Daae conclui implantação de rede de água no Distrito de Batovi

A equipe de obras e manutenção do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae) de Rio Claro concluiu no último dia 20 a construção de 600 metros de rede de água para atender aos moradores da parte alta do distrito de Batovi. A nova rede já está funcionando e abastece mais de 25 residências e duas empresas que ocupam uma área localizada próxima ao trevo da rodovia Wilson Finardi. Devido às fortes chuvas registradas em janeiro, a rede antiga estourou dentro da antiga estrutura que passava embaixo da rodovia. Na época, o Daae tentou fazer o conserto, mas não foi possível devido à estrutura estar totalmente comprometida. A solução definitiva para sanar o problema foi a implantação de uma nova rede para atender a comunidade do distrito rural. As obras começaram na segunda quinzena de fevereiro. A rede danificada foi localizada com o acompanhamento da empresa Congás, porque naquele trecho também passa a tubulação do gasoduto.

Equipe do DAAE realiza trabalho em Batovi
Equipe do DAAE realiza trabalho em Batovi

O Daae construiu a parte da nova rede com tubos de 60 milímetros de diâmetro, de PVC (material plástico mais atualmente), até o Córrego das Araras. Para fazer a travessia da rede sobre a ponte do córrego foram utilizados 18 metros de tubos de 63 milímetros de diâmetro, em Polietileno de Alta Densidade (PEAD) e doze metros de tubo galvanizado de 100 milímetros de diâmetro, técnica que garante maior segurança e durabilidade para a obra. Segundo a equipe técnica do Daae, o trecho mais complicado para a conclusão do serviço foi a travessia por dentro da estrutura que passa sob a rodovia Wilson Finardi. Nequela etapa foi necessário um trabalho conjunto que envolveu as equipes das empresas Sanit, Foz do Brasil e Congás, além dos funcionários do Daae que se empenharam durante 25 dias para executar o mais rápido possível os trabalhos, solucionado o problema de falta de água no Distrito de Batovi.

Crianças do Amizade e Vida fazem estudo do meio no Jardim S. João

As crianças do Projeto Presença Esperança Amizade e Vida, no Jardim São João, percorreram ruas e avenidas do bairro e do vizinho Parque São Jorge no último dia 18 para fazerem uma atividade de “estudo do meio”. Acompanhados e orientados pela professora Luciana Cristina Favoretto e pelas funcionárias Catia Rizzi , Thelma Eloísa Cazelotto e Andréia Marques, os alunos observaram as condições gerais dos bairros percorridos quanto à manutenção e limpeza.

Crianças do Projeto Presença Esperança Amizade e Vida durante atividade
Crianças do Projeto Presença Esperança Amizade e Vida durante atividade

Itens como a faixa de pedestres em frente à unidade de ensino, rampas de acesso a cadeirantes nas imediações, a utilização pelos moradores de serviços como cata-entulho, e boas práticas na vizinhança como a separação de lixo para a coleta seletiva também chamaram a atenção dos alunos. A coordenadora do pólo, Jacqueline Santana Gonçalves, observa que atividades como essa ajudam na prática da cidadania e da responsabilidade social, temas que estão sendo trabalhados de formas variadas e integradas por todos os educadores que atuam no pólo.

Palestra sobre a dengue mobiliza alunos da escola Victorino Machado

Os alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA) I e II da escola Victorino Machado, em Rio Claro, participaram no último dia 18 da palestra sobre a dengue. A importância da conscientização contra a doença e a importância da precaução foram os temas centrais.
A palestra foi proferida pela funcionária Solange Mascherpe do Centro de Controle de Zoonozes– IEC (Informação, Educação e Comunicação).

Crianças da escola Victorino Machado assistem à palestra sobre dengue
Crianças da escola Victorino Machado assistem à palestra sobre dengue

A explanação do tema contou com apresentação de slides e diálogo com os estudantes. Depois, os alunos tiveram a oportunidade de visualizar o ciclo evolutivo do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue.
O tema integra projeto da escola desenvolvido durante o ano letivo e inúmeras atividades, como passeata, pedágio, entrevista com pessoas da comunidade, caça ao mosquito, e outras.

Crianças do Sol Nascente percorrem bairro e praticam leitura

As crianças do Projeto Presença Esperança Sol Nascente, localizado no Cervezão, em Rio Claro, realizaram neste mês a “Caminhada da Leitura”. As crianças percorreram o bairro observando as placas do comércio local exercitando a leitura e a escrita, acompanhados e orientados pela professora Nathalia M. Minucci e as monitoras Aline C. Barbosa e Rosemeire H. G. da Silva, além da auxiliar Maria Zilda Z. C. Mendes. Além de observar a escrita dos letreiros e placas de sinalização, as crianças fizeram outras observações durante o percurso. Dedicaram atenção às rampas de acesso para cadeirantes e a variedade de lojas e serviços oferecidos no Cervezão, bairro mais populoso do município.

Crianças percorrendo os bairros durante mês da "Caminhada da Leitura"
Crianças percorrendo os bairros durante mês da "Caminhada da Leitura"

A receptividade das pessoas que transitavam pelo bairro foi outro destaque do passeio. Palavras de incentivo às crianças e de elogios à iniciativa foram bastante ouvidos. A atividade foi sugerida pela Coordenadora do pólo, Jacqueline Santana Gonçalves, que também acompanhou o grupo. As monitoras estão aproveitando a ”caminhada da leitura” para iniciar um projeto de estudo do meio que poderá incluir pesquisa sobre o bairro e construção de maquete do quarteirão onde se localiza o projeto.

Alunos do Djiliah ouvem palestra sobre o rio Corumbataí na Casa da Agricultura

A Semana da Água foi tema de atividade diferenciada na escola Djiliah Camargo de Souza, de Rio Claro. A partir desse assunto, os estudantes assistiram à palestra sobre a conservação do rio Corumbataí, um dos mais importantes do município e da região. A palestra aconteceu na Casa da Agricultura sob o comando do engenheiro Enéas Ferguson, que falou sobre os impactos na natureza da falta de conservação da água.

Crianças participam de atividades realizadas na semana da água
Crianças participam de atividades realizadas na semana da água

Como acontece na rede municipal de ensino de Rio Claro, a atividade extraclasse para os alunos do Djiliah aconteceu tendo em vista os trabalhados desenvolvidos em sala de aula. No caso do meio ambiente, o objetivo é estimular os alunos a perceberem a importância do homem na transformação do meio em que vive e o que as interferências negativas têm causado à natureza.

Governo Federal estuda a implantação de unidade da Rede Federal de Educação em Rio Claro

O governo federal está avaliando a possibilidade do município de Rio Claro passar a ter uma unidade da Rede Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. O pedido, que já havia sido apresentado pelo prefeito Du Altimari em Brasília, foi feito pessoalmente pela vice-prefeita e secretária de Governo, Olga Salomão, ao ministro da Educação Fernando Haddad, na quinta-feira, 25, em sua visita à cidade de Araras. Na solenidade, Haddad formalizou a adesão de Araras aos programas Mais Educação e Proinfância. Rio Claro já integra os dois programas.
 “Entregamos ao ministro um ofício do prefeito Du Altimari solicitando a implantação da unidade educacional em Rio Claro, que também atenderia Santa Gertrudes e Cordeirópolis, em especial, já que são municípios concentradores de grande parte das indústrias cerâmicas da América Latina”, afirma Olga, acrescentando que “o ministro se mostrou receptivo à proposta”.
O prefeito Du Altimari, que no mesmo horário estava com o presidente Luis Inácio Lula da Silva, em Tatuí, recebendo ambulâncias, vê neste encontro com Haddad mais uma etapa importante para que Rio Claro consiga seu objetivo.  O pedido também já foi feito ao presidente da Câmara Federal, deputado Michel Temer, e tem merecido o acompanhamento da Fundação Municipal Ulysses Guimarães.

A vice-prefeita e secretária de Governo, Olga Salomão e o ministro da Educação Fernando Haddad
A vice-prefeita e secretária de Governo, Olga Salomão e o ministro da Educação Fernando Haddad

Em seu ofício, o prefeito destaca que “a unidade educacional atenderia a demanda regional de qualificação profissional, gerada pela diversificada economia dos três municípios”. Altimari acentua que “ainda temos carência de mão-de-obra qualificada e, com as previsões econômicas recentes para o país e os investimentos que temos feito no município neste sentido, é preciso que Rio Claro capacite seus trabalhadores para atender a demanda de crescimento dos diversos setores”.
“Diante de nossa expectativa de que a resposta do governo federal seja positiva, já estamos buscando autorização para utilizar o antigo campus da Unesp, no bairro Santana, para abrigar a instituição”, anuncia Altimari. “Temos de estar preparados”, afirma.
No ofício entregue ao ministro da Educação, Rio Claro também fez o encaminhamento da solicitação da Secretaria Municipal da Educação para que o Ministério inclua a Escola Luiz Martins no Programa ‘Mais Educação’, a exemplo do que já acontece com a Escola Celeste Calil. Com o programa, os alunos ganham melhores condições no aproveitamento do ensino.
Haddad também recebeu o pedido para que o governo federal participe da ampliação da rede de creches em Rio Claro, aprovando projeto de construção de uma unidade para os bairros Bonsucesso e Novo Wenzel, pelo Programa Proinfância. “Este programa já contemplou Rio Claro com uma creche no Jardim Progresso, que deverá estar pronta até o final do ano e atenderá a 175 crianças”, informa Heloísa Cunha do Carmo, secretária da Educação.

Rio Claro tem 53 casos de dengue e faz mutirão

Boletim divulgado na tarde desta sexta-feira, 26, pelo setor de Vigilância Epidemiológica de Rio Claro indica que subiu para 53 o número de casos de dengue no município. São 12 importados e 41 autóctones, contraídos na própria cidade. No boletim anterior, expedido dia 19, foram verificados 28 casos, o que mostra que o número de pessoas que contraíram a doença está aumentando rapidamente.
A Fundação de Saúde continua mobilizada na tarefa de combater o mosquito transmissor da dengue. Enquanto as equipes trabalham nas vistorias de imóveis e orientação aos moradores, o setor administrativo está finalizando o processo para a contratação de 40 novos agentes para trabalhar no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. Nesta semana, todos os classificados passaram por um treinamento.
A situação de Rio Claro continua melhor do que a de outros municípios paulistas que enfrentam epidemia de dengue. As autoridades de saúde, porém, salientam que os números são preocupantes, uma vez que superam de longe o que foi registrado em todo o ano de 2009.
Em 2009, Rio Claro manteve a doença sob controle. Foram apenas sete casos, sendo três importados e quatro contraídos no município. Em 2008, foram 151 casos e em 2007, mais de 1.600.
A coordenação do programa municipal de combate à dengue apela para a população intensificar as medidas preventivas. É preciso eliminar os recipientes que possam acumular água, como vasos de plantas, latas, pneus, garrafas, caixas d´água e piscinas.
Neste domingo, moradores do Jardim Guanabara realizarão um mutirão contra a dengue, com o envolvimento da associação de moradores, secretarias municipais e Defesa Civil. As atividades se estenderão das 9 às 11h30, com distribuição de folhetos e ações para eliminação de criadouros do mosquito. Os organizadores pedem para que os moradores coloquem em frente de suas casas os móveis e objetos que serão descartados, para que a equipe de Cata-bagulho faça a coleta.

Trânsito interrompido para transporte de carros alegóricos

Carros alegóricos que participaram dos desfiles das escolas de samba de Rio Claro serão transportados na manhã deste sábado, 27, da antiga fábrica da Caracu, na Avenida Visconde do Rio Claro, até os barracões da antiga Fepasa, na Avenida 24-A.
No dia 13, grande parte dos carros já foi deslocada, mas o serviço não foi concluído porque faltou espaço no barracão que precisou, então, passar por reorganização.
O transporte será coordenado pela Secretaria Municipal de Turismo com o apoio da Guarda Municipal que fará a orientação do trânsito.
Os serviços serão iniciados às 7 horas e deverão ocupar toda a manhã deste sábado. Por conta disto, a Secretaria de Turismo pede a compreensão dos motoristas e está anunciado o trajeto que será feito pelos carros alegóricos.
Os carros percorrerão o seguinte trajeto: Avenida Visconde do Rio Claro, Avenida 24-A, até os barracões da antiga Fepasa na Rua 03A – Vila Alemã.

Milton Machado Luz é eleito secretário executivo de conselho regional

O secretário de Planejamento, Desenvolvimento e Meio Ambiente (Sepladema) de Rio Claro, Milton José Hussni Machado Luz, foi eleito nesta sexta-feira, 26, por aclamação, em Corumbataí, para o cargo de secretário executivo do Conselho Gestor Unificado das Áreas de Proteção Ambiental Corumbataí-Botucatu-Tejupá. Milton, que já era membro do plenário do conselho, cumprirá mandato de dois anos, conforme rege o estatuto da entidade, criada em 1983 e regulamentada em 1991, por decreto e lei estadual, respectivamente. O presidente da entidade, Luiz Sertório Teixeira, é representante da Fundação Florestal, ligada à Secretaria de Estado de Meio Ambiente. A APA citada reúne 15 municípios, incluindo Rio Claro.
Como secretário executivo do conselho, caberá ao titular da Sepladema, entre outras funções, organizar a realização de reuniões, elaborar a ordem do dia, bem como secretariar e assessorar o Conselho Gestor e as Câmaras Técnicas componentes. O conselho tem como objetivo promover o gerenciamento participativo e integrado dos territórios das Áreas de Proteção Ambiental (APAs), responsabilizando-se, ainda, por implementar políticas e diretrizes nacionais, estaduais e municipais que tratem da recuperação, conservação, equilíbrio ecológico e do Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza.
“É uma grande responsabilidade, sem dúvida”, avaliou o secretário rio-clarense referindo-se ao cargo para o qual foi eleito. “No entanto, já tínhamos um diálogo muito produtivo com os municípios da região, em defesa de ações ambientais, e verificamos que há uma integração de objetivos, afinidade de idéias, pontos que contribuem para a formação de uma base sólida que nos permitirá a realização de um bom trabalho neste aspecto”, explicou Milton.
O prefeito Du Altimari disse que a participação de Rio Claro na diretoria do Conselho Gestor da APA, especialmente na Secretaria Executiva da entidade, é “motivo de orgulho para o município”. O prefeito previu que com “diálogo, articulação regional e com a disposição que o pessoal do conselho tem demonstrado, toda a região e o Estado de São Paulo serão beneficiados, porque é um trabalho árduo, necessário, vital para nós, no presente, e especialmente para as gerações que nos sucederão”.

Educadores rio-clarenses na Conferência Nacional de Educação

Rio Claro terá dois representantes na Conferência Nacional de Educação (Conae), que será realizada de 28 de março a 1º de abril, em Brasília, reunindo cerca de 3000 delegados de municípios e estados e 500 observadores convidados.
Os educadores Valéria Aparecida Vieira Veles e Nelson Leme da Silva Junior serão os delegados de Rio Claro em Brasília, na condição de representantes do Conselho Municipal de Educação e dos gestores municipais, respectivamente. Ambos participaram das fases municipal, intermunicipal (em Campinas) e estadual (realizada em São Paulo).
Durante quatro dias, os participantes da Conae vão discutir a criação de um sistema nacional de educação e propor diretrizes e estratégias para a construção do novo Plano Nacional de Educação (PNE), que vai vigorar de 2011 a 2020.

Na fase municipal, mais de 500 pessoas e 172 propostas em Rio Claro
Na fase municipal, mais de 500 pessoas e 172 propostas em Rio Claro

Para facilitar as discussões, a comissão organizadora da conferência dividiu em seis eixos o tema central: “Construindo um Sistema Nacional Articulado de Educação: Plano Nacional de Educação – Suas Diretrizes e Estratégias de Ação”. Além disto, ofereceu um documento-referência para os debates preparatórios que aconteceram nos municípios e estados em 2009. Ao final das discussões, a comissão recolheu as contribuições, que agora estão no documento-base que vai a debate a partir deste domingo.
Participaram da preparação do evento cerca de 400 mil pessoas numa série de 2.258 conferências. Os municípios promoveram 1.707 conferências e grupos de municípios fizeram outras 551. Nos estados foram 27. Em Rio Claro, mais de 500 pessoas participaram de forma direta da etapa municipal, quando foram apresentadas 172 propostas.