Com seis óbitos em 24 h, Rio Claro bate recorde de Covid-19

Todos pacientes estavam internados nas redes pública e privada.

Rio Claro alcançou na quinta-feira (26) um triste recorde e teve o pior dia em número de mortes registradas por coronavírus. Boletim da Secretaria de Saúde aponta seis novos óbitos no município, que agora soma 31 mortes causadas pela Covid-19.

“São seis famílias que choram a morte de entes queridos”, lamenta o prefeito João Teixeira Junior. “Os nossos sentimentos a essas famílias e o nosso apelo à população para que respeite as medidas preventivas e adote cuidados para evitar a transmissão do novo coronavírus”, acrescenta o prefeito Juninho.

As vítimas são cinco idosos e um homem com menos de 60 anos. No total faleceram por coronavírus em Rio Claro 17 homens e 14 mulheres. “Apesar da maioria das vítimas fatais ser de idosos, é importante que todos se cuidem”, destaca Maurício Monteiro, secretário de Saúde, lembrando que o município investiu na ampliação de leitos, compra de equipamentos e testes rápidos para combater o coronavírus.

O boletim desta quinta-feira aponta também 22 novos casos de coronavírus registrados em Rio Claro. Com isso, o município chega a 683 casos positivos. Dos novos casos, um está hospitalizado e os demais em isolamento domiciliar.

O número de pacientes internados continua alto, com 71 internações, incluindo casos suspeitos, sendo 27 na rede pública de saúde e 44 na rede particular. São 23 pacientes em UTI, com 14 recebendo cuidados no SUS e nove em hospitais particulares. Cento e oitenta e sete pessoas se recuperaram da doença.