Termina quarta-feira prazo para proprietários limparem terrenos baldios

Quem não providenciar a limpeza terá que pagar por serviço realizado pela prefeitura.

Os proprietários de terrenos baldios em Rio Claro devem ficar atentos ao prazo para que providenciem a limpeza dos imóveis. A prefeitura estabeleceu como data limite o dia 22 de janeiro, quarta-feira. Quem não efetuar a limpeza e corte de mato terá que pagar pelo serviço realizado pela prefeitura.

Ao fim do prazo concedido, a prefeitura começará a realizar a limpeza e cobrar pelo serviço de capinação e roçada, conforme previsto em lei municipal. A conta será enviada aos proprietários que não cumprirem a determinação.

A cobrança será feita com base na unidade fiscal municipal que custa R$ 3,5047. Cada metro quadrado de capinação e/ou roçada terá custo de 0,50 UFMRC, mais acréscimo de 20% que corresponde à administração dos serviços. A limpeza de um terreno de 200 metros quadrados, por exemplo, custará R$ 420,56. “Além disso, a falta de limpeza desses terrenos prejudica o andamento dos trabalhos de manutenção da cidade”, explica Emilio Cerri, secretário municipal de Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção.

Havendo impossibilidade de acesso ao lote será aplicada multa equivalente a 0,12 UFMRC por metro quadrado de terreno. A cobrança será enviada ao dono do imóvel e se o débito não for pago neste ano será inscrito na Dívida Ativa do município.

Para realizar a limpeza de terrenos baldios particulares, a prefeitura dividiu o município em 25 setores que podem ser consultados no edital publicado no Diário Oficial do dia 3 de janeiro. Os serviços serão executados conforme as necessidades de cada bairro, priorizando os pontos mais críticos. A prefeitura destaca que os proprietários devem manter seus terrenos limpos e em ordem o ano todo.

Guarda Mirim forma 121 jovens para vagas no mercado de trabalho

Formatura foi realizada no sábado (18). Vinte e dois formandos já estão contratados.

Cento e vinte e um jovens concluíram no sábado (18) curso pré-profissionalizante da Guarda Mirim de Rio Claro. O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, participou da solenidade.

“O trabalho realizado pela Guarda Mirim faz a diferença na formação de muitos jovens rio-clarenses”, destaca o prefeito Juninho, acrescentando que a prefeitura é a maior contratante dos formandos da guarda. “Vamos dar continuidade a essa parceria de sucesso”, salienta.

Vinte e dois formandos terminaram essa capacitação já com vaga no mercado de trabalho. “O curso tem duração de três a quatro meses e é importante para preparar os alunos para atuarem como menores aprendizes”, observa Rinaldo Baptista, gerente administrativo da Guarda Mirim. A expectativa é de que todos os formandos estejam contratados nos próximos meses.

Com 58 anos de fundação, a Guarda Mirim é uma das principais referências do município em iniciação profissional. Neste período mais de 19 mil jovens já passaram pela Guarda Mirim. A Guarda Mirim é presidida por Ellery Sebastião Domingos de Moraes e tem como vice-presidente Juarez Moura de Oliveira.

Usuários devem redobrar atenção durante troca de telhas da estação

Prefeitura está trocando telhas. Obra vai acabar com goteiras que atrapalhavam a população.

Para maior comodidade dos usuários do transporte coletivo, a prefeitura de Rio Claro está substituindo as telhas da antiga estação ferroviária, onde fica o terminal de ônibus urbano. A obra está em estágio avançado, com todas as telhas velhas já retiradas e as novas sendo colocadas. Durante os trabalhos, a prefeitura reforça a orientação para que as pessoas fiquem atentas ao transitarem pelo local ou esperarem os ônibus.

“É importante que todos respeitem a sinalização para que os trabalhos prossigam com segurança”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. ”Pedimos desculpas pelos transtornos momentâneos, mas isso é necessário para que possamos realizar essa obra que era tão esperada pela população”, acrescenta Juninho.

Além de acabar com as goteiras que atrapalhavam os usuários do transporte coletivo, a troca das telhas também revitaliza um dos mais importantes patrimônios urbanos de Rio Claro. O investimento é de R$ 410 mil. Os recursos são oriundos do governo federal, por meio do Ministério do Turismo.

As novas telhas têm o mesmo estilo das antigas e a estrutura metálica está sendo mantida. Com isso, a prefeitura renova o patrimônio histórico sem descaracterizá-lo. Além da troca do telhado, playground será instalado na Praça dos Ferroviários, que começa na Avenida 7 e vai até a Avenida 3, entre as ruas 1 e 1-B. O espaço já possui pista de skate e teatro de arena. O dinheiro investido na obra é proveniente do convênio assinado pela prefeitura com o governo federal para a construção da Praça dos Ferroviários. Houve uma sobra e, atendendo pedido do município, a Caixa Federal concordou que os recursos fossem aplicados em Rio Claro.

Recentemente, o Centro Histórico de Rio Claro também recebeu importante intervenção da prefeitura com a renovação da iluminação do Jardim Público e com a conclusão e entrega da restauração do Museu Histórico e Pedagógico Amador Bueno da Veiga.


Juninho encerra contingenciamento de despesas na prefeitura

Prefeito destaca que mesmo com o fim das restrições, controle de gastos continua.

Três meses após ter sido estabelecido, o regime de contingenciamento de despesas está sendo encerrado na administração municipal de Rio Claro. Decreto assinado pelo prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, põe fim a várias das restrições que haviam sido determinadas devido à queda na arrecadação municipal no trimestre anterior.

“Tomamos as medidas necessárias para contornar aquele momento difícil e conseguimos bons resultados”, comenta Juninho, lembrando que no período a prefeitura manteve os salários em dia, como é feito desde 2017, pagou o 13º salário no prazo e ainda concedeu bônus de Natal aos servidores, algo que há anos não acontecia. “Tudo isso só foi possível devido ao empenho dos servidores municipais e do nosso corpo administrativo, que colaboraram diariamente para que o contingenciamento fosse respeitado”, acrescenta.

O prefeito destaca ainda que, embora as restrições tenham sido encerradas, o município continuará trabalhando firme no controle das despesas. “É uma postura que adotamos desde que assumimos a prefeitura em 2017 e que traduz nosso respeito ao dinheiro público”, enfatiza.

O secretário municipal de Negócios Jurídicos, Rodrigo Ragghiante, informa que  o decreto encerrando o contingenciamento de despesas está sendo publicado nesta sexta-feira (17) no Diário Oficial do município. “Com isso, o encaminhamento de alguns procedimentos ficam mais ágeis, pois não precisarão mais passar pelo crivo da Comissão Especial de Contingência”, explica, lembrando que durante o contingenciamento houve corte de horas extras, restrições no uso de carros oficiais, suspensão de compras e outras medidas. “Adotamos ações restritivas sem tirar nenhum direito dos servidores municipais”, acrescenta.

O secretário municipal de Economia e Finanças, Gilmar Dietrich, reforça que as condições financeiras da prefeitura estão em contínua análise e que a administração municipal sempre tomará todas as iniciativas necessárias para o bom zelo do dinheiro público e pela garantia de serviços de qualidade à população. “Sabemos que o contexto nacional e internacional interfere nas finanças dos municípios, mas estamos fazendo nossa parte”, enfatiza.

Nesse sentido o prefeito Juninho lembra ainda que colocar as finanças municipais em ordem foi o primeiro desafio da atual gestão. “Quando assumimos a prefeitura, eram quase R$ 400 milhões em dívidas e Rio Claro não tinha as certidões necessárias para obter repasses estaduais e federais”, recorda. “De lá para cá, conseguirmos recuperar as certidões e pagamos parte das dívidas herdadas”, finaliza.

Cead ganha novo aparelho de ultrassom

Equipamento realizará exames de diferentes especialidades.

Mais precisão nos diagnósticos e agilidade nos atendimentos. Essa é a perspectiva para a realização de exames de ultrassonografia no Centro de Especialidade e Apoio Diagnóstico, em Rio Claro. A unidade ganhou novo aparelho de ultrassom, mais moderno e eficiente. O equipamento irá substituir aparelho alugado, gerando também economia aos cofres municipais.

“Temos hoje uma demanda reprimida que, com essa aquisição, deve ser totalmente atendida até o mês de abril”, ressalta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

Atualmente são realizados na unidade cerca de 800 ultrassons por mês. Com o novo aparelho esse número deve aumentar. “Trata-se de um equipamento de alta tecnologia, adquirido para melhor atender os pacientes e possibilitar diagnóstico mais rápido e preciso”, destaca Maria Clélia Bauer, secretária de Saúde.

O equipamento pode ser utilizado na realização de ultrassom morfológico, ecocardiograma e biópsias de próstata e mama, por exemplo. “O aparelho adquirido atende, inclusive, às especificações apontadas por médicos da unidade como sendo importantes para o melhor diagnóstico”, comenta Daiane Campanela, chefe de núcleo do Cead.

A expectativa é de até o fim do mês o aparelho esteja instalado. Isso deve ser feito por técnico especialista, que já foi solicitado e deve realizar a instalação o mais rápido possível.

O aparelho de ultrassom faz parte do lote de equipamentos adquirido pelo município com recursos de emendas parlamentares no total de R$ 1.070.000,00. Os recursos para aquisição foram destinados pelo deputado estadual Cauê Macris, e os deputados federais Renata Abreu, Luiz Lauro, Lobbe Neto, Tiririca, Guilherme Mussi e Celso Russomanno. Os parlamentares atenderam solicitação do presidente da Câmara Municipal, André Godoy, e dos vereadores Júlio Lopes, Paulo Guedes, Irander Augusto e Ruggero Seron. 

Prefeitura conclui 65% das obras de construção do novo fórum

Conclusão das obras está prevista para maio deste ano.

As obras para construção do novo prédio do fórum avançam em Rio Claro e 65% dos serviços já foram executados. No momento estão sendo instalados pisos intertravados no estacionamento e realizados serviços de pintura e elétrica, raspagem do granilite e aplicação de resina. A previsão é de que as obras sejam concluídas em maio, prazo estabelecido em acordo firmado em março do ano passado entre prefeitura e a promotoria pública, com a concordância do governo do estado e da empresa responsável pelas obras.

“Temos interesse em concluir e entregar o novo prédio do Fórum que é tão importante para Rio Claro e microrregião”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “Conseguimos retomar essa obra que estava há anos parada e nossa expectativa é de que ela seja concluída no prazo previsto para oferecer melhores condições de atendimento à população e de trabalho aos profissionais do judiciário”, acrescenta.

As obras para construção do novo prédio do Fórum foram iniciadas em 2010 e interrompidas em julho de 2014, na administração anterior. Depois de quatro anos de paralisação, a prefeitura conseguiu retomar a obra em 2018, graças a um trabalho conjunto realizado pela atual administração municipal em parceria com a Secretaria Estadual da Justiça e Cidadania, com apoio do diretor do Fórum, juiz Cláudio Pavão. “Essa parceria entre o Executivo, o Legislativo e o Judiciário é muito importante. Com os poderes trabalhando de forma harmônica quem ganha é a população”, frisa Juninho.

A finalização da obra conta com investimentos de R$ 5,04 milhões. “A prefeitura está acompanhando cada etapa do processo de execução das obras”,  informa o secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima.

O prédio está sendo construído na Avenida Cidade, no bairro Vila Nova, perto da Unesp (Universidade Estadual Paulista). 

Samu da região sul atende mais de 2 mil ocorrências em seis meses

Número corresponde a quase 40% do total de atendimentos realizados pelo Samu de Rio Claro.

Em seis meses de funcionamento, a base descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), na região sul de Rio Claro, foi acionada para 2.050 atendimentos. O número equivale a quase 40% do total de atendimentos realizados pelo Samu Rio Claro de junho a dezembro de 2019.

“São pessoas que estão recebendo o atendimento com mais agilidade do que antes porque agora contam com base do Samu mais próxima do local da ocorrência”, destaca o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

Inaugurada em junho do ano passado, a base instalada na região sul da cidade reduz para menos da metade o tempo de deslocamento da ambulância até o local da ocorrência naquela região. A primeira base funciona no lado oposto da cidade, na Vila Martins, entre as regiões norte e nordeste do município.

“Estamos trabalhando para otimizar recursos e ampliar ao acesso da comunidade aos serviços de saúde”, comenta a secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer. “As necessidades são muitas e os recursos escassos e temos que estabelecer prioridades. Nesse caso, uma segunda base do Samu agiliza os atendimentos e salva vidas”, reforça o prefeito Juninho da Padaria.

Atendimentos clínicos, incluindo paradas cardíacas e crises de hipoglicemia, por exemplo, correspondem ao tipo de chamado mais registrado. “Menor tempo de deslocamento significa socorro mais rápido, o que faz muita diferença para o atendimento de urgência”, observa Silveli Pazetto, coordenadora do Samu. A comunidade pode acionar o Samu pelo telefone 192. O serviço funciona 24 horas.

A segunda base do Samu está instalada na Avenida Presidente Kennedy, 900, próximo ao aeroclube. O prédio que abriga o Samu na área sul foi reformado pela prefeitura e cumpre as exigências sanitárias preconizadas pelo Ministério da Saúde. A prefeitura investiu R$ 250 mil na reforma do prédio, recursos oriundos do montante de mais de R$ 1,5 milhão devolvido pela Câmara Municipal com recomendação para que o dinheiro fosse aplicado no setor de saúde. No mês passado o município foi contemplado pelo Ministério da Saúde com mais uma ambulância do Samu, reforçando o atendimento realizado em Rio Claro.  

Prefeito Juninho recebe novo diretor e coordenadores da Faculdade Anhanguera

Prefeitura tem parceria com a faculdade na área da saúde.

O prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, recebeu na manhã desta sexta-feira (17) no paço municipal a visita do novo diretor da unidade local da Faculdade Anhanguera, Manoel Marcelo da Silva Francisco, e dos coordenadores Rilke Cegagno, Ari Ferreira Júnior e Márcio Fernandes. Instituição e prefeitura reafirmaram parcerias que já estão em andamento.

Hoje o município e a faculdade possuem parcerias na área da saúde com atendimento à população de enfermagem, fisioterapia e psicologia. “As parcerias são muito importantes para o poder público porque ajudam a ampliar o atendimento à população”, explica o prefeito Juninho da Padaria.

De acordo com Manoel Francisco, a unidade Anhanguera de Rio Claro obteve a melhor nota do Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes) entre as instituições privadas da cidade. O Enade é aplicado pelo Ministério da Educação (MEC). “Parabenizo os gestores, professores e alunos da instituição pela conquista”, cumprimentou Juninho, que colocou a administração municipal à disposição da faculdade para novas parcerias.

Os servidores públicos municipais que quiserem estudar na instituição podem obter bolsa com descontos de 30% nas mensalidades, em qualquer curso de graduação e pós-graduação presencial ou à distância. “O benefício vale para os servidores e dependentes diretos com até 24 anos de idade”, informa Márcio Fernandes.

Hoje a Faculdade Anhanguera tem aproximadamente 1.600 alunos com meta de ampliar esse número para 2.500 estudantes. A unidade fica na Rua 22, número 669, no bairro Chácara Lusa. O telefone é (19) 3522-9700.

Prefeito autoriza convocação de agentes educacionais e de mobilidade urbana

Candidatos começarão a receber as convocações na próxima semana. 

Depois de convocar 33 médicos para a área da saúde, o prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, autorizou nesta sexta-feira (17) o chamamento de 25 candidatos aprovados em concurso público da administração municipal. São 15 agentes educacionais e 10 agentes de mobilidade urbana que começarão a receber as convocações a partir da próxima semana. As chamadas serão feitas por ordem de classificação no concurso.

“Estamos agindo com responsabilidade fazendo as convocações de acordo com a disponibilidade orçamentária”, destaca Juninho, lembrando que a contratação de agentes de mobilidade urbana é uma antiga reivindicação da comunidade já que os cargos foram criados em 2010, um concurso foi realizado pela administração anterior e nenhum candidato foi convocado. A atual gestão realizou concurso em 2018 cujas convocações estão sendo feitas agora. “São profissionais que vão ajudar na ordenação e disciplina do trânsito, uma necessidade já que a frota de Rio Claro é de quase um veículo para cada habitante”, frisa.

O diretor municipal de Mobilidade Urbana, Adilson Marques, explica que os agentes de mobilidade urbana terão como principal atividade a ordenação e disciplina do trânsito. Porém, eles terão também poder de autuação em caso de infração. “Nosso foco é que eles organizem o trânsito de maneira a facilitar o fluxo de veículos e pedestres. No entanto, se houver necessidade, eles poderão autuar condutores que infrinjam a legislação”, esclarece Marques, informando que os candidatos contratados farão curso de capacitação antes de iniciarem atividades.

Os candidatos convocados devem comparecer com a documentação necessária ao Departamento de Gestão de Pessoas para realizar os procedimentos de admissão. “Os candidatos serão convocados por carta ou telegrama e a lista também será publicada no Diário Oficial do Município”, informa o secretário municipal de Administração, Jean Scudeller.

A prefeitura pretende anunciar novas contratações na próxima semana. “Estamos fazendo um levantamento minucioso para atender a necessidade de pessoal do município e respeitar o limite estabelecido pela lei de responsabilidade fiscal para despesas com funcionários”, pondera o secretário municipal de Economia e Finanças, Gilmar Dietrich.

O Diário Oficial do Município pode ser acessado no site da prefeitura: www.rioclaro.sp.gov.br.

Rio Claro recebe proposta para se tornar uma cidade sustentável

Município recebeu proposta de grupo coreano que quer investir em energia renovável e limpa.

O município de Rio Claro pode se tornar uma cidade sustentável. Esse foi o tema de reunião realizada na tarde desta quinta-feira (16) no paço municipal. A prefeitura recebeu proposta de grupo coreano que pretende investir em projetos de eficiência energética tendo como foco a produção de energia solar fotovoltaica e a transformação do lixo em energia com custo zero para o município. O projeto foi apresentado pelo grupo coreano BME Korea e a Coopravere Energias Renováveis de Piracicaba.

“Vamos analisar com carinho essa proposta que pode tornar Rio Claro uma cidade sustentável. Hoje temos um grande passivo no aterro e seria importante transformar esses resíduos em energia limpa, além de diminuir a quantidade de lixo depositada no local”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “Podemos diminuir custos para o município com o tratamento do lixo e ainda receber o passivo das cidades da região com possibilidade de sobra de recursos”, reforça o presidente da Câmara Municipal, André Godoy.

O presidente da Coopravere, Edemilson Trevisan, explica que o lixo já aterrado também pode virar energia por meio de gás que hoje é jogado na atmosfera. Além disso, o projeto prevê a diminuição gradativa da quantidade de lixo enviada ao aterro com possibilidade do município não mais precisar desse serviço, gerando economia aos cofres públicos. “Apresentamos o esboço do projeto. O próximo passo é coletar informações técnicas oficiais para elaborar o projeto que detalhará as etapas e o valor dos investimentos”, explica Trevisan.

Ricardo Gobbi e Silva, secretário municipal de Governo, Desenvolvimento Econômico e Planejamento, ressalta os ganhos para o meio ambiente. “É uma energia limpa que reduz a emissão de poluentes no ar”, pontua.

A reunião foi agendada através do Sindicato dos Químicos de Rio Claro. “É uma proposta interessante que pode fazer de Rio Claro uma cidade sustentável com condições de abastecer com energia limpa os órgãos públicos”, destaca Francisco Quintino, presidente da entidade.

Os investimentos, a economia ao município e geração de empregos foram destacados pelo diretor municipal de Desenvolvimento Econômico, Laerte Tebaldi Filho. “Precisamos de mais parcerias desse tipo”, frisa.

Também participaram da reunião Adriana Seo, da empresa BME Korea;

Raphaela Galdi Bissoli Toledo de Castro, advogada da Coopravere; Valdinei Antonio Lao, diretor técnico da Coopravere; e advogado Wilson Berto.