Saúde altera plantões médicos no PSMI e vai economizar R$ 1,6 milhão

Com alteração, município mantém qualidade dos serviços e terá economia mensal de R$ 140 mil.

A partir de segunda-feira (9) médicos do quadro da Secretaria Municipal de Saúde de Rio Claro que davam expediente no Pronto Socorro Municipal Integrado (PSMI) passam a atender nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) do Cervezão e do Bairro do Estádio. A mudança faz parte da reestruturação da rede municipal de urgência para melhorar o atendimento aos usuários. Já o PSMI atenderá com médicos plantonistas da empresa Rocio Saúde Ltda, contratada pelo município. A mudança vai representar economia aos cofres públicos superior a R$ 1,6 milhão por ano, com uma redução no custo mensal da ordem de quase R$ 140 mil mensais, conforme levantamento do setor financeiro da secretaria de Saúde.

“Com essas medidas, estamos equalizando o número de profissionais na rede de saúde e mantendo nosso compromisso de priorizar a qualidade no atendimento”, comenta a secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer.

A iniciativa também atende as recomendações do Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, que exigem que os salários pagos aos servidores municipais não ultrapassem o teto, que hoje em Rio Claro é de R$ 19.700,00. No PSMI, as horas extras com plantões médicos atingiam média de 717 horas mensais, com custo médio superior a R$ 362 mil. Em comparação, os pagamentos mensais à empresa para plantões no PSMI têm custo médio mensal previsto em aproximadamente R$ 224 mil. A economia é de cerca de R$ 138 mil. Atualmente, o custo médio mensal da prefeitura com o PSMI é de R$ 1,9 milhão, e desse total, R$ 1,2 milhão é referente aos salários, incluindo as horas extras.

O setor de saúde é prioridade em Rio Claro desde 2017. Em dois anos e nove meses, a administração municipal realizou mais de 32 mil procedimentos no Espaço Mais Saúde, entregou seis novas unidades de saúde, adquiriu três novos aparelhos de raios-x para as unidades de urgência e emergência, implantou a segunda base do Samu na zona sul, ampliou em 17 veículos a frota da saúde, criou o programa Farmácia Todo Dia, que entrega medicamentos também nos feriados e finais de semana, entre outras melhorias.