Prefeito anuncia a chegada de 10 mil testes rápidos para coronavírus

Kits são destinados a profissionais de saúde e forças de segurança, e pacientes em estado grave.

O município de Rio Claro recebeu nesta semana 10 mil kits de testes rápidos para diagnóstico do novo coronavírus (Covid-19), que foram adquiridos pela prefeitura. Os testes foram adquiridos com recursos do próprio município. O anúncio foi feito pelo prefeito João Teixeira Junior em live realizada no final da tarde desta terça-feira (5). “É mais uma medida importante que adotamos para enfrentar essa pandemia e diminuir a curva de contágio em nossa cidade”, comenta o prefeito Juninho.

Os kits serão destinados exclusivamente para profissionais de saúde e das forças de segurança que apresentarem sintomas da Covid-19, pacientes com quadro clínico grave e em casos de mortes suspeitas. “Os testes não são considerados resultado final para diagnóstico de coronavírus, mas ajudam a nortear o trabalho dos profissionais de saúde e o tratamento do paciente, bem como agilizar o isolamento em caso de necessidade”, explica o secretário municipal de Saúde, Maurício Monteiro.

Para conter o avanço do coronavírus na cidade, a prefeitura realizou outras ações como suspender as aulas nas escolas municipais, diminuir a circulação de ônibus do transporte coletivo, fechar estabelecimentos comerciais não essenciais e interromper atendimento presencial em repartições públicas para evitar aglomeração de pessoas. A prefeitura também criou o programa Alimentação Escolar Direito em Casa que destina R$ 60,00 por aluno da rede pública municipal de ensino que atenda os critérios sociais, e realiza atendimento emergencial a famílias carentes através de doações de alimentos arrecadados pelo Fundo Social de Solidariedade.

RC registra novo caso de coronavírus e tem mais um óbito em investigação

Número de casos confirmados sobe de 34 para 35.

O município de Rio Claro registrou mais um caso de coronavírus (Covid-19). A informação consta de boletim divulgado no final da tarde desta terça-feira (5) pela Secretaria Municipal de Saúde. Com esse novo registro, o número de casos confirmados na cidade sobe de 34 para 35, sendo 15 diagnosticados por testes rápidos que ainda precisam ser confirmados por exames de laboratório.

Além do novo caso, também foi registrado um segundo óbito suspeito que está em investigação. O município tem sete óbitos confirmados em decorrência da doença.

O número de casos suspeitos aumentou de 13 para 14 em relação ao boletim de segunda-feira (4). Também houve aumento de um caso no total de pacientes internados, passando de 15 para 16. Na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) tinham seis pessoas internadas na segunda-feira (4) e agora são sete.

Rio Claro faz fiscalização em comércio de bairros

Prefeitura intensificou a fiscalização para aumentar o isolamento social.

A operação “Estou com Rio Claro e não abro” que fiscaliza o funcionamento do comércio prosseguiu nesta terça-feira (5) em Rio Claro. A prefeitura intensificou a fiscalização nesta semana para garantir o cumprimento da quarentena e aumentar o índice de isolamento social na cidade, um dos critérios que será levado em conta pelo governo estadual para eventual flexibilização da quarentena. O comércio em Rio Claro está fechado desde o dia 24 de março como medida de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19).

As equipes de fiscalização percorreram a Avenida 1, da Rua 1 até a Rua 8, no Centro; e depois seguiram para a Estrada dos Costas e Avenida 7 no Jardim das Palmeiras. A operação foi encerrada nos bairros Bonsucesso e Novo Wenzel, com fiscalização nos estabelecimentos comerciais localizados na via principal. Na segunda-feira (4) a operação foi realizada ao longo da Rua 3 no Centro, na Avenida M-23 no Cervezão e na Estrada de Jacutinga.

A operação irá prosseguir nos próximos dias. “Vamos manter a fiscalização e trabalhar para conscientizar a população sobre a importância de manter a quarentena e o isolamento social para se prevenir do coronavírus”, informa o vice-prefeito e secretário de Segurança, Marco Antonio Bellagamba.

A fiscalização ocorreu tranquilamente e poucos estabelecimentos foram encontrados abertos. “Estamos orientando os comerciantes que em sua maioria têm compreendido e aceitado a recomendação de fechar as portas”, comenta Flávio Luciano Bíscaro, diretor municipal de Desenvolvimento Urbano e Gestão Territorial, que integra a equipe de fiscalização composta por integrantes da Vigilância Sanitária, Guarda Civil Municipal, Polícia Militar e Departamento de Trânsito.

Vale lembrar que o governador João Doria anunciou na segunda-feira (4) que as cidades com pior adesão à quarentena serão excluídas da flexibilização. A situação preocupa porque Rio Claro que atingiu 62% de isolamento, na segunda-feira (4) registrou 49%. O índice médio exigido pelo governo estadual para o município alcançar a flexibilização deve ficar entre 60% e 70%. “Temos que nos unir para aumentar esse índice se quisermos ter Rio Claro incluída no plano estadual de flexibilização da quarentena”, alerta Ricardo Gobbi e Silva, secretário municipal de Governo, Desenvolvimento Econômico e Planejamento.No momento a fiscalização é apenas para orientação, porém se o comerciante descumprir a norma ou reincidir ficará sujeito às penalidades previstas na legislação, como advertência, autuação, multa e até mesmo a cassação do alvará de funcionamento.

Rio Claro amplia número de áreas de lazer fechadas pela pandemia

Alguns locais interditados na semana passada tiveram barreiras depredadas.

Como medida de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19), a prefeitura de Rio Claro está ampliando o número de áreas de lazer fechadas na cidade. A ação começou na semana passada e nesta terça-feira (5) fechamento foi realizado no playground do centro poliesportivo em construção no bairro Novo Wenzel. O espaço foi cercado por fita zebrada para impedir a utilização, já que a população vem desrespeitando a recomendação para que estes espaços não fossem usados durante a pandemia de coronavírus.

“Infelizmente tivemos que tomar essa medida visto que a comunidade vem utilizando os parquinhos sem respeitar a necessidade de manter o distanciamento social”, destaca o prefeito João Teixeira Junior, que acompanhou o fechamento da área lazer na manhã desta terça-feira. “Os parquinhos são importantes para diversão das crianças, inclusive fizemos vários em nossa administração, mas nesse momento é fundamental que os pais sigam as recomendações das autoridades de saúde para sua proteção e de seus filhos”, acrescenta Juninho.

O fechamento das áreas de lazer começou na semana com intervenção realizada no parquinho do Jardim Araucária e da Avenida Presidente Kennedy, no Bairro do Estádio, e também nos espaços família do Jardim Guanabara, Praça Dalva de Oliveira e Jardim Inocoop. Porém, infelizmente, algumas barreiras foram depredadas o que representa um risco para a comunidade. “Peço aos pais que respeitem o fechamento e cumpram a medida que foi tomada para segurança e proteção das crianças e suas famílias”, frisa Juninho. A prefeitura já refez as barreiras que tinham sido depredadas.

O novo coronavírus é transmitido de uma pessoa para outra e a maior arma para diminuir os riscos de contágio é o distanciamento/isolamento social.

Prefeitura redireciona atendimentos da unidade de saúde do Bonsucesso

Usuários serão atendidos em outras unidades nesta semana.

A prefeitura de Rio Claro está redirecionando temporariamente, a partir desta terça-feira (5), os atendimentos da Unidade de Saúde da Família (USF) do bairro Bonsucesso. A medida foi tomada devido ao avanço nas obras de reforma e adequação do prédio que em breve irá funcionar em horário estendido até as 19 horas. “Peço a compreensão da população por eventuais transtornos que possam ser causados pela mudança temporária”, solicita o secretário municipal de Saúde, Maurício Monteiro. “O prédio da unidade está sendo revitalizado para ampliar o horário e melhor atender a comunidade”, acrescenta.

De 5 a 8 de maio os usuários serão atendidos em outras unidades, conforme o tipo de serviço. Quem precisar de atendimento médico e receber medicação nesse período deve procurar a Escola Municipal Celeste Calil, que fica ao lado da unidade de saúde. A aplicação de vacinas será feita na USF Benjamin de Castro localizada na Avenida 8, 420, no Jardim Centenário.

Os curativos deverão ser realizados na USF Santa Elisa situada na Rua 25, sem número.  Já o atendimento odontológico foi redirecionado para as unidades de saúde do Jardim Panorama (Avenida 64-PA, 1390) e do Wenzel (Rua 21, 4219, Wenzel).

Doria informa prefeitos que isolamento social será critério para flexibilização

Para Juninho, apoio da população é fundamental para garantir índice positivo de isolamento.

Durante videconferência com dezenas de prefeitos paulistas, o governador João Doria confirmou que só serão autorizados a flexibilizarem a quarentena os municípios que preencherem três requisitos básicos, entre eles o de isolamento social, baixo número de óbitos e infraestrutura de saúde.

O prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, que foi um dos participantes da reunião virtual a usar da palavra, manifestou sua preocupação com os índices de isolamento social e a necessidade dos municípios serem solidários nesta pandemia. “Sabemos que quanto maiores os nossos índices, maiores as chances de conseguirmos sinal verde para flexibilizar a quarentena e iniciar o processo de retomada da economia”, afirma Juninho. “Portanto, é fundamental que todos continuem colaborando para que Rio Claro alcance a média de 60% no índice de isolamento social estabelecida pelo governo estadual”, destacou o prefeito. O governador Doria ressaltou que não adianta os municípios terem dois ou três dias de índice acima de 60%, é preciso uma sequência de dias  para uma média entre 60 e 70%.

Realizada na tarde desta segunda-feira (4), a videoconferência reuniu secretários estaduais e dezenas de prefeitos paulistas.

“É importante que a comunidade esteja ciente de que o isolamento é um fator primordial no combate ao coronavírus. Além de ser uma medida de proteção para si, é uma maneira de preservar as pessoas que amamos”, destaca o prefeito Juninho,

“O momento pede união e solidariedade entre os municípios para superarmos esta pandemia”, acrescentou Juninho. Este pensamento está alinhado às recomendações do governo estadual, que reforçou esta necessidade dos municípios serem solidários.  “Não adianta um município seguir as orientações e o seu vizinho não respeitar a quarentena”, destacou Dória. O governador também pediu que a população se mantenha em isolamento social.

Também acompanharam a videoconferência os secretários municipais Ricardo Gobbi e Silva (Governo) e Maurício Monteiro (Saúde) e o presidente da Câmara Municipal, vereador André Godoy.

Rio Claro tem 11 novos casos suspeitos de coronavírus em investigação. A informação está no boletim divulgado no final da tarde desta segunda-feira (04 maio 2020) pela Secretaria Municipal de Saúde. A comparação é em relação ao boletim anterior, divulgado no sábado. Agora são 13 casos em investigação. Os casos confirmados continuam em 34, sendo 15 em testes rápidos e que ainda irão passar por novo exame. Rio Claro tem 15 pacientes internados sendo seis em UTI. São sete óbitos confirmados e um óbito em investigação.

Rio Claro realiza operação de fiscalização no comércio para aumentar isolamento

Município intensifica fiscalização para manter comércio fechado e ampliar o isolamento social.

A prefeitura de Rio Claro iniciou nesta segunda-feira (4) a operação “Estou com Rio Claro e não abro” que intensifica a fiscalização no comércio local para aumentar o isolamento social, uma das medidas mais eficazes para conter a disseminação do novo coronavírus (Covid-19). O trabalho foi feito na Rua 3 no Centro, na Avenida M-23 no Cervezão e na Estrada de Jacutinga, com carro de som orientando sobre a necessidade de ficar em casa e viaturas da fiscalização municipal (Vigilância Sanitária e Secretaria de Governo), do Departamento de Trânsito, Polícia Militar e Guarda Civil Municipal (GCM). “É um momento difícil para todos, mas precisamos nos unir para vencer essa pandemia”, comenta o prefeito João Teixeira Junior.

Os fiscais orientaram comerciantes sobre a importância de manter os estabelecimentos fechados, além de informá-los que o índice de isolamento social será um dos critérios a serem adotados pelo governo estadual para uma eventual flexibilização da quarentena. “A taxa de isolamento em Rio Claro caiu de 62% para 48% e precisamos elevar esse índice se quisermos obter permissão para flexibilizar a quarentena de maneira gradativa e segura”, pontua o vice-prefeito e secretário de Segurança, Marco Antonio Bellagamba, que acompanhou a operação com Ricardo Gobbi e Silva, secretário municipal de Governo, Desenvolvimento Econômico e Planejamento.

Os comerciantes devem ficar atentos às normas que determinam o que pode ou não funcionar. “Nesse primeiro momento vamos orientar, mas se o estabelecimento persistir na desobediência ficará sujeito às penalidades previstas na legislação”, explica Gobbi, lembrando que as regras devem ser seguidas por todos. “Mesmo estabelecimentos com autorização de funcionamento devem adotar medidas para evitar aglomerações e diminuir os riscos de contágio do novo coronavírus”, frisa Gobbi.

A operação prosseguirá nos próximos dias com fiscalização em outros pontos da cidade. Também haverá ronda de manutenção, com viaturas percorrendo locais já fiscalizados para verificar se as regras estão sendo cumpridas.

Rio Claro vacina mais de 2.500 pessoas em drive-thru

Município já vacinou 42.206 pessoas contra a gripe. Vacinação prossegue nas unidades de saúde.

O município de Rio Claro realizou na quinta-feira (30) atendimento em drive-thru para vacinação contra a gripe ampliando o acesso da população à vacina e aumentando a cobertura vacinal na cidade. Balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde aponta que 2.510 pessoas foram vacinadas no drive-thru, sendo a maioria idosos e adultos entre 55 e 59 anos.

“É importante que as pessoas que têm indicação para tomar a vacina se imunizem para se proteger contra o vírus da influenza”, recomenda o prefeito João Teixeira Junior. “A vacina não tem eficácia contra o coronavírus, mas ajuda os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico de coronavírus que tem os sintomas parecidos”, reforça o secretário municipal de Saúde, Maurício Monteiro.

Desde o início da campanha de vacinação, Rio Claro já imunizou 42.206 pessoas, o que corresponde a 57,88% do público a ser vacinado. Os profissionais de saúde são o grupo com maior cobertura vacinal, com 121,68%. Em seguida vêm os idosos com cobertura vacinal de 98,61%. Outras 5.519 doses foram aplicadas em doentes crônicos e a meta é superar o número do ano passado, quando foram vacinadas 11.799 pessoas deste grupo.

A campanha de vacinação contra a gripe prossegue nas unidades básicas de saúde e unidades de saúde da família, exceto as unidades do Santa Elisa, Jardim Brasília e Vila Cristina. A relação de unidades, endereços e telefones pode ser consultada no site da Fundação Municipal de Saúde (www.saude-rioclaro.org.br). “A vacina está disponível para quem faz parte dos grupos indicados pelo Ministério da Saúde”, observa Fabyolla Lourenço, enfermeira da Vigilância Epidemiológica.

Podem tomar a vacina pessoas com mais 55 anos de idade, trabalhadores do setor de saúde, professores das escolas públicas e particulares, doentes crônicos, e profissionais das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros e profissionais de transporte coletivo.

Rio Claro recebe R$ 200 mil para o combate à pandemia

Recursos vieram do governo federal a partir de emenda parlamentar.

O município de Rio Claro recebeu nesta quinta-feira (30) mais R$ 200 mil do governo para investimentos em ações de combate ao novo coronavírus (Covid-19). Os recursos são destinados à Santa Casa de Misericórdia e foram obtidos através de emenda parlamentar do deputado federal Miguel Lombardi.

“Agradeço o apoio do deputado que sempre tem ajudado Rio Claro com emendas, e essa ajuda torna-se mais significativa nesse momento difícil que estamos passando”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, que conversou com o deputado sobre a possibilidade de novos repasses ao município. “Espero que sejamos atendidos em nosso pedido para reforçar nossa receita que diminuiu consideravelmente com a queda na arrecadação devido à pandemia”, frisa Juninho.

Além dos R$ 200 mil, Rio Claro recebeu R$ 2,5 milhões do governo federal para o setor de saúde. O dinheiro é destinado ao atendimento de pacientes com quadros de doenças respiratórias, com foco nas infecções pelo novo coronavírus. A verba foi disponibilizada em caráter extraordinário como auxílio ao município para ações de enfrentamento à pandemia. “Esses recursos extras são importantes porque a pandemia de coronavírus exigiu investimentos ainda maiores na saúde”, observa o secretário municipal de Saúde, Maurício Monteiro.