2º Seminário Rio Claro Empreendedor acontece nesta quinta, 28

Em comemoração ao mês do Empreendedor, a Diretoria Regional do Centro
das Indústrias do Estado de São Paulo – Ciesp de Rio Claro, a
Federação das Indústrias do Estado de São Paulo – Fiesp e a Prefeitura
de Rio Claro / Secretaria de Desenvolvimento Econômico promovem, nesta
quinta-feira, 28, o 2º Seminário Rio Claro Empreendedor.
O evento acontece no auditório do Ciesp (Avenida Presidente Kennedy nº
900), a partir das 8h30, com entrada franca. Os interessados podem se
inscrever antecipadamente pelo telefone (19) 3524-4910 ou ainda pelo
email ciesp-rc@claretianas.com.br.
Contando com parceria do Sebrae-SP e Associação Comercial e Industrial
de Rio Claro (Acirc), entre outros apoiadores, o ciclo de palestras
abordará temas importantes que influenciam o dia a dia das empresas,
trazendo informações técnicas, ferramentas, produtos e serviços que
venham auxiliá-las na gestão dos seus negócios, objetivando o
crescimento, a produtividade e a melhoria do potencial competitivo da
micro e pequena indústria.
No período da manhã, serão tratados os temas: “Rio Claro em defesa do
Empreendedor” e, na seqüência, “Administrando a Micro e Pequena
Empresa”. Após a pausa para almoço, os trabalhos serão reiniciados às
14h com as palestras “Marketing e Comunicação na Micro e Pequena
Empresa” e, fechando o ciclo, “A Arte de Empreender na Micro e Pequena
Empresa”.

Workshop

No encerramento do seminário, agora com viés cultural, a programação
alusiva ao mês do Empreendedor, realiza às 20 horas, no teatro do
Centro Cultural Roberto Palmari (Rua 2 nº 2880 – Lago Azul), o
workshop Sinfonia Empresarial – Afinando Empresas para o Sucesso, com
o consagrado maestro Walter Lourenção.
À frente da Orquestra Filarmônica Nacional, composta por cerca de 50
músicos, Lourenção mostrará as similaridades entre o cotidiano e o
desempenho de um grupo musical e a mecânica vital das estruturas
organizacionais, ressaltando as analogias entre orquestra e empresa,
regente e líderes, e as concordâncias e dissonâncias no gerenciamento
das pessoas.
O workshop proporciona um treinamento de alta performance para
executivos de todas as áreas empresariais, demonstrando grande
eficácia em áreas tão diversas como marketing, comunicação, vendas,
qualidade, recursos humanos, treinamento e desenvolvimento, ao
demonstrar a estreita relação existente entre a música e o trabalho em
equipe, a regência e a liderança, a harmonia e o sucesso.
Essa maneira criativa, inteligente e envolvente de desenvolver pessoas
e equipes já foi apresentada para mais de 450 empresas no Brasil e
exterior, entre as quais American Express, Arisco, Bosh, Coca-Cola,
Embratel, Fiat, Rede Globo, Mercedes Benz, Microsoft, Nestlé, Senac,
Shell, Texaco, Volkswagen. Na convenção do Grupo Pão de Açúcar,
realizada no Credicard Hall – São Paulo, o workshop contou com mais de
2 mil participantes.

Rio Claro cria mais de 4.300 empregos em um ano

Rio Claro volta a ser destaque na geração de empregos. Conforme o mais recente levantamento do Ministério do Trabalho e Emprego, o município acumula crescimento de 8,31% na criação de vagas de trabalho nos últimos 12 meses, resultado contabilizado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). São 4.360 empregos criados nesse período.

Esse resultado inclui o levantamento referente a setembro, o mais recente divulgado pelo Caged, com saldo de 384 novas vagas, variação positiva de 0,69%. Os registros do governo federal também apontam que durante os nove primeiros meses de 2010 a taxa de aumento nos empregos em Rio Claro é de 6,40%.

“Trata-se de excelentes números que mostram o fôlego dos setores produtivos de Rio Claro”, avalia o prefeito Du Altimari. “Nossa administração vai manter o trabalho que vem fazendo desde o ano passado para ajudar o município a alimentar esse ciclo virtuoso que beneficia a toda a sociedade”, acrescenta.

Construção Civil (variação positiva de 1,41%), comércio (0,77%), serviços (0,71%) e indústria (0,67%) foram os setores que apresentaram maior variação nas contratações em setembro no município. Nos últimos 12 meses, os destaques são a indústria (11,08%), serviços (9,63%), comércio (8,43%) e construção civil (7,32%).

“A diversificação econômica, uma das marcas de Rio Claro, mostra sua importância também na criação de novas vagas”, comenta o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, João Luís Zaine, observando que, em números absolutos, o Caged registra até agora na Cidade Azul aumento de 3.377 postos de trabalho no acumulado do ano em 2010.

O excelente momento que Rio Claro vive na área de emprego pode ser constatado na comparação com outros importantes municípios da região nesses últimos 12 meses. Enquanto Rio Claro mostra os 8,31% na geração de empregos, em Araraquara o aumento é de 3,05%. Já em Araras a variação positiva é de 5,85% e, em Campinas, é de 4,89%.

Em Piracicaba o Caged aponta aumento de 4,47%, enquanto São Carlos mostra crescimento no emprego de 2,89% de setembro do ano passado a setembro deste ano. Entre os municípios de médio porte da região, Limeira foi o que mais se aproximou de Rio Claro, com variação positiva de 7,96%.

Sustentabilidade tem debate produtivo no Fórum Sesi/Ciesp

Público estimado em 100 pessoas participou na manhã desta terça-feira,
19, do 11º Fórum Sesi/Ciesp de Sustentabilidade que vem percorrendo os
principais municípios paulistas e foi realizado pela primeira vez em
Rio Claro.

Os debates e as apresentações de cases ocorreram no auditório da
Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade, numa iniciativa das
entidades promotoras em parceria com a Prefeitura de Rio Claro, via
Secretaria de Desenvolvimento Econômico do município.

O titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, João Zaine
saudou os bons resultados do fórum. “Pudemos ver apresentações de
cases de indústrias de grande porte e de outras, menores, o que
demonstra que independentemente do porte da empresa, o empresariado
paulista tem, hoje, um compromisso sério com a sustentabilidade de
suas ações”, avaliou. “Além disso, o público do evento, constituído
majoritariamente por empresários, integrantes de organizações não
governamentais e estudantes deixou claro que o tema desperta o mais
vivo interesse da sociedade”, destacou o secretário.

Os cases referidos por Zaine foram apresentados pelas empresas
Whirlpool Latin America, Owens Corning, Grafmec e Cosan. O fórum teve
a participação do diretor do Ciesp de Rio Claro, José Tadeu Leme que
testemunhou a importância estratégica do evento e destacou o alto grau
de consciência do empresariado rio-clarense e da região diante dos
desafios do desenvolvimento e face às questões ambientais. “Hoje, essa
consciência tem crescido de forma impressionante, tanto na sociedade
organizada como no meio empresarial, mas é fundamental que
desenvolvamos ações cada vez mais avançadas nesta direção”, afirmou.

“Afinal, estamos inseridos numa das bacias mais saturadas e críticas
do país, que é a bacia do Piracicaba, o que torna ainda mais
relevantes e emergenciais as ações que possamos patrocinar em favor da
conservação e reutilização da água nos processos industriais”,
concluiu Leme.

Fórum debaterá sustentabilidade em Rio Claro nesta terça-feira

Fórum debaterá sustentabilidade em Rio Claro nesta terça-feira
Rio Claro será sede, nesta terça-feira, 19, de uma etapa do 11º Fórum
Sesi/Ciesp de Sustentabilidade. Os debates serão realizados das 8h30
às 12h30 no auditório da Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade,
em parceria com a Prefeitura de Rio Claro via Secretaria de
Desenvolvimento Econômico do município.
Os participantes do fórum vão conhecer cases que ilustram as boas
ações de sustentabilidade em indústrias que têm uma relação forte com
essas práticas. Dois desses cases serão apresentados pelas equipes das
empresas Whirlpool Latin America e Owens Corning.
O diretor do Ciesp em Rio Claro, José Tadeu Leme explica que Rio Claro
“tem de estar incluído neste roteiro de discussões de grande
importância para a indústria, destacadamente no que se refere à
questão da conservação e reutilização da água nos processos
industriais”.  E justifica: “Afinal, estamos inseridos numa das bacias
mais saturadas e críticas do país, que é a bacia do Piracicaba”.

A argumentação de Leme é endossada pelo secretário de Desenvolvimento
Econômico de Rio Claro, João Zaine. “Sem dúvida, a sustentabilidade é
um tema que desperta atenção e ganhou status de prioridade no âmbito
da regional da Ciesp”, diz.

“Em 1º de outubro, o Módulo II do curso
Gestão Estratégica de Recursos Hídricos atraiu 30 participantes na
regional, ratificando o interesse pela questão”, assinala Zaine. O
curso, a propósito, foi promovido pelo Ciesp e Consórcio PCJ.

O evento desta terça-feira terá duas mesas-redondas. Uma delas tratará
da conservação e reuso de água, com mediação do diretor de Meio
Ambiente do Ciesp, Eduardo San Martin. Durante o painel, a Owens
Corning demonstrará suas ações para tratamento de efluentes
industriais, de esgoto e reuso de água em abordagem do gerente de
Segurança do Trabalho e Meio Ambiente da empresa, Danusio Antonio
Diniz. O case da empresa Grafmec sobre aproveitamento da água pluvial
em prédio industrial, com explanação do diretor da empresa Etienne
Henrique Jensen está incluso nesta primeira mesa redonda.
Às 11h, uma segunda mesa redonda enfocará o tema Programas de
Responsabilidade Social Empresarial e terá como moderador Luiz
Fernando de Araújo Bueno, diretor adjunto de Responsabilidade Social
do Ciesp. Rafaela Borges da Silva, analista de projetos sociais da
Cosan é uma das debatedoras, ao lado da coordenadora geral do
Instituto Consulado da Mulher/Whirlpool Latin America, Leda Borger.

Rio Claro iniciará transmissões de TV Digital ainda este ano

Até o final do ano, o município de Rio Claro passará a contar com o sinal da TV Digital. A informação foi confirmada ao prefeito Du Altimari pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, João Zaine, após participar de reunião na sede da EPTV em São Carlos.

“Recebemos a informação dos dirigentes da EPTV com grande alegria, uma vez que a comunidade de Rio Claro estará entre as primeiras do país a dispor desta tecnologia”, afirma o prefeito Du Altimari.

A nova tecnologia garante maior qualidade de som e imagem, além da portabilidade. “A interatividade deverá ser outro ganho importante com o sistema digital, que é de alta definição”, observa Zaine. Da reunião em São Carlos, participaram Pedro Varoni, gerente de jornalismo da EPTV, e Paulo Brasileiro, gerente geral. Até 2016, a transmissão da nova tecnologia será feita sem a desativação do sistema analógico.

Caged mostra bom desempenho de Rio Claro na geração de emprego

Rio Claro confirmou, novamente, saúde econômica ao aparecer positivamente no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego, em agosto, com a criação de 524 empregos (variação de 0,95%), o que resulta em saldo positivo de 2.993 (5,67%) postos de trabalho no ano e 4.427 (8,52%) no acumulado de 12 meses. Os números do Caged contrapõem as admissões e demissões informadas em cada mês, extraem um resultado e fixam a variação verificada. Os dados de cada mês vão alimentar os acumulados no ano e em 12 meses.

A análise dos números reflete que a construção civil foi o setor com melhor desempenho no mês, com variação de 1,81%, seguido pelo comércio (1,38%) e serviços (1,03%). A indústria extrativa mineral registrou, por outro lado, a pior variação, com -1,75%.

O prefeito Du Altimari atribui o bom desempenho da economia local, confirmado pelos índices de geração de emprego, à diversificação das matrizes econômicas. “Temos um empresariado de muita visão, que observa e interpreta as tendências do mercado e que desenvolveu um acentuado senso para reconhecer a aproveitar as oportunidades de negócios”, argumenta.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, João Zaine, a boa performance de Rio Claro retratada nos números do Caged justifica-se, entre outros aspectos relevantes, pelo fato de que o município “ocupa posição estratégica no mapa paulista, o que facilita as operações de logística das empresas e, além disso, disponibiliza infraestrutura excelente como atrativo para novos investimentos”.

Zaine lembra, ainda, a importância do Programa de Desenvolvimento de Rio Claro (Proderc), cujos benefícios fiscais geraram, do início de 2009 até agora, R$ 170 milhões em investimentos e 2.600 empregos anunciados pelas empresas contratantes.

Ciesp confirma 250 novos empregos industriais na regional de Rio Claro

Rio Claro voltou a pontuar bem nos índices de empregabilidade medidos mensalmente pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp). Em agosto, a diretoria regional da entidade no município registrou variação de 0,57%, percentual que equivale a 250 novos postos de trabalho.

Considerado o acumulado no ano, a variação é expressiva, atingindo 9,25%, que é igual a 4.100 postos de trabalho. Se a referência são os últimos 12 meses, a margem também é confortável e fica em 6,54% ou o mesmo que 2.900 novos empregos.

Uma análise dos números divulgados pelo Ciesp relativamente ao mês de agosto evidencia que o nível de emprego industrial foi influenciado pelas variações positivas verificadas nos setores de produtos de borracha e plástico (3%) e produtos de minerais não metálicos (2,49), justamente os mais influentes no cálculo do índice total da região. A variação de 0,57% em agosto teria sido melhor não fossem os desempenhos de setores como máquinas, aparelhos e materiais elétricos (-2,22%) e produtos alimentícios (-0,08%) que também compõem o índice total.

“Relevante na análise dos números divulgados pelo Ciesp é que o emprego industrial vem se mantendo positivo na regional de Rio Claro”, argumenta o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, João Zaine.

Transferida para outubro 1ª Rodada de Negócios de Franquias

A 1ª Rodada de Negócios de Franquias, promovida pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) e a Prefeitura de Rio Claro, que estava programada para esta terça-feira, 14, foi cancelada. A organização do evento informa que nova data será marcada, possivelmente para a segunda quinzena de outubro. Informações pelos telefones (19) 3532-4040, 3532-4055 e 3534-5242 ou no email da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Rio Claro: emprego.rioclaro@ig.com.br

Prefeitura de Rio Claro e ABF realizam rodada de negócios em franchising

Rio Claro recebe dia 14 de setembro a 1ª Rodada de Negócios de Franquias, promovida pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) e a Prefeitura, representada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O evento será realizado na sede do Sest/Senat, Rodovia Washington Luis (marginal), km 176. Informações pelos telefones (19) 3532-4040, 3532-4055 e 3534-5242. Inscrições gratuitas para franqueadores e candidatos a franqueados podem ser feitas até o dia 10 pela internet (email: emprego.rioclaro@ig.com.br).

A programação da Rodada começa com a recepção aos participantes, às 10h do dia 14, seguindo-se a abertura, marcada para as 10h15. O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico de Rio Claro, João Zaine, inicia o programa de palestras às 10h30 discorrendo sobre “As potencialidades do Município de Rio Claro para o Desenvolvimento Empresarial”. Na seqüência, às 11h, os franqueadores inscritos terão espaço para a divulgação de suas marcas com a utilização de recursos audiovisuais disponibilizados pela organização

Ao meio dia, candidatos a franqueados e franqueadores terão contato direto, na Rodada de Negócios propriamente dita. Após o almoço, o diretor regional da ABF para o interior paulista, Altino Cristofoletti Junior fará uma abordagem ampla do sistema de franquias com o tema “Entendendo o Franchising”.

Ainda no período da tarde, às 15h, o evento se voltará para o projeto de expansão do Shopping Center Rio Claro, que abre a perspectiva para interessados em franquias e, novamente, será ofertado mais um espaço para franqueadores inscritos no evento, que divulgarão suas marcas. Repete-se também à tarde, às 16h30, mais uma rodada de contato direto entre franqueadores e candidatos a franqueados. O encerramento do evento acontecerá às 17h, aproximadamente.

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) é a segunda maior associação de franquias no mundo, com mais de 600 associados. O objetivo da entidade é promover e intensificar a prática do bom franchising no país. A entidade confirma que o setor de franquias fechou o ano de 2009 com faturamento de R$ 63 bilhões, assinalando crescimento de 14,7% em relação a 2008. Só em 2009, 264 novas redes surgiram no mercado, com aumento de 19,1% em relação ao ano anterior.

Lei da Micro e Pequena Empresa já vigora em Rio Claro

     Realizada nesta sexta-feira, 27, no Paço Municipal, a solenidade de divulgação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa sancionada recentemente pelo prefeito Du Altimari. A lei municipal 4092/2010 é inspirada na lei federal nº 123, de 2006, assinada pelo presidente Lula e recebe, no âmbito local, pequenos ajustes. A referida legislação motivou longas discussões em todo o país nos anos que antecederam sua promulgação pelo governo federal. Posteriormente, coube aos e estados e municípios regulamentarem a questão em suas esferas, como ocorreu em Rio Claro.
     Na cerimônia desta sexta-feira, o prefeito Du Altimari ressaltou a importância de ter como parceiros na elaboração da lei entidades que ao longo de anos de mobilizaram em defesa da adoção de mecanismos oficiais de apoio às micros e pequenas empresas no país, já que estas representam mais de 90% do total de empresas brasileiras e também são responsáveis pela geração de milhões de empregos.
     Altimari selecionou alguns aspectos da lei que considera essenciais para impulsionar a economia local. “Já temos o diferencial de contar com uma matriz econômica bastante diversificada, característica que nos fez atravessar sem turbulências o período crítico da crise global, em 2009 e, depois, de forma menos aguda, em 2010”.  E fez questão de observar que a “união de esforços pelo desenvolvimento de Rio Claro é outro ponto forte da cidade”.  Como exemplo disso, citou a construção do novo Fórum Cível, que teve sua pedra fundamental lançada na quinta-feira, 26, e, agora, também a promulgação da Lei da Micro e Pequena    Empresa, igualmente resultante de um “processo coletivo do qual participaram o Sebrae, a Associação Comercial e Industrial de Rio Claro (Acirc), o Legislativo municipal e o Executivo, todos imbuídos do mesmo propósito, que é o interesse maior do município”.


      A desburocratização como atrativo “para que milhares de brasileiros talentosos e empreendedores natos saiam da informalidade, prosperem e ampliem seus negócios é a palavra de ordem implícita nesta lei que estamos implantando em Rio Claro”, notou o secretário de Desenvolvimento Econômico do município, João Zaine.  Ele garantiu que a “simplificação dos procedimentos contida na legislação encoraja o pequeno investidor a sair do anonimato e o torna protagonista do crescimento econômico do país, além de garantir benefícios e suporte legal para prosperar”.  Zaine previu que, em poucos meses, o impacto positivo da vigência da lei no município será refletido nas estatísticas econômicas de Rio Claro e região.  
“Temos muito que comemorar com esta lei, pois vínhamos perdendo terreno em relação a outros municípios que aceleraram a regulamentação”, disse a vice-prefeita e secretária municipal de governo, Olga Salomão.  “São muitos os méritos desta legislação, mas creio que o fundamental é sua capacidade de reduzir a informalidade e incentivar o empreendedorismo”, analisou a vice-prefeita.
“O futuro econômico de Rio Claro se amplia com a regulamentação desta lei no município”, previu o presidente do Sindicato do Comércio Varejista da cidade, Célio Simões Cerri. “Quem está na informalidade não quer vir para o mercado formal porque já se assusta com os encargos, mas isso evidentemente muda com esta lei e passa a ser um estímulo quando se tem o respaldo que o município conquista neste momento”, opinou. Segundo o vereador Julinho Lopes, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico “tem desenvolvido um bom trabalho para a atração de indústria e geração de emprego”.   
“Esta lei restituirá dignidade ao empresário”, assinalou o presidente da Associação Comercial e Industrial de Rio Claro (Acirc), Marcelo Cyrino. “Além disso, é justo registrar que essas ações em prol do empresário e do crescimento econômico estão sendo conduzidas coletivamente, de mãos dadas com o poder público, com o Sebrae”, anotou Cyrino.


     Tradicional defensor da lei das micros e pequenas empresas, o Sebrae, representado na ocasião por seu diretor, Paulo Arruda, interpreta a implantação da legislação no município com otimismo. “Por onde andamos, no estado de São Paulo, ouvimos constantemente referências elogiosas ao dinamismo econômico de Rio Claro”, explicou Arruda. E também mencionou aspectos da nova lei municipal que serão vantajosos para o micro e pequeno empresário, que passará a fornecer nota fiscal e se credenciará a participar de licitações e a obter aposentadoria, entre várias outras conquistas.
      Participaram da solenidade nesta sexta-feira também o presidente da OAB local, Willian Nagib Filho, o diretor do Senai em Rio Claro, Paulo Neves e Fábio Ângelo Bonassi da regional do Sebrae.