Juninho antecipa pagamento dos servidores municipais

Pagamento cai na conta no início da noite dessa 5ª-feira, antes do quinto dia útil, que será na próxima 3ª-feira.

O prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, anunciou nesta quarta-feira (1) que está antecipando o pagamento dos servidores públicos municipais. Os vencimentos pagos em abril estarão na conta do funcionalismo no início da noite de quinta-feira (2). Pela lei, a prefeitura deve pagar os servidores até o quinto dia útil, que neste mês será na próxima terça-feira, dia 7.

“Desde que assumimos a prefeitura o pagamento dos servidores nunca atrasou e, quando foi possível, pagamos adiantado”, recorda Juninho. “Neste momento de grande preocupação e incertezas devido ao coronavírus, entendemos ser necessário mais do que nunca redobrar esforços no sentido de tranquilizar nossos servidores e, com muito trabalho, conseguimos antecipar em alguns dias o pagamento deste mês”, acrescenta.

De acordo com o secretário municipal de Economia e Finanças, Gilmar Dietrich, o valor líquido das folhas de pagamentos de abril da prefeitura da Fundação Municipal de Saúde somam quase R$ 20 milhões.

Desde que o coronavírus chegou ao país a prefeitura de Rio Claro vem tomando uma série de medidas em várias áreas para reduzir os efeitos da pandemia no município. No caso do funcionalismo municipal, o governo municipal antecipou em quase um mês o pagamento do cartão alimentação de abril. Os valores, com reajuste de quase 14%, foram creditados no dia 20 de março, sendo que o vencimento é no próximo dia 14.

Ainda no último dia 20 a prefeitura depositou na conta dos servidores municipais a diferença de 4,19% referente aos salários do mês de março, pois o reajuste salarial que entrou em vigor naquele mês foi aprovado após o pagamento dos funcionários. A diferença seria paga neste mês, mas foi antecipada.

O prefeito Juninho reforça os compromissos da atual administração para valorizar os servidores municipais. “Estamos no quarto ano consecutivo em que reajustamos os salários sem haver perdas salariais aos servidores”, destaca.

A prefeitura também aumentou em quase 75% o valor do vale alimentação, que foi de R$ 280,00 em 2016, na administração passada, para R$ 490,00 em 2020. O projeto aprovado pela Câmara Municipal neste ano elevou em quase 14% o vale alimentação que era de R$ 430,00 desde o ano passado.