Projeto de doação da área ao batalhão da PM já tramita na Câmara Municipal

Novo prédio deverá ser construído pelo governo estadual.

A prefeitura de Rio Claro entregou nesta quarta-feira (17) à Câmara Municipal projeto de lei que prevê a doação de terreno de 5.300 metros quadrados, no Jardim Claret, para a construção de novo prédio para o 37º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I), hoje instalado em imóvel cedido no quilômetro 172 da Rodovia Washington Luís. Agora, a proposta será submetida à análise e votação dos vereadores.

“O município está fazendo a sua parte. Esse projeto não representa apenas a construção de um novo prédio para o batalhão, mas um novo olhar para a segurança pública de Rio Claro com a PM mais acessível à população e com maior facilidade de deslocamento dos policiais”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, ressaltando que essa conquista é fruto de uma luta de anos. “Por 12 anos como vereador lutei para viabilizar esse projeto e quis Deus que ele se concretizasse em minha administração como prefeito”, diz.

A Polícia Militar já tem planta pronta da nova sede, obra orçada em R$ 4,5 milhões. A corporação pretende utilizar modelo de projeto do Batalhão da PM de Lorena, que tem estrutura para abrigar a sede do Batalhão, Força Tática e 1ª Cia., com espaço disponível para futura ampliação. O projeto foi apresentado pelo comandante do batalhão, tenente-coronel Luís Roberto Moreira Filho. “Essa área doada prefeitura é muito bem localizada, de fácil acesso para a população, diferente da localização da sede atual. Hoje temos um batalhão acanhado que não condiz com a pujança de uma cidade do porte de Rio Claro”, afirma Moreira.

Os benefícios da nova sede do batalhão foram destacados pelo coronel Marco Antonio Bellagamba, vice-prefeito e secretário municipal da Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário. “O batalhão ficará mais acessível e vai otimizar serviços e efetivo com aglutinação de unidades, podendo colocar mais policiais nas ruas”, pontua Bellagamba, lembrando que a construção do novo batalhão é um pleito antigo de vários ex-comandantes.

O presidente da Câmara Municipal, André Godoy, observa que ao fazer parte de um evento como esse os vereadores fazem história. “A Câmara Municipal não tem faltado em projetos de interesse da cidade e mais uma vez acolhemos essa demanda que vai tramitar na Casa e com certeza terá resposta positiva”, destaca.

A vereadora Carol Gomes agradeceu ao prefeito Juninho por duas conquistas obtidas pelo município: a suspensão por 90 dias da reintegração de posse de moradias na floresta estadual e a doação do terreno para a PM. Para o vereador Ruggero Seron, a Polícia Militar sempre esteve abrigada em prédios alugados ou emprestados e agora, na atual gestão, dá um grande passo para ter sede própria.

Também participaram do evento Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social de Solidariedade; os vereadores Geraldo Voluntário, Val Demarchi e Júlio Lopes; o comandante da Guarda Civil Municipal de Rio Claro, Luís Fernando de Godoy; o presidente da OAB de Rio Claro, Mozart Ferreira; o presidente da comissão de segurança da OAB, Adriano Marchi; o chefe de instrução do Tiro de Guerra, subtenente Wagner Firmino da Silva; e o promotor público Luiz Gonzaga Bovo.