessado deve apresentar o cartão nacional de vacinação, original e cópia do RG e do CPF, nº do cartão SUS, cópia de comprovante de residência em Rio Claro em nome do viajante e comprovante de viagem ao país com exigência do CIVP.  O prazo para a entrega da CIVP é de até cinco dias úteis. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone da Vigilância Epidemiológica, (19) 3532-3793.