População entre 21 e 60 anos concentra 77% dos casos de coronavírus em Rio Claro

Das 33 mortes, 25 são de idosos. O número de casos confirmados chegou a 941 nesta quarta-feira.

Rio Claro soma 941 casos de coronavírus desde o início da pandemia, deste total 727 foram registrados em pessoas com idade entre 21 e 60 anos de idade, o que representa 77% dos casos positivos no município. “Todos estão suscetíveis a contrair a doença, por isso reforçamos sempre a importância dos cuidados preventivos”, observa o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho.

Nesta faixa etária também está a maior parte da população economicamente ativa. “São pessoas que precisam sair para trabalhar, circulam mais e acabam mais expostas à contaminação e consequente transmissão do vírus”, comenta Maurício Monteiro, secretário de Saúde, lembrando que o uso de máscaras e cuidados com higienização são fundamentais para evitar o coronavírus. “É importante que as pessoas realmente só saiam quando isso for inevitável”, acrescenta Maurício.

Na faixa etária entre 61 e 80 anos o município tem 153 casos positivos; entre 10 e 20 anos são 37 casos; nas pessoas com mais de 81 anos são 17 casos; e entre crianças de zero a nove anos são sete casos.

Quando analisado o número de óbitos provocados pela Covid-19, doença transmitida pelo novo coronavírus, os idosos são as principais vítimas na cidade. Das 33 mortes registradas, 25 são de idosos. “Temos que cuidar dos nossos idosos e redobrar cuidados para evitar a contaminação e transmissão da doença para familiares”, destaca o prefeito Juninho.

Boletim divulgado na quarta-feira (1º) pelo setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, aponta que nas últimas 24 horas foram confirmados 60 casos de coronavírus. Dos novos casos confirmados, 22 pessoas estão hospitalizadas e 38 em isolamento domiciliar.

Há 76 pessoas hospitalizadas em decorrência de coronavírus, o que inclui casos suspeitos. Vinte e sete pacientes recebem cuidados em hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS) e 49 na rede particular. O município tem 25 pessoas recebendo atendimento em unidade de terapia intensiva (UTI), sendo 14 em leitos públicos e 11 em hospitais particulares.

O boletim também aponta dois óbitos em investigação. O número de pessoas recuperadas da doença subiu e chega a 377. Área de anexos