Prefeitura de Rio Claro participa de reunião do PAC II nesta quinta, em Brasília

Equipe técnica do governo de Rio Claro estará participando nesta quinta-feira, 9, às 9h, de reunião de trabalho, em Brasília, onde serão esclarecidos os critérios de seleção e o calendário do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II). Os eixos a serem discutidos na ocasião colocam em pauta os seguintes temas: Praça do PAC, Creches e Pré-Escolas, Unidades Básicas de Atendimento de Saúde (UBS) e Quadras Poliesportivas.

A condução desta primeira reunião estará sob a responsabilidade da coordenadora geral do PAC, Miriam Belchior e do subchefe de Assuntos Federativos, Olavo Noleto, mas contará também com representantes dos ministérios da Saúde, Educação e Planejamento.

A reunião de trabalho ocorrerá nas dependências do Auditório Pedro Calmon, do Quartel General do Exército. Além de Rio Claro, participarão da rodada representantes das capitais brasileiras, dos municípios integrantes de regiões metropolitanas e de municípios com mais de 50 mil habitantes.

Prefeitura abre vias públicas onde os trilhos foram retirados

As obras efetivas de integração urbana de Rio Claro a partir da retirada de trilhos começaram pelo ponto onde a antiga linha férrea encontrava a rua M-9, em frente ao Pronto-atendimento do Cervezão. O local é o primeiro no qual será aberto um dos seis novos cruzamentos viários que a prefeitura vai implantar no trecho entre o pontilhão da rua seis até a avenida 32.

Na quarta-feira (8) o Secretário de Obras, Ivan de Domênico, acompanhou o início dos trabalhos. “Nosso cronograma estabelece a abertura de, em média, um cruzamento por semana”, explica, lembrando que na semana passada o prefeito Du Altimari percorreu todo o trecho, que já está totalmente sem os trilhos, e determinou prioridade aos trabalhos que incluem ampla limpeza ao longo da extensão entre o pontilhão e a avenida 32.

Os outros novos cruzamentos programados dentro dessa ação da prefeitura ficam no encontro da antiga linha férrea com a rua M-1, M-3 e M-5, rua um e rua quatro (próximo à avenida M-27). A iniciativa envolve além do setor de Obras a pasta de Mobilidade Urbana e Sistema Viário e a Secretaria de Governo.

O asfalto utilizado nesse serviço está sendo produzido pela própria prefeitura através da Usina de Asfalto. Em cada cruzamento a prefeitura também vai instalar calçada de quatro metros e o trabalho será arrematado com pintura de sinalização de solo e instalação de placas de orientação de trânsito.

O objetivo da prefeitura ao abrir as passagens é melhorar a fluência do trânsito. O serviço está inserido em um projeto maior de reestruturação urbana de Rio Claro concebido a partir da retirada dos trilhos da antiga estrada de ferro da Avenida 24, na região central, até o distrito de Batovi, na área rural.

Segundo o diretor Marcos Pisconti, da Secretaria de Governo, o município busca recursos no governo federal para substituir o leito ferroviário de toda essa extensão por uma grande avenida com ampla urbanização.

RC é campeão paulista de resistência no ciclismo

Pódio da categoria Sub 23. Atleta Willian Chiarello na 2ª colocação e Halysson Ferreira na 5ª colocação.
Pódio da categoria Sub 23. Atleta Willian Chiarello na 2ª colocação e Halysson Ferreira na 5ª colocação.

Rio Claro é campeão paulista de resistência no ciclismo, categoria sub 23. O feito foi conquistado pelo ciclista Willian Chiarello, da equipe mantida em parceria pela prefeitura e Velo Clube, na quinta e última etapa do campeonato, realizado no domingo (5) em Americana.

Chiarello foi o segundo colocado na prova do domingo. O vice-campeonato na etapa garantiu o título ao ciclista na categoria sub 23. Outro atleta do Velo/Secretaria Municipal de Esportes, Halysson Henrique Ferreira, também foi destaque em Americana ao chegar na quinta posição, também na categoria sub 23.

Tanto Chiarello quanto Ferreira também disputam na categoria Elite pela equipe Velo/Seme, que faz parte do programa de esportes mantido pela prefeitura de Rio Claro com apoio da Sport Bike, Academia Olimpo, Velo Clube, Body Builders, Foccus Fotografia, Oficina Mecânica 4 Rodas e Papéis Primos.

Inscrições de duplas no 1º Festival Sertanejo começam na sexta-feira

Rio Claro continua no clima dos grandes eventos musicais. Na próxima sexta-feira (10) começam as inscrições para as duplas que querem disputar o primeiro Festival Sertanejo Universitário, evento que vai acontecer de sete a 10 de outubro no Sobradão. Trinta duplas da região vão concorrer a prêmios que somam R$ 4 mil.

A taxa de inscrição custa R$ 30,00 e as duplas têm até próximo dia 30 para se inscreverem. O atendimento é feito na Secretaria Municipal de Turismo, na antiga estação ferroviária (rua um, 1.100, entrada em frete à avenida um, Centro).

No dia quatro de outubro acontece o sorteio, na Secretaria de Turismo, da ordem de apresentação das duplas. Além de uma composição própria, cada dupla deverá apresentar ao público, durante o evento, versão de algum grande sucesso do gênero.

No dia sete de outubro, quinta-feira, começa o festival no Sobradão com apresentação de 15 duplas. Sete serão selecionadas, assim como no dia oito de outubro, quando se apresentam outras 15. Também no dia oito haverá apresentação do Sheba Show.

A semifinal, no dia 9 de outubro, terá as 14 selecionadas para a escolha das cinco melhores duplas, além de show com Renan & Ademilson. No dia 10 de outubro as cinco finalistas disputam o título, em noite que ainda terá apresentação de Fabrício e Gabriel.

A dupla campeã ganhará R$ 2 mil e a vice-campeã, R$ 1 mil. Também haverá prêmios em dinheiro para as duplas que ficarem na terceira (R$ 500,00), quarta (R$ 300,00) e quinta (R$ 200,00) colocações.

Os organizadores já definiram o valor dos ingressos ao público. Nos dias sete e oito de outubro a entrada custará R$ 5,00 mais um quilo de alimento não perecível. Nos dias nove e dez de outubro, R$ 7,00 mais um quilo de alimento não perecível.

O evento tem apoio da prefeitura de Rio Claro, por intermédio da Secretaria Municipal de Turismo. Mais informações sobre o primeiro Festival Sertanejo Universitário de Rio Claro podem ser obtidas pelos telefones (19) 9730-0108 ou na Secretaria Municipal de Turismo pelos telefones (19) 3533-9977 ou 3534-1051.

Prefeitura de Rio Claro e ABF realizam rodada de negócios em franchising

Rio Claro recebe dia 14 de setembro a 1ª Rodada de Negócios de Franquias, promovida pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) e a Prefeitura, representada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O evento será realizado na sede do Sest/Senat, Rodovia Washington Luis (marginal), km 176. Informações pelos telefones (19) 3532-4040, 3532-4055 e 3534-5242. Inscrições gratuitas para franqueadores e candidatos a franqueados podem ser feitas até o dia 10 pela internet (email: emprego.rioclaro@ig.com.br).

A programação da Rodada começa com a recepção aos participantes, às 10h do dia 14, seguindo-se a abertura, marcada para as 10h15. O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico de Rio Claro, João Zaine, inicia o programa de palestras às 10h30 discorrendo sobre “As potencialidades do Município de Rio Claro para o Desenvolvimento Empresarial”. Na seqüência, às 11h, os franqueadores inscritos terão espaço para a divulgação de suas marcas com a utilização de recursos audiovisuais disponibilizados pela organização

Ao meio dia, candidatos a franqueados e franqueadores terão contato direto, na Rodada de Negócios propriamente dita. Após o almoço, o diretor regional da ABF para o interior paulista, Altino Cristofoletti Junior fará uma abordagem ampla do sistema de franquias com o tema “Entendendo o Franchising”.

Ainda no período da tarde, às 15h, o evento se voltará para o projeto de expansão do Shopping Center Rio Claro, que abre a perspectiva para interessados em franquias e, novamente, será ofertado mais um espaço para franqueadores inscritos no evento, que divulgarão suas marcas. Repete-se também à tarde, às 16h30, mais uma rodada de contato direto entre franqueadores e candidatos a franqueados. O encerramento do evento acontecerá às 17h, aproximadamente.

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) é a segunda maior associação de franquias no mundo, com mais de 600 associados. O objetivo da entidade é promover e intensificar a prática do bom franchising no país. A entidade confirma que o setor de franquias fechou o ano de 2009 com faturamento de R$ 63 bilhões, assinalando crescimento de 14,7% em relação a 2008. Só em 2009, 264 novas redes surgiram no mercado, com aumento de 19,1% em relação ao ano anterior.

Núcleo de Rio Claro já integra rede da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária

    O Núcleo de Rio Claro da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF) foi homologado como representante da entidade no município, conforme decisão unânime da assembléia nacional da associação, realizada no dia 23 de julho deste ano. A decisão sacramentou pedido oficial do núcleo rio-clarense formulado à ABPF.

    A notícia foi bem recebida pela Secretaria de Turismo do município, que desde 2009 vem realizando diversas atividades na preservação da memória ferroviária, no ferreomodelismo e principalmente na restauração do prédio da antiga estação, onde funciona a secretaria. A diretoria executiva do Núcleo da ABPF no município tem como integrantes Eder Carlos Schnetzler (diretor administrativo), Alexandre Augusto Ferreira (diretor tesoureiro) e Samanta dos Santos Gomes (diretora de promoções).

    Aficionados pela ferrovia e ex-funcionários das empresas que escreveram a história da estrada de ferro em Rio Claro compõem o Núcleo local, que se reúne periodicamente na própria estação, mantendo viva a memória e planejando as ações que podem ser desenvolvidas para garantir que isto não se perca no futuro.

    Segundo a secretaria de Turismo e o governo municipal, a criação do Núcleo da ABPF no município fortalece projetos que já vêm sendo discutidos há algum tempo, com ampla participação da comunidade, pleiteando a montagem do Museu Ferroviário em Rio Claro. Colecionados particulares, ex-ferroviários e entidades que os representam têm peças e documentos suficientes para justificar a criação de um grande museu, com rico acervo de todas as etapas da história da ferrovia na cidade.

    O trabalho da ABPF no Brasil também é muito produtivo, contribuindo para a preservação e restauração de vagões antigos de carga, de passageiros, bem como de locomotivas e estações. A entidade, aliás, dispõe também de muitas informações e imagens em seu site (www.abpf.com.br) que podem ser utilizados para pesquisas ou mesmo para o conhecimento daqueles que não conviveram com os áureos tempos da ferrovia no Brasil, e especialmente, no estado de São Paulo e em Rio Claro. Para contatos com o núcleo rio-clarense da entidade utilize o email abpfrioclaro@uol.com.br

Voleibol Melhor Idade vence uma de três partidas

    A equipe de Voleibol Melhor Idade da Secretaria Municipal de Esportes de Rio Claro participou no último sábado (04) do Festival Melhor Idade de Voleibol Adaptado, direcionado para a categoria 50 anos masculino, promovido pela Associação Pró-Voleibol (APV).

    No Festival aconteceu em Pirassununga. O time rio-clarense disputou três partidas e os resultados ficaram em: RC 00 x 02 Taquaritinga, RC 00 x 02 Pirassununga e RC 02 x 00 Porto Ferreira.

    O próximo Festival Melhor Idade de Voleibol Adaptado acontece no próximo dia 18, um sábado, em Rio Claro, nas quadras do CSU Mitiko Nevoeiro e no Mini Ginásio ”Manoel (Mané) Bortolotti”.

Rua de Lazer é destaque sábado no Mãe Preta

    A Rua de Lazer desse sábado (11) acontece das 9 às 13 horas no bairro Mãe Preta. As atividades recreativas serão realizadas na academia na Rua 16 MP, esquina com a Avenida Um.

    O projeto Rua de Lazer é desenvolvido pela Prefeitura de Rio Claro, por meio da Secretaria Municipal de Esportes, com o objetivo de levar diversão e entretenimento para a comunidade de forma itinerante, em diferentes bairros do município.

    A Secretaria de Esportes vai disponibilizar funcionários para acompanhar o divertimento dos pequenos, e aqueles que comparecerem ao local poderão se divertir com duas camas elásticas, mesa de desenhos, giz de cera, lápis de cor e guache.           

    Para solicitar a realização da Rua de Lazer as entidades e comunidades devem encaminhar um ofício à Secretaria Municipal de Esportes. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3533-5422 ou 3533-5433.

Comando dos bombeiros realiza estudos para segunda unidade em Rio Claro

    Homenageado pelos bombeiros no final de agosto, em Piracicaba, o secretário de Segurança e Defesa Civil de Rio Claro, José Gustavo Viégas Carneiro reforçou junto ao coronel Navarro, comandante do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, a reivindicação do governo municipal rio-clarense pela implantação da segunda unidade do Corpo de Bombeiros no município. “Sobre este assunto, o coronel nos assegurou que os estudos para esta segunda unidade estão em fase final”, afirmou Viégas.

    Por outro lado, aproveitando a presença do comandante o secretário rio-clarense disse que já solicitou apoio de Navarro para pleitear uma moderna viatura de resgate, destinada ao socorro emergencial de acidentados. “Esperamos que isso ocorra em 2011”, reiterou Viégas.  

    A homenagem ao secretário se deu por ocasião do aniversário do 16º Grupamento de Bombeiros, com sede em Piracicaba. Consistiu em medalha e certificado entregues ao homenageado pelo comandante Navarro e pelo tenente-coronel Delsin, comandante do 16º GB de Piracicaba. Capitão Pugliessi e Tenente Moura, ambos do comando do Corpo de Bombeiros de Rio Claro, também participaram da homenagem a Viégas, que ocupa a presidência do Fundo Especial do Bombeiro (Febom) em Rio Claro.

    O apoio e a colaboração do secretário de segurança de Rio Claro e de sua equipe na modernização do corpo de bombeiros local, inclusive com contínuo incentivo ao aprimoramento profissional de seus integrantes foram determinantes para justificar a homenagem que ocorreu durante solenidade cívico-militar realizada no Engenho Central. Outras autoridades também foram condecoradas na oportunidade.

Migrante abandona as ruas com auxílio da prefeitura

Trabalho da prefeitura de Rio Claro prevê o resgate da autoestima e dignidade de vida dos moradores de rua

    Joaquim José de Souza Filho, 48 anos, analfabeto, tem uma história de vida similar a de dezenas de moradores de rua. Aos 12 anos, residente no município de Jânio Quadros (BA), colocou a mochila às costas e migrou para o estado de São Paulo. Residiu em Jundiaí e em Catanduva, onde constituiu família. Com o fim da união, há 15 anos, deixou esposa, duas filhas e uma neta. Passou a viver na rua.

    “Mesmo na rua, nunca deixei de trabalhar, sempre arrumei serviço como servente de pedreiro e, quando não tinha trabalho, vivia de material reciclável que recolhia pela cidade”, relata. “Mas eu nunca mais tive moradia fixa”, lamenta.

    Joaquim veio para Rio Claro há um ano, com promessa de emprego. Após desencontro com quem lhe daria o trabalho, passou a viver nas ruas da cidade. Alguns meses depois, passou a morar em uma garagem abandonada, onde foi encontrado pela equipe do Serviço Especializado para Pessoas em Situação de Rua, vinculada ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). E a vida está mudando para Joaquim, que começa a colher os frutos de sua batalha por uma vida mais digna e justa, a começar pelo emprego, que agora é uma realidade.

    Embora ainda não tenha residência regular, Joaquim diz que já pode ver uma luz no fim do túnel. “Desde março estou recebendo ajuda da equipe do Creas”, confirma. “O pessoal faz visitas em meu trabalho e me orienta com psicóloga, assistente social e outros profissionais”, enumera. “Estou muito feliz com o acolhimento e atendimento da equipe, sempre atenciosa e respeitosa”, comemora.

    Joaquim revela que, graças às orientações do Creas, conseguiu emprego como auxiliar de pintor, já tem documentos de identidade e ganha uma cesta básica que garante o jantar diário. “Já o almoço eu faço no serviço”, explica o baiano, que está entusiasmando em ir mais longe. “Meu grande sonho é trabalhar com carteira assinada e ter um lugar melhor para morar”, revela. “Meu patrão também está me ajudando nisso”.

     Segundo Viviane Geraldo, assistente social coordenadora da Proteção Social Especial da Secretaria Municipal de Ação Social, o empenho de Joaquim é vital para que o atendimento do Creas esteja sendo bem-sucedido. “Ele é muito educado e receptivo, não usa álcool ou drogas e tem boas chances, pela sua força de vontade, de conquistar uma vida mais digna”, comenta. “Ele continuará sendo atendido pelo Creas até ter condições de seguir sua vida sem a nossa orientação”.

Atendimento

    A secretária municipal de Ação Social, Luci Helena Wendel Ferreira, explica que muitas são as causas que levam à desestrutura familiar. Em muitos casos, pessoas abandonam lares em busca de uma suposta liberdade e passam a viver precariamente sob pontes, casas abandonadas ou rudimentares barracos em terrenos alheios, o que gera em muitas ocasiões atritos com a comunidade.

    “Simplesmente retirar essas pessoas das ruas, como se estivéssemos fazendo uma faxina na cidade, não resolve o problema e fere o direito de ir e vir do ser humano”, diz a secretária de Ação Social.

    Com base nesse princípio, a Secretaria de Ação Social estruturou em maio de 2010, por intermédio do Creas, uma equipe de Serviço Especializado para Pessoas em Situação de Rua, formada por assistente social, psicóloga e quatro técnicos em Desenvolvimento Social. Em quatro meses, a equipe já realizou 84 aproximações sociais com moradores de rua.

    “As aproximações sociais visam, entre outros objetivos, pavimentar o processo de retirada dessas pessoas das ruas e dar condições de acesso à rede de serviços e benefícios assistenciais”, explica Luci Ferreira.

    Outros objetivos da equipe são identificar famílias e indivíduos com direitos violados; sensibilizar a comunidade para os direitos e necessidades dos moradores de rua; e promover inclusão social e estabelecer parcerias, além de promover ações para reinserção familiar e comunitária.

    Existe um amplo trabalho dos profissionais para viabilizar acolhida na rede socioassistencial. A idéia é contribuir para a construção de novos projetos de vida, respeitando as escolhas dos usuários e singularidades de cada situação. A equipe está organizada para atender de forma digna e humanizada sempre preservando a identidade, integridade e história de vida dos atendidos.

Nas ruas

    A equipe de Serviço Especializado percorre as ruas da cidade diariamente das 6 às 17 horas. Após a aproximação social, estabelece vínculo com o morador de rua. A partir daí, os procedimentos variam de caso a caso. Pode ser feito encaminhamento para consultas médicas ou internação, ou um trabalho de reinserção familiar. Alguns são encaminhados para tentar emprego, para outros são retirados documentos e ainda podem ser feitos atendimentos emergenciais – banho, alimentação, entrega de cobertores, roupas e calçados.

    O trabalho também inclui articulação de uma rede de apoio para o atendimento e o mapeamento de demandas, identificando os locais que os moradores de rua utilizam como espaço de moradia ou de sobrevivência. A equipe também realiza serviço de busca ativa e qualificada para pessoas em situação de rua; atendimento de demanda espontânea e de denúncias; e tenta resolver necessidades imediatas desse público, encaminhando os atendidos para a rede sócio-assistencial do município.

     Mais informações podem ser obtidas pelos 3523-6439 e 3523-6520.