Fórum reúne profissionais da área social em Rio Claro

Participantes discutiram o fortalecimento dos vínculos familiares para prevenir o acolhimento institucional.

Rio Claro sediou nesta quinta-feira o XIV Fórum de Proteção Social Especial que discutiu o “Trabalho intersetorial na prevenção do acolhimento institucional para crianças, adolescentes e idosos”. O evento reuniu autoridades, profissionais da área social e representantes de entidades que atendem esse público.

Para a gerente municipal de Proteção Social Especial, Ione Helena Bernardo, discutir mudanças no modelo de acolhimento institucional é um grande desafio ao qual os profissionais precisam estar abertos para romper paradigmas. “Precisamos trabalhar na prevenção e fortalecer os vínculos familiares. O acolhimento institucional deve ser a última opção após o esgotamento de todas as demais possibilidades”, afirmou.

A importância do tema de discussão do fórum foi destacada pelo presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Daniel Buchdid. “Quando os vínculos são rompidos a saída é o acolhimento institucional e, para quebrarmos esse ciclo, é fundamental trabalharmos na prevenção, fortalecendo a manutenção dos vínculos”, declarou.

Maria Aparecida Ribeiro Germek, diretora da Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social (Drads) de Piracicaba, observou que os serviços de acolhimento vêm sofrendo mudanças para se adequarem à legislação. “Esse debate com os profissionais do setor é importante porque a qualificação dos serviços vai fazer a diferença para atingir o objetivo de prevenir o acolhimento institucional, que deve realmente ser a última opção. Quando o acolhimento ocorre significa que houve falha na rede de proteção ao acolhido”, assinalou.

O vereador Júlio Lopes enalteceu o trabalho das entidades e profissionais da área social que amparam as pessoas em situação de vulnerabilidade. “Temos que dar oportunidade a essas pessoas para que elas possam mudar de vida e construir uma nova realidade”, disse.

Os participantes assistiram apresentação cultural do grupo de canto Reviver e a palestra “A importância do trabalho em rede na prevenção ao acolhimento institucional” que foi ministrada pelo mestre em Serviço Social, Edson Gonçalves Pelagalo Oliveira Silva. O evento teve ainda trabalhos em grupos e formulação de propostas de ações articuladas, além de definição de fluxos na prevenção ao acolhimento institucional.