Em 2 anos, prefeito investiu mais de R$ 15 milhões na Santa Casa e Espaço Mais Saúde

Foram pagos R$ 11,4 milhões à Santa Casa e R$ 3,8 milhões aos serviços do Mais Saúde.

Desde o início da gestão do prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, um total de R$ 11.458.312,17 foram pagos à Santa Casa de Misericórdia de Rio Claro. Os recursos municipais foram destinados à instituição para o atendimento dos pacientes via SUS (Sistema Único de Saúde). Parte desse montante, R$ 4 milhões, era referente a uma dívida deixada pelo governo anterior. O restante, pagos nesse período, foi referente à nova pactuação que o município fez com a Santa Casa, com o estabelecimento de metas de atendimento.

“Compromisso que assumimos na campanha e estamos cumprindo integralmente. Trocamos sim o que era gasto no carnaval e investimos prioritariamente na saúde. Nessa semana quitamos a dívida com a Santa Casa, pagando mais de um milhão e meio que antes eram gastos em carnaval”, afirmou o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

No inicio da semana foram pagos ao hospital R$ 1.540.000,00, que somados ao valor de R$ 1.868.000,00 que a prefeitura pagou no início deste mês totalizou R$ 3.408.000,00, representando o fim da dívida da prefeitura com a entidade.

“A parceria com a Santa Casa é essencial para garantir atendimento de qualidade à população de Rio Claro. Esperamos que o hospital cumpra também o acordado no final do ano passado, com a abertura de mais dez novos leitos de internação”, completou o prefeito.

No mesmo período, entre janeiro de 2017 (início do governo Juninho) e fevereiro de 2019 também foram investidos R$ 3.849.109,21 no Espaço Mais Saúde, com recursos municipais. O complexo médico-hospitalar, montado no Espaço Livre, já realizou mais de 33 mil atendimentos, entre consultas, exames e cirurgias a pacientes que aguardavam na fila de espera do SUS em Rio Claro.

“O investimento em saúde pública do atual governo demonstra o grande compromisso da gestão do prefeito Juninho na melhoria das condições para o atendimento à população”, afirmou o secretário municipal de Saúde Djair Claudio Francisco. “Desde o início do governo, a política adotada é a de superar o limite constitucional que determina que 15% do orçamento devam ser investidos em saúde. Em 2018, foram atingidos 30% de investimentos do município em saúde”, acrescentou o secretário.