Pequenas ações, grandes resultados: irrigação no Cemitério Municipal

A administração do Cemitério Municipal de Rio Claro adotou uma fórmula simples e eficaz para não desperdiçar água e, ainda, manter úmido o gramado existente no canteiro da rua principal, acessada pelo portal de entrada daquele campo santo. O sistema implantado, de baixo custo, exigiu apenas a utilização de mangueiras, que foram acopladas aos reservatórios de água usados pelas lavadoras de túmulos.
Ao contrário do que acontecia até então, quando a água acumulada nestes depósitos era escoada na calçada, agora, ao final da tarde, as torneirinhas instaladas nos depósitos são abertas e o líquido escorre através das mangueiras perfuradas, irrigando o canteiro.

Lavadoras de túmulos aos lado dos depósitos de água e mangueiras utilizadas para a irrigação
Lavadoras de túmulos aos lado dos depósitos de água e mangueiras utilizadas para a irrigação

“É uma solução simples, barata e funcional”, explica o responsável pelo Cemitério Municipal, Valdeci Aparecido Stanfoca. “Tínhamos de garantir a irrigação do canteiro e, ao mesmo tempo, não deixar água parada nos reservatórios, que é um convite para a proliferação de mosquitos, inclusive o da dengue”, disse Valdeci.
Na semana passada, a propósito, a Secretaria de Administração, cujo titular é José Roberto Reginatto, já havia concluído algumas intervenções necessárias naquele local.

Mangueiras utilizadas para a irrigação
Mangueiras utilizadas para a irrigação

Novos conjuntos de iluminação, inclusive com lâmpadas mais potentes, foram implantados no cemitério, ao mesmo tempo em que a prefeitura confirmava a licitação de um segundo carro funerário, melhorando o atendimento neste aspecto, que já contava com um veículo novo adquirido pela administração municipal, em 2009.
Além disso, no atual governo, o Cemitério recebeu novos banheiros para os servidores, que também passaram a utilizar um refeitório construído especialmente para eles.

Centro de Qualificação começa a atender na segunda-feira

A primeira turma de costura industrial do Centro de Qualificação Profissional e Inclusão Produtiva começará as aulas nesta segunda-feira, 15. “Neste ano teremos outros sete cursos de costura e ainda de modelagem, supervisão de costura e mecânico de máquina de costura, totalizando 14 cursos”, anunciou Rosana Pinhatti Altimari, presidente do Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro, entidade que providenciou a implantação do Centro de Qualificação, juntamente com as secretarias de Ação Social e de Desenvolvimento Econômico e o Senai.

Centro Capacitação
Centro Capacitação

O prefeito Du Altimari ressaltou que o centro de qualificação profissional era um sonho antigo de Rosana e irá contribuir sobremaneira na proposta do governo municipal de incentivar o empreendedorismo local. “As pessoas precisam de um mínimo de dignidade e isto começa pelo emprego”, afirmou Mônica Hussni Messetti, presidente da Câmara de Vereadores, ao falar da importância da realização.
“Será um espaço valioso na preparação de mão-de-obra qualificada”, destacou José Tadeu Leme, que representou o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf. “A estrutura bem montada certamente permitirá  oferecer cursos de qualidade”, observou Paulo Neves, diretor do Senai-Rio Claro.
João Luiz Zaine, secretário de Desenvolvimento Econômico, afirmou que o município vive um momento de explosão de empregos, o que aumenta a necessidade de se ter profissionais preparados. A vice-prefeita e secretária de Governo, Olga Salomão, salientou que, na Semana da Mulher, o município realiza uma ação concreta de engrandecimento às mulheres, uma vez que “99% da mão-de-obra no setor de costura é feminina”.

Centro Capacitação
Centro Capacitação

Na pessoa de Gislaine Carbinatto foram homenageados todos os que colaboraram para a implantação do Centro, localizado na rua quatro, entre as avenidas 44 e 46, na Vila Operária. Também estiveram presentes na inauguração a vereadora Raquel Picelli, Rodrigo Amaral – diretor do Senac, Luiz Renosto – diretor do Sesi, Luis Fernando Quilici – representante da Associação Paulista das Cerâmicas de Revestimentos, o representante da vereadora Maria do Carmo, secretários municipais e o ex-prefeito Cláudio Di Mauro.

Ainda restam vagas para curso de Iniciação à Construção Civil

Restam ainda algumas vagas para o curso profissionalizante “Iniciação à Construção Civil”, realizado pela Prefeitura por intermédio da Secretaria Municipal de Ação Social. O curso será realizado durante 40 dias úteis, de segunda a sexta-feira, no Centro Dia do Idoso “Padre Augusto Casagrande”, períodos diurno e noturno.  No entanto, as seis vagas restantes referem-se ao período diurno, das 7h30 às 10h30 e as inscrições devem ser feitas até 19 de março. Podem participar pessoas do sexo masculino e feminino, com 16 anos ou mais, que receberão certificados do SENAI após a conclusão do curso.
O curso “Iniciação à Construção Civil” é uma oportunidade importante para as pessoas interessadas em construir ou reformar suas casas, ou mesmo em capacitar-se para o trabalho informal, em contribuição à renda familiar. Em 2009 o curso foi oferecido a quatro turmas, capacitando cerca de 130 pessoas nesta área.
As aulas incluem todo trabalho de base de uma construção, desde o nivelamento de terreno e esquadrejamento do alicerce ao madeiramento e revestimento. Além de profissionalizar, o curso tem como objetivo envolver os participantes na conscientização da cidadania, promoção da melhoria ambiental e qualidade de vida da comunidade.
Inscrições
Interessados em participar do curso podem inscrever-se no Centro Dia do Idoso “Padre Augusto Casagrande” (situado à Avenida 40, nº 1610 – Esquina com a Rua 14), portando xerox de RG e comprovante de endereço, das 8 às 11 horas e das 18 às 21 horas.

Informações para a Imprensa:
ComunicAção Social – tel. 3522-1942/1965
Nilce Franco Bueno – MTB 35.560
10/03/2010