Prefeitura de Rio Claro inicia reforma no Centro de Reabilitação “Princesa Victoria”

Obras incluem novas salas de atendimento, mais acessibilidade e reforma da piscina.

Natação e hidroterapia são dois dos tratamentos de saúde a que têm acesso os pacientes do Centro Especializado em Reabilitação “Princesa Victoria”, unidade de saúde mantida pela prefeitura de Rio Claro. Para que os pacientes contem com melhor estrutura para a realização destas atividades terapêuticas, a prefeitura realiza reforma da piscina da unidade de saúde. Esta é a primeira etapa das obras na unidade, que terá investimento total de quase 200 mil reais.

“Crianças e adultos são atendidos no Princesa Victoria, que realiza trabalho importantíssimo na reabilitação dos pacientes”, observa o secretário municipal de Saúde, Maurício Monteiro. “A unidade precisava destes reparos para melhor atender a comunidade”, acrescenta Monteiro.

Recentemente já foram realizadas benfeitorias na parte hidráulica e no sistema de aquecimento da piscina. Agora novas melhorias serão realizadas em reforma que inclui também o entorno da piscina. As grelhas serão substituídas e também calhas e revestimento externo. O investimento na piscina é de cerca de 50 mil reais, oriundos de emenda do deputado estadual sargento Neri, com articulação do vereador Seron.

Outra emenda, de 150 mil reais, está sendo destinada à unidade, por meio do deputado estadual professor Kenny, a partir de articulação do vereador Julinho Lopes. Esses recursos serão utilizados em obras que incluem ampliação do espaço para atendimento, com a instalação de mais cinco salas. A área de acesso das ambulâncias está sendo melhorada e a entrada da unidade será mais acessível, inclusive com piso para facilitar a locomoção de pessoas com deficiência visual. A recepção terá o piso substituído e os sanitários da recepção terão melhorias na acessibilidade. 

A porta de entrada para os atendimentos no CER são as unidades básicas de saúde e unidades de saúde da família. A partir de encaminhamento médico é feito agendamento para consulta na unidade. Atualmente mais de 1.300 pacientes são atendidos no Princesa Victoria.