Rio Claro inicia vacinação contra a Covid-19

Prefeito destaca trabalho do setor de saúde e importância de vacina para toda a população.

Os primeiros profissionais de saúde de Rio Claro a receberem a imunização contra a Covid-19 foram os técnicos de enfermagem Maurício Galvani e Sandra do Carmo de Paula, que atuam no Hospital de Campanha do Cervezão, referência no município para os casos da doença.

As vacinas foram aplicadas no final da tarde desta quinta-feira (21), duas horas após serem entregues pelo governo estadual à Secretaria Municipal de Saúde. A aplicação foi feita pela enfermeira Valeska Canhamero, da Vigilância Epidemiológica do Município, e pelo enfermeiro Eric Mota, do Hospital de Campanha do Cervezão.

“Temos todos que reconhecer e agradecer o grande esforço dos profissionais de saúde no atendimento nesta pandemia. Centenas de vidas foram poupadas graças a este trabalho”, frisa o prefeito Gustavo Perissinotto. “Esperamos que as doses de vacina sejam produzidas e entregues aos municípios em quantia suficiente para que toda a população seja vacinada o quanto antes”, afirma o prefeito.

“A vacina representa a esperança do retorno à normalidade, porém não podemos abandonar os cuidados preventivos”, reforça Marco Aurélio Mestrinel, secretário de Saúde.
Rio Claro recebeu 3.160 doses e, conforme orientação da Secretaria Estadual de Saúde, está vacinando primeiro os profissionais que atuam na linha de frente dos atendimentos aos casos de coronavírus.

“É um marco, a esperança de que dias melhores estão por vir”, destaca Sandra de Paula, que há 16 anos atua como técnica de enfermagem. Sandra contraiu a Covid-19 em julho, com sintomas leves, e também viu de perto a devastação que a doença pode causar. “Perdi tio, tia, primo, amigos e companheiros de trabalho”, lamenta Sandra. Casada e mãe de um filho de sete anos, Sandra relata que o medo é companheiro constante nesta jornada. “Medo de nos contaminarmos e também de transmitirmos a doença para pessoas queridas”, observa Sandra. O sentimento é o mesmo relatado por Maurício, que com experiência de mais de 30 anos atuando como técnico de enfermagem, nunca viveu nada parecido. “Todos os dias nos dedicamos ao máximo no cuidado com os pacientes e vemos a gravidade da situação. É entristecedor saber que há pessoas que não adotam os cuidados preventivos e até mesmo não acreditam no que a doença pode causar”, frisa Maurício Galvani.

As doses da vacina começarão a ser distribuídas pela Vigilância Epidemiológica nesta sexta-feira (22) aos locais de trabalho dos profissionais de linha de frente. Entre os profissionais que receberão as doses deste primeiro lote estão os da Secretaria de Saúde, Santa Casa, Unimed e Santa Filomena. As 3.160 doses que foram encaminhadas pelo governo estadual correspondem a 40% do total necessário para atender os 7.500 profissionais da saúde de Rio Claro. Por isso, serão vacinados primeiro os de linha de frente.
Também estiveram presentes no ato oficial Suzi Berbert, diretora de Vigilância em Saúde; José Pereira, presidente da Câmara Municipal; e os vereadores Luciano Bonsucesso, Rafael Andreeta, Julinho Lopes e Hernani Leonhardt.