Trezentos motoristas passam por testes de coronavírus em Rio Claro

TTestagem é resultado de parceria entre Sest/Senat e prefeitura de Rio Claro.

Rio Claro iniciou na segunda-feira (8) testes rápidos em motoristas de vans, ônibus e caminhões. Equipe do laboratório municipal realizou os testes dos motoristas, com resultados obtidos em minutos.

O trabalho é resultado de parceria entre prefeitura e Sest/Senat (Serviço Social do Transporte / Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte), que providenciou a compra dos kits e fez a listagem dos profissionais que passariam pelos testes. A Secretaria Municipal de Saúde ofereceu os técnicos para a realização do testes.

“O teste é fundamental para que consigamos identificar os casos positivos o mais rápido possível”, destaca o prefeito João Teixeira Junior.  “Quando temos parceiros que nos auxiliam na realização do trabalho todos saem ganhando”, acrescenta o prefeito Juninho.

“Os exames permitem que, em casos de resultados positivos, medidas de isolamento sejam adotas precocemente, impedindo que a doença continue sendo transmitida para outras pessoas”, observa Maurício Monteiro, secretário de Saúde.

Cerca de 300 motoristas estão realizando os testes. “Esses motoristas têm contato com muitas pessoas diariamente e os testes são um cuidado preventivo que estamos adotando”, destaca Cristiane Gobesso, diretora do Sest/Senat, frisando que sem o apoio da prefeitura esse trabalho não seria possível.

Romeiro Luiz Ferreira é motorista de ônibus e aprova a iniciativa. “É muito importante, já que estamos em meio a diferentes pessoas todos os dias”, destaca Romeiro. A opinião é a mesma do colega de profissão Rogério Bolorino. “Fazer o teste é uma segurança a mais”, diz Rogério.

Além deste trabalho, a prefeitura segue realizando os testes em equipes que atuam na área da saúde. O município providenciou kits para 14 mil testes rápidos, sendo que 10 mil foram comprados pela prefeitura e o restante repassado pelo governo federal. Estão sendo atendidos profissionais de saúde e segurança, além de demais grupos com indicação de exame conforme protocolo municipal.