Audiência pública discute adequação no Plano Diretor para novas oficinas ferroviárias

Comunidade está convidada a participar da reunião.

Audiência pública será realizada em Rio Claro nesta terça-feira (16), às 18h30 na Câmara Municipal, para discutir adequação no Plano Diretor, mais uma etapa no processo de transferência das oficinas ferroviárias da região central da cidade para o Jardim Guanabara.

A solicitação de adequação foi feita pelo Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e a prefeitura encaminhou projeto de lei à Câmara Municipal propondo alterar a área de zoneamento de sustentável para industrial. “É um projeto que vem sendo realizado há anos sem que fosse verificada a questão do zoneamento”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, acrescentando que agora estamos providenciando a adequação da lei.

A proposta será discutida em duas audiências públicas, sendo a próxima no dia 26 de abril, também às 18h30 na Câmara. Depois disso, o projeto será levado ao plenário para votação dos vereadores. “Sem essa alteração não será possível instalar as oficinas ferroviárias no Guanabara”, explica Francesco Rotolo, secretário municipal de Governo, Desenvolvimento Econômico e Planejamento.

O presidente da Câmara Municipal, André Godoy, afirma que o Legislativo vem cumprindo o trâmite exigido pelo regimento interno da casa, inclusive a realização de audiências públicas. “Entendo que o projeto deve ser discutido com toda a sociedade, uma vez que amplia as perspectivas de crescimento econômico e geração de empregos no município”, declara André Godoy.

A transferência das oficinas da região central para o Jardim Guanabara é um grande anseio da comunidade. As oficinas funcionam há décadas no mesmo local em Rio Claro e são vistas hoje como um grande empecilho para o crescimento da cidade.