Rio Claro faz nova higienização nas ruas para combate ao coronavírus

Desinfecção foi realizada no entorno de unidades de saúde e locais com grande fluxo de pessoas.

A prefeitura de Rio Claro fez nova higienização de locais que recebem grande fluxo de pessoas nesta terça-feira (31), repetindo ação já realizada na sexta-feira (27). A iniciativa é mais uma medida adotada pelo município para combate e enfrentamento ao novo coronavírus, que causa a doença Covid-19. A aplicação é feita com produto desinfetante antibactericida aprovado pelos sistemas de qualidade, que tem eficiência de mais de 99% na remoção de bactérias.

“Rio Claro tem apenas um caso confirmado da Covid-19 e estamos trabalhando para que a doença não se espalhe em nossa cidade, tomando medidas preventivas”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, lembrando que a população deve colaborar com as ações seguindo as recomendações das autoridades de saúde. “Se todos trabalharmos juntos, vamos vencer essa pandemia”, destaca.

O produto foi aplicado nas ruas próximas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Avenida 29, UPA do Cervezão, Unidade Básica de Saúde (UBS) do Cervezão, Santa Casa de Misericórdia, Santa Casa Saúde, Hospital São Rafael, Instituto do Rim, Abrigo da Velhice São Vicente de Paulo, Hospedaria de Emaús, terminal urbano de ônibus na antiga estação ferroviária, Ambulatório Médico de Especialidades (AME), Centro Dia do Idoso do Jardim Esmeralda e também no entorno das unidades de saúde dos bairros Palmeiras, Guanabara, Brasília, Jardim Novo e Terra Nova.

A próxima higienização está programada para sexta-feira (3) quando serão novamente atendidas as UPAs e as unidades de saúde que ainda não foram contempladas com o serviço. “Nosso objetivo é higienizar o entorno de todas as unidades de saúde e outros locais que recebem muita gente”, informa o diretor municipal de Resíduos Sólidos, William de Oliveira.

Além da higienização, a prefeitura vem realizando outras ações para diminuir os riscos de propagação da Covid-19 no município. As aulas foram suspensas na rede municipal de ensino, determinou o fechamento de estabelecimentos comerciais não essenciais seguindo decreto estadual, afastou servidores municipais com mais de 60 anos, prorrogou por 30 dias o corte de água, suspendeu o atendimento presencial nas repartições públicas municipais, criou um serviço de telemedicina, o Tele Corona (2111-6999), para orientar a população sobre o novo coronavírus, entre outras medidas.