Para garantir atendimento, prefeitura transfere pacientes de Covid para outros municípios

Secretaria de Saúde de Rio Claro encaminhou pacientes para Piracicaba e São Paulo.

Todos os casos de Covid-19 que chegam à rede pública de saúde em Rio Claro são atendidos, visando sempre a saúde e bem-estar de cada paciente. A demanda é crescente e existem dias em que a ocupação de leitos atinge sua totalidade. Para garantir a assistência a todos que precisam, o município vem utilizando hospitais da região e também o hospital de campanha do Ibirapuera, em São Paulo.

“Nossa prioridade é garantir o atendimento dos pacientes que precisam e, às vezes, é preciso recorrer a hospitais de outras cidades”, destaca o prefeito João Teixeira Junior. “O momento é de dificuldade e pedimos a compreensão das famílias, reforçando que o mais importante é proporcionar ao paciente o atendimento de que ele precisa”, acrescenta o prefeito Juninho.

A transferência do paciente para o hospital em que será atendido é realizada pela administração municipal, ida e volta, sem que haja custos para a família. A regulação dos leitos é feita pelo sistema Cross, do governo estadual, que disponibiliza as vagas aos pacientes em hospitais de retaguarda.

“O número de pessoas internadas vem aumentando e temos que encaminhar o paciente para o local onde o sistema disponibiliza o leito, para garantir que esse paciente seja atendido”, ressalta Maurício Monteiro, secretário de Saúde.

Para atender a demanda, Rio Claro inaugurou na semana passada hospital de campanha no Cervezão, onde estão em funcionamento 15 leitos de UTI, que em breve serão expandidos para 26. “Mesmo com a ampliação da estrutura e contratação de novos leitos, o município não consegue absorver aqui toda a demanda, por isso as transferências de pacientes para o Hospital Regional de Piracicaba e também hospital de campanha do Ibirapuera”, explica o secretário Maurício.

A única maneira de frear a transmissão do coronavírus é reforçando os cuidados preventivos, o que inclui evitar aglomerações, uso de máscara e reforço na higienização. “Essa é uma luta de todos em que cada um precisa se cuidar para cuidar do próximo”, finaliza o prefeito Juninho.

Secretaria de Saúde de Rio Claro encaminhou pacientes para Piracicaba e São Paulo. 

Todos os casos de Covid-19 que chegam à rede pública de saúde em Rio Claro são atendidos, visando sempre a saúde e bem-estar de cada paciente. A demanda é crescente e existem dias em que a ocupação de leitos atinge sua totalidade. Para garantir a assistência a todos que precisam, o município vem utilizando hospitais da região e também o hospital de campanha do Ibirapuera, em São Paulo.“Nossa prioridade é garantir o atendimento dos pacientes que precisam e, às vezes, é preciso recorrer a hospitais de outras cidades”, destaca o prefeito João Teixeira Junior. “O momento é de dificuldade e pedimos a compreensão das famílias, reforçando que o mais importante é proporcionar ao paciente o atendimento de que ele precisa”, acrescenta o prefeito Juninho.A transferência do paciente para o hospital em que será atendido é realizada pela administração municipal, ida e volta, sem que haja custos para a família. A regulação dos leitos é feita pelo sistema Cross, do governo estadual, que disponibiliza as vagas aos pacientes em hospitais de retaguarda.“O número de pessoas internadas vem aumentando e te