Avenida Tancredo é interditada no Inocoop para recapeamento

Serviços serão realizados nesta sexta-feira (7) pela prefeitura.

Para realizar serviços de recapeamento asfáltico em trecho da Avenida Tancredo Neves, no Jardim Inocoop, a prefeitura de Rio Claro fará interdição de trânsito no local nesta sexta-feira (7).

O recapeamento será feito entre as ruas 4 e 5 e deverá ser concluído no final da manhã ou início da tarde.

O Departamento Municipal de Trânsito orienta os motoristas a redobrarem a atenção ao passarem pelo local.

Parque dos Eucaliptos terá reunião sobre asfalto na quinta-feira

Nas reuniões já realizadas população manifestou apoio ao financiamento para o asfalto.

Os moradores do Parque dos Eucaliptos têm a oportunidade nessa quinta-feira (6) de conversar com o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, sobre pavimentação asfáltica no bairro. Todos podem participar. A reunião marcada para 19 horas na Rua 5, 265, também contará com a presença de secretários municipais e vereadores. “O asfalto em vias públicas é uma antiga solicitação dos moradores do Parque dos Eucaliptos e poderemos nessa reunião apresentar e ouvir propostas para viabilizar a tão sonhada pavimentação no bairro”, explica o prefeito Juninho.

A prefeitura tem projeto para pavimentar o Parque dos Eucaliptos e outros bairros e trechos sem asfalto. Para isso, precisa de financiamento de R$ 60 milhões cuja aprovação depende de autorização dos vereadores. São R$ 30 milhões para pavimentação asfáltica, R$ 20 milhões para recapeamento, R$ 5 milhões para a saúde e R$ 5 milhões para o Daae. A cobrança de contribuição será feita apenas para asfalto novo e dos moradores que serão beneficiados pelas obras. Não haverá cobrança para o serviço de recapeamento.

Reuniões nos bairros sobre o assunto estão sendo realizadas desde o mês passado e o tema já foi discutido diretamente com moradores do Nova Rio Claro, Nova Veneza, Paulista 1, Maria Cristina, Assistência, Ajapi, Ferraz, Vila da Paz, Chácara Lusa, Novo Wenzel e Recanto Paraíso. “As pessoas dos bairros sem asfalto são as que mais sofrem com lama e poeira devido à falta de pavimentação e por isso tiramos a discussão do gabinete e queremos ouvir as opiniões e sugestões desses moradores”, explica o prefeito de Rio Claro.

Alterações no canteiro central disciplinam trânsito na Avenida 54

Recapeamento também será realizado em alguns pontos da via.

O trânsito na Avenida 54, no Jardim Paulista 2, em Rio Claro está sendo reorganizado com intervenções que estão sendo realizadas pela prefeitura para modificar o traçado do canteiro central. Recapeamento também será feito em alguns pontos da via.  

“O canteiro está sendo reformulado para que as conversões de veículos sejam feitas de maneira adequada, dando maior segurança ao trânsito”, observa o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, acrescentando que estudos do departamento de trânsito apontaram a necessidade das alterações. “Os moradores pediram as mudanças e os estudos confirmaram que elas eram necessárias”, diz Juninho.

As obras estão sendo feitas em trecho que vai da Rua 23 até Rua 30. Naquele trecho, a Avenida 54 é duplicada, porém o canteiro central não está alinhado às esquinas e invade os cruzamentos.

“Os trabalhos devem prosseguir por mais alguns dias”, informa Paulo Roberto de Lima, secretário de Obras. Os serviços estão sendo feitos pela empresa Rino Imóveis, como contrapartida ao município.

No mesmo trecho a Avenida 54 está recebendo outra melhoria que é a ampliação do sistema de iluminação pública. Postes e luminárias foram colocados para deixar os lados da via pública iluminados. Atualmente apenas quem vai no sentido da Rua 30 para a Rua 23 tem iluminação.

Prefeitura amplia iluminação em trecho da Avenida 54

Município aguarda ligação de energia da concessionária para colocar as luminárias em funcionamento.

A prefeitura de Rio Claro prossegue com as ações para ampliar a iluminação pública no município. Trecho da Avenida 54, entre as ruas 23 e 30, no Jardim Paulista 2, está recebendo a melhoria. O serviço está sendo realizado por empresa contratada pela prefeitura. Para expansão da rede foi feita adequação em toda a estrutura.  

Foram instalados 14 postes e 14 lâmpadas de LED para deixar os dois lados da via pública iluminados. “Antes, havia iluminação apenas no sentido da Rua 30 para a Rua 23 e agora também terá iluminação pública no sentido da Rua 23 para a Rua 30”, explica o secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima.

O serviço de instalação dos postes e luminárias já foi concluído e a prefeitura aguarda que a concessionária faça a ligação da energia para colocá-los em funcionamento. “O local ganhou lâmpadas mais potentes que vão aumentar a claridade gerando mais conforto e segurança para a população, e melhor visibilidade para os motoristas que transitam pela via à noite”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que acompanhou a execução do trabalho nesta quinta-feira (30) junto com o secretário municipal de Economia e Finanças, Gilmar Dietrich.

A prefeitura vem atendendo vários bairros com o trabalho de ampliação da iluminação pública. Recentemente, um dos acessos à nova ponte do Jardim Novo recebeu oito braços duplos de iluminação. Outros exemplos recentes são a praça na Vila Olinda (ruas 14 e 15 com Rua Jacutinga), Vila Alemã ( Rua 3-A entre as avenidas 32-A e 24-A), pontos como a entrada da cidade pela Avenida Tancredo Neves, Avenida Marginal do Jardim Novo, área da antiga Vila Stecca e trecho do bairro Bonsucesso.Área de anexos

Moradores do Recanto Paraíso querem e aceitam pagar pelo asfalto

Prefeitura busca autorização dos vereadores para financiar R$ 60 milhões para investimentos.

Dezenas de moradores do bairro Recanto Paraíso, em Rio Claro, se reuniram na noite de quarta-feira (29) para discutir pavimentação asfáltica. A prefeitura está discutindo com a população o lançamento de contribuição de melhorias para asfaltar bairros sem pavimento. Os moradores do Recanto Paraíso querem asfalto e aceitam pagar pelo serviço para eliminar os problemas causados pela poeira e lama que há anos assolam o bairro.

“Nós queremos e precisamos do asfalto”, afirmou Tânia de Souza Nascimento Alves, que mora há 35 anos no Recanto Paraíso. Ela concorda em pagar contribuição de melhoria para ver sua rua pavimentada. “Se o asfalto vier aceitamos pagar dentro de nossas condições”, disse. Também moradora do bairro há 40 anos, Luzia Martiniano concorda com pagamento. “Se for para ter o asfalto nós pagamos, assim acaba esse monte de buracos na rua”, declarou.

A reunião no Recanto do Paraíso faz parte de uma série que tem sido realizada pela prefeitura nos bairros sem asfalto. O objetivo é ouvir os moradores, principais interessados na pavimentação. A prefeitura busca autorização da Câmara Municipal para financiar R$ 60 milhões para investir em pavimentação asfáltica (R$ 30 milhões), recapeamento (R$ 20 milhões), saúde (R$ 5 milhões) e Daae (R$ 5 milhões).

“Gostaria de pavimentar todos os bairros com recursos da prefeitura, mas não temos condições financeiras. Por isso estamos buscando autorização dos vereadores para fazer o financiamento e realizar as obras”, explicou aos moradores o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

O projeto pretende beneficiar 18 bairros que estão totalmente ou parcialmente sem asfalto, além de recapear ruas que estão com pavimento muito danificado. “Vamos cobrar apenas pelo asfalto novo, o recapeamento será pago pela prefeitura”, ressalta o prefeito, que solicitou aos moradores que compareçam à Câmara Municipal no dia da votação do projeto para apoiar os vereadores.

O vereador Ney Paiva observou que a população, principal interessada, no assunto, merece ser ouvida. “São vocês que vão decidir se querem ou não o asfalto. Essa é a hora de resolver esse problema tão antigo”, afirmou.

Também participaram da reunião os vereadores Geraldo Voluntário, José Pereira dos Santos, Hernani Leonhardt, Júlio Lopes, Adriano La Torre, Paulo Guedes e Rafael Andreeta, além de secretários municipais.

Após trâmites burocráticos, prefeitura retoma obra no Novo Wenzel

Centro Esportivo está sendo implantado a partir de emenda do deputado Miguel Lombardi.

O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, acompanhou nesta semana a retomada das obras para a construção do Centro Esportivo Novo Wenzel. Com a implantação da nova área de lazer, os moradores da região poderão usufruir de campo de futebol, academia ao ar livre e vestiários, que estão sendo construídos no local.

Para poder retomar as obras, a prefeitura de Rio Claro solicitou à Caixa Econômica Federal reprogramação do serviço para melhor aproveitamento dos recursos e o aval foi dado na semana do dia 15. Os contratos aditivos foram assinados com a Caixa e com a empresa construtora. A adição prevê inclusão de construção de arquibancada e calçadas.

O centro esportivo está sendo viabilizado por emenda parlamentar do deputado federal Miguel Lombardi. “As parcerias são fundamentais para que o município consiga melhor atendimento à população e o deputado tem colaborado muito com Rio Claro, destinando emendas também para a infraestrutura e saúde”, observa o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, lembrando que a área de lazer é uma reivindicação dos moradores. “É mais um espaço público que será ocupado pela comunidade, com opões de esporte e lazer principalmente para as crianças”, acrescenta Juninho.  O valor da emenda parlamentar é de R$ 465,1 mil. Com o aditamento, o valor da obra passou de R$ 421.870,00 para R$ 477.254,61.

“Serviços de pavimentação, implantação de galerias e construção parcial de alambrado e vestiário já foram executados”, informa Paulo Roberto de Lima, secretário de Obras, lembrando que o prefeito já solicitou à empresa rapidez na conclusão da obra. 

O centro esportivo fica na Rua 3-JW, entre as avenidas 13-JW e 15-JW, e irá atender também moradores do Jardim Bonsucesso e Bom Retiro.

Novo Wenzel terá reunião do asfalto nesta quinta-feira

Reunião será às 19 horas na creche Margarida Penteado.

Os moradores da região do Novo Wenzel vão se reunir para discutir pavimentação asfáltica no bairro nesta quinta-feira (30). A reunião será realizada às 19 horas na escola municipal “Caminho da Vida Profª. Margarida Penteado”, que fica na Rua 2-JW com a Avenida 7-JW, número 784. A comunidade terá oportunidade de discutir asfalto e outros temas com o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, secretários municipais e vereadores.

“Esperamos contar com a participação dos moradores do Novo Wenzel, para que eles possam discutir conosco o projeto de melhorias para o bairro”, comenta o prefeito Juninho da Padaria. “Tiramos a discussão do gabinete para ouvir a opinião dos moradores dos bairros sem asfalto, que sofrem diariamente os transtornos causados pela poeira e lama”, acrescenta.

Na reunião será discutido projeto de financiamento de R$ 60 milhões cuja aprovação depende de autorização dos vereadores. São R$ 30 milhões para pavimentação asfáltica, R$ 20 milhões para recapeamento, R$ 5 milhões para a saúde e R$ 5 milhões para o Daae. A cobrança de contribuição será feita apenas para asfalto novo e dos moradores que serão beneficiados pelas obras. Não haverá cobrança para o serviço de recapeamento.  

Moradores de Ajapi e Ferraz também aceitam pagar pelo asfalto

Prefeitura busca aprovação dos vereadores para financiar R$ 60 milhões.

Moradores de Ajapi e Ferraz também concordam em pagar pela pavimentação asfáltica nos distritos. A manifestação foi feita em reunião realizada na noite de terça-feira (28) no salão da Paróquia Santo Antonio, em Ajapi. “Concordo porque precisamos da melhoria”, disse Denilson José da Silva, morador há 20 anos e que também tem propriedade em Ferraz. Andreza Denani nasceu em Ajapi e reside na estrada do Alonso. “Se pavimentar a minha rua aceito pagar as mensalidades”, declarou.

O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, explicou aos moradores o projeto de financiamento de R$ 60 milhões pleiteado pela prefeitura. Deste total, R$ 30 milhões serão destinados para pavimentação asfáltica, R$ 20 milhões para recapeamento, R$ 5 milhões para a saúde e R$ 5 milhões para o Daae. A obtenção dos recursos depende de autorização dos vereadores e o projeto será enviado em breve à Câmara Municipal. “Preciso de dez votos para que a proposta seja aprovada e conto com o apoio de vocês para que dêem suporte aos vereadores nessa votação”, disse o prefeito aos moradores.

De acordo com o prefeito, o financiamento está sendo proposto agora porque antes a prefeitura não tinha condições de obter crédito, pois tinha dívidas e estava com o nome sujo. “Pagamos R$ 90 milhões em dívidas e conseguimos as certidões que nos habilitam a fazer o financiamento”, explicou Juninho, ressaltando que hoje a prefeitura não tem condições financeiras de pavimentar e recapear os bairros com recursos próprios, daí a necessidade de buscar dinheiro externo para resolver problemas antigos da cidade e atender os anseios da população.

O vereador Ney Paiva enalteceu a iniciativa da prefeitura em discutir o assunto com a população. “Antes se fazia asfalto e mandava a conta aos moradores, agora a população tem a oportunidade de discutir e decidir se quer ou não o pavimento”, observou o parlamentar orientando os moradores a analisar a proposta.

Também participaram da reunião os vereadores Júlio Lopes, Paulo Guedes, Irander Augusto, Hernani Leonhardt, Adriano La Torre e Geraldo Voluntário.

Além de Ajapi e Ferraz, a reunião sobre asfalto já foi realizada com sucesso nos bairros Nova Rio Claro, Paulista I, Nova Veneza, Maria Cristina, Chácara Lusa, Inocoop, Vila da Paz e também nos distritos de Assistência e Batovi. Em todos esses locais houve manifestação favorável dos moradores pelo financiamento para o asfalto.

Prefeitura recupera piso da ponte de ferro em Batovi

Ponte será liberada assim que os serviços forem concluídos.

A prefeitura de Rio Claro retomou nesta semana as obras na ponte de ferro localizada no distrito de Batovi. Antigamente a ponte de ferro era usada pela ferrovia, mas está há anos sem uso. A prefeitura realiza melhorias na ponte que, após ter o trânsito liberado, será utilizada como alternativa à ponte de madeira que foi removida a 100 metros dali, por estar condenada.

No momento estão sendo colocadas chapas de aço no piso da ponte fechando buracos nas antigas chapas corroídas pela ferrugem. Em seguida será feito o nivelamento nas cabeceiras da ponte, para diminuir o impacto nos veículos. “A liberação dessa ponte é um grande anseio da comunidade. Será uma alternativa mais rápida e segura para os moradores”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que acompanhou o andamento dos trabalhos nesta terça-feira (21) junto com o vereador Júlio Lopes.

O parlamentar vinha defendendo o uso da ponte de ferro e fez solicitações para que o município estudasse essa alternativa. “Há seis anos venho trabalhando para a reativação dessa ponte, que é um patrimônio histórico sendo agora resgatado pela prefeitura e podendo ser usado pela comunidade”, comenta.

Os reparos na ponte estão sendo feitos por equipe da Secretaria Municipal de Obras. “A estrutura da ponte está em bom estado. Estamos melhorando o piso e fazendo adaptações para poder liberar o trânsito”, explica o secretário de Obras, Paulo Roberto de Lima. “A expectativa é que os trabalhos sejam concluídos até o fim da semana”, informa o diretor municipal de Obras Públicas, Valter Godoy.

O acesso ao distrito de Batovi também pode ser feito pela Estrada Velha que liga o bairro Bonsucesso ao distrito de Batovi, ou a rodovia SP-191, que liga Rio Claro a Araras.

Comunidade aprova melhorias na ponte do Jardim Novo

Caminhões deverão utilizar rota alternativa, passando pela ponte de concreto.

As pessoas que moram na região do Jardim Novo aprovaram as melhorias feitas pela prefeitura na ponte de madeira que liga o bairro ao Terra Nova. A ponte teve o trânsito liberado nesta sexta-feira (17) depois de ficar interditada para a realização das obras. Totalmente renovada, mais iluminada e com calçadas para deslocamento de pedestres, o serviço realizado na ponte ganhou aprovação dos moradores. A ponte também passou a ter passarela exclusiva para pedestres.

“Excelente trabalho, uma benfeitoria para o bairro”, destaca Márcio Tadeu Gambarotti, morador do Jardim Novo II há seis anos. De acordo com ele, as melhorias vão ajudar os pedestres que poderão se deslocar com segurança no passeio público.

A via está devidamente sinalizada e há placa informando que o tráfego de caminhões de carga está proibido. “A medida é necessária para garantir a segurança da população e preservar a ponte”, explica o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, ressaltando que a ponte de madeira pode ser usada normalmente pelos demais veículos.

Os motoristas de caminhões deverão utilizar a ponte de concreto a 500 metros dali, que liga o Jardim Novo ao bairro Terra Nova, e foi duplicada em 2017. “É essencial que a sinalização de trânsito seja respeitada para a segurança de todos”, observa o secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima.

O vereador Júlio Lopes, que colaborou na articulação de parcerias para a realização da obra, também acompanhou a liberação da ponte nesta sexta-feira (17). A reforma da ponte foi realizada pela prefeitura com parcerias. As vigas de madeira foram obtidas a partir de parceria com a Fundação Florestal, vinculada ao governo do estado por meio da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, e a Prema Tecnologia e Comércio Ltda.