Em audiência pública, Rio Claro cobra construção de novo trevo da Viviani

Município quer incluir obra em novo contrato de concessão.

Em audiência pública realizada em Rio Claro nesta terça-feira (12), com o auditório do NAM lotado, o prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, cobrou a construção de novo trevo no cruzamento da rodovia Washington Luís (SP 310) com Avenida Tancredo Neves, conhecido como trevo da Viviani. Além do trevo, Juninho reiterou pedido para a construção de 13 quilômetros de marginais paralelas à rodovia que darão mais segurança no acesso aos bairros daquela região.

“São reivindicações antigas que queremos que sejam incluídas no contrato de concessão para que se tornem obras de execução obrigatória e saiam efetivamente do papel”, comenta Juninho. “Vamos cobrar o governo estadual a execução das obras, que representarão um trânsito mais seguro e vidas sendo salvas”, acrescenta o prefeito lembrando que vem realizando intenso trabalho para a realização dessa obra há anos, seja como vereador ou desde que assumiu a prefeitura em 2017.

A consulta pública foi realizada pela Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo) para discutir o novo contrato de concessão de 1.201 quilômetros de rodovias do trecho Piracicaba-Panorama. O projeto inclui trecho da rodovia Washington Luís, cujo contrato de concessão vence neste ano, e também trecho da SP-225, entre Rio Claro e Bauru. “A consulta pública é o meio mais democrático de participação da sociedade”, afirmou Giovanni Pengue Filho, diretor geral da Artesp.

O deputado estadual Aldo Demarchi lembrou que no início das concessões rodoviárias em 1998, Rio Claro também sediou uma audiência pública. “É importante defendermos os interesses da região e discutirmos esse projeto que vai valer por 30 anos”, disse.

O projeto prevê R$ 9 bilhões de investimentos em 30 anos de concessão e propõe algumas melhorias como tarifa flexível de pedágio com desconto para trajetos mais curtos, wifi nas rodovias para contato entre usuários e concessionária, entre outras mudanças.

A audiência desta terça-feira (12) contou com participação do vice-prefeito e secretário de Segurança, Marco Antonio Bellagamba; do presidente da Câmara Municipal, André Godoy, e dos vereadores Geraldo Voluntário, Júlio Lopes, Thiago Yamamoto, Yves Carbinatti, Val Demarchi, Adriano La Torre, Maria do Carmo Guilherme, Carol Gomes, Ruggero Seron e Hernani Leonhardt;  prefeitos da região e representantes de vários segmentos sociais.