RC cria normas para o funcionamento de salões de beleza na pandemia

Cabeleireiras, barbeiros, esteticistas, manicures e pedicures poderão funcionar desde que adotem medidas de prevenção.

A prefeitura de Rio Claro criou normas para o funcionamento de salões de beleza, lojas de “1,99” e outros estabelecimentos comerciais durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). As regras constam de documento que será publicado no Diário Oficial do Município desta quarta-feira (13) e que determinar atividades que continuam suspensas como em academias e clubes. O anúncio foi feito pelo prefeito João Teixeira Junior em live realizada no final da tarde desta terça-feira (12), da qual também participaram os secretários Maurício Monteiro (Saúde) e Ricardo Gobbi e Silva (Governo).

A prefeitura ressalta que a autorização de funcionamento é temporária e pode ser revista, caso as medidas resultem em impacto negativo para diminuir a propagação do coronavírus na cidade, como a redução do isolamento social. “Não somos contra o comércio, mas nossa prioridade é salvar vidas e para isso as restrições são necessárias”, disse Juninho, lembrando que para funcionar os estabelecimentos devem seguir as recomendações das autoridades de saúde. “Vamos fiscalizar e agir com a força da lei se necessário”, frisou.

As igrejas poderão funcionar desde que obedeçam alguns critérios. Um deles é limitar a lotação em 25% da capacidade máxima do estabelecimento. Além disso, é preciso demarcar os bancos para que haja distanciamento mínimo de 1,5 metro entre um frequentador e outro. Os fiéis precisam usar máscaras e as igrejas precisam higienizar objetos e superfícies, oferecer álcool em gel e local para higienização das mãos, bem como evitar a presença de pessoas sintomáticas e com mais de 60 anos.

Consultórios e salões de beleza também poderão funcionar com agendamento prévio para evitar aglomeração de pessoas; higienização dos espaços, objetos, superfícies e instrumentos; uso obrigatório de máscaras para funcionários e clientes. Também podem funcionar as lojas de “1,99”, desde que comercializem itens alimentícios essenciais ou produtos de higiene e limpeza, e lojas de conveniência de postos de gasolina.

O documento também traz lista dos estabelecimentos autorizados a funcionar em sistemas de drive-thru e delivery. São eles: lanchonete, bar, restaurante/rotisserie (exceto aqueles que se localizam em postos de gasolina ao longo de rodovias), depósito de água, depósito de gás, depósito de bebidas, comércio ambulante de alimentos, lojas de tecidos e armarinhos, lojas de roupas, lojas de sapatos, perfumarias e lojas de presentes. “Estas modalidades não permitem que o cliente adentre ou consuma no local, devendo criar dispositivo que indique claramente esta limitação”, frisa o secretário municipal de Saúde, Maurício Monteiro.

Já academias, clubes, boates, casas noturnas, cinemas e cursos profissionalizantes não têm o funcionamento permitido. O texto do documento poderá ser conferido na íntegra no Diário Oficial do Município que está disponível no site da prefeitura (www.rioclaro.sp.gov.br).

O secretário Gobbi confirmou que o município irá elaborar e pôr em prática o Plano Rio Claro para retomada gradual da economia com a participação de todos os setores do comércio, indústria e prestadores de serviços.

Korin doa 800 quilos de carne à Santa Casa de Rio Claro

Entrega começou a ser feita na terça-feira (12).

Mais de 800 quilos de carne de frango estão sendo doados pela empresa Korin à Santa Casa de Misericórdia de Rio Claro. O prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, participou da entrega realizada na manhã de terça-feira (12).

“Vivemos um momento de dificuldade financeira e aumento na demanda de atendimentos, e o que temos visto é que a vontade de ajudar é maior do que as adversidades”, pontuou Juninho, pedindo a colaboração de empresas para que também ajudem a Santa Casa. “Com a suspensão das aulas nas escolas, recentemente destinamos carne da merenda escolar para instituições e a Santa Casa foi contemplada porque temos tido a preocupação de estar junto com a Santa Casa e ajudar no que é possível”, acrescentou Juninho.

A doação realizada pela Korin será dividida em duas etapas. Os primeiros 410 quilos de frango foram entregues na terça-feira e os outros 410 quilos ficarão para junho, o que facilitará o armazenamento dos alimentos. O alimento será destinado às refeições preparadas para pacientes em atendimento no hospital.

“A Santa Casa é parceira da Korin há muito tempo e não poderíamos deixar de contribuir neste momento de dificuldade”, observou Evandro Possamai, diretor de Suprimentos da Korin. O diretor superintendente da empresa Reginaldo Morikawa, que falou também em nome da Fundação Mokiti Okada e da igreja Messiânica, agradeceu o apoio que a Santa Casa dá para toda a comunidade e frisou a importância de cada um contribuir um pouco em favor de quem precisa. “Por meio do pouco que cada um pode fazer conseguiremos construir um futuro melhor para todos nós”, destacou.  Já Luiz Carlos Demattê Filho, diretor da Korin Agropecuária, destacou que é uma honra contribuir com esse trabalho.

“Em nome da Santa Casa registro o agradecimento por esta ação solidária que é muito importante para nós”, destacou Jorge Pedro, vice-provedor da Santa Casa, lembrando que a Santa Casa teve a estrutura reforçada, o que demandou investimentos de cerca de 2 milhões de reais. “Que outras empresas também se solidarizem e nos ajudem para que possamos ajudar a comunidade”, acrescentou o vice-provedor.

Por vídeo conferência, o diretor do Grupo Korin, Jorge Miguel da Silva Albertos, parabenizou a equipe da Santa Casa pelo trabalho em benefício à comunidade. “O nosso agradecimento a estes profissionais que deixam suas casas e suas famílias para cuidarem de quem precisa”, disse Jorge Miguel.

Entrega começou a ser feita na terça-feira (12).

Rio Claro vai multar quem descumprir regra do uso obrigatório de máscara

Penalidade pode ser aplicada em cidadãos, empresários e comerciantes.

O município de Rio Claro vai multar quem não utilizar máscaras de proteção facial ao sair na rua. O equipamento de proteção tornou-se uso obrigatório na quinta-feira (7) por determinação do governo estadual como medida de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19). A fiscalização será feita pela Vigilância Sanitária, Guarda Civil Municipal e Polícia Militar, que aplicarão as penalidades previstas na legislação, conforme consta em portaria publicada no Diário Oficial do Municipal de segunda-feira (11).

A infração pode ser penalizada com multa que varia de dez a dez mil vezes o valor da Unidade Fiscal do Estado de São Paulo (Ufesp) vigente, que em 2020 é de R$ 27,61. Ou seja, o valor da multa varia de R$ 276,10 a R$ 276.100,00. “As multas podem ser lavradas tanto para pessoas jurídicas quanto para pessoas físicas”, informa o secretário municipal de Saúde, Maurício Monteiro.

O equipamento de proteção deve ser usado em toda via pública, praças, logradouros, passeios públicos, parques, interior ou área adjacente de estabelecimentos essenciais de serviços ou comércio, na espera e durante a utilização de transporte coletivo, transporte por veículo de serviço de táxi ou de motorista por aplicativo ou transporte aéreo. “O deslocamento das pessoas leva o vírus de um lugar para outro, por isso a importância de usar a máscara que, aliada ao isolamento social, são armas importantes para combater a propagação do coronavírus”, comenta o prefeito João Teixeira Junior.

Além de exigir o uso de máscaras, os estabelecimentos comerciais são obrigados a ofertar álcool em gel para uso dos clientes e funcionários. A exigência vale também para os ônibus do transporte coletivo, táxis e veículos de transporte por aplicativos. No caso dos estabelecimentos, os proprietários devem ainda controlar o fluxo de pessoas e orientar os consumidores a manterem distanciamento social em eventuais filas.

Rio Claro registra oitavo óbito por coronavírus

Número de casos positivos também aumentou, chegando a 44.

Rio Claro registrou na terça-feira (12) novo óbito em decorrência da covid-19. É de um homem idoso e, com isso, o município chega a oito óbitos por coronavírus. A informação foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde em boletim emitido na tarde de terça-feira (12).
Dos oito óbitos registrados em Rio Claro por coronavírus, apenas um é de pessoa com menos de 60 anos. Faleceram cinco mulheres e três homens.
O município tem 44 casos positivos, três a mais do que o registrado no boletim anterior, de segunda-feira (11), sendo que 21 resultados foram apontados em testes rápidos, que precisarão ser confirmados em exames de laboratório. O boletim também aponta sete casos suspeitos. O número de pacientes internados caiu de 16 para 12, sendo cinco em UTI, e o de pacientes recuperados permanece em 13. Não há óbito em investigação.

Aumenta número de internados por covid-19 em Rio Claro

Dezesseis pacientes de coronavírus, incluindo casos suspeitos, estão internados.

Boletim divulgado na segunda-feira (11) pela Secretaria de Saúde de Rio Claro aponta que em relação a domingo (10) cresceu em seis o número de pacientes internados por conta de covid-19, o que inclui casos suspeitos. São 16 pacientes internados, sendo quatro em UTI.

O número de casos confirmados permanece em 41, sendo que 18 resultados foram obtidos em testes rápidos, que precisarão ser confirmados por exame de laboratório. Até agora 123 casos foram descartados e oito aguardam resultado. O município registrou sete óbitos pela doença e não há nenhum óbito em investigação. Treze pessoas se recuperaram da covid-19.

Daae faz reparo emergencial em rede de abastecimento no Jardim Esmeralda

Normalização do abastecimento está prevista para ocorrer no final da tarde desse domingo (10 de maio de 2020). Uso racional da água na região se faz necessário nesse período.

O Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgoto) de Rio Claro está fazendo reparo emergencial em uma das redes de abastecimento que se rompeu neste domingo (10 de maio de 2020), na Estrada dos Costas, no Jardim Esmeralda, em frente ao condomínio Reserva das Palmeiras.

A autarquia pede que os munícipes redobrem a atenção e os cuidados e evitem transitar nas proximidades, procurando rotas alternativas para diminuir riscos de eventuais acidentes.

Também foi necessário interromper temporariamente o abastecimento de água, o que pode ocasionar baixa pressão ou interrupção momentânea no fornecimento de água nos bairros Jd. Esmeralda, Jd. Brasília, Jd. das Palmeiras, Jd. Guanabara, Terra Nova e bairros e condomínios próximos.

A previsão para conclusão dos trabalhos é para até o final da tarde deste domingo (10). Após a conclusão do serviço de reparo, o fornecimento de água será retomado aos poucos nos bairros afetados.

Nesse período, o Daae pede para que os consumidores façam uso responsável da água e reforça a importância de terem caixa d’água em seus imóveis, já que durante os serviços de manutenção os imóveis que possuem caixa d’água não sofrem com eventual falta d’água, o que reduz transtornos em casos de interrupção no fornecimento. As caixas d’água possuem volume suficiente para 24 horas de consumo racional, além de a instalação ser obrigatória, conforme o Código Sanitário Estadual.

Na retomada do abastecimento serão realizadas descargas na rede. Pode haver casos pontuais de cor escura na água, que devem ser relatados à Central de Atendimento do Daae pelo telefone 0800-505-5200 que funciona 24 horas e também atende chamadas via celular.

O Daae informa ainda que ao restabelecer o abastecimento, há um aumento temporário na pressão em alguns pontos da rede, o que pode deixar a água com um aspecto “esbranquiçado”. Neste caso, a água está apenas cheia de ar, podendo ser consumida normalmente.

Caixa atende neste sábado na agência do centro de Rio Claro

Beneficiados com auxílio emergencial serão atendidos das 8 às 12 horas.

A agência da região central de Rio Claro, na Rua 3, estará aberta neste sábado (9) para atender as pessoas que irão sacar o auxílio emergencial pago pelo governo federal nesta pandemia. O atendimento será feito das 8 às 12 horas.
É importante ressaltar que a Caixa está pagando a primeira parcela do auxílio. Quem já recebeu a primeira parcela não adianta ir até a agência agora, deve esperar o governo federal anunciar a liberação da segunda parcela.
A prefeitura de Rio Claro, que desde o início da pandemia tem tomado medidas para enfrentar a propagação do novo coronavírus, alerta as pessoas que forem até a Caixa sobre a importância de seguirem as recomendações preventivas das autoridades de saúde. “É importante que as pessoas mantenham distância entre elas e usem máscara como forma de reduzir a possibilidade de propagação da doença”, afirma o prefeito João Teixeira Junior.

Juninho reforça necessidade de elevar taxa de isolamento em Rio Claro

Índice mínimo exigido pelo governo estadual para flexibilização é de 55%.

O prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, reforça pedido à população para que cumpra o isolamento social nesta quarentena. O município seguirá a determinação do governo estadual que prorrogou a quarentena até o dia 31 de maio. “Infelizmente ocorreu o que esperávamos. Com a taxa de isolamento em baixa foi preciso manter a quarentena para salvar vidas, visto que o sistema de saúde tem capacidade limitada e não tem condições de atender a todos”, comenta Juninho, que acompanhou a coletiva do governador João Doria com o secretário de Governo, Ricardo Gobbi e Silva.

Dados divulgados pelo governo do estado apontam que o ritmo de crescimento de casos de coronavírus no estado de São Paulo cresceu 3.300% em abril, e a taxa de contágio continua em ascensão. A taxa de ocupação de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) passa de 70%, daí a importância de não perder o controle da pandemia diminuindo a curva de contágio da Covid-19, e isso se faz com isolamento social e uso de máscaras. “Nossa taxa de isolamento está abaixo de 50% e peço à população que nos ajude a aumentar esse índice para que possamos agilizar a flexibilização da quarentena e iniciar o quanto antes a retomada da economia”, destaca Juninho.

O governo estadual trabalha com taxa mínima de isolamento de 55% para flexibilização, mas ressalta que o ideal seria índice de 70%. Com esse índice, a taxa de contágio ficaria em 0,87, ou seja, cada pessoa doente poderia contaminar apenas uma pessoa, em média. Para que haja flexibilização o estado terá que manter uma redução sustentada do número de casos por 14 dias e taxa de ocupação de leitos de UTI inferior a 60%.

O secretário estadual da Fazenda, Henrique Meirelles, observou que há um equívoco em culpar a quarentena pela crise na economia. “A crise é causada pela pandemia e não pelo isolamento social. Tanto que o setor de serviços domésticos foi um dos mais afetados e não há restrição para essa atividade”, disse Meirelles na coletiva, frisando que a experiência de outros países demonstra que “quanto mais rigorosa e disciplinada for a quarentena, mais rápida será a recuperação da economia”.

Saúde redireciona atendimento de unidades do Bonsucesso e Mãe Preta

Usuários serão atendidos em outras unidades de 11 a 15 de maio.

Os atendimentos das unidades de saúde dos bairros Bonsucesso e Mãe Preta, em Rio Claro, estão sendo redirecionados temporariamente para outras unidades. Isso é necessário por conta das obras de adequações realizadas nos prédios.

“São unidades que em breve irão funcionar em horário estendido, até as 19 horas, e que para isso estão recebendo adequações”, observa Maurício Monteiro, secretário de Saúde, pedindo a compreensão da comunidade por eventuais transtornos que possam ser causados pela mudança temporária.

O redirecionamento já realizado nesta semana na unidade da saúde da família (USF) do Bonsucesso será mantido no período de 11 a 15 de maio. Os usuários são atendidos em outras unidades, conforme o tipo de serviço. Quem precisar de atendimento médico e receber medicação nesse período deve procurar a Escola Municipal Celeste Calil, que fica ao lado da unidade de saúde. A aplicação de vacinas será feita na USF Benjamin de Castro localizada na Avenida 8, 420, no Jardim Centenário. Os curativos deverão ser realizados na USF Santa Elisa situada na Rua 25, sem número.  Já o atendimento odontológico foi redirecionado para as unidades de saúde do Jardim Panorama (Avenida 64-PA, 1390) e do Wenzel (Rua 21, 4219, Wenzel).

Também de 11 a 15 de maio, os usuários da USF Mãe Preta terão os atendimentos médicos e de medicação feitos na UBS da Vila Cristina, que fica na Avenida José Felício Castellano, 1784. As vacinas serão aplicadas na unidade do São Miguel, localizada na Avenida 62-A com a Rua 18-A, onde também serão realizados os atendimentos odontológicos. Quem precisar de serviços de curativos será atendido na USF do Bela Vista, na Avenida 1-A, 750.  

Exames de coronavírus começam a ser feitos no Adolfo Lutz de Rio Claro

Resultados dos testes ficam prontos em período de 24 a 48 horas.

Os exames para diagnóstico da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, começaram a ser realizados nesta semana pelo laboratório regional do Instituto Adolfo Lutz de Rio Claro. Os resultados são emitidos em período de 24 a 48 horas.

“Essa é uma redução de tempo muito importante para quem aguarda diagnóstico, inclusive para nortear o tratamento do paciente”, observa o prefeito João Teixeira Junior, que esteve na sexta-feira (8) no laboratório Adolfo Lutz. “Com a união de esforços, o município ganha força no combate ao coronavírus”, ressalta Juninho agradecendo ao Instituto Adolfo Lutz e à Unesp Rio Claro, que viabilizaram a realização dos exames na cidade.

“Com isso, todos os exames de Rio Claro e também de cidades da região passam a ser realizados no Adolfo Lutz daqui, agilizando os resultados”, destaca Maurício Monteiro, secretário municipal de Saúde.

Os kits para exames estão sendo disponibilizados pelo Ministério da Saúde, com a distribuição no estado de São Paulo coordenada pelo Instituto Butantan. A capacidade é de 90 exames por dia. “Hoje esse número é suficiente para atender a demanda atual e emitir resultados dentro do prazo previsto”, observa Andressa Alves de Almeida Cruz, diretora do Instituto Adolfo Lutz de Rio Claro. O laboratório regional tem a validação do Instituto Adolfo Lutz central, sem que seja necessária contraprova dos exames realizados.

A realização dos exames na cidade foi possibilitada pela cessão de duas máquinas emprestadas pela Unesp de Rio Claro. “Identificamos que essa seria uma forma rápida e eficaz de ajudar, emprestando nossos equipamentos para quem tem credenciamento para realizar os exames e colocando nossos profissionais à disposição para dar apoio técnico para diagnósticos”, ressalta Henrique Ferreira, vice-diretor do Instituto de Biociências da Unesp Rio Claro.

O laboratório atende Rio Claro e 25 cidades da região, incluindo Piracicaba, Limeira e Araras, o que representa população de cerca de 1,5 milhão de habitantes. Atendendo resolução estadual, os exames para coronavírus são feitos em pacientes graves e profissionais de saúde sintomáticos, além de investigação de óbitos.