Prefeitura lança o projeto “Daae na Escola”

Ação tem como objetivo, conscientizar alunos da rede de ensino do município através de palestras e materiais educativos sobre o uso consciente e sem desperdícios da água.

Valorizar a importância da água desde criança para tornar, desde os primeiros anos de vida, o uso sem desperdícios da água um hábito para toda a vida. Com este objetivo, o Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgoto) de Rio Claro e a secretaria municipal de Educação lançaram nesta quinta-feira (12), o projeto “Daae na Escola”.
O lançamento do projeto foi realizado no auditório do Núcleo Administrativo Municipal (NAM) e contou com a presença de 30 agentes ambientais da Escola Municipal “Prof. Victorino Machado”.
Com o apoio do Consórcio PCJ e da empresa Riclan, a ação consiste em conscientizar alunos das escolas municipais, estaduais e particulares do 1º ao 9º ano, por meio de palestras sobre o contexto histórico e a importância do Daae para o município, seu compromisso com a qualidade e a quantidade de água disponível para a população.
Também, os desafios enfrentados para a conservação ambiental dos mananciais de abastecimento e a importância do uso racional, da preservação da água e suas múltiplas formas de uso, fazendo com que os alunos sejam instrumentos de conscientização em suas próprias famílias.
Na solenidade, a mesa de autoridades foi composta pelo superintendente do Daae, Osmar da Silva Junior; pela secretária adjunta Josiane Thomazella Bordignon, que representou a secretária municipal da Educação, Valéria Velis; pelo secretário municipal de administração, Rogério Marcheti, que representou o prefeito Gustavo; pelo deputado Aldo Demarchi e pelo vereador Serginho Carnevale, que representou a Câmara Municipal de Rio Claro.
“Nossa meta é fazer com que o “Daae na Escola” se torne uma ação permanente na cidade, porque quando a criança é bem informada, ela cobra mudança de hábitos dos pais em relação ao uso água, e esse projeto vai reforçar essa postura nas crianças”, afirma Osmar Junior.
“A melhor forma de melhorarmos o uso da água é ensinando as crianças, grandes agentes multiplicadores de informação que passarão a mensagem adiante para amigos e familiares”, destaca Josiane Bordignon.
O deputado Aldo Demarchi também ressaltou o papel das crianças na sociedade como agentes transformadores, dispostos a aprender e proporcionar mudanças.
O secretário municipal de administração, Rogério Marcheti, destacou o papel das crianças no projeto, que terão o desafio de ensinar os adultos a fazer o uso correto e sem desperdícios da água.
Já o vereador Serginho Carnevale enfatizou que a água não é um recurso infinito e que a iniciativa fará com que as crianças mudem os hábitos de consumo, principalmente dos pais, na própria casa.
Escolas interessadas em receber o Daae na Escola devem entrar em contato através do telefone 3531-5248 ou pelo Whatsapp 9.9940-9724, das 8 às 16 horas, em dias úteis, ou também pelo e-mail ambiental@daaerioclaro.sp.gov.br.
Ao final, os agentes ambientais receberam um kit informativo com borracha antiestresse em formato de gota com a mensagem “Cada gota faz a diferença, cuide da nossa água”, fornecido pelo Consórcio PCJ, bem como dois gibis educacionais sobre uso consciente da água, além de panfleto elaborado pelo Daae sobre o projeto, com dicas e um quiz sobre o uso consciente da água e informações quanto ao uso e gasto da água para produção de bens e alimentos.
Também estiveram presentes no evento, os secretários Leandro Geniselli (Meio Ambiente), Guilherme Pizzirani (Turismo) e Agnelo Matos (Habitação); a superintendente do Arquivo Municipal, Monica Frandi Ferreira; os secretários-adjuntos Alcir José Russo Junior (Meio Ambiente) e Cláudia Cristina Fiori Guilherme (Cultura).
A assessora dos Direitos da Mulher, Melissa Camilo; o coordenador ambiental da Secretaria de Educação, Edison Norberto; os vereadores, Hernani Leonhardt, Julinho Lopes, Geraldo Voluntário, Moisés Marques e Vagner Baungartner; diretores e funcionários do Daae, além de professores, coordenadores e diretores de escolas municipais e estaduais do município; representantes do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Rio Claro (Sindimuni); da Fundação Florestal e da Indústria de Rio Claro.