Guardas municipais participam de treinamento com a Rota

A atividade teve enfoque no deslocamento com segurança e eficácia na abordagem.

Rio Claro sediou na sexta-feira (25) treinamento ministrado pela Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Com a participação de guardas civis municipais, o curso levou aos profissionais técnicas de segurança para deslocamento no trânsito e abordagem com eficácia. O treinamento foi feito no espaço livre da Avenida Visconde do Rio Claro.

“Este é mais um exemplo do trabalho integrado que vem sendo realizado em Rio Claro entre a Guarda Municipal e as polícias militar e civil”, observa o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que acompanhou de parte dos treinamentos. “Quem ganha é a população, com atendimento mais eficiente e maior sensação de segurança”, acrescenta o prefeito Juninho.

A articulação que viabilizou o treinamento foi realizada pelo vereador Seron. “A atual administração municipal, bem como gestores estaduais, estão investindo na compra de veículos e equipamentos para fortalecer as ações de segurança através da Guarda Civil e da Polícia Militar. Este treinamento da Rota capacita os condutores para o rápido deslocamento com segurança”, comenta Seron.

“No exercício das funções os guardas municipais se deparam com todo tipo de situação e é fundamental que estejam preparados para atuarem e tomarem a melhor decisão na busca da garantia da segurança”, observa Marco Antonio Bellagamba, secretário de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário. O presidente da Câmara Municipal, André Godoy, e o vereador Hernani Leonhardt também acompanharam parte dos treinamentos, conduzidos pelo sargento Ronaldo.

A segurança tem sido prioridade da administração. Para reforçar o trabalho integrado entre polícias e Guarda Civil, a prefeitura implantou duas Centrais de Segurança Integrada. O município também passou a contar com o sistema Detecta, ferramenta importante na identificação de veículos roubados. A frota da Secretaria de Segurança foi renovada e 21 novos veículos auxiliam nos trabalhos.

Assistência ganha duas câmeras de monitoramento

Câmeras foram instaladas em pontos estratégicos para aumentar sensação de segurança da comunidade.

Assistência,em Rio Claro, está ganhando reforço na segurança. Duas câmeras de monitoramento estão sendo instaladas nas duas entradas do distrito. “São locais escolhidos estrategicamente para garantir maior segurança aos moradores”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que acompanhou parte do trabalho de instalação do sistema na quinta-feira (24).

Os equipamentos fazem parte de contrapartida da empresa Furlan & Furlan Empreendimento e Participações Ltda. A fiscalização das novas câmeras será feita pelo Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), órgão da Guarda Civil responsável pelo gerenciamento do sistema de monitoramento.

Recentemente a prefeitura entregou uma unidade do Espaço Família no distrito de Assistência, com revitalização de área pública para ampliar as opções de lazer da comunidade. Playground, tanque de areia, novo paisagismo e iluminação foram as melhorias providenciadas no local, que fica na Rua 1 do distrito, ao lado da quadra poliesportiva de Assistência.

Sete mil crianças assistirão teatro do Geduc sobre trânsito até o final deste ano

De maneira lúdica e divertida, Guarda Civil educa crianças para o trânsito seguro.

Com atividades às quartas e quintas-feiras, a apresentação de teatro do programa Guarda Educacional (Geduc) deve atender sete mil crianças até o final deste ano. A encenação tem como tema o trânsito e é uma das ações educativas e de conscientização realizadas pela prefeitura de Rio Claro para um tráfego mais seguro. “As crianças são excelentes multiplicadores e, além disso, a qualidade das encenações rende importantes lições que, esperamos, os alunos levem para suas vidas”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

Nesta semana o Geduc apresenta o teatro nas escolas Victorino Machado e Antônio Sebastião da Silva. Na semana que vem, Dante Egréggio e Marcelo Schmidt. As apresentações tiveram início neste segundo semestre e quase seis mil estudantes de três a 12 anos assistiram a encenação. “Estamos com o calendário lotado até 20 de dezembro, portanto devemos ultrapassar as sete mil crianças atendidas em 2019”, informa a GCM Gláucia, que forma o grupo de teatro infantil da Guarda Civil Municipal junto com as GCM Rosângela e Márcia, com a participação da guarda mirim Ana Luíza. De acordo com Gláucia, novos agendamentos para o teatro do Geduc sobre o trânsito poderão ser feitos a partir do início do ano que vem.

A atividade é realizada em escolas das redes pública e particular. “O assunto ‘trânsito’, permite que o Geduc aborde com as crianças temas como responsabilidade e respeito às leis”, comenta o secretário municipal de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário, Marco Antonio Bellagamba. “Tudo de maneira lúdica e bem-humorada, em uma linguagem divertida e acessível”, acrescenta.

Prevenção de acidentes, uso de itens de segurança como capacete e cinto de segurança, sinalização, uso da faixa de pedestre, os perigos do cerol são alguns dos pontos que o teatro do Geduc coloca em pauta, além de alertas contra situações de perigo para as crianças.

O Geduc conta com o apoio da Secretaria Municipal da Educação. Além do teatro sobre o trânsito, o projeto também realiza atividades às segundas, terças e sextas-feiras com estudantes dos terceiros anos com o tema “Drogas: não entre nessa”. Com maior duração, esse outro trabalho do Geduc atende cerca de 600 alunos por ano, e aborda o perigo das drogas, desenvolvimento da auto-estima e dicas de como lidar com a pressão de grupos e da mídia. Além disso, a Guarda Municipal também realiza palestras educativas e preventivas sobre segurança para a terceira idade, violência doméstica e outros assuntos. As solicitações podem ser feitas pelo email: geducrioclaro@gmail.com conforme disponibilidade da agenda.

Patrulha Maria da Penha capacita guardas municipais de Indaiatuba

Treinamento será realizado nesta quinta-feira (17) na sede da Guarda Municipal.

Equipe da Patrulha Maria da Penha de Rio Claro realiza nesta quinta-feira (17) capacitação para oito guardas municipais de Indaiatuba, município que está preparando a implantação da patrulha naquela localidade. Os guardas virão a Rio Claro receber instruções sobre o funcionamento da Patrulha Maria da Penha que atua na cidade desde dezembro do ano passado. O treinamento será feito das 8 às 18 horas na sede da GCM.

“Essa será a primeira turma de guardas municipais a ser capacitada pela nossa GCM. É uma conquista para o município fruto do bom trabalho realizado pela patrulha que tem obtido ótimos resultados no atendimento às vítimas de violência doméstica”, comenta Marco Antonio Bellagamba, vice-prefeito e secretário municipal da Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário.

Será feito um treinamento intensivo ao longo de todo o dia, com uma única pausa para o almoço das 11h30 às 13 horas. Na parte da manhã será realizada a parte teórica na sede da GCM. No período da tarde, os alunos farão aula prática saindo em duplas com equipe da Patrulha Maria da Penha para acompanhar as visitas e atendimentos. Enquanto isso, os demais GCMs ficarão na sede da corporação para bate papo e esclarecimento de dúvidas sobre o serviço.

“Nossa patrulha foi indicada pela GCM de Suzano, município pioneiro na implantação do serviço e onde fizemos nosso treinamento, para capacitar a equipe de Indaiatuba. Isso nos deixa muito felizes porque é um reconhecimento ao nosso trabalho de acolhimento às vítimas de violência”, explica a GCM Luciana Rodrigues, coordenadora da Patrulha Maria da Penha.

Um dos oito guardas municipais que farão a capacitação é responsável pelo treinamento da GCM de Indaiatuba e replicará as informações recebidas em Rio Claro para os demais integrantes da corporação.

Prefeitura instala semáforo na Avenida 5 com a Rua 2

Equipamento vai ajudar a organizar trânsito em movimentado cruzamento do Centro.

Em mais uma iniciativa pela segurança no trânsito, a prefeitura de Rio Claro está instalando novo semáforo, desta vez no Centro. O equipamento começou a ser colocado nesta terça-feira (15), na Avenida 5 com Rua 2, e deve entrar em operação na quarta-feira (16). “Investimos ininterruptamente na organização do trânsito porque isso significa salvar vidas”, resume o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que acompanhou parte da implantação do novo semáforo. “É preciso sempre destacar que as ações por melhorias no trânsito são mais efetivas quando os motoristas dirigem de forma consciente, por isso reforçamos o pedido para que todos obedeçam às leis e sinalizações viárias”, acrescenta, informando que, além de providenciar novo semáforo, a prefeitura está pintando faixa de pedestres no cruzamento.

O vice-prefeito e secretário municipal de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário, Marco Antonio Bellagamba, que também acompanhou a instalação do novo semáforo, lembra que a prefeitura intensificou a colocação desses equipamentos a partir de 2017, quando teve início a atual administração. “Não apenas a região central, mas bairros mais afastados do centro estão sendo contemplados, pois a cidade cresce e precisa que seus equipamentos viários estejam atualizados”, explica Bellagamba, informando que novos semáforos serão instalados.

O investimento da prefeitura no semáforo da Avenida 5 com Rua 2 é de aproximadamente R$ 50 mil. Além de ser colocado a partir de avaliação técnica, o novo semáforo também atende a antigas solicitações da comunidade e os pedidos dos vereadores Ney Paiva e Paulo Guedes. De acordo com Ney Paiva, a implantação do semáforo era “extremamente necessária”. “Há tempos constatamos que esse cruzamento estava complicado, principalmente aos finais de semana à noite, o que fazia desse semáforo uma intervenção fundamental”, explica. Já Paulo Guedes destaca a segurança que o equipamento representa para pedestres. “Regular o fluxo do trânsito, principalmente em áreas de grande movimento, é de grande importância também para os transeuntes, além claro, dos veículos”, observa, lembrando que a população vinha solicitando semáforo no local há bastante tempo.

Vários semáforos vêm sendo instalados nas vias públicas de Rio Claro. Exemplos recentes são o conjunto de equipamentos colocados na Rua 1 com Avenida 7, na Rua 14 com Avenida 5, e na Avenida Tancredo Neves com a Rua 18. Além disso, o município investe em tecnologia para aumentar a segurança no tráfego. No mês passado a prefeitura instalou semáforo com temporizador na Avenida 80-A com Rua 3-A, no Jardim Vilage, em ponto movimentado que dá acesso ao Distrito Industrial. Equipamentos desse modelo já foram instalados na Avenida Tancredo Neves com a Rua 20, em frente ao terminal rodoviário; na rotatória da Rua 14 com a Avenida Visconde do Rio Claro; no cruzamento da Rua 9 com a Avenida 29, na região do Boulevard dos Jardins; e também na Avenida Brasil nos cruzamentos com a Rua 1-JF e Avenida M-19, no Jardim Floridiana, e na Avenida 50-A com a Rua 3-A, no Jardim América. Além dos semáforos com temporizadores, no ano passado a administração municipal instalou semáforos com sensores (laços indutivos) em 11 cruzamentos da cidade.

Policiais da escola de soldados reforçam policiamento no Centro de Rio Claro

Atividade faz parte do curso sobre percepção de risco realizado pela Defesa Civil.

O município de Rio Claro recebeu nesta sexta-feira (11) reforço no policiamento na região central da cidade. Um grupo de 27 policiais militares da Escola de Soldados de Limeira fez rondas no Centro, reforçando o policiamento já realizado pelas forças de segurança locais.

“Essa operação é mais uma demonstração da integração entre as forças de segurança em Rio Claro”, comenta Marco Antonio Bellagamba, vice-prefeito e secretário de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário, destacando o apoio do governo estadual.

Até o final da noite, os policiais percorreram as ruas do Centro que recebeu grande fluxo de pessoas nesta sexta-feira (12) devido à movimentação do comércio por causa do Dia das Crianças, comemorado neste sábado (12).

“A atividade é importante porque proporciona prática aos soldados recém-formados e atende a população”, observa Bellagamba.

Crianças participam de simulado de abandono de edificação

Atividade faz parte do curso sobre percepção de risco realizado pela Defesa Civil.

Alunos da Escola Municipal “Dante Egréggio”, localizada na Vila Paulista, participaram de simulado de abandono de edificação em situação de risco realizado pela Defesa Civil de Rio Claro, com apoio do Corpo de Bombeiros e Guarda Civil Municipal. A atividade foi realizada de manhã e à tarde, com alunos dos dois períodos escolares.

“Simulamos um acidente de explosão na cozinha com princípio de incêndio para que adultos e crianças saibam como agir nesse tipo de situação”, explica o diretor da Defesa Civil, Wagner Araújo. “O primeiro passo em caso de sinistro é acionar os bombeiros, depois levar crianças e adultos para um local seguro, afastado do perigo, para que as equipes de emergência possam focar somente no problema na hora do atendimento”, explica Araújo.

O simulado faz parte do curso sobre percepção de risco que vem sendo realizado pela Defesa Civil desde 2017. Neste ano, o curso foi ampliado com inclusão do simulado nas escolas. “Nesse primeiro momento será feito um projeto piloto em três unidades de ensino. O primeiro simulado foi realizado na semana passada na Escola Municipal Rosa Maria Castellano Pieroni, no Cervezão”, informa Décio Soares de Camargo Junior, diretor de Logística da Secretaria Municipal de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário. A próxima contemplada com a atividade será a Escola Victorino Machado.

O simulado na Escola Dante Egréggio teve participação de 98 crianças no período da manhã e 87 à tarde. “O simulado é importante porque se houver uma situação de emergência na escola as crianças estarão preparadas e saberão como agir”, comenta Luciana Cristina Borges Dias de Arruda, diretora da escola. De acordo com ela, a retirada de crianças e adultos foi feita em menos de dois minutos.

Assim que acionados, os bombeiros saíram da Avenida Brasil para atender a ocorrência na escola. O trajeto foi percorrido em seis minutos e meio e, chegando ao local, os bombeiros orientaram crianças e equipe escolar sobre os procedimentos. “É importante fornecer informações precisas sobre o problema e endereço correto para agilizar o atendimento à ocorrência”, orienta o bombeiro Bucioli.A Escola Municipal “Dante Egréggio” atende 210 alunos do ensino fundamental.

Drones de RC são destaque em simulado regional sobre rompimento de barragem

Rio Claro é referência e já ministrou cursos a várias cidades sobre uso dos equipamentos.

DCIM\100MEDIA\DJI_0013.JPG

Os drones utilizados pela Defesa Civil de Rio Claro foram destaque no exercício simulado sobre rompimento de barragem realizado nesta semana no município de Americana, com a participação de dez cidades. Os equipamentos foram usados para filmar os trabalhos das equipes de resgate e as imagens foram transmitidas em tempo real ao gabinete de crise montado para a simulação.

Rio Claro se firmou como uma das principais referências no estado de São Paulo no uso dessa tecnologia para auxílio em serviços à comunidade. Vários municípios já enviaram representantes para fazerem curso de operação das aeronaves com a Defesa Civil rio-clarense.

Desde que começaram a ser utilizados pela prefeitura, em agosto do ano passado, os drones já participaram de mais de 200 missões, incluindo mapeamento e monitoramento de áreas de risco, ações em apoio a órgãos da administração municipal a da segurança pública. “A utilização da tecnologia de forma correta reduz prejuízos, poupa recursos, esforços físicos, e principalmente, poupa vidas”, destaca o secretário municipal de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário, Marco Antonio Bellagamba.

O diretor municipal de Defesa Civil de Rio Claro, Wagner Martins Araújo lembra que nesse período, Rio Claro treinou servidores públicos de 22 órgãos, rio-clarenses e de outros municípios. “Atendemos defesas civis, bombeiros, policiais militares e muitos outros profissionais com o curso sobre operação de drones”, explica. “Hoje somos referência no emprego desse tipo de ferramenta, o que mostra a seriedade com que tratamos desse assunto”, finaliza.

O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, ressalta os investimentos feitos pela prefeitura no setor de segurança, como as novas viaturas, armamento e cursos para a Guarda Civil Municipal, reativação da Patrulha Rural, as centrais de segurança integrada e novas câmeras de monitoramento.

DCIM\100MEDIA\DJI_0005.JPG

Dispositivo implantado pela prefeitura identifica veículos roubados e clonagens

Sistema vem mostrando resultados positivos ao usar tecnologia contra a criminalidade no município.

Três casos recentes confirmam os ganhos para a segurança de Rio Claro com o uso dos Leitores Automáticos de Placas (LAP), que identificam veículos roubados e furtados, além de proprietários com pendências com a lei. Nesta semana, um veículo com placa de Rio Claro utilizado por golpistas foi flagrado pelo sistema e na semana passada uma situação de placa adulterada de motocicleta levou à detenção de um suspeito. Além disso, no mês passado, um caso de veículo clonado também resultou em condução de suspeito à delegacia.

“Muitas pessoas que vêm aqueles equipamentos espalhados pelas ruas e avenidas não sabem que se tratam de dispositivos voltados à segurança dos cidadãos de bem e ao combate à criminalidade”, observa o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “Estamos usando a tecnologia como aliada das forças de proteção à comunidade, e o LAP representa, certamente, uma dificuldade a mais para os bandidos e pessoas mal-intencionadas”, acrescenta.

O veículo com placa de Rio Claro que teria sido usado por golpistas teve o número de identificação inserido no sistema Detecta pela delegacia do município de Tupã, onde os golpes foram aplicados. O automóvel foi identificado ao circular pelas vias rio-clarenses. A investigação do caso está sendo conduzida pela polícia de Tupã.

Já a moto com placa adulterada foi localizada a partir de identificação pelo LAP na Avenida dos Costas. O veículo tinha o número do motor adulterado e chassi raspado. O condutor tinha passagem pela polícia e foi recolhido pelas autoridades.

No caso do veículo clonado, uma Saveiro prata, autuações registradas no município, no período em que o veículo original estava em Tocantins, levou à identificação do clone por LAP instalado na estrada que liga o Distrito Industrial ao distrito de Ajapi.

Os Leitores Automáticos de Placas (LAP) que estão em operação no município desde junho e formam uma verdadeira “muralha eletrônica” contra a ação de criminosos. “Isso representa mais agilidade para as forças de segurança que atuam no município e maior tranquilidade para a população”, frisa o secretário municipal de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário, Marco Antonio Bellagamba, lembrando que o sistema Detecta, a partir de convênio do município com o governo estadual, permite que veículos roubados ou furtados sejam identificados instantaneamente ao passarem pelos 48 pontos de monitoramento espalhados pelo município.

Os Leitores Automáticos de Placas (LAP), dispositivos que identificam veículos roubados, foram colocados em 38 equipamentos de fiscalização de trânsito, semáforos e lombadas eletrônicas. Outros dez foram instalados separadamente, sobretudo na entrada da cidade. Assim que um veículo furtado passa pelo leitor, o sistema recebe a informação, que chega para Polícia Militar e Guarda Civil. A viatura mais próxima é acionada, o que dá mais rapidez na procura e localização do veículo.

Qualquer situação criminal que envolva veículos pode ter sua resolução auxiliada por meio do sistema Detecta, como assaltos ou sequestros. Uma vez que a placa do veículo usado no crime seja inserida no sistema, quando passar por um equipamento de LAP, a Polícia e a Guarda Civil recebem a informação em poucos segundos.

Prefeito Juninho destaca bons resultados da Patrulha Maria da Penha

Serviço dá mais segurança para mulheres denunciarem violência doméstica. Houve aumento de 500% nos atendimentos.

Na garantia da segurança, as mulheres vítimas de violência doméstica em Rio Claro, contam com os serviços da Patrulha Maria da Penha.  Implantado em dezembro do ano passado pelo prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, o serviço é mais uma ferramenta de proteção com que as mulheres podem contar. “O trabalho realizado tem alcançado resultado muito positivo e contribuído para que as mulheres percam o medo de denunciar”, destaca o prefeito Juninho.

A informação é comprovada em números. Em dezembro, a Patrulha acompanhava casos de 43 mulheres, hoje já são mais de 270, representando aumento de mais de 500%. Atendimentos que contribuíram para cerca de 20 prisões. Uma delas nesta semana. O indivíduo, já com passagens pelos meios judiciais, foi preso em flagrante em ocorrência atendida pelos guardas municipais Patrícia e Geraldo. “A prisão se deu em razão de descumprimento de medida protetiva, além da residência do acusado ser considerada ponto de tráfico e de haver no local animais vítimas de maus tratos”, informa a GCM Luciana, coordenadora da Patrulha Maria da Penha.

A Patrulha Maria da Penha atende mulheres vítimas de violência que possuem medida protetiva, realizando visitas periódicas e acompanhamento para verificar se as medidas protetivas estabelecidas pela Justiça estão sendo cumpridas. “A proposta é oferecer um acompanhamento mais efetivo às vítimas”, esclarece o coronel Marco Antonio Bellagamba, vice-prefeito e secretário da Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário.

Quatro equipes da Guarda Municipal se revezam neste acompanhamento às vítimas. “Assim que a medida protetiva é expedida a guarda municipal é comunicada para que possa fazer esse trabalho, em que a Patrulha Maria da Penha atua de maneira bem próxima às vítimas, com telefonemas e visitas periódicas, para assegurar que a determinação judicial está sendo cumprida”, explica Luciana. “Esse trabalho é fundamental para que as mulheres se sintam encorajadas a fazer as denúncias, pois se antes elas contavam apenas com um papel agora elas também contam com esse serviço de proteção”, finaliza Luciana.

A estrutura utilizada pela Patrulha Maria da Penha também foi reforçada. Hoje o serviço tem sala especial onde os cronogramas de ação são elaborados. Outros serviços reforçam a rede de proteção à mulher em Rio Claro.  Recentemente o município passou a contar com Anexo de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher e a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) foi reaberta. “Quando a mulher tem mais tranquilidade e segurança, toda a família ganha com isto e, por consequência, toda a comunidade”, afirma o prefeito Juninho.