Palestras ressaltam a importância do descarte correto do lixo

Em duas semanas quase 200 pessoas participaram das atividades em Rio Claro.

Além de poluir o solo, causar gastos adicionais na limpeza pública e também provocar inundações com o entupimento de bueiros, o lixo descartado de forma incorreta pode trazer várias doenças, especialmente as transmitidas por animais em busca de alimento.

Para falar sobre o assunto e orientar a comunidade sobre como evitar essas doenças, a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Claro promove palestras em empresas e entidades. Em duas semanas quase 200 pessoas participaram de palestras realizadas por equipe do Centro de Controle de Zoonoses.

“O descarte irregular de resíduos promove uma reação em cadeia”, observa Diego Reis, gerente do Centro de Controle de Zoonoses. Muitas das doenças são trazidas por animais como ratos, que buscam por alimentos em locais onde há lixo orgânico. No mesmo rastro seguem as baratas que se alimentam daquilo que é jogado fora em terrenos, praças ou até mesmo em áreas de preservação ambiental. Predador da barata, os escorpiões surgem e podem invadir as residências.

Toda essa problemática, que trata do descarte incorreto do lixo, é abordada nas palestras. As atividades mais recentes foram realizadas a partir de solicitação da União de Amigos (Udam) e do Grupo de Veterinários pela Ética. Jovens e idosos receberam orientações em palestras que foram ministradas na Estação do Bem, Centro de Convivência do Idoso e sede da Udam. Na capela São Luiz Orione, 40 mães atendidas pela Pastoral da Criança no Jardim Conduta puderam também compartilhar de informações sobre o tema. Empresas e entidades interessadas em agendar palestra sobre o assunto podem entrar em contato com o CCZ pelo telefone 3535-4441 ou 3533-7155.