Confirmado segundo caso de sarampo em Rio Claro

Paciente passa bem. Secretaria de Saúde reforça importância da vacinação.

O Instituto Adolfo Lutz confirmou à Vigilância Epidemiológica (VE) de Rio Claro mais um caso positivo de sarampo no município. É o segundo registrado neste ano no município. A pessoa foi atendida na rede particular de saúde e passa bem.

A Secretaria Municipal de Saúde tomou as providências de caráter preventivo necessárias. Além do encaminhamento de amostras ao Adolfo Lutz para análise, a VE aplicou vacina nas pessoas próximas à vítima que não tinham sido vacinadas. “Quem teve contato com a vítima, mas já tinha sido vacinado não precisa tomar a vacina novamente, o bloqueio da doença é realizado vacinando apenas quem não tinha recebido a dose”, explica Dinorá dos Santos, enfermeira responsável pela VE.

De acordo com a VE, por enquanto não há orientação do Departamento Regional de Saúde para que seja realizada na cidade campanha extraordinária de imunização contra o sarampo. “Estamos seguindo todos os protocolos e tomando todas as ações e precauções que a situação exige”, explica a secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer.

A Vigilância Epidemiológica de Rio Claro reforça a orientação para que a população mantenha a carteira de vacinação atualizada. Em Rio Claro, as doses são aplicadas gratuitamente nas unidades de saúde. Pessoas de 1 a 29 anos devem ter duas doses registradas na carteira de vacinação, e as de 30 a 60 anos, uma dose registrada. A partir de determinação do Ministério da Saúde a vacina também deve ser aplicada em todas as crianças de seis meses a menores de 1 ano. Já os profissionais de saúde devem ter duas doses registradas da vacina contra sarampo, independente da idade.