Prefeitura retira mais de 40 toneladas de lixo em frente ao ecoponto do São Miguel

Descartes foram feitos na frente do portão do ecoponto. Multa para quem for pego descartando resíduos de maneira irregular é progressiva, começando por R$ 542,20.

A Prefeitura de Rio Claro continua com ações de limpeza de descarte irregular em toda a cidade, mas uma região tem sido recorrente. Na quarta-feira (7), equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente fez a recolha de cerca de 43 toneladas de lixo em frente ao portão do ecoponto do bairro São Miguel.

“Temos feito ações para tentar inibir este descarte no local. No final do mês de março, fizemos o plantio de 40 mudas de árvores nativas cedidas pelo Daae em terreno que fica ao lado desse ecoponto, mas lamentavelmente munícipes não estão colaborando e continuam despejando lixo em locais próximos”, comenta o secretário Leandro Geniselli.

O secretário ressalta ainda que a multa para quem for pego descartando resíduos de maneira irregular é progressiva, começando por R$ 542,20.

Além das ações de limpeza, também feitas pelas secretarias de Agricultura e Obras, não há motivos para o descarte irregular na cidade, já que a prefeitura disponibiliza uma série de serviços gratuitos para o descarte correto de materiais, como a coleta de lixo domiciliar, feita três vezes por semana em todos os bairros; o serviço mensal de cata bagulho; a coleta seletiva, realizada uma vez por semana nos bairros; e sete ecopontos, que abrem todos os dias da semana.

Os ecopontos de Rio Claro ficam abertos de segunda a sexta-feira das 8 às 20 horas. Aos sábados, das 8 às 17 horas e aos domingos e feriados, das 8 horas ao meio dia.

Estão localizados nos bairros São Miguel (anel viário, perto da Avenida 62-A), Inocoop/Guanabara (Avenida Tancredo Neves com a rodovia Fausto Santomauro), Jardim Figueira (Avenida 54 em frente à Rua 27), Jardim das Palmeiras (Avenida 3-JP, ao lado da Estação de Tratamento de Esgoto), no Cervezão (Rua 6-A, Avenida M-21) e Jardim São Paulo (Rua 1-A) e no distrito de Ajapi (quilômetro 16 da estrada Ajapi-Ferraz na esquina da Avenida 15).

Nos ecopontos podem ser depositados até um metro cúbico de galhos, restos de podas de árvores e entulhos de materiais de construção; móveis, eletrodomésticos, madeiras MDF, colchões e outros objetos velhos; pilhas e materiais recicláveis, lâmpadas e óleo de cozinha. Lixo orgânico, hospitalar e de empresas não são aceitos nos ecopontos, pois têm outros modelos de descarte.