Cantor Amauri embala a noite de domingo na Praça Dalva de Oliveira

Prefeitura promove apresentações musicais na praça aos domingos.

No próximo domingo, dia 31, nada melhor que encerrar um mês e iniciar outro em alto astral ouvindo música da melhor qualidade. E para proporcionar esse momento de entretenimento, a Praça Dalva de Oliveira recebe o músico Amauri, a partir das 19 horas, em show aberto ao público. A programação musical na Praça Dalva é uma iniciativa da Prefeitura de Rio Claro, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Turismo (Setur).

As apresentações musicais são realizadas todos os domingos, gratuitamente, das 19 às 21 horas. Além de ser um ponto de encontro, proporcionando convívio social junto ao público, a programação musical se trona mais uma oportunidade de lazer e entretenimento em um dos pontos mais tradicionais de Rio Claro.

Em seu repertório, o músico Amauri leva ao público ritmos como bolero, samba, sertanejo, forró, clássicos nacionais e internacionais, entre outros. Todos estão convidados a se divertir e prestigiar a programação musical na Praça Dalva de Oliveira, que fica na Avenida Tancredo Neves com Rua 14.

A praça presta homenagem à cantora rio-clarense Dalva de Oliveira, uma das rainhas do rádio considerada a Rainha da Voz e também o “rouxinol brasileiro”. A rio-clarense também participou de filmes e, após sua morte na década de 70, teve sua obra e vida apresentadas no teatro e na televisão, como na minissérie Dalva e Herivelto, da Rede Globo.

Prefeitura vai recuperar asfalto no Recanto Paraíso

Obras começam em breve. Prefeitura pede que moradores evitem jogar água na via pública durante o trabalho.

Nos próximos dias a prefeitura de Rio Claro vai iniciar obra no bairro Recanto Paraíso para recuperar a pavimentação na Rua 17 com Avenida 68. “Será necessário fazer recomposição asfáltica, pois o trecho ficou tão intransitável devido aos buracos que o antigo pavimento no trecho praticamente desapareceu”, comenta o secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima.

O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, esteve no local na quinta-feira (28) e destaca que o trabalho que será feito no local é mais um exemplo dos cuidados que a prefeitura tem com os bairros mais afastados do centro. “Estamos atentos às demandas da comunidade e realizamos tudo o que é possível dentro das possibilidades orçamentárias do município”, frisa Juninho.

Antecipadamente, a prefeitura também pede a colaboração dos moradores das imediações quando a obra começar a ser executada. “Precisamos que as pessoas evitem jogar água na via pública que desce para o trecho que vamos arrumar durante o serviço”, solicita o secretário de Obras. “Lavar calçada ou deixar água de dentro das casas escorrer para aquele trecho vai atrapalhar  e tornar o serviço mais lento”, frisa.

A recomposição asfáltica será feita em trecho de aproximadamente 100 metros. A Rua 17 é paralela à Rua Jacutinga, uma das mais movimentadas daquela região.

Resgate em áreas alagadas foi tema de capacitação da Defesa Civil

Mais atividades práticas, em pronto socorrismo e combate a incêndios serão realizadas na semana que vem.

Resgate de vítimas em áreas alagadas foi o assunto de quinta-feira (28) no terceiro ciclo de treinamento técnico da Defesa Civil, em Rio Claro. A capacitação foi realizada na piscina municipal e comandada pelo Corpo de Bombeiros. “Foi uma atividade bastante proveitosa, com orientações importantes sobre esse tipo de procedimento”, comenta o secretário municipal de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário, Marco Antonio Bellagamba, que acompanhou parte dos trabalhos.

Outras duas atividades práticas estão programadas para a semana que vem. Na quarta-feira (3) o tema será pronto socorrismo e na quinta-feira, incêndio florestal. “São situações em que precisamos estar sempre muito bem preparados”, explica o diretor da Defesa Civil de Rio Claro, Wagner Martins Araújo.

O treinamento começou na segunda-feira (25) e tem o objetivo de atualizar os participantes sobre  técnicas e procedimentos operacionais na área da Defesa Civil. Aproximadamente 90 profissionais participam das atividades, incluindo integrantes da Defesa Civil rio-clarense, Guarda Civil Municipal, Samu, Tiro de Guerra e da Secretaria de Meio Ambiente de Santa Gertrudes.

As aulas teóricas são realizadas na sede da Secretaria de Segurança, no Bairro do Estádio, das 7h15 ao meio dia. O treinamento terá carga horária de 60 horas/aula e abrange os temas legislação de Defesa Civil, plano preventivo de Defesa Civil, procedimentos operacionais padrão, vistorias de campo, técnicas para resgate de vítimas em áreas alagadas, combate a incêndios florestais, pronto socorrismo, climatologia e outros.

A realização é da prefeitura de Rio Claro, por intermédio da Secretaria Municipal de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário.

Mais três empresas conquistam o certificado do Sisbi em Rio Claro

Selo será entregue nesta sexta-feira (29) no paço municipal.

Mais três empresas de Rio Claro conseguiram obter o certificado do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA). Quem tem o Sisbi pode vender seus produtos não apenas para sua cidade ou estado, mas para todo o país. Vão receber o selo as empresas Granja Ipê, A Leiteria Ltda. e VIP Pescados. A entrega será realizada nesta sexta-feira (29), às 9 horas, no paço municipal.

“A conquista do selo pelas empresas traz vantagens para o empresário e para o município. As empresas poderão aumentar a produção e expandir seus mercados de venda com reflexos positivos no desenvolvimento econômico da cidade”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

O secretário municipal de Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção, Emilio Cerri, afirma que a certificação é importante porque valoriza a agricultura e fomenta a economia da região. “Para obter o selo as empresas têm que seguir uma série de requisitos e exigências sanitárias e isso agrega valor aos produtos”, avalia.

O município de Rio Claro obteve adesão ao Sisbi em fevereiro de 2017 se tornando a terceira cidade paulista a conseguir o selo. Vale lembrar que além do Sisbi, Rio Claro tem o SIM (Serviço de Inspeção Municipal), cuja função é controlar a qualidade de produtos alimentícios com monitoramento e inspeção da matéria prima utilizada, avaliação do local e higiene do processo de produção.

Reserva técnica do museu ganha novo prédio

Além de mais segurança aos materiais do acervo, novo prédio terá aluguel mais barato.

Os itens da reserva técnica do Museu Amador Bueno da Veiga, em Rio Claro, estão sendo transferidos para novo espaço. O novo local oferece melhores condições para acondicionar os quatro mil itens da reserva técnica com maior segurança.

“O espaço é mais amplo e seguro e a mudança representa também economia para os cofres municipais, já que o aluguel é mais barato”, destaca Daniela Ferraz, secretária da Cultura, acrescentando que com a medida, a prefeitura está otimizando os recursos e cuidando da preservação das peças.  “O imóvel que hoje abriga a reserva técnica está em péssimas condições, o que compromete a preservação do acervo”, observa Daniela.

Por se tratar de trabalho minucioso, a estimativa é de que sua finalização ainda leve meses. As peças estão sendo higienizadas, catalogadas e embaladas para que sejam transferidas em segurança. O novo espaço também fica na região central e custa menos. O valor mensal do aluguel do novo espaço é R$ 2.500, mais barato que os R$ 2.700 pagos pelo imóvel antigo.

“Mesmo após a inauguração do museu, o imóvel destinado para a reserva técnica é fundamental, já que no museu não há espaço suficiente para abrigar todo o material”, explica Daniela.

O trabalho é resultado de parceria do município com o governo estadual, que destinou recursos para a compra dos itens necessários, como pincéis e caixas, e também para o transporte das peças. Também foi oferecido pelo governo estadual treinamento para os funcionários municipais que atuam nesse trabalho.

As obras de restauração do Museu Amador Bueno da Veiga estão sendo finalizadas. O museu foi atingido por incêndio em 2010 e as obras tiveram início em 2011. Com a restauração, a parte interna está sendo modernizada, inclusive com instalação de elevador. Na parte externa as características exteriores originais do prédio foram recuperadas e o local está ganhando novo paisagismo e novos equipamentos, como teatro de arena.

Prefeitura abre seleção para destinar recursos à cultura

Mais de meio milhão de reais serão investidos em projetos culturais.

A prefeitura de Rio Claro realiza chamamento público para destinar recursos e ampliar o fomento à cultura. Ao todo serão investidos R$ 563 mil em projetos selecionados para atender a comunidade, contemplando 29 projetos.

De acordo com a Secretaria da Cultura, este tipo de chamamento foi realizado pela primeira vez na história do município no ano passado. A iniciativa busca fomentar e democratizar o acesso de artistas e fazedores de cultura à realização de projetos em diversas linguagens.

“Neste ano conseguimos fazer um investimento ainda maior do que no ano passado, visando atender a população, ampliar e democratizar o acesso à cultura”, frisa o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

Três editais foram abertos para a seleção de projetos e todos eles preveem contrapartida do contratado em benefício da população. A novidade deste ano é o credenciamento de profissionais para prestação de serviços de desenvolvimento de oficinas culturais e artísticas, com a realização de oficinas contínuas em diversos espaços da cidade, incluindo os distritos.

“O resultado obtido a partir do chamamento público realizado no ano passado foi muito positivo e a partir desta experiência aperfeiçoamos os editais lançados neste ano”, destaca Daniela Ferraz, secretária da Cultura.

As inscrições para os interessados em receber o apoio financeiro do município podem ser feitas até o dia 30 de abril, diretamente na Secretaria Municipal de Cultura. O prazo pode ser prorrogado, caso o número de inscritos não supere o número de vagas de cada um dos editais. Serão selecionados projetos de circulação de espetáculos e realização de eventos culturais; projetos para bolsas de aprimoramento técnico-artístico; e projetos para prestação de serviços de desenvolvimento de oficinas culturais e artísticas.

O atendimento para as inscrições é feito das 9 às 16 horas, de segunda a sexta-feira. A Secretaria da Cultura fica no Casarão da Cultura, na Avenida 3, 568, esquina com a Rua 7, Centro. Todas as informações sobre os procedimentos, prazos e valores pagos pela prefeitura estão disponíveis na página da Secretaria Municipal de Cultura, no endereço eletrônico http://www.cultura.rc.sp.gov.br/edital2019/index.html no qual o município disponibiliza os avisos de chamamento público, os editais e outros documentos relativos ao assunto.

Para os projetos de circulação de espetáculos e realização de eventos culturais a prefeitura vai destinar R$ 200 mil a oito propostas, cada uma delas receberá R$ 25 mil. Outros R$ 75 mil serão destinados para cinco projetos de aprimoramento técnico-artístico de artista individual ou grupos. Cada proposta receberá R$ 15 mil. Já o investimento do município para projetos para prestação de serviços de desenvolvimento de oficinas culturais e artísticas será de R$ 288 mil. Serão selecionados 16 projetos, cada um receberá R$ 18 mil.

Domingo tem “Resgatando o Brincar” em Ajapi

Evento reúne atividades recreativas, brincadeiras infantis e serviços.

Mais uma edição do evento “Resgatando o Brincar” será realizada no domingo (31) em Rio Claro. Desta vez a atividade será realizada no distrito de Ajapi, das 13 às 17 horas, no pátio da Paróquia Santo Antonio na Avenida José Luccas Rosa, 365. Toda a comunidade está convidada a participar do evento que tem entrada gratuita.

“É uma grande oportunidade para reunir a família e participar de várias atividades recreativas e culturais, além de ter acesso a vários serviços gratuitos”, afirma o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que visitou o local nesta quinta-feira (28) para conferir os preparativos para o evento, acompanhado do secretário de Agricultura, Emilio Cerri, e do vereador Geraldo Voluntário, autor do projeto de lei que resultou no programa Resgatando o Brincar. “Será uma programação diversificada, com atividades de várias áreas realizadas em parceria da Câmara Municipal, prefeitura, voluntários e outros parceiros”, destaca o vereador.

A programação do Resgatando o Brincar inclui diversas ações e serviços. As crianças poderão se divertir com brinquedos, atividades recreativas com brincadeiras tradicionais, pintura de rosto e práticas esportivas como capoeira, judô e ciclismo. Entre uma brincadeira e outra, os pequenos poderão se deliciar com pipoca e algodão que serão distribuídos gratuitamente.

O evento contará ainda com música, cinema de rua com exibição do filme Valente, intervenção artística, oficina de carrinhos de rolimã, instalação de antenas anticerol em motocicletas, troca e doação de livros, conscientização e prevenção a doenças, confecção de pipas, testes de saúde, participação do canil da Guarda Civil Municipal (GCM) e incentivo a adoção responsável de animais.

Haverá também corte de cabelo de graça, mas as crianças precisam de autorização dos pais ou responsáveis para mudar o visual. Ainda no ramo da beleza, serão disponibilizados serviços de manicure e confecção de tranças de cabelo. A comunidade poderá trocar dois litros de óleo usado por verduras e haverá também circuito de atividades realizado para trabalhar a parte motora e sensorial das pessoas com deficiência.

O evento conta com apoio da Câmara Municipal e da prefeitura através das secretarias municipais de Cultura, Saúde, Agricultura, Esportes e Turismo, Administração, Habitação, Desenvolvimento Social, Obras, Meio Ambiente, Segurança, Educação, Arquivo Público, Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae) e Fundo Social de Solidariedade.

A atividade tem colaboração dos parceiros Projeto AlimentAção, ABTECursos, Nei Salgados, Paróquia Santo Antônio, JS Spa Urbano & Coiffeur, Silvia Mega hair, Associação Shinrai de Judô, Associação de Judô de Rio Claro, Família Autista, Espaço Pedagógico Voar, Drogaria Farmazul, Dj Alone, Projeto Pedalar,  A3P, ONG Matilha SRD,  Grupos de Capoeira, Ed Frank, Planeta Azul, Ju Dietrich Studio de Beleza, Consórcio PCJ, Associação de Motociclistas, Esmalteria Macedo, Etiqueta Modelos e Manequins e Embaixada Corinthians.

Prefeitura recolhe 10 caminhões de lixo jogado ao lado das caçambas coletoras

Situação foi registrada na estrada que liga o Distrito Industrial ao distrito de Ajapi.

Pelo menos dez caminhões lotados de lixo e descartes, equivalentes a aproximadamente 100 toneladas, foram retirados na quarta e quinta-feira (28) pela prefeitura do trecho da estrada para Ajapi, na altura do bairro Cachoeirinha. Com um triste detalhe: o material foi jogado em área ao lado das caçambas que o município coloca à disposição da comunidade para que seja feita a destinação correta de materiais. “É lamentável, a falta de educação de poucos prejudica uma grande quantidade de pessoas, e dificulta e encarece as ações de limpeza da prefeitura”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

A retirada das toneladas de lixo foi feita pela Secretaria Municipal de Obras. Para o secretário Paulo Roberto de Lima, o lixo jogado ao lado das caçambas mostra pouco senso coletivo de alguns. “Voltamos a pedir colaboração, manter o município limpo não depende apenas do poder público, precisamos da ajuda de todos”, frisa.

O diretor municipal de Obras Públicas, Válter Godoy, lembra que, quando todos colaboram e fazem o descarte correto do lixo e sujeira, a prefeitura ganha agilidade nos serviços de manutenção necessários em bairros e distritos. “Descartar lixo de maneira correta é um modo da gente zelar pela cidade em que vivemos”, resume.

De acordo com Valdirene Andrade, funcionária da sub-prefeitura de Ajapi, onde reside há 20 anos, é comum naquele trecho encontrar lixo nas proximidades enquanto as caçambas estão quase vazias ou ocupadas apenas até a metade. “Temos quatro, às vezes cinco caçambas disponíveis ao mesmo tempo, e mesmo assim alguns não colaboram”, lamenta, informando que as caçambas são esvaziadas periodiamente.

As caçambas na estrada para Ajapi são exemplo dos serviços que a prefeitura oferece para que seja feito o descarte correto de materiais. Rio Claro ainda conta com seis ecopontos, coleta de lixo domiciliar três vezes por semana em cada bairro, coleta de recicláveis e serviço mensal de cata bagulho, com calendário disponível no endereço www.rioclaro.sp.gov.br.

Feira do Produtor Rural tem comissão empossada

Solenidade foi realizada na quinta-feira (28).

A Feira do Produtor Rural de Rio Claro, conhecida como Corujão, teve sua primeira comissão empossada na manhã de quinta-feira (28). Os membros terão mandato de um ano, com função não remunerada.

“Instituímos a lei da feira e nela foram estipuladas regras que devem ser seguidas, o que representou avanço e crescimento para a feira, que hoje é referência no município”, destacou o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, acrescentando que a implantação da comissão é mais um avanço para os agricultores e feirantes.

À comissão cabe apoiar as ações da Secretaria Municipal da Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção e opinar sobre a planilha de custo das feiras, entre outras funções. “Desde que assumimos, trabalhamos para organizar a feira, colocar a casa em ordem, e conseguimos. Hoje temos os feirantes atuando conosco para avançarmos ainda mais”, observou Emílio Cerri, secretário da Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção.

Fabio Luiz Alves, presidente da Comissão, destacou a importância do diálogo para o bom andamento do trabalho. “Hoje temos o que na administração anterior nos faltava, que é o espaço aberto para o diálogo, que é fundamental para que poder público e feirantes possam atuar em conjunto”, mencionou Fábio.

O vereador Geraldo Voluntário observou que a implantação da Comissão é uma medida que ajuda a dar mais transparência às ações realizadas no que se refere à feira. Também esteve presente Adirdei da Silva, representando Melissa Sampaio, chefe da Casa da Agricultura de Rio Claro.

A Comissão da Feira do Produtor Rural é composta por representantes da Secretaria Municipal da Agricultura e dos feirantes. São eles: Emílio José Cerri, Marta Maria Litoldo, Adriana Pires Carvalho, Andreza Marra e Maria Marcia da Silva Beato. Além do presidente Fábio Alves, a diretoria da comissão é composta por Luiz Henrique da Silva (secretaria) e Fernanda Aparecida Spolador Vertini (tesouraria).

Voluntários confeccionam naninhas para crianças com câncer

Atividades são realizadas em espaço cedido pelo Fundo Social de Solidariedade.

Tecidos, linhas, agulhas, enchimentos e o principal: muita vontade de fazer o bem. Esses são os materiais utilizados na confecção de naninhas em trabalho que vem sendo desenvolvido por equipe de voluntários em Rio Claro. Em estrutura cedida pelo Fundo Social de Solidariedade do Município, mãos habilidosas trabalham para transformar os materiais em personagens que irão levar carinho para quem está em situação vulnerável física e emocionalmente.

“É um trabalho encantador”, resumiu Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social, que na quarta-feira (27) esteve no local e pôde acompanhar as atividades, organizadas pelo Grupo Mais Vida. “O Fundo Social está de portas abertas para contribuir com o que estiver ao nosso alcance para que iniciativas como esta possam ser realizadas, levando um pouco de amor para quem muitas vezes está tão fragilizado”, acrescentou. Para a confecção das naninhas, o Fundo Social cedeu estrutura do Centro de Qualificação Profissional, incluindo máquinas de costura e mesa de corte.  Uma professora de corte e costura também foi disponibilizada para auxiliar as voluntárias.

“O Mais Vida é composto por pessoas que fazem a diferença, que já têm um trabalho social no município, com confecção de perucas para pacientes com câncer, e agora apresentam mais esta bela iniciativa”, parabenizou o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. 

A estimativa é de que até o final da semana 150 naninhas tenham sido confeccionadas. O destino será os leitos de crianças e idosas. As peças serão entregues a crianças hospitalizadas, em tratamento oncológico e idosas com demência que residem em abrigos. “A naninha representa o carinho, segurança, aconchego, e esse é o nosso objetivo, levar um pouco de conforto para quem passa por uma situação delicada e está fragilizado fisicamente”, observa Luciana Sartori Santos, voluntária do grupo Mais Vida.

As ideias para modelos são retiradas da internet e todo o processo de confecção é realizado pelas voluntárias. “A partir da foto do modelo, providenciamos o molde em papel, na sequência cortamos o tecido e as peças seguem para a costura”, informa a voluntária Andreia de Brito Brunelli. Depois ainda é feito o enchimento e acabamento das peças, que ao final são embaladas.

A assistente administrativa Kelly Ortigoza se vê pela primeira vez diante deste tipo de trabalho artesanal. “Quando você quer ajudar, certamente aprende algo que é capaz de fazer para ser útil e poder contribuir”. Disposição também não falta para as senhoras Cristina Rubini e Eremita Ribeiro. “Posso cortar, costurar, o importante é que nossas mãos sejam usadas para fazer o bem”, disse dona Cristina.

As atividades estão inseridas na programação do Mês da Mulher, organizada pela Câmara Municipal. “Estamos iniciando agora este trabalho, mas a intenção é que ele tenha continuidade”, frisou a voluntária Lucimara Murback.

Os materiais usados foram providenciados pela Câmara Municipal, a partir de articulação da vereadora Maria do Carmo Guilherme. Ao todo serão dez oficinas, em atividades que tiveram início na semana passada. As últimas oficinas serão na sexta-feira (29). Para participar é só comparecer ao Centro de Qualificação do Lago Azul, na Rua 2, Vila Operária. Serão duas oficinas, uma no período da manhã, das 8 às 11 horas, e outra à tarde, das 13 às 16 horas.