Rede de saúde mental atua na prevenção ao suicídio em Rio Claro

Município terá programação do Setembro Amarelo para enfatizar a importância do assunto.

Setembro é o mês de prevenção ao suicídio e, com o tema “Agir Salva Vidas”, a campanha Setembro Amarelo traz o alerta para a importância de se abordar o assunto. Ao longo do mês vídeos serão disponibilizados na página do youtube Fundação Municipal de Saúde de Rio Claro.

“É importante chamar a atenção da comunidade para o tema e provocar reflexões sobre empatia e solidariedade no que diz respeito à prevenção ao suicídio”, observa Marta Bianchi, chefe de seção de Educação e Saúde, Treinamento e Desenvolvimento.

Em Rio Claro, a rede de saúde pública oferece atendimento voltado à saúde mental nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e a orientação é que as pessoas que precisam de ajuda procurem o atendimento.

Neste sentido, a participação de amigos e familiares é fundamental para auxiliar as pessoas que demonstram sofrimento ou que apresentam mudanças acentuadas de comportamento. “É preciso estar disposto a ouvir e, se não se sentir capaz de lidar com o problema apresentado, ir junto em busca de ajuda profissional, sendo o acompanhamento psicológico e o psiquiátrico os mais indicados”, destaca Nathalia de Almeida Rodrigues, chefe da divisão de atenção especializada da Secretaria Municipal de Saúde.

Além do atendimento na rede pública, para as situações de crise, há o Centro de Valorização da Vida (CVV), que faz apoio emocional e preventivo ao suicídio pelo telefone 188.

A Organização Mundial de Saúde aponta que 32 pessoas se suicidam por dia no Brasil. A organização da campanha acredita que falar sobre o assunto é uma forma de entender quem passa por situações que levam a ideias suicidas. “As situações que levam a esse fim podem surgir de quadros de depressão, bem como de consumo de drogas, entre outros transtornos psiquiátricos e situações de crise”, explica Nathália.

A rede de saúde mental em Rio Claro conta com três Caps: o Caps III, que fica na Rua M-9, 50, Floridiana; o Caps Álcool e Drogas, localizado na Avenida 4, 1.171, Centro, e o Caps Infantojuvenil com atendimento realizado na Rua 15, 51, Consolação.